terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

EUA exportam R$ 134 bi em armas em 2011 e batem recorde histórico

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Os Estados Unidos exportaram em 2011 mais armas do que nunca, com um total de US$ 66,3 bilhões (R$ 134,2 bilhões) em cargas que se destinaram sobretudo a aliados no Golfo Pérsico, que argumentam que precisam se defender de um possível ataque do Irã, informou neste domingo o The New York Times. As exportações americanas representaram quase 78% do mercado mundial de armas, no qual o segundo maior vendedor é a Rússia, com US$ 4,8 bilhões, segundo um relatório entregue na sexta-feira ao Congresso e publicado neste domingo na edição digital do jornal.

O número de vendas é o triplo do total de 2010, quando foram exportados US$ 21,4 bilhões, e é “o maior valor total em um ano da história das exportações de armas dos Estados Unidos”, segundo o relatório, elaborado pelo Serviço de Investigação do Congresso – uma entidade independente. Os maiores clientes foram Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Omã, que compraram, sobretudo, sistemas de mísseis avançados e aviões de última geração.

Entre as vendas para a Arábia Saudita, que somaram US$ 33,4 bilhões, está o maior acordo militar já assinado pelos EUA, que vendeu ao país 84 novos aviões de combate F-15, atualizou outras 70 aeronaves e ofereceu três tipos de helicópteros: 70 Apaches, 72 Black Hawks e 36 Little Birds. Os Emirados Árabes Unidos compraram US$ 4,42 bilhões em armas, entre eles US$ 3,49 bilhões em um escudo antimísseis avançado e US$ 939 milhões em 16 helicópteros Chinook.

Omã, por sua vez, comprou 18 aviões de combate F-16 por US$ 1,4 bilhão, entre outras armas que a região acumula com o argumento de se defender de um possível ataque do Irã. Além disso, os EUA venderam US$ 4,1 bilhões de dólares em aviões C-17 à Índia, e outros US$ 2 bilhões em baterias antimísseis Patriot para Taiwan, em um acordo muito criticado pelo governo chinês.

FONTE: EFE

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader

Impressionantes as compras sauditas.

Baschera

Impressionante é o “trabalho” bem feito do maior vendedor de armas dos USA…….. o Ahmadinejad !!

Sds.

Blind Man's Bluff

Logo o gaucho solta uma perola americanizada! kkk

Ivan

Baschera,

‘Trilegal’ seu comentário…

Como contrapartida a pressão yankee garante votos para aquele populista, um ciclo vicioso que alimenta os extremos e mantém os povos como refém.

Sds,

Baschera

Pois é Ivan….

Aqui no sul, tem um jogo parecido…. o do cabo de guerra…ou jogo da corda….

Sds.

Mauricio R.

Malhar o Irã, rende!!!

Edgar

Na verdade a Grande República do Sul fará uma compra histórica de mais de 120 F/A-18E/F que se tornará a maior venda americana jamais vista.

Mas isto, claro, quando Dom Hussein Obama VIII subir ao poder, no século XXIV, tempo em que os americanos e chineses já terão colônias espalhadas por Andrômeda e os terrenos das luas de Júpiter estarão à venda no eBay.

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -