Home Força Aérea Brasileira Senado quer explicações sobre os caças

Senado quer explicações sobre os caças

99
36

F2000 4942

Roberto Godoy

vinheta-clipping-aereoA Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado vai realizar uma audiência pública no dia 13 deste mês a fim de debater a crise dos novos caças de tecnologia avançada da Força Aérea.

A Aeronáutica decidiu desativar em dezembro os 12 Mirage 2000 do 1.º Grupo de Defesa Aérea, sem que o governo tenha decidido o processo F-X2, a escolha das aeronaves supersônicas de alta tecnologia, sucessoras da frota que entrou na fase de fadiga de célula e não poderá mais sair do chão.

Antes da audiência com o brigadeiro Juniti Saito, comandante da Aeronáutica, haverá outra sessão, pela manhã, para discutir os satélites geoestacionários de defesa e comunicações estratégicas, com o presidente da Telebrás, Caio Bonilha.

O presidente da comissão, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), ouviu exposições em separado das três empresas candidatas ao fornecimento das aeronaves – a americana Boeing Defence, a francesa Dassault Aviation e a sueca Saab. O contrato envolve 36 caças, suprimentos e transferência de tecnologia. A avaliação é de que o valor fique entre US$ 4,5 bilhões e US$ 6,5 bilhões financiados e com grande prazo de carência.

Novela. O governo está prorrogando a compra dos jatos de combate desde 1996, ano em que, pela primeira vez, o então presidente Fernando Henrique Cardoso recebeu um estudo detalhando a necessidade de renovação do equipamento, iniciando o procedimento F-X que viraria o atual F-X2 com uma só novidade, a exigência de transferência ampla de tecnologia. O governo, todavia, não fez a opção.

FONTE: Estadão

VEJA TAMBÉM:

36 COMMENTS

  1. Alguém avise ao Senador que se de um lado os Mirage tem uma eletrônica ultrapassada, já desde sua aquisição, os F-5, estes sim, estão operando no final de sua vida útil, cujas aeronaves não estão se desmantelando no ar simplesmente porque estão sendo operadas muito abaixo de seus limites operacionais.

  2. Como nossos apelos diários não são ouvidos (lidos?) pelo “alto comando” do Governo, espero que essas notas do Godoy no Estadão deem “liga” pra fechar esse “romance” de Edgar Allan Poe que se tornou o FX.

  3. A CREDN do Senado não tem um “fale conosco” como a CREDN da Câmara.

    Estou gostando de ver o Godoy. Está fazendo a parte dele, e sem dar muitas bolas-fora.

  4. Pq ao invés de lero-lero, não “intimam” o CND para decidir (nem sei se eles tem esse poder) o que fazer do que ficar pedindo explicação.
    Estão com dúvidas?
    Entre aqui e leia as notícias e opiniões…

  5. Vader disse:
    6 de agosto de 2013 às 13:13

    Exatamente Vader,

    Depois de muitas bolas-foras, com matérias ruins ou tendenciosas, o jornalista especializado do Estadão está cumprindo um papel importante, aliás, o papel que um bom jornalista deve desempenhar!

    Depois de tanto tempo devo dizer:

    Muito bem Godoy!

  6. Que continue a bombardear o GF na mídia tornando visível até pra quem nao quer ver o estado lastimavel de uma força tao importante e vital nos dias atuais para defesa da nação !!

    Isso ae Godoy, continue fazendo a sua parte e encaminha o povao pra ler os posts e comentários aqui do PA e ficarem à par da situaçao e das opçoes!!

  7. E se alguém disser que os F-5 ainda dão para o gasto, fica convocado a voar em um: sobe para 5 mil, abre todo o manete e pude puxar o manche a vontade. Só não vale dizer, quando ouvir algum barulho estranho, “vamo descê”.

  8. Importante ter trazido no final do texto a afirmação de que o valor será financiado e com grande carência, eliminando críticas ao processo em vista do atual momento econômico.

  9. Hoje o Senado está pedido …
    Explicações, Explicações, Explicações e mais Explicações.
    Detalhamentos, Detalhamentos, Detalhamentos e mais Detalhamentos.
    Indignação, Indignação, Indignação e mais Indignação.
    Lero lero, Lero lero, Lero lero e mais Lero lero.

    Em Setembro, o Senado pedirá ….
    Explicações, Explicações, Explicações e mais Explicações.
    Detalhamentos, Detalhamentos, Detalhamentos e mais Detalhamentos.
    Indignação, Indignação, Indignação e mais Indignação.
    Lero lero, Lero lero, Lero lero e mais Lero lero.

    Em Outubro ….
    Em Novembro …
    Em Dezembro…
    Em …

    Solução que é bom, PN.

    Chega de falácia, está na mas que na hora de o País andar para frente, e não mais de lado como caranguejo e para trás como o(s) Governo(s).
    Precisamos de decisões, de atitudes concretas, de pessoas sérias, comprometidas com o que tem de ser feito.

    Chega de enrrolação.

  10. Vejam bem minha percepção do FX^n.
    Compraremos um produto de prateleira, com TOT. Esta mesma e caríssima TOT, não será evoluída, nem negociada, como não temos escala de produção e de absorção, nos sairá ainda mais cara. Teremos então um TOT de um caça de 4a. geração e só.
    Quem pensa que uma aeronave precisa viver por 30 anos, e sobreviver com remendos mais 10 ou 15 anos, até a chegada de seu substituto, ESTÁ ERRADO.
    Não é bem assim.
    Já escrevi noutras oportunidades que esta geração que estamos comprando já esta no final de sua vida útil, já está na descendente.
    Quem devem deter as Tecnologias são os fabricantes (Embraer, Avibás, Mectron, Atech e etc). As FA tem que solicitar através dos requisitos técnicos e operacionais e as empresas (nacionais e a estrangeiras associadas às nacionais) apresentar as soluções.
    A FAB vai vender avião? Não! Porque usa tanto que nem para vender para um ganho de sobre a depreciação serve. então haja monumento.
    Foi elaborado um “Livro Branco”, a honestidade e boa atitude manda segui-lo.
    Sou contra e sempre serei contra a queima de etapas. Não precisamos inventar a roda, só temos que ter uma, a nossa roda, uma roda que nos atenda quanto ao uso e quanto ao mercado.

  11. Olha… eu não acho que esteja rolando pressão nenhuma ainda não, diria que a coisa está em 20% de CNTP.

    O Godoy. Finalmente espirrou uma bola nele e entrou pro gol, mas ainda não foi um golaço. A imprensa tem que começar a se movimentar, temos que ter mais matérias especiais, um BAND Reporte com uma série de entrevistas, e não só da defesa, acho que que três temas (EDUCAÇÃO, ECONOMIA e DEFESA) bem cobertos pelos 3 “grandes” grupos de comunicação do país, estava de bom tamanho.

    No fim das contas, era só mostrar o panorama lastimável que o país se encontra, a IMPRENSA está devendo isso, está devendo esse golaço para sua audiência, temos que ter um PACTO DA INFORMAÇÃO (e isso tem que ser primeiro com os reporteres e corroborado por editores e empresários da comunicação). Então ai talvez aconteça uma pressão de verdade com as pessoas vendo a LAMA que nos encontramos.

    Então virá o senado, a câmara, TCU, CGU e o escambau solicitando explicações diretas do Planalto, uma atrás da outra, ai meu amigo, a Gerenta não sabe lidar com pressão, ouçam o que eu digo, ela vai ter pits, chilics e salamalecos, é do tipo que perde a cabeça, a mulher não sabe falar, fica logo com a boca torta, eita cacoete feio esse. E quem sabe possamos dá umas boas risadas dessa novela toda.

  12. O congresso faz um pouco de barulho, tenta colocar o executivo em uma saia justa, ai a casa civil aceita um acordão, libera alguns bilhões em emendas, nomeia mais uns 200 cargos de confiança de parlamentares na maquina publica e os nossos congressistas voltam a ficar “quietinhos” quanto a criar constrangimento para o governo.

  13. A DECISÃO do FX-2 está onde sempre esteve na mesa da Presidência da República.

    As reais razões da demora na decisão da presidenta, se política, de prioridade, se econômica ou teimosia não são conhecidas. Só existem especulações.

    Esta comissão nada decide, o seu presidente do PMDB apenas usa a repercussão momentânea do assunto mais que sabido da desativação do GDA na mídia para gerar algum holofote político pessoal ou tentar constranger o governo federal se for da parte do PMDB que deseja sair do bloco governista atual e ir para a oposição na eleição de 2014.

    No momento o governo federal está no modo avestruz on (the hole)

    Meteu a cabeça no buraco e as únicas manifestações são que a decisão está proxima e que as propostas tem de ser revalidadas para mais adiante.

    Enquanto o governo Dilma não mostrar algum sinal de mudança de postura REAL isso é só mais do MESMO…

  14. Klesson

    Concordo com você de que os atuais finalistas não são os ideais para a FAB. Não nesse momento. Seriam ideais quando foram lançados os requisitos. Mas como não houve decisão alguma e o tempo passou, passou, passou, estamos nessa situação.

    Também não há a outra opção, que seria o F-35, pois entraríamos no final da fila, recebendo as primeiras unidades lá por 2025.

    Então, temos de comprar isso ai mesmo.

  15. Oganza disse:
    6 de agosto de 2013 às 15:03

    “a Gerenta não sabe lidar com pressão, ouçam o que eu digo, ela vai ter pits, chilics e salamalecos, é do tipo que perde a cabeça, a mulher não sabe falar, fica logo com a boca torta, eita cacoete feio esse”

    Kkkkkk, já estou dando risada desde já com sua descrição perfeita da cidadã, rsrsrs…

    Pior que é mesmo, quando a elementa é contrariada o Tico e o Teco começam a dar tilt e a boca entorta, rsrsrs…

    Abs.

  16. Será que os Sub da Marinha e a estrutura monstruosa para construi-los saiu por que as empreiteiras levaram bastante?
    Pois vão ser gastos 20 bilhões “por la” e na FAB o FX^n não deve passar de 10 bi, por que não sai esse contrato?
    E concordo com o Klesson, TOT para 36 caças e construir mais só em 50 anos, é jogar dinheiro fora!
    Compra de prateleira com bons contratos de prestação de mantebilidade, como já disse, gosto da maneira que a Australia comprou seus SH, simples, rapido e barato, sem “inventar moda”!

  17. Joner

    Não foram as empreiteiras que levaram.

    Mas como muitos já disseram por aqui, inclusive eu, se ao invés de caças a FAB tivesse feito um projeto para novas bases, com hangares, prédios administrativos, etc e tal, incluindo ai que as bases fossem entregues já com caças, esse troço ai já teria sido resolvido.

  18. Porque a turma no Saito num qué brinca com aviãozinho francês…

    E o Tio Lula e a Tia Dilma não querem comprar aviãozinho da Boeing…

  19. Fico com o comentário do Poggio…. eu já cansei de ler uns mil clippings iguais a este…..

    Enquanto isto o relatório da Copac continua onde sempre esteve.

    Sds.

  20. Gilberto Rezende disse:
    6 de agosto de 2013 às 15:17

    Pelo AMOR de DESUS, affff

    – “A DECISÃO do FX-2 está onde sempre esteve na mesa da Presidência da República.”– É está sim, a MAIS de UMA DÉCADA.

    – “As reais razões da demora na decisão da presidenta…”– DESCASO e INCOMPETÊNCIA.

