Home Treinamento Hornets e Vipers combatem na Austrália

Hornets e Vipers combatem na Austrália

326
7

Esquadrão ‘aggressor’ da USAF, desdobrado desde o Alasca, coopera com curso de instrutores de combate da RAAF

Belas imagens disponibilizadas na sexta-feira, 22 de março, pelo Ministério da Defesa da Austrália mostram uma formação de caças F/A-18 Hornet da Unidade de Conversão Operacional N.2 da RAAF (Força Aérea Real Australiana) e de F-16 Viper do 18º Esquadrão Aggressor da USAF (Força Aérea dos EUA). Os caças estavam, na ocasião das fotos, realizando uma surtida de treinamento próximo à base Williamtown, da RAAF.

Trata-se do curso FCI (Fighter Combat Instructor – instrutor de combate em caças) que está sendo realizado desde 14 de janeiro e vai até 28 de junho. O objetivo é graduar líderes e instrutores capazes de desenvolver táticas e realizar validação e instrução. Neste anos, o FCI tem pilotos de  F/A-18 Hornet e F/A-18F Super Hornet, além de oficiais de sistemas de armas, e os adversários são tanto das alas número 81 e 82 quanto do 18º Esquadrão Aggressor da USAF, que se deslocaram desde sua base em Eielson, no Alasca. Os F-16 apoiaram o curso entre 17 de fevereiro e 20 de março, com 10 aeronaves e 120 pessoas.

FONTE / FOTOS: Ministério da Defesa da Austrália

VEJA TAMBÉM:

7
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Fernando "Nunão" De MartiniMarcoseduardo pereiraAlmeida Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Almeida
Visitante
Member
Almeida

Seria uma boa marcar uma visita dessas dos Agressors aqui no Brasil, hein? Puta troca boa de experiências (para nós).

E seria legal os pilotos norte americanos se reencontrando com seus antigos vetores que foram parar no Pampa.

eduardo pereira
Visitante
eduardo pereira

Como é bacana o F-16 viu, também eternizado em minha mente após o filme “AGUIA DE AÇO” assim como o F-14 Tomcat após “TOP GUN” . Puxar uns 50 do inventario da USAF e compra-los ja com pacote de atualizaçao p/ o padrao bloc52 seria demais( alé de comprar os SH é claro) poderiamos ficar tranquilos durante um bom tempo.
Mas como o Gripen briga nesta faixa de caças leves/médios poderiamos entao comprar só 36 SH e ja encomendar uns 50 Gripen NG .

eduardo pereira
Visitante
eduardo pereira

No caso será que algum piloto americano choraria de tristeza ao reencontrar um velho amigo( F-5) que ja voou (ou viu o pai,avô,tio voar)??rs
Acho que chorarao os pilotos da FAB ao verem as maquinas que lhes sao impedidas de chegar as maos devido a politicagem e descaso c/ a segurança nacional.

Marcos
Visitante
Marcos

Esse F-16 saíram do Alaska e foram até a Austrália?

Aja reabastecimento!!!!

Marcos
Visitante
Marcos

Alaska > Hawai > Australia: +/- 12 mil km.

Marcos
Visitante
Marcos

Aliás, o cara para fazer um vôo de monoreator sobre o Pacífico, numa distância dessas, com tubarão de sobra em baixo, tem de ter aquilo de adamantium*.

* liga de metal idestrutível, com a qual foram feitas as garras do Wolverine.

Mas tem muita história de translados de monomotores, os próprios Tucanos são exemplo.