terça-feira, outubro 4, 2022

Gripen para o Brasil

F-35: demonstração do sensor DAS (Distributed Aperture System)

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

- Advertisement -

24 Comments

Subscribe
Notify of
guest

24 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
joseboscojr

O sensor de imagem térmica é altamente sensível e o processador que compõe o ATA (aquisição automática de alvos) automaticamente classifica mínimas alterações na imagem (pixels) e já as classifica.
No caso identificou canhões e lançadores de mísseis sup-ar, já determinando as suas coordenadas.
E foi o DAS e não o EOTS, que é um sensor voltado para o hemisfério dianteiro, muito mais capaz.

joseboscojr

Ops!
…automaticamente IDENTIFICA mínimas alterações na imagem (pixels) e já as classifica.

Ivan

Nada mais justo do que
José Strike Fighter Bosco
abrir os comentários desta notícia.

Sds,
Ivan, o Terrível. 🙂

joseboscojr

Na verdade ele classificou como: disparo de artilharia, AAA e lançamento de foguete sup-sup.

Bom dia pra você também Ivan.
rsrsrss

Um abraço.

Giordani

E tem gente que chama o F-22/F-35 de “demonstrador de tecnologia posto em serviço”…

É cada uma…

joseboscojr

Ivan,
Fica me chamando assim que o Vader fica triste.
Agora, se fosse “José Advanced Tactical Bosco” (não sei fazer ficar em negrito) aí sim todo mundo ia ficar feliz. rsrsrs

Ivan

Negativo JSF Bosco,

O Vader é o JSF’s Lawyer Pro Bono.
The Counselor for Brazil.

(Com direito a negrito e tudo… ka ka ka.)

Abç.,

juarezmartinez

Pois é, tio Sam não brinca em serviço quando se trata de tecnologia de ponta militar, enquanto isto os “descamisados e apadrinhados do forum de SP” ficam bradando “mantras” de que é golpe “duzamericanu”, e nenhum comentário que se possa aproveitar algo, ao contrário dos sempre elucidativos e pertinentes do Bosco, do Ivan e demais.
Agora se fosse o shing ling top ultra, top, nunca visto na face da terra salve, salve, jesus todo poderosso iiraim acontecer multiplos orgasmos cósmicos.

Grande abraço

Nick

Fantástico essa capacidade.

Esse DAS/EOTS é um dos diferenciais do F-35. 🙂

[]’s

joseboscojr

Essa é uma das grandes vantagens em ser stealth, poder voar alto. No caso do B-2, F-22, F-35, podem voar bem alto e conseguem ter uma boa visão panorâmica. Sensores de imagem térmica têm limitação quanto ao alcance na dependência do tamanho (assinatura térmica do objeto), condições meteorológicas, etc, mas imaginem as potencialidades de um radar AESA operando a mais de 12.000 metros nos modos ar-terra. Com certeza poderá classificar alvos fixos e móveis a pelo menos umas 5 ou 6 x a distância do DAS/EOTS. Salvo engano no ano que vem já estará operacional a GBU-53 (SDB II) desenvolvida… Read more »

Baschera

Impressionante…. mas mostra uma fração minuscula da tecnologia embarcada do F-35…..

Este vídeo abaixo, da LM, mostra quase todas as capacidades do F-35:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=wgYlNj5b2xI#!

Altamente RECOMENDÁVEL que se veja !!

sds.

Baschera

Errata: O vídeo acima é de autoria da Northrop Grumman e não da LM.

Sds.

Vader

A propósito:

Lockheed Martin anuncia que seu jato F-35 em configuração de combate agora custa 58 milhões de dólares:

http://skiesmag.com/news/articles/18108-f-35-costs-coming-down.html

Giordani

Se USAmericanus estão engatinhando e pagando o preço (altí$$imo) no que tange à aviônica, imaginem como estarão os russos e chineses. Não adianta, podem gritar, esperniar e denegrir o produto: O hi-lo F-22/F-35 é uma realidade!

GBento

Giordani,

Se levarmos em conta todas as capacidades envolvidas nesse Hi-Lo; temos que pra infindável infelicidade da esquerdalha anti-americana; podemos considerar esse um mix Hi-Hi mesmo. 🙂

Adriano Bucholz

Daqui a 60 anos no FX – 12,5 compraremos este “aviãozinhu” como tampão de outro!!

Groo

58 milhões de dólares! Será que eles aceitam uns EC 735? A LM pode até ficar com o troco se prometer não gastar tudo em cachaça.

Justin Case

Amigos,

Eu acho esse preço absurdo. Não está adequado à classe e capacidade do avião.
Há controvérsias sobre a credibilidade do que está escrito no artigo citado.
Vejam, no link que segue, uma outra avaliação mais detalhada:
http://www.defense-aerospace.com/articles-view/feature/5/141238/%2A%2Af_35-lot-5-unit-costs-exceed-%24223m.html
Abraços,

Justin

Galeão Cumbica

Cool parece meu Ace combat 6!

GC

joseboscojr

Justin,
Mas é que vem sem ar-condicionado, vidro elétrico, air bag, etc.
Rsrsss

Grifo

Senhores, acho que este é apenas na melhor das hipóteses o custo unitário de produção, sem leva em conta todos os custos de pesquisa e desenvolvimento do programa.

E lembrando sempre que custo não é preço.

DrCockroach

Se os colegas olharem a tabela 1 pag. 5 (http://www.gao.gov/assets/600/591608.pdf) verao que US$58 eh um numero sem qualquer sentido, nao importa como se olhe a reparticao dele.

Nao acredito que a “contabilidade criativa” da Argentina e Brasil jah chegou na LM (me refiro a escancaradamente criativa, pois a discreta a LM jah usa).

Talvez o amigo da LM estivesse “high” 🙂 mais provavel um erro do reporter.

[]s!

DrCockroach

A proposito, em 2-3 semanas saberemos o que deve acontecer com o orcamento de defesa, embora nao esteja esperando surpresas, em especial em relacao ao F-35.

Este artigo do WP eh excelente, talvez uma excelente materia p o Blog:

http://www.washingtonpost.com/blogs/wonkblog/wp/2013/01/07/everything-chuck-hagel-needs-to-know-about-the-defense-budget-in-charts/

[]s!

Vader

Senhores, tenham dó da nossa paciência, é evidente que US$ 58 milhões exclui os custos de pesquisa e desenvolvimento e é igualmente evidente que isso são custos de PRODUÇÃO, e apenas do LRIP lot 5, não o custo unitário global, nem muito menos o “fly away cost”. Por outro lado, tal custo INCLUI o motor, e isso sim essa é uma boa notícia. Mas o fato é: os custos ESTÃO caindo. Nem chegamos em produção seriada ainda, e o caça já está saindo para a LM mais barato do que um helicóptero EC-725. Por um multirole de 5a geração! Há… Read more »

Últimas Notícias

Maioria dos C-130H da USAF está ‘groundeada’ por problemas nas hélices

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) "groundeou" (proibiu o voo) a maioria de seus aviões C-130H Hercules (e...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -