sábado, março 6, 2021

Gripen para o Brasil

AIM-9X para Omã e UH-60M para o Qatar

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A agência do Pentágono DSCA (Defense Security Cooperation Agency) notificou o Congresso dos EUA no último dia 12 de junho sobre a possibilidade de duas vendas de armas para dois países do Golfo Pérsico.

O Qatar espera poder adquirir 12 helicópteros UH-60M Black Hawk armados com duas metralhadoras M240H cada e totalmente equipados para voos noturnos. O valor estimado para o negócio é de US$ 1,112 bilhão.

Omã, por outro lado, pretende adquirir 55 mísseis AIM-9X Block II e outros equipamentos associados por um valor estimado em US$ 86 milhões. Estes mísseis farão parte do sistema de armas do F-16 de Omã, que passam por modernizações no momento.

FONTE:
DSCA

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Combates Aéreos

O relatório sobre o ‘dogfight’ entre o F-35 e o F-16

No início deste mês a internet foi inundada de artigos comentando o relatório vazado de um piloto de testes...
- Advertisement -
- Advertisement -