Home Aviação Civil Embraer anuncia pedido da United Airlines para 30 E-Jets

Embraer anuncia pedido da United Airlines para 30 E-Jets

233
4

Além de 30 E-175, empresa norte-americana possui opção para mais 40 aviões do mesmo modelo

 

e175 - united express

A Embraer anunciou hoje a assinatura de um contrato com a United Airlines para a venda de 30 jatos EMBRAER 175, com opções para mais 40 aeronaves do mesmo modelo, tendo assim um potencial para um total de até 70 aviões. Se todas as opções forem exercidas, a encomenda combinada tem um valor estimado de USD 2,9 bilhões a preços de lista.

“Estamos muito satisfeitos com este pedido, pois reforça e amplia a nossa parceria de longa data com a United Airlines, então como Continental Airlines, cliente de lançamento do jato ERJ 145, em 1996”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “Este pedido da United, uma das principais companhias aéreas do mundo, valida a nossa estratégia de investimentos nos E-Jets, oferecendo um produto otimizado com todos os benefícios adicionais de uma plataforma comprovada e madura. O E175 tem provado ser o melhor avião para o mercado regional dos EUA para os próximos anos.”

A parceria entre a Embraer e a United, fruto da fusão da United Airlines e Continental Airlines em 2010, começou com a venda do turboélice EMB 120 Brasília à Continental Airlines na década de 1980. Posteriormente, a Continental foi também o cliente de lançamento do jato ERJ 145, adquirindo, ao longo dos anos, um total de 275 aeronaves, a maior frota mundial de ERJ. Atualmente, 38 jatos E170 voam com os parceiros regionais da United com a marca United Express.

Os E175 serão operados sob a marca United Express. Os aviões serão configurados com 76 assentos e a primeira entrega está prevista para o primeiro trimestre de 2014.

“Na United, estamos focados na modernização da nossa frota e esperamos ansiosamente a introdução do E175 nos serviços da United Express. Comparado aos aviões de 50 lugares que estamos substituindo, estas aeronaves proporcionarão uma experiência superior ao passageiro e mais eficiência no consumo de combustível”, disse Jim Compton, Vice-Presidente e Chief Revenue Officer da United. “Com uma ampla cabine de primeira classe, uma fuselagem mais larga e bagageiros mais espaçosos, esta aeronave promove uma experiência melhor em voos regionais para os nossos clientes.”

Como líder no segmento de jatos de 70 a 120 assentos, a Embraer continua investindo na família de E-Jets, atualmente utilizada por mais de 60 companhias aéreas em 40 países. A Empresa começou a implementar uma série de melhorias no E175, incluindo novas pontas de asa (wingtips), otimização de sistemas e refinamentos aerodinâmicos que reduzirão o consumo de combustível em até 5%. Intervalos de manutenção mais longos e melhorias de componentes aumentarão a produtividade da aeronave e diminuirão os custos de manutenção. Todas as aeronaves da United Airlines contarão com estas melhorias.

Mais de 150 jatos E175 estão atualmente em serviço com 12 empresas aéreas no mundo. A aeronave oferece alcance de 3.706 km (2 mil milhas náuticas), capacidade de operação em pistas curtas (Short Field Performance) e desempenho superior para operação em altas temperaturas e grandes altitudes. A capacidade do E175, juntamente com as suas características operacionais, o tornam a aeronave ideal para o mercado norte-americano.

EMBRAER DIVULGA OS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2013

– No 1º trimestre de 2013 (1T13), a Embraer entregou 17 aeronaves comerciais e 12 aeronaves executivas (sendo 8 jatos leves e 4 jatos grandes), representando uma redução de 4 aeronaves comerciais e 1 aeronave executiva em relação ao mesmo período de 2012;

– A carteira de pedidos firmes teve um aumento e atingiu US$ 13,3 bilhões no 1T13 em função principalmente do cenário de vendas na Aviação Comercial, assim como pelas ordens contínuas no segmento de Defesa & Segurança;

– Como resultado das entregas de aeronaves, em conjunto com o faturamento da crescente área de Defesa & Segurança, a Receita líquida atingiu R$ 2.156,7 milhões no 1T13, enquanto que a Margem bruta foi de 22,3%;

– O Lucro líquido atribuído aos acionistas da Embraer foi de R$ 61,7 milhões no 1T13, e o Lucro por ação foi de R$ 0,08487;

– O Caixa líquido³ totalizou R$ 197,9 milhões no 1T13.

FONTE: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carcará 01
Carcará 01
7 anos atrás

Aí o Mauricio R. pira…….. kkkkkkkk

Parabéns a Embraer por mais essa vitória. Que a sua liderança no segmento seja duradoura e consistente.

Mauricio R.
Mauricio R.
7 anos atrás

Carcará 01,

Mto longe de supostamente “pirar” por causa disto, se vc prestasse um pouco de atenção naquilo que eu escrevo, perceberia que sou amplamente favorável a se deixar a Embraer, em um canto, concebendo, fabricando e vendendo seus jatos regionais e excutivos.
No mais se a empresa é assim tão bem sucedida, fatura alto, como é que a conta pelo desenvolvimento do KC-390 veio parar no nosso bolso???
Ou será que o dinheiro do contribuinte é assim tão mais atraente, do que reinvestir no próprio negócio, aquele dos próprios lucros???

Corsario137
Corsario137
7 anos atrás

Até valeria responder se o tema já não tivesse sido exaustivamente discutido aqui e o questionador já não soubesse a resposta.

Se fosse um ignorante até caberia esclarecer, mas o amigo em questão demonstra um conhecimento que não condiz com as perguntas que faz. É a oposição pela oposição, sem idéias, sem clareza, sem propósito.

Nick
Nick
7 anos atrás

Caro Mauricio R,

O KC-390 é um projeto militar. Acredito que em nenhum lugar do mundo projetos desse tipo vão para frente sem apoio governamental.

Mesmo porque o principal cliente será o próprio governo.

No mais, os E-Jets continuam vendendo. E ja se pode notar que eles deram uma mexida nas asas. 🙂

[]’s