Home Indústria Aeroespacial Corte de metal para o primeiro Gripen E de testes foi feito...

Corte de metal para o primeiro Gripen E de testes foi feito pela Saab

204
18

Gripen E nas cores da Força Aérea Suíça - ilustração Saab

Avião, que será o primeiro de três exemplares de testes da versão E, deverá voar em 2015 – fase 5 de testes do atual demonstrador foi iniciada

Na quarta-feira, 19 de junho, a Saab informou sobre o corte de metal para o primeiro de três exemplares dedicados a testes para o caça Gripen E.  Também foi informado que o radar AESA (varredura eletrônica ativa) do padrão de produção já voou pela primeira vez no demonstrador de dois lugares da aeronave. As declarações foram feitas pelo chefe da divisão aeronáutica da empresa, Lennart Sindahl, no Paris Air Show 2013, em Le Bourget.

Segundo Sindahl, o marco do corte de metal para o primeiro Gripen E de testes foi realizado recentemente nas instalações da empresa em Linkoping, na Suécia. O trabalho envolveu a caverna (bulkhead) destinada ao radar do jato que tem a designação JAS 39-8.

A aeronave deverá realizar seu primeiro voo em 2015, seguida por mais dois modelos de testes da versão E.

Sobre o atual demonstrador, que é um treinador da versão D modificado, foi informado que no início deste mês de junho o jato avançou para sua segunda fase de atividades. Agora, o demonstrador voa com um HUD (visor ao nível dos olhos) digital, um novo sensor de busca e acompanhamento infravermelho e o radar Selex ES-05 Raven AESA instalados.

Gripen com Raven ES-05 AESA - foto SAAB

Sindahl afirmou: “Realizamos os primeiros voos de testes da Fase 5, e esse avião está fazendo um grande trabalho em desenvolvimento. Estamos bem à frente, com todos os sistemas (do Gripen E) já no ar. Eu me sinto bastante confiante em relação ao risco deste programa.”

As entregas da nova geração do Gripen estão programadas para início em 2018, com a Suécia comprometida a comprar 60 exemplares da versão avançada. Já a Suíça está em fase avançada de aprovação de um acordo para adquirir 22 jatos.

O executivo da Saab também informou que a empresa já iniciou estudos para o Gripen E numa configuração opcionalmente tripulada”. Um exemplo de missão para o sistema poderia ser o reconhecimento de grande alcance, além do possível por caças tripulados, já que estes últimos são limitados pela necessidade de prover cobertura C-SAR (busca e resgate de combate) com helicópteros para seu piloto.

“Temos um monte de ideias, mas não queremos iniciar uma jornada por conta própria. Precisamos ter um cliente a bordo, para também nos apoiar em projetar isso da melhor forma possível”, disse Lennart Sindahl.

FONTE: Flight Global (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

IMAGENS: Saab

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wagner
Wagner
7 anos atrás

Nossa, mesmo o pequeno Gripen demora tanto tempo assim para fazer ???

Pq parece que as indústrias nos anos 60 e 70 eram mais rápidas ?? ou será só impressão minha ??

e mesmo ele é caro, caríssimo. Pq um caça tão pequeno é tão caro ???

Nick
Nick
7 anos atrás

Caro Wagner,

Apesar de pequeno, as tecnologias do Gripen são estado-de-arte. Está tudo lá, radar AESA, IRST, sensor fusion, motor GE F414, EWS-39, MAWS, etc. Ou seja, ele tem tudo o que um F-18E ou um Rafale tem, mas em um pacote menor. 🙂

Ele não é por exemplo, um KAI FA50, que não detém várias tecnologias de ponta.

[]’s

Vader
7 anos atrás

Wagner disse: 20 de junho de 2013 às 10:04 “Nossa, mesmo o pequeno Gripen demora tanto tempo assim para fazer ??? Pq parece que as indústrias nos anos 60 e 70 eram mais rápidas ?? ou será só impressão minha ?? e mesmo ele é caro, caríssimo. Pq um caça tão pequeno é tão caro ???” Sábias perguntas, prezado Wágner! Como diziam os socráticos, mais importante do que ter as respostas é fazer as perguntas. Sabe porque que demora tanto e custa tão caro fazer um caça moderno? Sabe porque que nos anos 70/80/90 era tão mais rápido e tão… Read more »

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Excelente comentário Vader !!
OffTopic; Phacsantos mesmo sendo assim a constru e execuçao do projeto do kc-390 o aviao é nosso, a Embraer esta fazendo(seguindo) o mesmo que as grandes da aviaçao militar fazem atualmente de modo a se desgastar menos e colher mais rapido os frutos alem de poder gerenciar tudo,todo o processo.

ivanildotavares
ivanildotavares
7 anos atrás

Excelente comentário Vader !! (2)

Wagner
Wagner
7 anos atrás

Obrigado Vader.

Viu como não é difícil falar as coisas sem neuras ideologicas ??

Não concordo com 100% do que vc disse, mas agradeço a explicação, que claro lhe tomou tempo aí.

Ao menos vc se distraiu do art 475 e 475-a e seguintes do CPC…
kkkkkkkkkk !! (o inferno aquela parte… )

🙂

Antonio M
Antonio M
7 anos atrás

E corte de metal para um “caça de papel” é um belo salto ! rsrrsrsrs!!!

Hamadjr
Hamadjr
7 anos atrás

Bom então quem pensa diferente sobre o que a Rússia tem é ser russófilos então quem tece comentário contra deve ser russofóbico, hehehe, acredito que de fato a Russia deva estar em desvantagem técnica se comparado com outras nações, entretanto são eles que oferecem carona, e não deve ser 3,25 o valor da carona para levar astronautas para a estação espacial, imagino que a tecnologia empregada deva ser algo bem complexo ou então é na base da gambiarra que da certo.

Guizmo
Guizmo
7 anos atrás

É verdade Hamadjr……não fale mal de equipamento russo aqui senão vai ouvir….rsrs. Que o equipamento USA é melhor eu nem discuto, mas parece que material militar russo é um lixo, pior dos mundos….
Sou da época que a URSS dava medo em qualquer um, mas vamos ver como o Pak Fa se comporta no mercado, se eles estao voltando a velha forma… Ah, eu deixo claro que nao sou russófilos ou americanófobo. Apenas curto ambas as industrias militares

Soyuz
Soyuz
7 anos atrás

Não existe absolutamente nada em um Gripen NG que não tenha equivalente em um SU-35 ou MIG-35. Considerando também que para construir um Gripen NG, se compra um INS nos EUA, um Radio de salto de frequência alemão, um radar AESA Italiano com projeto dos módulos de transmissão e recepção derivados de tecnologia francesa. E mesmo itens suecos como o HUD ou FADEC são fortemente baseado no licenciamento de tecnologia britânica os norte americana. A turbina vem toda dos EUA, o canhão da Alemanha os mísseis AAM ou vem dos EUA ou da MBDA que é a somatória de meia… Read more »

Vader
7 anos atrás

Só pra ficar claro prezada: eu não disse que é uma _____ok?

EDITADO

champs
champs
7 anos atrás

Quando leio os comentários de alguns sobre o Su-35S fico com a impressão que se referem a um Su-27 da URSS, e quem escreve acredita mesmo que o caça não mudou nada em termos de eletrônica embarcada. Um caça que serve de plataforma de teste para muitas das tecnologias que estarão no PAK-FA e que tem espaço suficiente para embarcar várias atualizações eletrônicas é tratado como um cego com instrumentos analógicos e eletrônica defasada. Pra mim é muito claro que a ideologia atrapalha este debate, mas vamos em frente. Soyuz disse: 20 de junho de 2013 às 21:27 Lucidez e… Read more »

champs
champs
7 anos atrás

Outra fator que influência bastante no preço do Gripen, além de sua tecnologia, é o câmbio, os caças europeus são muito prejudicados com a cotação do Euro em relação ao Dólar.

Hamadjr
Hamadjr
7 anos atrás

Embora fora do tópico FX-2 tenho opinado que a escolha do Gripen para a FAB se justifiva por um elemento de lógica simples e prática, é uma aeronave de tecnológia atual e seu preço cabe no orçamento da União. Mas é claro que a lógica nem sempre prevalece nestas questões muito menos o bom senso dos governantes de plantão. Se o gasto com os estádios entre outras, esta rendendo pauta de manifestação imagina comprar um caça como Rafale ou SH considerando o preço em comparação com o Gripen? possivelemente nada porque infelizmente a Defesa do Pais não está na agenda… Read more »

Vader
7 anos atrás

Nossa, não entendi porque fui editado dessa vez. Só estava a falar do caça russo para a FAB, sem palavrão nem nada!

NOTA DOS EDITORES: VADER, O EDITOR QUE EDITOU NÃO SE RECORDA MAIS DA PALAVRA EDITADA. SEGUE O JOGO.

Colombelli
Colombelli
7 anos atrás

Sem os debates do Vader e Wagner a trilogia não seria a mesma. A propósito Wagner, se careceres de um material de liquidação e fase cumprimento de sentença do artigo 475 do CPC, eu tenho on line um material disponível. Quanto ao Gripen, poderiamos estar nós neste processo de desenvolvimento. Com os protestos que ora ocorrem, as chances do Gripen, se não for cancelado o FX-2 ou posto de molho definitivamente, aumentaram. Se a pau-mandado do molusco se vir obrigada a ter de escolher um, agora o preço passou novamente a ser determinante e o Gripen sai disparado na frente.… Read more »