Home Noticiário Nacional Em ação contra o narcotráfico, PF abate avião suspeito

Em ação contra o narcotráfico, PF abate avião suspeito

358
14

Durante a operação um policial foi morto

 

26set2013---uma-aeronave-de-pequeno-porte-foi-abatida-pela-policia-federal-na-noite-desta-quarta-feira-25-ao-tentar-aterrissar-em-uma-pista-clandestina-em-bocaina-a-311-km-de-sao-paulo-1380172617089_615x300

vinheta-clipping-aereoUm policial federal de Bauru foi morto na noite desta quarta-feira (25) em um tiroteio com suspeitos em Bocaina (a 311 km de São Paulo), durante operação contra o narcotráfico na região. Alvejado com um tiro no peito, Fábio Ricardo Paiva Luciano, 40, chegou a ser socorrido, mas morreu na Santa Casa de Jaú (município vizinho).

Durante a ação da PF, os policiais abateram uma aeronave de pequeno porte que tentava aterrissar em uma pista clandestina na zona rural de Bocaina com carregamentos de drogas e armas.

No momento em que a aeronave se preparava para pousar, no início da noite, homens suspeitos perceberam a movimentação dos policiais e reagiram. Houve intensa troca de tiros.

O avião foi abatido durante a ação e pegou fogo, formando um imenso clarão às margens da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255) (que liga Jaú à Araraquara), na altura do km 136.

A área foi isolada. Segundo a PM, o piloto conseguiu deixar a aeronave antes do início do fogo e foi preso.

Durante a madrugada, outros três integrantes da quadrilha também foram detidos. Eles estavam escondidos em um canavial próximo ao local onde a aeronave caiu.

Um caminhoneiro contou aos policiais que, logo após a queda do avião, viu um homem sujo de sangue correndo do canavial em direção a rodovia. Durante a manhã, dezenas de policiais federais trabalhavam nas buscas pelos outros suspeitos.

Não foram informados a rota do tráfico e nem quantos traficantes estão envolvidos. Segundo a polícia, foram recolhidos da aeronave pelo menos meia tonelada de drogas e armas de diversos calibres –incluindo fuzis ponto 50, de uso exclusivo das Forças Armadas. Uma parte do carregamento foi consumida pelo fogo. 

Município é rota internacional do tráfico

Bocaina, na região de Bauru, é considerada rota internacional do tráfico. Em janeiro deste ano, em outra operação contra o narcotráfico, um avião que era monitorado via radar conseguiu abortar a aterrissagem ao perceber a presença de um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) no local.

Na mesma operação, um vereador do município foi preso por suspeito de associação ao tráfico, e um dos suspeito foi morto durante troca de tiros.

FONTE: UOL

14
Deixe um comentário

avatar
13 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
Mauricio R.Corsario137ColombelliGuilherme PoggioBlind Man's Bluff Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Fighting Falcon
Visitante
Fighting Falcon

Lamentável foi a perda da vida de um policial.
Se tivessemos regras mais rígidas, uma polícia bem paga e equipada talvez isso diminuiria muito.
Mas a lei do abate ao menos do que foi a público até hoje só é mais um papel dentro do nosso ordenamento jurídico e não uma lei aplicada diariamente.

Alfredo Araujo
Visitante
Member
Alfredo Araujo

FF…

A Policia Federal ganha sim bons salários… então não cabe essa discussão nesse tópico..

Pelo que eu entendi, a aeronave foi abatida por tiros originários do solo… Acho q a lei do abate não se aplica a esse caso… EU ACHO

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
Member
André Sávio Craveiro Bueno

Assistindo ao Bom Dia Cidade, produzido pela TV TEM Bauru, o apresentador disse que ao perceber a polícia a aeronave arremeteu, porém veio a cair logo depois, cerca de 300m.

Guizmo
Visitante
Member
Guizmo

Pois é, tenho a mesma dúvida…….nesse caso se aplica a Lei do Abate? Isso não é papel da FAB?? Ou a Guarda Revolucionária Federal pode atuar também alvejando aviões?

Vader
Visitante
Member

Parabéns à PF. E uma pena que morreu um policial.

Essa aeronave deveria ser abatida em vôo. Mas lei do abate no Brasil é só mais uma letra morta.

Fighting Falcon
Visitante
Fighting Falcon

AA,
Se pegar a média nacional o salário realmente é bom, mas considerando outras profissões os profissionais em geral no Brasil é muito mal remunerado.
Se pensar que o ascensorista do Senado ganha mais que um 4 estrela e assim vai, o salário pode melhorar.
Mas isso vamos falar lá no forte.
Abs

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
Member
André Sávio Craveiro Bueno

Apenas para completar o que escrevi, assistindo o JH da Globo, a afirmação é de que a aeronave iria em uma “pista rural” (possivelmente utilizada por aeronaves agrícolas) e não clandestina. Ao perceber a presença da PF o piloto tentou arremeter. Como a pista [e curta, não teve área suficiente para a manobra.

A cidade de Bocaina, próxima a Jaú é rota de tráfico de drogas e armas.

sergiocintra
Visitante
sergiocintra

E os Helis da PF, onde estavam?

Acredito q com cobertura aérea no meio do canavial, as coisas seriam “menos” complicadas e pouparia-se vida(s) e outros recur$o$.

Como é o nome dos “sapões mudernos” e onde estão mesmo?
Porque?

Blind Man's Bluff
Visitante
Blind Man's Bluff

Desculpem a ignorancia, mas uma operação como essas não deveria contar com o apoio de unidades do exercito, seja para garantir a segurança do perimetro de operações, seja para garantir a segurança dos próprios agentes da policia federal?

Colombelli
Visitante
Member
Colombelli

Blind, o Exercito não é pra isso e a PF é muito bem armada e tem condições de dar cabo da missão. Sérgio, a presença dos Helicopteros denunciaria a ação antes da hora e no canavial denso não faria muita diferença. Aliás, se verdadeira a parte que fala em fuzis .50, os vagabundos que esperavam poderiam ter este tipo de arma também, e as aeronaves estariam em risco. Elementos deste tipo, traficantes de estirpe, tem que emboscar e encher de bala sem dizer uma palavra sequer. Se parar pda falar se morre. Tem que fazer como aquele video do exercito… Read more »

Corsario137
Visitante
Corsario137

A PF daqui a pouco vai ter CIWS, Manpad e se duvidar ainda recebe um Pantsir!

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Não digo os helicópteros, mas pelo exposto aqui até o momento, o emprego de alguns UAV’s fez bastante falta a operação,

sergiocintra
Visitante
sergiocintra

Pois é Poggio, as notas sobre o assunto estavam fresquinhas e é isso mesmo a q referia e Colombelli também acredito que frente a uma .50, a coisa ia “jambrar”. Mesmo que deslocados o apoio aéreo teria sua chegada rápida p/ cobertura e v. sabe que com algo sobre sua cabeça os elementos de terra têem mais segurança e os “vagabundos” pensam – aliás eles não pensam – “ripam”. Eu só não acostumei com a idéia é que os caras estavam no meio do estado, tudo bem que eram para pegar os caras em terra, mas os caras chegam! e… Read more »