Home Aviação de Caça EUA continuam no lobby para vender caças ao Brasil

EUA continuam no lobby para vender caças ao Brasil

173
28

Mesmo sem nenhum incentivo do governo brasileiro, os Estados Unidos continuam no lobby para tentar vender os caças F18 Super Hornet

 

F-16 de Singapura e Super Hornet da Austrália no exercício Pitch Black 2012 - foto MinDef Austrália

Lisandra Paraguassu

vinheta-clipping-aereoA compra dos caças, quase decidida em 2010, foi deixada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que sua sucessora tomasse a decisão final

Brasília – Mesmo sem nenhum incentivo do governo brasileiro, os Estados Unidos continuam no lobby para tentar vender os caças F18 Super Hornet. Em visita ao Brasil, o encarregado de assuntos político-militares do Departamento de Estado americano, Tom Kelly, revelou nesta sgeunda-feira que tema entrará na pauta das conversas que terá nestas terça, 4, e quarta-feira, 5, em Brasília.

“O governo brasileiro está em um processo interno muito detalhado e respeitamos isso. Mas esperamos poder conversas com as autoridades que irão nos receber sobre esse assunto. Temos confiança de que nossa oferta tem o melhor preço, a melhor tecnologia e pode trazer o milhares de empregos ao Brasil”, afirmou.

O tema é recorrente em todas as visitas ao Brasil de funcionários graduados do governo americano e também de parlamentares. Kelly reforçou que a maior restrição do governo brasileiro aos caças da Boeing, a dificuldade americana em fazer transferência de tecnologia militar, estaria superado.

“Apresentamos cartas dos líderes democratas e republicanos no Congresso garantindo que a transferência seria aprovada. Isso é raro de acontecer, mas entendeu-se que era um caso importante”, afirmou.

As garantias americanas, no entanto, não influenciaram o andamento do projeto, parado há dois anos. Em seu primeiro ano de governo, a presidente Dilma Rousseff anunciou que a compra, avaliada em US$ 1 bilhão, estava suspensa até segunda ordem por causa da crise econômica.

A compra dos caças, quase decidida em 2010, foi deixada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que sua sucessora tomasse a decisão final – a simpatia inicial de Lula era pela compra dos caças franceses Rafale. Dilma, ao contrário, teria simpatia pelo projeto americano, mas cobra a transferência de tecnologia.

FONTE: Exame.com

NOTA DO EDITOR 1: a reportagem original (clique no link acima) abria com a foto de um F-16. Para não “desprestigiar” a repórter, nós reproduzimos uma foto de um Super Hornet australiano com o F-16

NOTA DO EDITOR 2: é interessante observar como os repórteres interpretam as declarações de diferentes maneiras. Este clipping e os dois logo abaixo tratam do mesmo assunto, sobre a mesma entrevista, mas apresentam pontos de vista que divergem em alguns casos.

Subscribe
Notify of
guest
28 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
7 anos atrás

Tomara que essa novela se resolva de uma vez por todas, mas depois de tanto tempo, acho que não vai virar nada.

Consta à boca-miúda que a Boeing já decidiu que não irá renovar novamente a sua proposta. Ou o governo brasileiro decide a coisa até o final do prazo de validade da última proposta revalidada, ou ela vai cair fora oficialmente do FX2, o que apenas não teria feito ainda por insistência do alto-comando da FAB.

Enfim, vamos ver que bicho dá.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
7 anos atrás

Poggio, no caso da foto do F-16 na matéria de que foi pego o clipping, a “culpa” precisa ser creditada apenas à Exame. Isso porque a matéria original da repórter Lisandra Paraguassu é da agência Estado, e cada meio colocou para ilustrar a foto que bem entendeu. O engraçado é que o erro do 1 bilhão perpetua-se em todas as reproduções, e acho que, de todas as notícias originais sobre a visita do Tom Kelly, é a que mais está sendo reproduzida, por ser da Agência Estado. No começo até tomei um susto: achei que a autora fosse uma colega… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
7 anos atrás

Mas há dois méritos nesta matéria em relação às outras duas, na minha opinião: as transcrições das falas do Tom Kelly estão mais elucidativas, falando especificamente das cartas de líderes democratas e republicanos no Congresso dos EUA, por exemplo, coisa que está tratada de forma mais “genérica” nas demais.

O outro “mérito” é que ela não fala de Copa do Mundo, Olimpíadas etc. 🙂

Corsario137
Corsario137
7 anos atrás

Já deu Boeing meus caros, já deu Boeing 😉

joao.filho
joao.filho
7 anos atrás

Corsario, que Deus te escute!!!

Klesson
Klesson
7 anos atrás

Ô Vespa difícil! Than!

Baschera
Baschera
7 anos atrás

A Saab esta fora da concorrência por um novo vetor para a Força Aérea do Canadá……

http://www.defense-aerospace.com/article-view/release/145484/gripen-pulls-out-of-canada-fighter-competition.html

Sds.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
7 anos atrás

Acho que a Boeing já ganhou a parada. Se não for Boeing vai ser o Gripen. A Dassault, com suas falácias de “ToT irrestrita” já era….

Nick
Nick
7 anos atrás

O GF usando prova do BBB para decidir o FX-2. O último que se manter no processo vence, mesmo que leve 20 anos. 🙁

No mais, essa Dilma devia fazer alguma coisa nem que fosse pra cancelar de vez esse processo. Ao menos liberaria a FAB para tentar alguma coisa antes que fique sem caças.

