quinta-feira, abril 15, 2021

Gripen para o Brasil

F-16 para a Colômbia

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Tiger Meet 2013 - F-16 taxiando - foto via Força Aérea Francesa

Fontes não oficiais confirmaram o interesse da Força Aérea da Colômbia pelo caça F-16 da Lockheed Martin. A intenção seria materializada em 2017, ano em que, de acordo com as fontes, começaria a obtenção das primeiras unidades. As negociações já estariam muito avançadas para a compra de um lote de 12 a 18 aparelhos do modelo. A Lockheed Martin e não a USAF, como nos anos anteriores, trouxe um F-16D para o show aéreo F-Air Colombia 2013, que foi realizado entre os dias 11 e 14 de julho, em Rio Negro, do departamento de Antioquia. A empresa arcou com todos os custos logísticos envolvidos.

Se a aquisição for confirmada, o F-16 vai complementar os jatos Kfir das versões C-10 e C-12, que teriam o papel principal de ataque ao solo, deixando o F-16 como aeronave de superioridade aérea.

FONTE: Defensa.com

- Advertisement -

37 Comments

Subscribe
Notify of
guest
37 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
asbueno

“Pra vender a banda passar
Cantando coisas de amor”

Marcos

rs

Fighting Falcon E/F

Enquanto isso no Brasil…
Deve ser pq na Colômbia não tem crise internacional, pelo contrário, o comércio lá está bombando e a cada dia cresce a demanda de seu principal produto de exportação… Isso deve ser o que será dito por nossos políticos…

Marcos

Chile: F-16
Colômbia: F-16
Perú: Eurofighter
Venezuela: Su-30

Daqui a pouco teremos o Paraguai equipado com F-35!!!!

Vader

Putz, ia perguntar agora dessa notícia. Excelente notícia. De fazer venezuelano tremer nas bases, rsrs. Parabéns à FAC, que se tornará a terceira operadora de F-16 do continente. Lembremos que a Colômbia tem ótimas relações com os EUA e acesso aos melhores armamentos e linhas de financiamento que só o Tio Sam pode proporcionar. A notícia deve ser certa ainda, já que a LM já ofereceu à Colômbia o seu simulador do F-16, para treinos: http://defensa.com/index.php?option=com_content&view=article&id=9607:colombia-desarrolla-un-multisimulador-para-aeronaves-y-vehiculos-de-combate-en-tanto-lockheed-martin-ofrece-a-la-fuerza-aerea-su-simulador-de-f-16-&catid=55:latinoamerica&Itemid=163 O mais provável é que sejam F-16 Block 50/52 “plus”, ou seja, com radar AESA (AN/APG-80). O que deixará a FAC como a força… Read more »

eduardo pereira

Nao desanimem nao galera ainda temos e continuaremos tendo o Forevis 5 e o SUPER TUCANO pra defender nosso espaço aéreo !!kkkkkkk

joao.filho

Poxa, Eduardo, sacanagem!!! Esqueceu do AMX!!! rsrsrs…

eduardo pereira

Como pude, nosso multimissao AMX, foi mal Joao.filho esqueci da prata da casa!!rs

Luis

O AMX não é avião de defesa, e sim de ataque ao solo, o que só piora a situação.

Vader

Amigos: Sem querer ser chato (mas já sendo, rs), o post é sobre a Força Aérea Colombiana e o F-16 ok? Vamos combinar de parar de discutir FX2, a penúria da FAB e a praga do governo incomPeTente em tudo que é novidade que aparece no mundo da aviação militar, o que vcs acham? Até porque polui um post dedicado a uma força aérea de um país amigo do Brasil (e esse é amigo meeesmo; até combates conjuntos já tivemos, ao contrário de uns e outros bolivianos, venefavelanos, eCUatorianos, e outros cucarachos bolivarianos que só sabem “redistribuir a riqueza” do… Read more »

eduardo pereira

Falowwwwww lord Vader, nao precisa apelar nao viu pois enquanto lia seu comentario quase pude sentir uma mao a apertar minha garganta !!rsrsrsrsrsrs
Nao estou sem fé!!rs

Colombelli

Estavam demorando para dar a resposta aos venezuelanos, provavelmente porque sabem que os SU-30 são só pra desfile e vôos tipo aeroclube.

