sexta-feira, maio 27, 2022

Gripen para o Brasil

China apresenta o Pterodactyl I

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A China apresentou seu primeiro veículo aéreo não tripulado de combate, o Pterodactyl I, durante o Salão Aeroespacial Internacional (Air Show China) em Zhuhai, na província de Guangdong. O evento começou ontem (13) e vai até o dia 18 de novembro.

O VANT chinês mede 9 metros de comprimento, 14m de envergadura e pesa 1,1 toneladas. O Pterodactyl I pode atingir altitude de até 5,3 quilômetros e tem alcance de até 4 mil quilômetros. A velocidade máxima do drone é de 280 km/h. Especula-se que o VANT seja capaz de carregar dois mísseis.

O custo do dispositivo, segundo peritos, é em torno de 1 milhão de dólares – mais barato do que seus análogos ocidentais. Especialistas afirmam que a China pode se tornar um adversário sério no mercado onde anteriormente dominaram os EUA e Israel.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=2fWrwILUHUM]

FONTE: Voz da Rússia e Business Insider (Edição e adaptação do Poder Aéreo)

NOTA DA EDITORA: Vídeo sugerido pelo leitor ‘Baschera’

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

28 Comments

Subscribe
Notify of
guest
28 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Max

Quero ver é ganhar uma concorrência em pais que não seja miserável e que não tenha outra escolha em termos de preço.
Não basta produzir algo mais barato e nem sequer tão bom quanto produtos que já dominam o mercado,existem aspectos políticos e de “marketing” envolvidos em concorrências mais substanciais.
Talvez a Venezuela e o Paquistão comprem alguns se tiverem um mínimo de qualidade.

A China vai roubar é mercado da Rússia que já tem dificuldades para desenvolver seus drones e aviões de 5ª geração, não de Israel ou dos
EUA.

Latino dark

Pirataria ou não estão no caminho certo já na republica das bananas nada acontece ….

Max

Concordo Latino dark, de qualquer forma ao menos eles estão caminhando e tem grandes aspirações para o futuro próximo .
Eu ganhei um pôster de um colega com o f-5 da FAB quando estava no 4º ano primário, hoje com quase 50 anos de idade , o mesmo caça é a espinha dorsal da nossa força aérea.

Gilberto Rezende

Achei interessante este design onde as empenas traseiras giram 180 graus para baixo (na decolagem) e para cima (em voo ??). Ou tem dois modelos nas imagens iguais com empenas para baixo ou para cima. O modelo de drone que aparece em cima dos veículos na parada é claramente um terceiro e diferente modelo.

A transição após da decolagem deve ser interessante…

MAS ALCANCE DE 4.000 KM !!!

Ou ele reabastece em voo ou tem asas com captação de energia solar…

E claro este é cópia do Predator americano…

HMS TIRELESS

Alcance de 4.000 Km está mais para propaganda enganosa Giba pois isso seria mais para drones da cetegoria do Global Hawk

aldoghisolfi

Eu ne lembro quando, por aqui mesmo, todo mundo debochava dos chineses…

Ivan

É cópia do Predator sem dúvida. Mas o fato é que VANTs de pequeno e médio porte, até o tamanho de um Predator ou Hermes 450 são aeronaves relativamente simples e com baixa tecnologia aplicada no seu airframe ou mesmo motorização. Diferente dos VANTs de grande porte como RQ-4 Global Hawk ou ex-secreto RQ-170 Sentinel, mais sofisticados e com performace dinâmica mais acentuada. O que vai fazer a diferença em qualquer VANT ou VANT-C são os sensores a bordo e os links de transmissão de dados, sem os quais o avião sem piloto não faz o menor sentido. O ponto… Read more »

Baschera

Putz….. fui “rebaixado” a leitor ….. rssssss. Bem, vamos aos fatos: Realmente não fica claro se há ou existe mais de um tipo ou protótipo deste UAV “ching-ling”…. pois realmente, ao menos no vídeo acima, aparece um aparelho ora com as asas trazeiras voltadas para cima ora para baixo. Entenderíamos melhor se soubessemos o que a diz a reportagem…. mas a lingua deles é por demias difícil…tenho um amigo que trabalha lá e aqui… mas neste momento este está na China, quando voltar vou mostrar o vídeo para ele traduza. Suponho se tratar de dois modelos diferentes…. O UAV chinês… Read more »

Baschera

Outras “novidades” desta feira na China…. os caras são bons…. de cópia…

– Helicóptero de alta velocidade:

comment image

Sds.

Baschera

– Bomba guiada chinesa

comment image

comment image

Sds.

Baschera

Aqui o “MAR-1” deles, o míssil anti-radar chinês LD-10.

comment image

Sds.

Baschera

Nesta foto, o “Astrros II” chinês…..o CM-501 G um dos sistemas mais simples, pois eles tem outros muito mais sofisticados…. como o sistema SY-300 e o sistema SY-400

Abaixo: CM-501 G
comment image

Aqui o sistema SY-300;
comment image

E aqui o sistema SY-400:
comment image

Sds.

Baschera

Aqui o AEW deles muito semelhante ao Saab “Erieye”, o AEW KJ-200….

comment image

Sds.

Baschera

Aqui a maquete de um “possível” UAV Stealth (L-15 UAV ???)….

comment image

comment image

Sds.

Baschera

O sistema AA FM-90….

comment image

Sds.

Baschera

Vocês já conhecem o helicóptero Z-10…..em matéria aqui no Poder Aéreo.

Agora conheçam o helicóptero de ataque Z-19,,,,,

comment image

Sds.

Baschera

Aqui um sistema de lançamento de foguetes também na linha do Astros II, porém com alcance de 200 Km e foguetes guiados por GPS…. o Sistema A-200…..

comment image

Baschera

Sistema de Mísseis SAM…..DK-9C e DK-10….

comment image

Sds.

joseboscojr

Baschera,
Esse X2 é americano, não é chinês não.
o Z19 é cópia do Ninja OH-1 japonês.
O FM-90 é cópia do sistema Crotale francês.
Um abraço.

Baschera

Quase terminando…… rsss.

Aqui o sistema chinês de Míssil Anti-Aéreo Naval FL-3000N……

comment image

comment image

Sds.

Baschera

Para terminar que já está enchendo o saco dos colegas….e dos “editores”….uma “idéia” para o pessoal do EB…..com este veículo 8×8 ZBL-09 30mm

comment image

Boa noite !!

Sds.

joseboscojr

Ivan, Na verdade há uma tendência dos futuros UCAVs em ficarem mais independentes de links, deixando de ser aeronaves pilotadas remotamente para verdadeiras aeronaves sem piloto. Isso é possível incrementando o nível de IA embarcada. Claro que tem aquela velha e manjada estória que o gatilho vai estar sob controle humano, mas eu duvido um pouco disso. Acho que é conversa pra boi dormir. Até mísseis hoje são dotados de capacidade ATR/ATA (reconhecimento automático de alvos/aquisição automática de alvos) e alguns são tão pequenos como 50 kg, sem designação prévia e sem nenhum homem no controle. Alguns programas americanos, por… Read more »

joseboscojr

Agora, é claro que mesmo sem um piloto humano remoto no controle o UCAV estará integrado à rede de modo a receber atualizações, etc.
A diferença é que um humano que esteja interagindo com algumas centenas de UAVs/UCAVs não irá pilotar diretamente qualquer um mas apenas “solicitar” ou melhor, “gerenciar” as armas disponíveis.
Claro, até que ele também seja substituído.

Baschera

joseboscojr disse: 15 de novembro de 2012 às 0:00 ‘Baschera, Esse X2 é americano, não é chinês não.” Putz…tens toda razão Bosco….. eu ia colocar a foto do protótipo chinês, ou mellhor, do conceito experimental Z-X, com rotores coaxiais, um híbrido de alta velocidade bseado no modelo americano da foto… mas achei que o link colocado traria as duas fotos juntas….. como não abri depois…. então errei…ao que peço desculpas…. Abaixo está a foto do conceito, ou melhor … vou acrescentar mais algumas…. OK !! ?gl=AR ?gl=AR E sim… como já disse muita coisa é clone, cópia… mas não tudo…..… Read more »

wwolf22

Bom, ninguem se lembra que o Iran “capturou” um RQ-170 Sentinel…
tenho certeza que o Iran deixou a China estudar o aviao em troca de algum tipo de equipamento militar… os chineses nao perdem tempo…

HMS TIRELESS

wwolf22:

Tenho seríssimas dúvidas se aquele UAV foi realmente capturado intacto. AO que tudo indica os destroços foram remontados com durepóxi e cola 1000 para parecer bem na propaganda do regime. E a depender da encriptação de dados dos sistemas internos, creio que enm se juntar iranianos, russos e chineses irá se conseguir extrair alguma informação de valor.

Groo

Li em algum lugar – acho que na Aviatioweek – que o RQ-170 Sentinel, por ter sido projetado para operar em território hostil e, portanto, sujeito a cair em mãos inimigas, utiliza tecnologia obsoleta.

Além disso, aeronaves espiãs contam com diversos sistemas de auto destruição que, no caso de equipamentos eletrônicos, não precisam ir além de uma carga elétrica mais forte.

ricmoriah

logo vamos comprar Rafale chinês no lugar do francês, deve ser bem mais em conta…

Últimas Notícias

KC-390 e Rafale, exportações x redução na cadência – histórias parecidas?

Nos últimos dias, uma polêmica se instaurou em relação às encomendas da Força Aérea Brasileira (FAB) para o jato...
- Advertisement -
- Advertisement -