    – “Esta comissão nada decide…”– Realmente, ela não decide, MAS ela tem o DEVER e a OBRIGAÇÃO de COBRAR e SABER o que está ou NÃO está acontecendo, e o Planalto, tem a OBRIGAÇÃO e o DEVER de informar.

    – “No momento o governo federal está no modo avestruz on (the hole)”– ÉÉÉÉ, de buraco essa corja entende, ainda mais quando bicho começa a querer pegar e a COVARDIA BATE à porta.

    No mais, é por pensamentos e discursos como esse que as INSTITUIÇÕES desse País estão no buraco. Enquanto párias assim estiverem diversionando o sentido, as funções e deveres das instituições, as QUADRILHAS com projetos de poder perpétuo vão continuar seu próspero ESPOLIAMENTO da nação.

    “Graças a Deus, sempre tivemos Juízes que disseram aos nossos Monarcas: Nenhum homem está acima do Sr., Mas o Sr. está abaixo de Deus e da LEI.” – Margaret Thatcher.

    Enquanto não vivermos sob o IMPÉRIO DA LEI, nosso caráter enquanto nação sempre será duvidoso e estaremos sempre CERCADOS de nações de caráter igualmente movediço.

  21. Marcos disse:
    6 de agosto de 2013 às 19:26

    kkkkk – Marcos, o FX-2 é o Lombarde. Todo mundo sabe que existe mas ninguém nunca viu. rsrsrs 🙁

  22. E aqueles boçais vão entender alguma coisa que for explicada sobre aviões de caça?
    Se não ajudar o “partido” (e não me refiro só ao PT) e nem ajudar na reeleição é difícil fazê-los entender algo um tanto quanto complexo.
    Ou se arruma um jeito de aviação de caça dar um lucrinho mesmo que pequeno para aquele bando de inúteis ou se depender deles (ainda bem que não depende) vamos ter que nos defender quando o caldo engrossar com aviões executivos para transporte VIP. Disso eles entendem e quanto mais melhor.
    Quem sabe se for proposto que todos os caças do F-X2 sejam de dois assentos (bipostos) e que na falta de jatinhos executivos o segundo assento seria usado para o translado de nossas autoridades?
    A mala seria levada num compartimento apropriado que alguns tanques subalares possui para o translado do piloto.
    Se a moda pega logo logo teremos os tão sonhados 120 caças de 4,5ª G fazendo nas horas vagas o translado supersônicos de nossos imprestáveis representantes.

  23. Bosco,

    esse papo de translado supersônicos de políticos pode ser uma forma de arrancar confissões. Acho que bastam umas 3 curvas de 6 ou 7 Gs, seguido de uns dois meio 8 cubanos terminando com um mergulho picado.

    Só vai dar trabalho ter que limpar toda vez o café da manhã dos emprestáveis, mas isso é de menos. Não?

  24. Oganza,
    O pior é que eles não confessam nada já que na mente deformada desses senhores tudo que eles fazem é certo, legal e ético e só o opositor é que é um crápula inescrupuloso e corrupto.
    Todos são políticos profissionais e misturaram sua persona com a do Estado e têm certeza que esse mesmo Estado existe para servi-los e quando são pegos com a mão na botija se sentem injustiçados já que não conseguem mais raciocinar com clareza tendo em vista anos, décadas, de mamatas, negociatas e conluios, vistos pelos seus pares como absolutamente normal. Isso depois de algum tempo acaba mexendo com a auto imagem que cada um desses servidores públicos (não só os eleitos) têm de si e deformam sua personalidade de forma absolutamente permanente.
    Mas voltando ao assunto do “café da manhã” esse se resolve com um saquinho de plástico quando o caça/VIP estiver em voo nivelado, já o que sai pelo orifículo inferoposterior resolve com o velho fraldão.
    Um abraço.

