Home Força Aérea Brasileira Rússia ainda deve três helicópteros AH-2 Sabre ao Brasil

Rússia ainda deve três helicópteros AH-2 Sabre ao Brasil

850
18

Rússia deve entregar ao Brasil mais três helicópteros de ataque Mi-35 Hind ou AH-2 Sabre, de um total de 12 veículos previstos no contrato assinado em 2008. Responsável afirma que as máquinas restantes serão entregues até o final do ano.

Até o início de agosto, foram entregues ao Brasil seis helicópteros Mi-35. “No dia 29 do mês passado, um avião de transporte militar An-124 Ruslan transportou outros três para a base aérea de Porto Velho [Rondônia]”, declarou, na última segunda-feira (3), Ígor Korotchenko, diretor do Centro de Análise do Comércio Mundial de Armas.

“Os três restantes serão entregues antes do final do ano, cumprindo assim o contrato assinado em 2008”, completou Korotchenko.

A entrega dos helicópteros deveria ser originalmente concluída em 2011, mas o Brasil postergou a aquisição do lote final.

Os modelos Mi-35 Hind, ou AH-2 Sabre (como são chamados pelos brasileiros), são os primeiros helicópteros de ataque especiais a serem incorporados à Força Aérea Brasileira (FAB).

A empresa russa Rosoboronexport venceu a licitação para fornecimento de helicópteros de ataque para a FAB em uma concorrência internacional em que o modelo Mi-35 desbancou o italiano A-129 Mangusta, da Agusta, e o europeu EC665 Tiger, da Eurocopter.

FONTE: Gazeta Russa

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
8 anos atrás

Estou sabendo de licitação agora.
Nas palavras de um milico: “Não sei como foram as negociações. Tinha uns caras lá que intermediaram o negócio. Pagamos 30% a mais por conta dessa intermediação”. Não foram bem essas as palavras usadas, mas o contexto é esse.
Acresce-se que a FAB não recomendou a compras dessas aeronaves, muito pelo contrário. Mas então, assim como “sem querer, querendo”, entrou em cena nosso Líder, o Grande Timoneiro, o Babalorixá de Garanhús, o Rei Sol, a própria Sapiência em pessoa, e fechou o negócio.

Essa é a historia que conheço.

Grifo
Grifo
8 anos atrás

Caro Marcos, o contrato da FAB foi assinado com a Rosoboronexport, uma empresa do governo russo que é a única intermediária autorizada para qualquer venda de equipamento militar do país. Não faz sentido esta história.

Darkman
Darkman
8 anos atrás

O importante é dar continuidade aos Milmi35 e que se estenda ao EB para manter sua manutenção e que venha outros lotes para a FAB.

Em relação a licitação nunca tinha visto falar, nem que existe mas duas opções que era o Tiger e o A129 Mangusta.
Lembro somente do anúncio e nada mas, espero como disse que venha outro lote de Milmi35 pelo menos uns 24 Hind.

Abs.

uitinaxavier
uitinaxavier
8 anos atrás

Grifo disse:
5 de setembro de 2012 às 17:49

Está corretíssimo, essa historia que não sei da onde surgiu, e mais uma daquelas que são plantadas pela net não sei por qual motivo, pra gerar um turbilhão de criticas e insinuações.

Até esses dias mesmo viviam dizendo que os Mi-35 estavam desarmados sem armas só com os tubos lançadores, mesmo todos os Fóruns estrangeiros confirmando que os Mi-35 tinham vindo completos e com os Misseis Ataka V a própria Russia tinha confirmado isso, mas não sei por que motivo a turminha do deixa disso falou asneira até engasgar.

uitinaxavier
uitinaxavier
8 anos atrás

Darkman disse:
5 de setembro de 2012 às 18:41

Essa deve ser a Tendencia agora com o Sisfron vai se aumentar a demanda de aeronaves para patrulhar as fronteiras como os Super tucanos, Mi-35 e Vants eu não me surpreenderia se viessem mais Hinds tanto pra FAB quanto pro EB.

Vassili
Vassili
8 anos atrás

Ainda prefiro o Mi-28 Havoc no lugar do Hind. Realmente, o único representante legal que pode assinar a venda de equipamento militar pela Russia é a Rosoboronexport. Mas dizem as más línguas que essa aquisição pela FAB teria sido realizada através de alguns intermediadores paquistaneses………………… ou seja, eles teriam indicado para a FAB como proceder nas conversas com os russos……….. Outra história que rola sobre o assunto é que essa compra seria fruto de pressão feita pelos russos para contrabalancear a enorme quantidade de carne bovina que eles adquirem no Brasil. segundo as especulações, o fato de a balança comercial… Read more »

champs
champs
8 anos atrás

Vassili disse:
5 de setembro de 2012 às 20:31

“mas que o Hind é a realidade da FAB é………………… quer queiram, quer não………………….”

E não faz nenhuma vergonha, que venham mais 2 esquadrões para Boa Vista e Campo Grande operando em dupla com os A-29.

danra2
danra2
8 anos atrás

Cara, se for o caso de equiparar as balanças comerciais, vamos comprar um monte de Sukhoi ou PAK-FA e fod…. o FX2!

