domingo, janeiro 16, 2022

Gripen para o Brasil

Visita do papa Francisco ao Brasil: FAB cancela avião para comitiva e imprensa

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

C-130 da FAB no Portões Abertos 2011 DCTA - foto 2 Nunão - Poder Aéreo

Para realizar o trajeto, o Vaticano foi obrigado a contratar quatro ônibus

vinheta-clipping-aereoApós as discussões sobre o roteiro do papa Francisco no Brasil, a FAB (Força Aérea Brasileira) cancelou um avião que havia prometido para o Vaticano para que pudesse, na quarta-feira (24), levar parte da delegação e jornalistas internacionais do Rio até Aparecida, no Vale do Paraíba (SP). Para realizar o trajeto, o Vaticano foi obrigado a contratar quatro ônibus e os organizadores da viagem não escondiam nesta sexta-feira (19) a insatisfação.

Durante a visita do papa Bento 16 ao Brasil, em 2007, o governo forneceu um Hércules da FAB para fazer o trajeto entre Aparecida e São Paulo. Desta vez, faltando menos de uma semana para o evento, a Santa Sé foi informada que o avião prometido havia sido cancelado, ainda que o jato do papa esteja assegurado. O Vaticano não detalhou as explicações do governo.

Francisco chega ao Brasil na segunda-feira (22), com uma das maiores delegações já levadas pelo Vaticano numa viagem de um pontífice. Serão 29 integrantes, além de 69 jornalistas de todo o mundo. O recorde de presença da imprensa no avião papal foi de 74 jornalistas, no pontificado do papa João Paulo 2º.

Uma viagem tradicional do papa tem cerca de 50 jornalistas. Mas, diante da procura, as vagas foram ampliadas desta vez. Cada interessado foi obrigado a pagar 5,5 mil euros (R$ 16 mil) para estar no voo, o que garantiu à Alitalia mais de R$ 1 milhão apenas dos jornalistas.

No total, 105 pessoas estarão a bordo de um avião  A 330 da Alitalia. A simplicidade se limita ao papa: o Vaticano continuará exigindo de jornalistas e da delegação um rigor absoluto nos trajes dentro do avião. Para os homens, terno escuro e gravata. Isso seguirá durante as 12 horas de voo, e também em todas as agendas no Brasil. Para as mulheres, ainda há uma recomendação clara: não entrem no avião com “roupa que se usaria em Copacabana”.

FONTE: Conteúdo Estadão, via R7

- Advertisement -

22 Comments

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joner

A FAB esta certa, o Vaticano é um estado rico, já o Brasil é um país pobre, não cabe a nós pagar tal passeio. O jato para o Papa pode ser, já que se trata de um chefe de estado, não vou mencionar o transporte dos veículos que já houve!

Tadeu Mendes

Mais uma vez a FAB e o Governo estao pisando na bola.

A visita do Papa e um evento de grande importancia para o mundo catolico e repercute a nivel internacional.

A FAB so serve para transportar politicos, familiares de politicos e amigos de politicos.

A FAB se tornou uma forca aerea obsoleta,inexpressiva e sem poder dissuasorio.

A FAB e praticamente uma empresa aerea de transporte civil, de propriedade do governo federal.

O alto escalao militar brasileiro tem mais amor ao status e aos seus salarios, do que valor patriotico para enfrentar o desmantelamento das forcas armadas brasileiras.

Lyw

Tadeu Mendes disse: 20 de julho de 2013 às 13:16 Meu caro me desculpe, não costumo bater defrente desta forma com outros leitores, mas diante do que escrevestes é impossível deixar passar. Acho que você não sabe que a FAB não pode se negar a transportar autoridades, ela transporta porque tem que fazê-lo, tenho certeza absoluta que os militares preferiam ver os céus do país sendo rasgado por aeronaves de combate modernas, mas isto não está nas mãos deles. Quanto ao abuso por parte da classe política brasileira dos recursos da FAB não há o que discordar, infelizmente é o… Read more »

Tadeu Mendes

Caro Lyw,

Aceito e respeito sua opniao. Mas eu sou um revoltado com os rumos que esta tomando o Brasil.

