segunda-feira, junho 27, 2022

Gripen para o Brasil

Gripen na Suíça: Departamento de Defesa dá explicações a líderes partidários

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Suíços agora estão de olho em decisão parlamentar marcada para hoje na Suécia, em que deverá ser votada a aquisição da nova geração do Gripen pelo seu país fabricante

Segundo os jornais suíços Tribune de Genève (editado em francês) e Basler Zeitung (editado em alemão), no final da tarde de segunda-feira, 10 de dezembro, o chefe do Departamento de Defesa Ueli Maurer teve uma reunião com quatro líderes de partido, que em setembro haviam requisitado por carta mais explicações sobre o programa de aquisição do caça sueco Gripen.

Na carta de setembro, os presidentes dos partidos solicitaram ao Governo Suíço respostas a “questões em aberto” para “remover quaisquer incertezas sobre o projeto Gripen”. Em meados de novembro, como parte de sua mensagem sobre a aquisição do caça fabricado na sueca Saab, o Conselho Federal já havia respondido à maior parte destas questões, o que inclui custos operacionais, datas de entrega e monitoramento do desempenho e do desenvolvimento da aeronave.

Sobre a reunião de ontem, compareceram os líderes do PLF, PDC, Verdes e PBD (nomes e siglas francesas dos partidos que em alemão são denominados CVP, FDP, GLP e BDP). A reunião durou aproximadamente três horas, segundo o líder do PDC, Christophe Darbellay. Ele destacou que foi feito “um grande esforço para explicações” e que a reunião foi “contrutiva”. Agora, os partidos vão examinar a situação antes de tomar uma posição sobre o assunto, no início de 2013 – o PDC deverá se reunir em janeiro para discutir o tema.

O exame da situação inclui ficar de olho no que acontece na Suécia, onde o Parlamento deverá decidir, hoje, a compra de 40 a 60 novos caças Gripen.

O PDC já se mostrou satisfeito com as explicações, e também com a mensagem do Governo, que inclui a solução de criar um fundo especial. O PLR ainda quer analisar a resposta do Conselho Federal. Após a reunião, o líder do PDC comentou sobre a notícia do último domingo de que o Gripen suíço custará menos do que o sueco (100 milhões de francos suíços comparado a 115-130 milhões). A informação, segundo Darbellay, será verificada e o “preço final será obviamente melhor do que o que temos discutido até agora.”

De acordo com a porta-voz do Departamento de Defesa, Esportes e Proteção Civil da Suíça, Sonja Margelist, é verdade que a Suíça negociou um valor melhor do que o da Suécia. Ainda assim, o departamento não se pronunciou sobre a reunião com os partidos e não confirmou publicamente o custo exato de cada Gripen, pois o que importa é o valor total do pacote, de 3,126 bilhões de francos suíços.

FONTES: Tribune de Genève e Basler Zeitung (compilação, tradução e edição do Poder Aéreo a partir de originais em francês e alemão)

IMAGENS: Departamento de Defesa da Suíça e Saab

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Rússia lança barragem de mísseis na Ucrânia

As forças russas lançaram um ataque de mísseis de cruzeiro em larga escala em locais em toda a Ucrânia...
- Advertisement -
- Advertisement -