terça-feira, setembro 21, 2021

Gripen para o Brasil

Rafale está na agenda de Dilma na Índia

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Presidente Dilma vai à reunião do Brics na Índia e aproveita para abordar compra de caças

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, participará esta semana de uma reunião das potências emergentes que compõem o Brics – cujas parcerias podem ajudar o Brasil a assegurar seu posto sexta economia mundial – em Nova Délhi e aproveitará a viagem para obter informações sobre o caça francês Rafale, que tem sido analisado pelo governo indiano.

Os líderes do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul se reunirão pela quarta vez na quinta-feira, com uma agenda principalmente econômica em meio à crise internacional, explicou a subsecretária política da chancelaria brasileira, Maria Edileuza Reis.

“O principal ponto da agenda é a proposta de criar (no futuro) um banco dos Brics” destinado a financiar investimentos e projetos de infraestrutura, informou o ministro de Indústria, Fernando Pimentel.

Dilma terá também encontros bilaterais com cada um dos líderes fora da cúpula, na qual o Brasil chega como a sexta economia do planeta, depois de superar a Grã-Bretanha.

Os países membros do Brics (termo cunhado no início da década passada para denominar as grandes economias emergentes e de rápido crescimento do planeta) representam cerca de 19% do PIB mundial. Estima-se que este ano, os Brics contribuirão com cerca de 56% do crescimento mundial e os países do G7 somente com 9%, segundo dados do governo brasileiro.

“Roussef vê nos Brics a oportunidade de diversificar as relações econômicas do Brasil e fortalecer os laços com os países emergentes”, explicou à AFP Oliver Stuenkel, coordenador da Escola de História e Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas, que participou da delegação brasileira em um recente fórum de intelectuais do grupo.

Apesar de ser visto como um grupo improvável, que reúne nações com tamanhos e interesses absolutamente díspares, “não há dúvidas de que o Brics continuará se encontrando e os laços se fortalecerão”, avalia Stuenkel, para quem o “grande desafio (…) será criar uma agenda” que vá “mais além” dessa imagem de oposição que propõem as grandes nações industrializadas.

Herdeira política de Luis Inácio Lula da Silva, que apostou em aprofundar relações com outros países emergentes, Dilma Rousseff partiu no domingo à noite em direção à Índia.

Cooperação militar e caças

Depois da cúpula do grupo Brics, Dilma dará início a uma visita bilateral a Índia, com quem o Brasil integrou em 2003 o fórum IBAS (Índia-Brasil-África do Sul) e que pode ser chave para a decisão de Brasília sobre a compra de 36 aviões caças. Na licitação, estimada em 5 bilhões de dólares, competem os caças Rafale da francesa Dassault, o F/A-18 Super Hornet da americana Boeing e o Gripen NG da sueca Saab.

Analistas e fontes do governo brasileiro disseram que a decisão da Índia de entrar em negociações exclusivas com a França para a compra de 126 Rafales – uma licitação estimada em 12 bilhões de dólares – pode ajudar a convencer o Brasil a optar pelo mesmo avião. A subsecretária política da chancelaria brasileira reconheceu o interesse do Brasil por uma “troca de ideias e impressões” sobre a recente opção indiana pelo Rafale.

“A decisão da Índia, não formalizada, pode ter um impacto na decisão do Brasil, porque mostra que o Rafale (que até agora nunca foi vendido a outro país) já tem um cliente”, disse à AFP o diretor do site especializado Defesanet, Nelson During.

O Brasil e a Índia poderiam ressuscitar “um velho projeto debatido entre ambos os países em 2002, de se articular para produzir um mesmo avião”, nessa época o francês Mirage, acrescentou During. O Brasil e a Índia negociam um possível acordo técnico-militar, explicou a responsável da chancelaria.

“É extremamente interessante” que os dois países debatam um acordo militar, já que “poderia haver muitas complementaridades na área industrial”, disse During.

O Brasil não tomará uma decisão sobre os aviões caças antes da viagem de Dilma à Índia, sua reunião com o presidente americano Barack Obama na Casa Branca dia 9 de abril e as eleições francesas de maio, informou recentemente uma alta fonte do governo.

FONTE: Terra, com informações da AFP

FOTO DO MEIO: Dassault

Colaborou: Justin Case

- Advertisement -

21 Comments

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daglian

Desculpem-me, mas essa foi demais. “A decisão da Índia, não formalizada, pode ter um impacto na decisão do Brasil, porque mostra que o Rafale (que até agora nunca foi vendido a outro país) já tem um cliente”, disse à AFP o diretor do site especializado Defesanet, Nelson During. O SH já está presente na Espanha, Austrália e nos EUA. Já tem mais de 500 (QUINHENTAS) unidades fabricadas, número que tem tudo para aumentar com os atrasos do F-35 [se o número não for bem maior]. Isso não conta? O Rafale vence uma concorrência para um país e isso é super… Read more »

asbueno

Se o texto é sério, comeu bola, pelos próprios argumento do Daglian. E vale tanto para esse como aquele avião.