Quanto ao aspecto religioso do tema, vale a pena lembrar que as autoridades do Vaticano nao sao apenas de caracter religioso.

O Vaticano e um Estado, e parte da comitiva do papa e composta por membros do clero, que possuem atribuicoes diplomaticas no Brasil.

Nota de esclarecimento: Nao estou comentando como catolico.

Corsario137

Um absurdo!

Vivemos em um estado laico, uma autoridade religiosa jamais deveria ser transportada pela FAB.

Por que se for assim, porque não transportar o bispo Edir Macedo? A mãe menininha do gontois?

Inexplicável esse gesto do governo brasileiro.

Ozawa

Da série: “Os aviões e os Papas” Há algum tempo, na década de 80, houve uma rivalidade “santa” nos céus, entre a então McDonnell Douglas e a Boeing, à época da história, 2 das maiores fabricantes de aeronaves do mundo. A Alitalia era uma fiel devota da McDonnell Douglas, e como transportadora oficial do Sumo Pontífice, valeu-se de uma santa campanha de marketing para superar a rival Boeing, lançando outdoors que retratavam a chegada de Sua Santidade João Paulo II com o característico beijo na pista em que desembarcava e tendo ao fundo uma aeronave MD-11 da McDonnell Douglas com… Read more »

nunes neto

Corsario137, O Papa é chefe de Estado, o Edir Macedo e a mãe menininha do gontois, não, explicado?

joao.filho

O que que é isso, cavalheiros??? O Papa, além de lider religioso, é chefe de estado. Sei que no Brasil tem uma “igreja” estilo universal e terreiro de macumba em cada fundo de quintal mas por favor, né? Como é que o Brasil vai dar uma mancada dessas? Ou seja, a desdentada FAB sim pode levar politico ladrão pra ver partida de futebol, ou pra esquiar em Bariloche. Mas na hora de dar atendimento ao Papa em uma rarissima visita ao Brasil, com o planeta inteiro olhando então a FAB não tem avião suficiente? Só o Brasil mesmo, pra fazer… Read more »

paulofvj

Não sou católico, e acho que não vale a pena discutir certo ou errado agora.
O prometido e combinado deve ser cumprido!

Vader

Amigos, independente de ser o Papa ou o Bispo, independente de o Estado ser laico (o que é bem diferente de um Estado ateu, o que não somos) ou não, o fato é que de Aparecida ao Rio de Janeiro é um “tirin” como diriam os mineiros, pela Dutra. E igualmente de Aparecida a São Paulo.

Não se justifica o uso de uma aeronave, seja ela da FAB ou não, para um trajeto tão curto.

Joner

Volto a afirmar, o Vaticano é um estado muito rico, é só “tirar o escorpião do bolso” e adquirir uma aeronave própria. É o mesmo que o presidente da França vir ao Brasil, pousar em Brasília e pedir carona para conhecer o Rio de Janeiro ou as cataratas do Iguaçu. O Brasil esta fazendo bonito, cedeu um jato da FAB para transporte do chefe do estado Vaticano, agora por que deveríamos pagar a passagem da “cumpanherada”, lembrem-se, se queremos isso para nossos políticos, é preciso a mesma regra para os políticos deles! (O estado jamais deve interferir na igreja, e… Read more »

Tadeu Mendes

Vader,

Eu posso estar enganado, mas eu acho que o trajeto e entre Rio e Aparecida em Sao Paulo. Se nao me falha a memoria o trajeto terrestre e longo.

Vader

Tadeu Mendes disse:
21 de julho de 2013 às 11:44

Tadeu, Aparecida do Norte fica exatamente a meio caminho entre Rio e SP, na Beira da Rodovia Presidente Dutra. Já fiz diversas vezes de carro o percurso de SP ao RJ (e v.v.); é uma viagem longa, mas não mata ninguém (de canseira, pelo menos).

Volto a dizer: não justifica uma aeronave.

Sds.

F - 5

COncordo plenamente com a atitude da FAB.