Requena
Requena
8 anos atrás

O Marcos está certo.
A verdadeira história dessa compra saiu até na imprensa.
Gente da FAB confirmou.
E nunca foi desmentida pelo governo do pinguço.

http://www.istoe.com.br/reportagens/67391_O+SENHOR+DAS+ARMAS

Observador
Observador
8 anos atrás

Senhores,

Bem dizia Otto von Bismarck: “Je weniger die Leute davon wissen, wie Würste und Gesetze gemacht werden, desto besser schlafen sie….”

Ou, “quanto menos as pessoas sabem como salsichas e leis são feitas, melhor elas dormem..”

Fabio ASC
Fabio ASC
8 anos atrás

Vocês tem informações de como está sendo a manutenção de “pista”, disponibilidade, atuação no clima Amazônico, enfim, como estão se portando aqui os Bichões?

juarezmartinez
juarezmartinez
8 anos atrás

Caro Marcos, o contrato da FAB foi assinado com a Rosoboronexport, uma empresa do governo russo que é a única intermediária autorizada para qualquer venda de equipamento militar do país. Não faz sentido esta história. Leia mais (Read More): Rússia ainda deve três helicópteros AH-2 Sabre ao Brasil | Poder Aéreo – Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil Negativo Grifo. O que oficial narrou o colega está correto. Onegópcio foi in termediado por um conhecido “comerciante” de aramas Paquistanês eque nomeu dois ex oficiais da força aqui no Brasil, seus “negociadores”. Os Helis custaram cerca de 4-0% a… Read more »

marciomacedo
marciomacedo
8 anos atrás

Há um informe da Voz da Rússia de que será vendido ao Brasil um novo lote de Mi-35, não informando se é para a FAB ou para o EB. A matéria é confusa, não esclarecendo se o novo lote são os três helicópteros que estão para ser entregues ou se serão de uma nova encomenda. Pelo que li, contou na escolha dos Hinds a necessidade de oferecer uma contrapartida pela venda carnes à Rússia e pelo fato do aparelho poder carregar também um grupo de soldados, necessário para desembarque de frações armadas para prender traficantes de aviões que tenham sido… Read more »

Baschera
Baschera
8 anos atrás

Não serão comprados mais…. o próprio N. Jobim quase cancelou a entrega dos últimos seis…se não se lembram….. depois, como disse o Juarez…. ordens superiores postergaram a entrega…que está acontecendo agora. Segundo reportagem recente de um veículo de comunicação russo, os MI-35M adquiridos, tem um preço venda em torno de Us$ 14 milhões por unidade. A FAB, como divulgado e nunca contradito, pagou um valor em torno de Us$ 300 milhões por doze unidades, mais alguns acessórios, como um simulador de vôo, armamentos, treinamento, etc..etc… mas mesmo assim a diferença de preço é bastante grande e monta a 78% do… Read more »

juarezmartinez
juarezmartinez
8 anos atrás

5 de setembro de 2012 às 17:49 Está corretíssimo, essa historia que não sei da onde surgiu, e mais uma daquelas que são plantadas pela net não sei por qual motivo, pra gerar um turbilhão de criticas e insinuações. Não são hoistórias plantadas intenet, são fatos, mas o senhor e maioria dos “aloprados” lêem aquilo que é pemitido dizer, e não que houve verdadeiramente. Até esses dias mesmo viviam dizendo que os Mi-35 estavam desarmados sem armas só com os tubos lançadores, mesmo todos os Fóruns estrangeiros confirmando que os Mi-35 tinham vindo completos e com os Misseis Ataka V… Read more »

juarezmartinez
juarezmartinez
8 anos atrás

aschera disse: 6 de setembro de 2012 às 11:58 Não serão comprados mais…. o próprio N. Jobim quase cancelou a entrega dos últimos seis…se não se lembram….. depois, como disse o Juarez…. ordens superiores postergaram a entrega…que está acontecendo agora. Segundo reportagem recente de um veículo de comunicação russo, os MI-35M adquiridos, tem um preço venda em torno de Us$ 14 milhões por unidade. A FAB, como divulgado e nunca contradito, pagou um valor em torno de Us$ 300 milhões por doze unidades, mais alguns acessórios, como um simulador de vôo, armamentos, treinamento, etc..etc… mas mesmo assim a diferença de… Read more »

HRotor
HRotor
8 anos atrás

Foi uma compra de governo, não de Força Aérea, “de fora para dentro”. A questão era comercial, entre Brasil e Rússia, por acaso o produto acabou sendo um helicóptero. A decisão pela compra do helicóptero russo já estava tomada quando pessoal da FAB foi enviado às pressas à Europa para avaliarem o Tiger e o Mangusta, além do próprio Mi-35, para ajudar a dar uma cara de licitação. Foi solicitada uma centena de modificações no projeto russo para atender critérios operacionais e compatibilizá-lo aos padrões nacionais. O sobre-preço, as dificuldades iniciais para a operação e a “recusa” do 2° lote… Read more »

HRotor
HRotor
8 anos atrás

A compra foi governamental, visava mais critérios de balança comercial entre Brasil e Rússia que atender necessidade da Força Aérea. Por acaso, o produto em questão eram helicópteros. A decisão pela compra do Mi-35 já estava tomada quando pessoal da FAB foi enviado à Europa para “avaliar” o Tiger e o Mangusta e passar uma imagem de licitação. Com muito suor, conseguiu-se incluir uma centena de modificações técnicas para o helicóptero ser “menos tanque e mais avião” e adaptar-se aos padrões nacionais. O sobre-preço, as dificuldades iniciais para operação e a “recusa” do 2° lote foram fartamente noticiadas, não tem… Read more »