sábado, março 6, 2021

Gripen para o Brasil

Força Aérea russa comemora 100 anos

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

As comemorações pelos cem anos da Força Aérea da Rússia, de sexta-feira, 10, ao domingo, 12, foram marcadas por dois fatos: o show de acrobacias aéreas dos pilotos da Rússia e dos vários países convidados para a festa e a fala do Presidente Vladimir Putin, destacando o compromisso da modernização da tropa em termos de recursos e equipamentos.

As comemorações foram centralizadas em Zhukovski, nos arredores de Moscou, onde a Rússia costuma promover o concorridíssimo salão MAKS, de exposições aeronáuticas. Após assitir o show aéreo, Putin fez um discurso:

“Os cem anos da aviação militar russa refletem a gloriosa história da Força Aérea nacional. Os habitantes do nosso país jamais esquecerão a coragem demonstrada pelos aviadores soviéticos durante a II Guerra Mundial e em outros conflitos armados dos quais a Rússia participou depois daquele trágico evento para a humanidade. A gloriosa história da Força Aérea nacional é uma concentração de exemplos de verdadeira coragem e abnegação, de trabalho persistente e de avanços técnicos geniais.

A aviação de combate sempre gozou de uma atenção especial no nosso país. Hoje, quando levamos a cabo grandes planos de rearmamento do Exército e da Marinha, uma das principais prioridades continua sendo, certamente, o desenvolvimento e o aperfeiçoamento da Força Aérea. A sua importância continuará crescendo. Está sendo realizado novamente um treinamento militar intenso na Força Aérea, e a nossa aviação estratégica reiniciou os seus voos regulares. Agora, devemos pensar na modernização da infraestrutura terrestre dos aeródromos.

Estamos criando, também, novas bases aéreas e esquadrilhas de aviões de grande flexibilidade operacional. Trata-se, em primeiro lugar, de munir as tropas com moderno material técnico de guerra. Até o ano de 2020, a Força Aérea vai receber mais de 600 novos aviões e mil helicópteros.”

O presidente da Rússia declarou também que o Estado continuará a dedicar atenção à proteção social dos militares da ativa, dos reformados e, principalmente, dos veteranos da Força Aérea.

FONTE: Diário da Rússia

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RA5_Vigilante

Belas fotos do T-50.
Só um pequeno detalhe: o nome do salão é MAKS.

Baschera

Putin no lugar do Amorim……. rssss.

Sds.

MSG

Colegas, será o T-50 tão furtivo quanto o F-22? Será um contraponto real a aviação americana?

Giordani

“MSG disse:
16 de agosto de 2012 às 9:29
…será o T-50 tão furtivo quanto o F-22? Será um contraponto real a aviação americana?”

A Rússia e China ainda estão nos primórdios da tecnologia Stealth. Os EUA estão nisso desde o meio dos Anos 70. Quando o T-50 efetivamente entrar em operação, efetivamente for considerado apto para o dia-a-dia, o Raptor já estará dando baixa…

RA5_Vigilante

Off topic, mas bem interessante (F-35):

*ttp://www.defenseindustrydaily.com/F-35-Lightning-The-Joint-Strike-Fighter-Program-2012-07501/

Baschera

MSG disse:
16 de agosto de 2012 às 9:29
Colegas, será o T-50 tão furtivo quanto o F-22? Será um contraponto real a aviação americana?

Dúvido. Compare a “tubeira” ou saída do conjunto de turbinas do F-22 ou do F-35 com o PAK-FA…só por aí já da para ter uma idéia !!

Outra dúvida é quanto aos sensores e aviônicos dos modelos russos….

Sds.

getulio

Vamos comprar o SU-35 e criar uma força estratégica para o país uma força aeroespacial, pois só se ganha uma guerra hoje quem domina o espaço sideral.

Combates Aéreos

VÍDEO: Curvas de alto desempenho em combates aéreos

Este vídeo, o segundo da série, apresenta os aspectos aerodinâmicos para a realização de curvas em combates aéreos. Diferentemente...
- Advertisement -
- Advertisement -