  25. Como de costume o Sr. Gilberto Rezende mostra seu profundo desdém com o Estado Democrático de Direito, o que não deveria surpreender posto ser ele adePTo da nefanda ideologia que há 10 anos corrói as instituições nacionais. Contudo, se ele fosse menos obediente às sandices de Rui Falcão e se desse ao trabalho de ler a nossa constituição saberia que as Comissões permanentes do Congresso ou das casas legislativas têm a prerrogativa de ouvir autoridades sobre questões relevantes

  26. Não se faz necessária a presença do Comandante Saito na referida comissão pois as explicações podem ser dadas por qualquer um senão vejamos:

    Em qualquer país do mundo a finalidade dos programas de aquisição de armamentos é disponibilizar às forcas armadas sistemas de armas modernos, capazes e operacionais. Entretanto, aqui em Banânia a aquisição de sistemas de armas com as características acima deixou de fim para tornar-se meio. A justificativa é que o nosso país precisaria de “Transferênfia di tequinúlugia pá gerá capafitafão naciúnau po Brasil-PuTênfia!”

    Ainda assim a FAB fez a sua parte e chegou a um short-list de três aeronaves. O passo seguinte era elaborar um relatório e, em consonância com a Lei 8.666/93 e legislação aplicável, após a entrega do referido documento o presidente da república deveria convocar o conselho de defesa nacional para justificar a sua escolha;

    Entretanto, não foi o que aconteceu! Enquanto a FAB fazia a sua parte o nosso ex-presidente inventou de fazer uma escolha “político-etilica”, onde escolheu o concorrente francês antes mesmo da FAB finalizar o relatório. Diante do constrangimento teve de voltar atrás;

    Para piorar Srs parlamentares, as próprias condições mudaram desde a escolha política etílica! Uma das esperanças do iluminado de Garanhuns era ele próprio, e não país frise-se, tornar-se um jogador de peso no cenário global. E com esse intuito ele,junto com seu ex-chanceler e atual ministro da defesa o Sr. Megalonanico, rumaram para Teerã no intuito de tentar costurar um acordo nuclear com o intuito de ganhar tempo para o seu mais novo amigo, o presidente local, notório por ameaçar Israel e negar o holocausto, escapar da sanções da ONU por seu programa nuclear clandestino e criminoso. Para isso ele contava com os “parceiros estratégicos” franceses, membros permanentes do CS da ONU;

    Entretanto tudo deu errado! A França ignorou a parceria estratégica e votou a favor das sanções junto com todos os outros membros permanentes. Poucas vezes em sua história houve no CS da ONU um consenso tão unânime. Irritado com o que julgou ser uma traição o iluminado de Garanhuns jogou a batata quente no colo da sucessora. Esta, por seu turno, resiste em tomar um decisão em virtude do cenário econômico adverso.

    No que tange ao concorrentes em si o preferido do ex-presidente é uma aeronave cara, e cuja operacionalidade estará em risco na FAB podendo converter-se em verdadeiras rainhas de hangar. O concorrente americano sofre restrições em virtude de sua origem e do profundo antiamericanismo do partido no “pudê”;

    Assim senhores parlamentares resta cristalina a inépcia do governo federal e o descaso e a negligência do mesmo com a defesa de nosso espaço aéreo.

  27. Caro Tireless! Não perca tempo com Gilberto Rezendes e a turma do Rui Falcão, os dias desta gente estão contados, transformaram o pais em uma casa de negociatas.
    Em 2014 ou saem pelo voto, mas segundo contam as “fuentes” o nine fingers está tramando um novo plano que faria o bolsa família parecer uma tortura para tentar levar as eleições novamente na base da esmola ideológica as custas dos nossos impostos, se fizer isto, vão acordar no palácio do Planalto com um Leopard 1A5 com o 105 mm na janela do gabinete e com um A 1 com 4 MK 82 acima das cabeças.

    Grande abraço

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here