Corsario137

nunes neto, Chefe de Estado? Então porque ele não vai a Brasília? Algum tema relevante do comércio ou relação bilateral entre os dois países? Ora, não sejamos hipócritas porque é isso que somos se fingirmos que o Papa é um chefe de estado. Ele vem aqui para rezar missas, terá encontro com políticos, mas nenhum tema de relevância entre os países será tratado. Ainda que partíssemos dessa premissa, qual o critério para se gastar milhões do dinheiro público brasileiro com chefes de estado de outros países? E por fim, o Irã também é uma teocracia. Porque não custear a vinda… Read more »

asbueno

Corsario137 disse:
21 de julho de 2013 às 23:10

Garanto a você que se qualquer líder religioso (e nenhum dos demais será também de Estado) nas mesmas condições teria o mesmo tipo de tratamento. A questão é que a dimensão da religião que o Papa representa é muito grande neste país. Todavia é um caso a ser discutido.

Lembro-me que quando Mandela esteve por aqui, ainda sem ser presidente da África do Sul, teve a sua disposição um C-97.

Corsario137

asbueno, Ao contrário do que possa parecer pelos meus comentários, fui batizado, fiz primeira comunhão e estudei a vida toda nos tradicionais colégios católicos do Rio de Janeiro. Até meu ensino superior foi na PUC-Rio. Primeiramente que duvido muito que outro líder religioso teria o mesmo tratamento, isso baseado justamente no que você expõe em seguida: a dimensão. Outro líder religioso não teria a mesma dimensão de representatividade necessária para que um ato absurdo desse fosse visto como algo normal. Em segundo, ainda que a dimensão seja enorme, ela está longe de ser próxima de uma maioria esmagadora da população,… Read more »

Corsario137

A Fatura:
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2013/05/11/visita-do-papa-ao-brasil-custara-r-118-milhoes-para-os-cofres-publicos.htm

Somente para informação, o último hospital da Prefeitura do Rio para emergências inaugurado na Ilha do Governador – excelente por sinal – custou R$ 57 milhões de reais. Vejam a foto:comment image

Ou seja, com uma visita papal daria para construir 2 hospitais de excelente qualidade e ainda sobraria um troco de R$ 4 milhões.

Grifo

Chefe de Estado? Então porque ele não vai a Brasília? Algum tema relevante do comércio ou relação bilateral entre os dois países? Caro Corsário137, o Papa não vai a Brasília porque Brasília vai a ele. A presidente e toda a cúpula do governo vão encontrar o Papa no Rio de Janeiro. Ainda que partíssemos dessa premissa, qual o critério para se gastar milhões do dinheiro público brasileiro com chefes de estado de outros países? O critério é na verdade bem simples, todo Chefe de Estado recebido no Brasil tem a proteção e transporte garantidos pelo governo brasileiro. O companheiro Obama… Read more »

asbueno

Corsario137 disse:
21 de julho de 2013 às 23:50

Prezado Corsário137, não quis contradizer embora tenha parecido isso. Concordo com o que colocou. Apenas penso que a vinda do Papa, pelo significado que ele tem e pela dimensão da igreja católica na história do mundo e pelo tamanho da população católica brasileira colocam o governo em uma posição em que é impossível dizer não, mesmo que quisesse.

Saudações.

Corsario137

Grifo, “…o Papa não vai a Brasília porque Brasília vai a ele. A presidente e toda a cúpula do governo vão encontrar o Papa no Rio de Janeiro…”” Exatamente. O que pra mim ainda é mais escandaloso. Nada de relevante será tratado entre nossos governantes e o Papa. Será apenas oba-oba, da mesma forma que foram a Copa das Confederações e que vão ao Carnaval no Rio e Salvador, nossas autoridades irão de encontro ao Papa aqui no Rio pra nada! Pra receber uma benção, pra fazer ganho político, oba-oba puro financiado pelo contribuinte. Quanto ao Obama, a visita dele… Read more »

Corsario137

Asbueno,

Desculpe se me fiz entender errado. A contradição não é sua mas daqueles que querem ver o Brasil mudar e nesse momento estão hipnotizados moralmente pela presença do Papa.

Últimas Notícias

A noite em que 21 OVNIs foram perseguidos por caças da Força Aérea Brasileira

A BBC Brasil publicou extensa matéria sobre a famosa "Noite Oficial dos OVNIs" no Brasil. A seguir, publicamos os...
- Advertisement -
- Advertisement -