Northrop Grumman leva simulador do Advanced Hawkeye para o Aero India 2013

    148
    6

    Governo dos EUA já autorizou a exportação, caso ocorra alguma encomenda

     

    E-2D-Advanced-Hawkeye-e1360092820828

    A Northrop Grumman levou para o Aero India 2013 um simulador de estação de trabalho do E-2D Advanced Hawkeye para demonstrar as vantagens desta nova versão da aeronave. Segundo divulgado pela empresa, o Hawkeye recebeu autorização do governo dos EUA para ser exportado para a Índia.

    O E-2D Advanced Hawkeye possui um novo radar de varredura eletrônica associados a uma série de novos sensores e processadores de dados de última geração. Até o momento a Northrop Grumman já entregou nove E-2D Advanced Hawkeye para a US Navy. O programa completou os testes iniciais em 2012 e deve atingir a IOC (Initial Operational Capability) em 2015.

    FONTE: Northrop Grumman (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

    Subscribe
    Notify of
    guest
    6 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Antonio M
    Antonio M
    7 anos atrás

    O Hawkeye como o C130, B52, KC135 e outros, voará durante muito tempo ainda.

    Giordani
    Giordani
    7 anos atrás

    Esse mini AWACS foi um dos grandes projetos da aviação militar! Muito dos sucessos da IAF/DF (hoje mudou a nomeclatura, mas não sei como ficou) se deve a esse pássaro. Interessante que a França, a despeito de toda a sua tecnologia, não conseguiu desenvolver um produto genuínamente nacional nesta área, sendo eles operadores desta nave e tendo adquirido (ou adquirindo) mais exemplares recentemente…

    A índia fez um bom negócio!

    Ivan
    Ivan
    7 anos atrás

    Giordani, Parece que a IAF/DF incorporou o espaço nas suas atribuições. É algo como Israeli Air and Space Force (IASF), ou ainda Air and Space Arm (Zroa HaAvir VeHahalal). Israel usou o Hawkeye com sucesso em 1982, mas em conjunto com Singapura vem substituíndo os mesmo por Gulfstream G550 modificados para AEW com radares conformais Elta EL/W-2085. Mas obviamente estes Gulfstream não operam de porta-aviões. Quanto a França diria que não faz o menor sentido desenvover uma aeronave embarcada AEW para um esquadrão de 3 (três) a 5 (cinco) aeronaves. O mais sensato é comprar do aliado. Um ponto interessante… Read more »

    Giordani
    Giordani
    7 anos atrás

    Sim, já li sobre problemas de Eco com os Hawkeye e que em 1982 os israelenses tiveram alguns probleminhas nesse sentido e que foram “auxiliados” por pessoal/equipamento da USN…

    Roberto F Santana
    Roberto F Santana
    7 anos atrás

    O dia que um troço desses se desprender do avião, aí sim eu vou acreditar em disco voador!

    Roberto F Santana
    Roberto F Santana
    7 anos atrás

    Ora, caríssimos editores, é a página de número “500” do Poder Aéreo, não vai haver nenhuma comemoração?