Home Aviação de Caça Deputados argentinos pedem a substituição dos Mirages

Deputados argentinos pedem a substituição dos Mirages

202
9

Três deputados do parlamento argentino manifestaram, no final do mês passado, suas preocupações com o envelhecimento da frota de caças do país. A primeira linha da Fuerza Aérea Argentina (FAA) é atualmente composta por caças Mirage III, Mirage V e Dagger/Finger, além de subsônicos A-4AR.

A preocupação dos deputados (todos da Frente Peronista) recaiu sobre os “deltas” da FAA que, conforme palavras dos mesmos, “se trata de material con muy bajo nivel de mantenimiento”. Em função desta baixa operacionalidade, associada à fadiga estrutural das células, os deputados temem pela segurança dos pilotos de caças.

O texto do projeto 6027-D-2012 também destaca a vulnerabilidade do espaço aéreo argentino frente ao ingresso de aeronaves ilícitas e a defasagem dos meios da FAA quando comparada com outras Forças Aéreas da região.

A Argentina passa por uma situação econômica muito desfavorável e a disponibilidade de empréstimos estrangeiros para o país está retraída. Diante deste quadro é muito difícil que a FAA adquiria aeronaves novas no mercado internacional.

Há alguns anos foi noticiado que a Argentina poderia adquirir caças Mirage F1 da Jordânia que atualmente estão estocados naquele país. As aeronaves seriam modernizadas na França em um padrão semelhante aos F1 líbios. Naquela época foi informado que os Mirage IIIEA da FAA seriam retirados de serviço no final de 2012.

FOTO:Wiki

COLABOROU: Giordani

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
8 anos atrás

A Argentina é um país que está fazendo um baita esforço em direção à cubanização. A última notícia dá conta de que marcas de luxo e multinacionais estão se retirando do país, por conta das estrepulias econômicas da Beiçuda de Buenos Aires e sua trupe “pós-socialista”.

Nesse contexto, duvido que a mesma tenha a menor capacidade de adquirir aeronaves de caça, exceto talvez algum caça russo.

Marcelo
Marcelo
8 anos atrás

ou chinês. Talvez o FC-1/J-17.

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
8 anos atrás

Imaginem se a Argentina, passando por uma baita crise, reequipa suas forças armadas antes da potênfia ??? asdhuuhsadhuasd

Observador
Observador
8 anos atrás

Senhores, Conforme a notícia “Sobras da Jordânia: depois do Brasil, pode ser a vez da Argentina”, estes F1 custariam cem milhões de dólares, do jeito que estão, e a modernização, dependendo do que for feito, pode ser mais cara que a própria aquisição. Se levarmos em conta que os “hermanos” vivem situações sui generis pela restrição ao câmbio, chegando ao absurdo da Receita Argentina apreender as reservas de dólares que os cidadãos mantém em casa (dinheiro de colchão), considero impossível que o governo de lá venha a gastar com tal compra. Igualmente, ninguém fornecerá crédito para um país que vive… Read more »

Giordani
8 anos atrás

“Observador disse:
28 de setembro de 2012 às 11:11

Igualmente, ninguém fornecerá crédito para um país que vive numa situação de virtual insolvência.”

Sei não…o BNDES é o banco da cumpañerada…

juarezmartinez
juarezmartinez
8 anos atrás

Não se surpreendam se um certo “delta” de uma FA Sul Americana for para em Tandil.

Grande abraço

Giordani
8 anos atrás

Qual delta ‘Ruarez’? Se te referes aos Mirages-jogados-num-canto-III só se forem para serem canibalizados. Se te referes ao Mirage-quebra-tudo-2000 só se for para sair bonito na foto…

Esses deputados choveram no molhado. Se depender do governo-bolivariano-kirchernista, não sai nada! É mais fácil o FX ser finalizado…

Mas não se espantem se o ‘grande e bobão irmão sulamericano’ emprestar $$$ via BNDES…pra quem quer os hermanos de parceiros no KC-390…

Vader
8 anos atrás

juarezmartinez disse:
28 de setembro de 2012 às 13:15

Juarez, não me faz feliz assim não rapaz… 🙂

eraldocalheiros
eraldocalheiros
8 anos atrás

Senhores pq tanta preoculpação temos a solução para os hermanos e a nosso gloriosa, simples mandamos os retirados de operações ( Xavantes ) e trasemos os famosos e muderno A-4AR, exelente negocios para ambos cumpaeiras.