Vídeo publicado no canal da Saab no Youtube na segunda-feira, 17 de dezembro, traz o seguinte texto de acompanhamento (tradução do Poder Aéreo):

“Em janeiro, uma nova geração estará pronta. Uma nova geração de caças e pilotos, trabalhando juntos para fazer a diferença – para as nações que representamos, e para as pessoas que protegemos. ‘Sintonize’ em 10 de janeiro para ouvir nossa história.”

O nome do vídeo é: “Gripen NG: prepare-se para a nova geração.”

VEJA TAMBÉM:

Tags: , , ,

Quem é Fernando "Nunão" De Martini

Veja os posts de Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

6 Comentários para “Gripen NG: quais serão as novidades programadas para 10 de janeiro de 2013?”

  1. Renato Oliveira 18 de dezembro de 2012 at 20:19 #

    Enquanto isso em Banânia… Zzzzzzzzzzzz…

    Em 2002 e 2012 a desculpa foi a economia. Durante o governo Lulla, recursos para o Fome Zero. Quando teremos os caças? Depois que os F-5 começarem a cair em casas e prédios por aí?

  2. Roberto F Santana 18 de dezembro de 2012 at 20:58 #

    Tá mais para avant prèmiere de Hollyhood ou lançamento de alguma placa de vídeo.
    Vamos esperar até o 10 de janeiro para ver como o sueco escapa do míssel do Sukhoi.

    Em um cinema próximo de você.

  3. Diegolatm 18 de dezembro de 2012 at 23:25 #

    hahaha, roberto eu estava para escrever justamente isso que você falou kkkkkkkkk.

    Sendo CG, mesmo assim é algo bom para matar o gostinho de DOG Fighter com o Gripen e o suposto SU-35 desdentado ….

  4. Vader 19 de dezembro de 2012 at 6:16 #

    Será que finalmente a SAAB apresentará o seu protótipo do Gripen E?

  5. Nick 19 de dezembro de 2012 at 9:46 #

    A única novidade possível seria uma versão monoplace do Gripen NG(E/F). Aguardando 10 de Janeiro, mas sem grandes expectativas.

    []’s

  6. Renato Oliveira 19 de dezembro de 2012 at 10:00 #

    Vader e Nick,

    O mais provável é isso mesmo. O Gripen usado para desenvolvimento do NG foi um D, biplace. Oficialmente, não há Gripen E ou F voando, apenas demonstradores do NG.

    Agora que os governos da Suíça e Suécia garantiram o ‘nascimento’ do E/F, mostrar os protótipos em voo seria uma excelente pedida.

    A mudinha poderia muito bem prestar atenção nisso e bater o martelo pelo Gripen. Ou como a Austrália pede mais SH. Sinais que ambos os programas estão muito bem, obrigado. Outro indicativo interessante para a mudinha seria verque os indianos pularam fora dos russos…

    MAS, não sei quando tivemos políticos inteligentes e honestos no Brasil, nem se um dia teremos…

Deixe um Comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Tapete vermelho em Córdoba: fabricantes de caça chinês vão conhecer a FAdeA

  Está tudo preparado. Na semana de 11 a 17 de maio, as autoridades argentinas estenderão o tapete vermelho para […]

Corte no orçamento adia entrega de helicópteros

    Os cortes no orçamento executados pelo governo federal bateram na porta do Ministério da Defesa e os impactos […]

Enquanto espera o Sovi, FAB evita (mais uma vez) se comprometer com o Unasur I

Em um encontro internacional em Caracas, na terceira semana de abril, o Brasil evitou, mais uma vez, se comprometer com […]

Embraer pode parar a produção do KC-390 se governo não pagar os programas de Defesa

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS  –  O diretor-presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado, disse que a empresa não pretende reduzir o […]

Proposta argentina para a Bolívia inclui leasing de Pampas II remotorizados

A Administração Cristina Kirchner encampou a proposta que a Fábrica de Aviões Brigadeiro San Martín (FAdeA), de Córdoba, fez, à […]

Rafale faz seu primeiro disparo guiado de míssil Meteor contra alvo aéreo

Disparo foi bem-sucedido e faz parte da campanha de integração ao Rafale do míssil ar-ar de longo alcance Meteor, segundo a […]