[]’s

joseboscojr
joseboscojr
7 anos atrás

Mudando de pato pra ganso, é enganosa a ideia que a tomada de ar do F-16 é muito próxima do chão e por isso ele seria mais vulnerável à ingestão de detritos. Na verdade o bico da fuselagem é que é mais alta (o que até obriga o piloto a ficar mais “deitado”) e no geral a distância da borda da tomada de ar ventral do F-16 ao chão não é muito menor (se é que é menor) que a distância das tomadas de ar laterais de outros caças de dimensões semelhantes.
Perdão pelo off-topic.

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Que Deus te ouça Corsario e que venhao os Vespoes !!

Almeida
Almeida
7 anos atrás

Blablabla whiskas sachet blablabla…

Mais do mesmo, mesma lenga lenga de FX-2, mesma incompetencia jornalistica generalizada…

Roberto F Santana
7 anos atrás

Prezado joseboscojr,

Você pode até ter um pouco de razão, mas nem todos irão concordar…

http://youtu.be/qMHgtHICUQk

Roberto F Santana
7 anos atrás

Alguns te darão toda razão…

http://youtu.be/unXNdrtf2_g

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
7 anos atrás

Vader disse:
4 de junho de 2013 às 10:18

Na minha opinião o GF esta “enrolando” o processo para que a Boeing e a SAAB desistam do processo, assim eles seriam “obrigados” a assinar com a Dassault, com a desculpa perfeita de que “os outros concorrentes desistiram” e “por isso estamos pagando mais caro”…

Vader
7 anos atrás

Roberto Bozzo disse:
4 de junho de 2013 às 16:22

Pois é Roberto, já levantei essa hipótese algumas vezes por aqui. Não é nada inverossímil.

Júlio
Júlio
7 anos atrás

Roberto,

Apenas por curiosidade eu já tinha visto o vídeo no Discovery do cara sendo sugado pela turbina e por incrível que pareça ele sobreviveu, só teve uns arranhoes e uma clavicula quebrada.

Segue o link do programa a partir de 12:40 é sobre o seu vídeo

http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?video=militar-e-sugado-por-turbina-de-aviao-de-guerra-e-sobrevive-0402CD1B3466D0C12326

Júlio
Júlio
7 anos atrás

Roberto,

Apenas por curiosidade eu já tinha visto o vídeo no Discovery do cara sendo sugado pela turbina e por incrível que pareça ele sobreviveu, só teve uns arranhoes e uma clavicula quebrada.

Segue o link do programa a partir de 12:40 é sobre o seu vídeo

http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?video=militar-e-sugado-por-turbina-de-aviao-de-guerra-e-sobrevive-0402CD1B3466D0C12326

Roberto F Santana
7 anos atrás

Prezado Júlio,

Eu não conhecia esse documentário tão cheio de detalhes sobre o caso, obrigado pela sugestão.
Um motor desses em rotação máxima pode sugar de tudo, não importa a posição da entrada de ar, o que vale são os procedimentos de segurança e claro, uma pista sempre bem limpa.

Roberto F Santana
7 anos atrás

Prezado joseboscojr,

Foi só uma brincadeira. 🙂

joseboscojr
joseboscojr
7 anos atrás

Roberto,
Foi bom rever o vídeo do cara sendo sugado e sair vivo do outro lado.rsrsrs
Brincadeira!!!

Colombelli
Colombelli
7 anos atrás

Sai até ou (mais provavelmente) próxima a dezembro a escolha ( por causa do impacto nas eleições), e será o Hornet ou o Gripen como disse o Tireless.Tudo na basa de política e da politicagem. Perto do fim do ano, se for mal recebida a escolha e explorada como “gasto inútil”, dá tempo de fazer ser esquecida até as eleições. Se for bem recebida, não estará tão longe facilitando ser oportunamente lembrada.

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Sei nao mas tem muito norte americano de peso ( do governo) passeando porr aqui em uma frequencia incomum,mau vai um embora e ja tem outro. Boeing na cabeça!!!

Roberto Bozzo
Roberto Bozzo
7 anos atrás

Mais uma reportagem sobre o assunto, agora da Reuters… resumindo, o anuncio sairia até outubro por 4 bi. http://www.reuters.com/article/2013/06/04/us-brazil-jets-idUSBRE9531AC20130604 Reuters) – Brazil is closer to choosing Boeing Co.’s (BA.N) F-18 for one of the developing world’s most sought-after defense contracts after U.S. Vice President Joe Biden addressed the government’s main misgivings during a visit to Brasilia, officials told Reuters. Biden met with President Dilma Rousseff on Friday and assured her that the U.S. Congress was likely to respect Boeing’s agreement to transfer sensitive technology to Brazil as part of the deal, three officials who were present said on condition of… Read more »

Vader
7 anos atrás

Roberto Bozzo disse:
5 de junho de 2013 às 14:25

E S P E T A C U L A R !!!

Considero encerrada a novela. Resta o anúncio apenas.

Aguardando virar post para maiores comentários…

Guizmo
Guizmo
7 anos atrás

Animalesco!
Nem acredito que vou ver Hornets com as cores da FAB!!!!!

Jeff
Jeff
7 anos atrás

Guizmo, será que algum colega já não está pintando eles num photoshop da vida pra postar aqui no blog?? Só pra dar um gostinho, bora lá gente… 🙂