Até quem não cogitava comprar caças já o está fazendo, e nós vendo a banda passar.

eduardo pereira

Pra que caças se nós teremos mais de 2000 Guaranis de varios tipos, basta por asas em uns 36 ou 120 !!rsrs

Fernando "Nunão" De Martini

Interessante pensar no 767 de reabastecimento em voo novinho dos colombianos.

http://www.aereo.jor.br/2010/11/05/iai-entrega-primeiro-boeing-767-200er-mmtt-a-forca-aerea-colombiana/

http://www.aereo.jor.br/2010/11/05/iai-entrega-primeiro-boeing-767-200er-mmtt-a-forca-aerea-colombiana/

Será que eles vão mandá-lo de novo à IAI para incorporar a lança do sistema “Flying Boom” sob a cauda?

eduardo pereira

Que bichao bonito hein Nunao , sera que teremos algo ao menos perto desta aeronave, ja que serve para transporte(e os politicos gostam de voar nas asas da Fab) também??

Fernando "Nunão" De Martini

Ué, Eduardo, a concorrência KC-X2 da FAB escolheu justamente o 767 (embora da versão 300ER ao invés da 200ER) para ser convertido pela IAI, ou seja, algo bastante semelhante à opção colombiana.

Resta saber se a coisa está andando ou não, após a escolha, pois não faltam informações circulando sobre uma virada de mesa no resultado da concorrência.

champs

Se o Brasil tivesse escolhido o Gripen E/F, esse seria um forte candidato na Colômbia, com fabricação e manutenção brasileira.

Os colombianos juntamente com os peruanos(mirage 2000) e argentinos (mirage III e A-4) seriam os maiores candidatos para o Brasil exportar um caça do FX2.

Mas como não somos capazes de tomar uma decisão os outros vão tomando as suas e nós vamos ficando para trás.

eduardo pereira

Pois é Champs, mas vai todo mundo ( na AL) acabar comprando JF-17 mad in “los ermanos argentinos” se concluirem as conversaççoes com a China e fecharem o negócio. Todos voando Pulqui III (que nome feio)!rs

Marcos

Há uma relação entre Poder Militar e Poder Econômico: a Colômbia vem crescendo de modo continuo a mais de dez anos. O Brasil, ao contrário, não sai do lugar e sistematicamente vem maquiando as contas públicas. A verdade é que o Brasil nunca foi potência alguma. É apenas um país de grandes dimensões e com um monte de gente dentro. Teremos de aguardar o encerramento das contas públicas do ano fiscal de 2013 para meio que restabelecer a nossa realidade. A Índia tem um PIB de US$ 1,873 tri contra um PIB brasileiro de US$ 2, 477 tri. Porém, em… Read more »

Marcos

Vida longa ao F-5!!!

Fernando "Nunão" De Martini

Marcos, Após refletir sobre o assunto nas últimas duas semanas, desde que publicamos editorial bastante pessimista sobre as perspectivas do F-X2, tenho pensado numa outra possibilidade. Creio que, se houver justificativa para não decidir o F-X2, será econômica, e não ligada a prejuízos na imagem política. Ou simplesmente não se tomará a decisão por não haver interesse algum em decidir. Afinal, não há momento melhor do que esse, onde já se perdeu tanto a popularidade, para tomar uma decisão sobre o F-X2! Não há o que temer, pois o estrago já foi feito! A popularidade da presidente no eleitorado que… Read more »

nunes neto

Marcos, não precisa mais não, a vida dele já está longa demais,kkkkk

Mauricio R.

Deu a lógica.

Marcos

Nunão:

Novas pesquisas indicam que a aprovação da Presidenta despencou para a casa dos 26%. Embora possa baixar ainda mais, a verdade é que quando se chega a determinado ponto, estar com 26 ou 5 é a mesma coisa.

Outra coisa é que esse governo não é capaz de tomar decisão alguma. Quando o faz, ou o faz por pressão, ou o faz de modo aloprado. Então não espero muita coisa.

A única solução é, ao mesmo tempo que se retira de serviço os M.2000, por qualquer acaso tenha-se de groundear toda a frota de F-5.

eduardo pereira

Daqui apouco o companheiro F-5 aparece pedindo a Dilmissima pra aposenta-lo !!rs
Minha esperança de que algo positivo ainda ocorra nao morreu, October vem ae (queira Deus que junto venhao os Vespoes )!!

eduardo pereira

Meeeeesmo usados como tampao já dariao um up na Fab e deixaria engatilhado a compra dos zero km!!

eduardo pereira

Pessoal asta manhana e boa noite !!

Tadeu Mendes

Amigos,

Tenho uma pulga atras da orelha. Em uma das instalacoes da LM, responsaveis pela montagem dos F-35, existem bandeiras dos paises participantes no programa e futuro compradores.

