domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Fotos exclusivas do Exercício Operacional FAEX XII

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Reportagem de Rodrigo Mesquita

Encerrou-se ontem em Florianópolis, a décima segunda edição do exercício operacional FAEX, realizado pela 2º Força Aérea. O exercício contou com a participação de militares da Força Aérea, Marinha e Exército.

Diversas aeronaves participaram da operação conjunta, com a estréia da aeronave de patrulha P-3AM (pertencente ao 1º/7º GAV) e do helicóptero de combate AH-2 Sabre (pertencente ao 2º/8º GAV).

A ideia principal da operação foi a de criar um ambiente complexo, simulando os diversos tipos de missão para a FAB, conforme relatou o comandante da FAEX XII, Brigadeiro do Ar José Alberto de Mattos.

Aeronaves participantes do XII FAEX:

UH-1H (1º/8º GAV);
H-34 (3º/8º GAV)
AH-2 SABRE (2º/8º GAV);
H-36 (1º/8º GAV);
UH-60 Blackhawk (5º/8º GAV);
C-105 Amazonas (2º/10º GAV);
P-3AM (1º/7º GAV);
P-95B (2º/7º GAV);
A-29A (3º/3º GAV);
E-99 (2º/6º GAV);

NOTA DO PODER AÉREO: Um especial agradecimento ao Brigadeiro Mattos e à Tenente Gabriela pela recepção e atenção dada durante nossa visita.

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alfredo Araujo

Estão colocando os Sabres para voar de verdade!! Olha como está sujo!!

Fabio ASC

Qual é aquela metralhadora giratória? Embarca em qual?

Guilherme Poggio

minigun do Black Hawk

Clésio Luiz

Deve ser a Minigun dos Blackhawk. Ela fica numa janela atrás da porta do piloto e serve para apoio de fogo ao desembarque das tropas.

shipbuildingbr

Minigun M-134 (GAU-2) de 7,62

shipbuildingbr

Rodrigo show as suas fotos

Magal

Muito legal ver a aviação de asas rotativas da FAB sendo renovada com aeronaves como essas 🙂 !!

Demos um salto em qualidade!

ricardo_recife

Que mancha feia na lateral do Sabre.

Parabéns a FAB, os pássaros de asas rotativas no ar.

Abs,

Ricardo

ivanildotavares

Ricardo,

É verdade que os AH-2 Sabre, quando da compra, iam ser baseados em Recife? Parece que a mudança do Grupo em que operam aconteceu com a chegada deles. Eu, particularmente, acho que estrategicamente foi melhor baseá-los próximo à fronteira amazônica. Nossos vizinhos peruanos gostam muito deste tipo de helicóptero.

Abraços

guedesp01

alguem sabe se foram entregues as 06 ultimas unidades dos Sabres?

Mauricio R.

Os Mi-35/AH-2 Hind/Sabre são fruto de uma decisão política equivocada, “gunships” como o S-70 Battlehawk fariam mais sentido, tanto do pto de vista logístico, como da necessidade de emprego.
Não temos uma insurgência aberta e declarada, tal como o Sendero Luminoso ou as Farc, nosso problema ainda é policial.

Gila

Caraca vão ficar falando q o Sabres estão sujos…. tem que estar mesmo, isso é bom…se estão sujos é pq estão voando!! Boa 2º/8º GAV.

ricardo_recife

Caro ivanildotavares,

Eu não sei se eles viam para o Recife, sei que foram para a Amazonia obedecendo as diretrizes da Estrategia Nacional de Defesa, o que acho acertado. Não veria muita função para os Sabres no nordeste.

Abs,

Ricardo

HRotor

Caro Maurício R., talvez a decisão tenha sido “arriscada” do ponto de vista operacional e logístico, “equivocada” vai depender dos resultados ao longo do tempo. Apesar de a decisão ter sido política, como tantas outras, trata-se de uma autêntica plataforma d’armas, esse Mi35, não está aí só pra desfile aéreo de 7 de setembro. Quem quiser encarar vai ter que se preparar um pouco mais…

Últimas Notícias

Irã diz que explosão acima de Natanz faz parte de treinamento militar

A explosão relatada coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear do Irã A mídia iraniana no sábado...
- Advertisement -
- Advertisement -