Em um documentario pude perceber a presenca da bandeira de Colombia junta a outras bandeiras.

Por que sera? Nao me surprenderia se a Colombia viesse a ser o primeiro, pais latino americano, depois de Colombia, seria a vez do Chile.

O resto, ou seja, as republiquetas bolivarianas (incluindo o Brasil) vao ficar a ver navios.

Fernando "Nunão" De Martini

“Marcos disse: 16 de julho de 2013 às 21:43” É exatamente esse o meu ponto. Com pouca diferença entre o meio e o fundo do poço na popularidade e intenções de voto, é a hora certa para tomar as decisões de governo que dependem só de canetadas (que não precisam de maioria no Congresso, de negociação com esta ou aquela bancada), e garantir um lugar na história como alguém que, mesmo com tudo contra, decidiu, resolveu, tocou a bola pra frente. É simplesmente isso: distribuir canetadas pra lá e pra cá, sem stress com questões como popularidade em baixa e… Read more »

Soyuz

Uma critica normalmente associada ao F-16 nos dias de hoje é que ele é um caça com a linha de produção praticamente fechada. Sendo portando um caça “velho”. Claro que existe alguma propriedade nesta critica, mas ela precisa ser examinada com cuidado. O ultimo F-5 foi produzido em 1987, portando há 26 anos atrás e embora sua manutenção não seja tão trivial assim, foi razoavelmente seguro para vários operadores manter o F-5 voando por mais de duas décadas depois do fechamento da linha. O motivo é basicamente uma certa simplicidade e qualidade intrínseca de projeto, mas principalmente uma logística de… Read more »

Guilherme Poggio

Uma critica normalmente associada ao F-16 nos dias de hoje é que ele é um caça com a linha de produção praticamente fechada. Sendo portando um caça “velho”.

Mas partindo desse princípio o F-15 também é um “caça velho”. E considerando o fim da linha de produção do SH em mais alguns anos ele também pode entrar no critério de caça velho.

Sendo assim, por parte da indústria dos EUA só sobrou o F-35.

Vader

Tadeu Mendes disse:
16 de julho de 2013 às 21:49

Soyuz disse:
17 de julho de 2013 às 0:33

Unindo os dois comentários, eu acho que o caminho da FACh e da FAC é mesmo esse: adquirir o F-16 e preparar o terreno para, quando o F-35 estiver consolidado, digamos, lá por 2030, adquirí-lo.

Sds.

Joner

Caça fantástico, mais de 4000 unidades entregues mundo a fora, boa capacidade de manobra, boa capacidade de carga, uma quantidade enorme de armamentos compatíveis, radar AESA pronto! E o “principal” custo de aquisição e hora de voo compatíveis com forças aéreas modestas.
“Ptz, o bonde já passou irmão!”

Marcos

Por isso que eu falo:

72 F-18, mais 36 M-346 hoje

36 F-35 amanhã

eduardo pereira

O negócio tem de ficar entre F-16 e F-18 ,fora disso será gasto furado,investimento perdido,( tem ,ou terá no futuro, a possibilidade do negócio com o Jf-17 se for construido nos ermanos,mas….), a fila ta andando velosmente e nós ficando cada vez mais pra traz !!

asbueno

Do ponto de vista operacional e da qualidade da aviação de caça praticamente estamos desatualizados desde o pós guerra. Mas considerando da década de 70 para cá, quando houve a aquisição dos Mirage III e F-5, estamos continuamente desatualizados/atrasados desde meados/final da década de 80, quando essas aeronaves poderiam ter sofrido um real MLU. Daí para frente foi uma empurração com a barriga que somente tem sido intensificada e, como consequência, uma grave deterioração da aviação de caça. Uma sugestão: que os governos deixem de comprar veículos para as polícias. Façam isso de, digamos, 20 em 20 anos.

Joner

Um certo ex ministro da defesa disse que não havia pressa na compra dos caças pois o Brasil é um país pacifico e igualmente rodeado de países amigos.
Como eu gostaria de estar la para ter perguntado: E se entrarmos em guerra amanhã? São pelo menos quatro anos para começar a receber as primeiras unidades, como fica a “estratégia” nacional?
Esses “cumpanhero especialistas” e suas técnicas!

Combates Aéreos

VÍDEO: Curvas de alto desempenho em combates aéreos

Este vídeo, o segundo da série, apresenta os aspectos aerodinâmicos para a realização de curvas em combates aéreos. Diferentemente...
- Advertisement -
- Advertisement -