LuppusFurius

” O Brasil não tomará uma decisão..India..Obama…eleição francesa
…….depois eleição americana…….21/12/2012…..fim do mundo…..
Por Zeus, depende de tudo, até de gripe do canguru….
São muito corruptos ou não sabem a cor da cueca que estam usando.
Pessoalmente torço que seja a primeira,pois senão estamos perdidos.!!!!

Corsario137

FONTE: Terra, com informações da AFP, vulgo Agence France-Presse. Traduzindo… Anúncio pago. Adoro essas “altas fontes do governo”. A eleição da França já está definida, não sei qual é o senão (?). Sarkô se alinhou aos Le Pen para ganhar votos e ao que tudo indica já tá no papo esse novo mandato. Entre suas propostas, tirando as xenófobas, ele quer aumentar o protecionismo do Bloco Falido, quer dizer, Europeu. Não vejo como podemos compatibilizar positivamente a ideologia política da presidenta Dilma ao novo amigo da extrema-direita e cada vez mais protecionista Nicolas Sarkozy. Menos ainda como a vitória deste… Read more »

Hamadjr

Este é só mas um jogo de cena do medríocre governo do Dirmão, por tudo que foi publicado a escolha vai ser pelo F-18

Daglian

Obrigado pela correção Nunão, não percebi que a Espanha utilizava o Hornet ao invés do Super Hornet. Desculpem-me pelo erro.

Realmente, acredito que isso vai ser um motivo para empurrar à FAB o Rafale.

Grifo

Senhores, chega até a ser comovente o esforço da Agência France Presse em promover o Rafale.

Só queria saber como é que a Dilma vai tratar do Rafale nesta visita, se nem o Ministro da Defesa nem o Comandante da Aeronáutica estão na comitiva.

Corsario137

Grifo,

Ela levou o baralho do Super Trunfo com ela oras…

Cada pergunta que vou te contar.

Magal

Só um comentário com relação ao Gripen, o total de aeronaves encomendadas (Suécia + exportação), sim é próximo de 250. Além disso existem hoje em torno de 130 em operação na Suécia e muitas das aeronaves restantes foram canibalizadas para produzir Gripen C/D (a relação ao que parece é de 2:1 mais ou menos). Além disso ninguém sabe ao certo se o novo Gripen para a Suécia será mais uma nova conversão, ou se serão aeronaves novas e 100 é o total de aeronaves que a Suécia quer ter independente da versão. Para maiores informações e até alguns slides em… Read more »

Mauricio R.

Le Jaca está longe de ser um “done deal”, sua condição de L1 no MMRCA está sendo questionada, há uma investigação do MD indiano em curso, o que deverá atrasar as negociações contratuais por um tempo ainda.
Se algo realmente importante emergir disto, a lista de empresas e governos cobrando explicações, não será pequena.

Mauricio R.

A queixa qnto a seleção de Le Jaca, como L1 do MMRCA:

(http://livefist.blogspot.com.br/2012/03/complaint-against-rafale-govts-response.html)

Magal

Olha, sem querer novamente ser chato, mas em um email ‘oficial’ alguém chamar a compra de ‘scam’ é honestamente um termo muito forte que eu honestamente acho muito díficil ser colocado dessa maneira para pessoas de cargos tão altos assim. O Rafale (assim como qualquer outro vencedor dessa concorrência) tem que passar ainda por mais alguns processos até o contrato ser assinado e se alguma irregularidade for encontrada certamente a coisa não vai para frente, mas não acho que essa carta tem como ser levada muito a sério (os próprios indianos nos ‘comentários’ estão até se sentindo desrespeitados com o… Read more »

Observador

“De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade.” Joseph Goebbels A máquina de propaganda francesa não para. Cada vez que aparece algum fato ligando uma autoridade brasileira à Índia, fazem aquele carnaval. Lembrem-se que por este pessoal, a fatura já está liquidada há mais de dois anos. Então, por que nunca ocorre o anúncio da compra do Rafale? Quero ver como a Dilma vai justificar para a sua base “aliada” o anúncio de compra dos “aviunzinhum”, uma vez que cortou 20 bilhões de reais em emendas parlamentares em pleno ano eleitoral. Acho BEM difícil o anúncio… Read more »

DrCockroach

Todo o criterio de selecao na India me parece totalmente equivocado, mas pulando esta parte e chegando nos dois finalistas, o que aconteceu foi muito serio. Dois membros da area de financas do comite, com nome e sobrenome que publiquei aqui uma vez, nao concordaram com a metodologia que daria ao Rafale o menor life cycle costs, e olha que estavam concorrendo com o Typhoon, carissimo! Nos fim os dois membros somente assinaram as minutas desde que as observacoes deles fossem registradas. Isto nao eh incomum em pequenos temas, mas eh absolutamente estranho numa compra que pode chegar a 20… Read more »

Nick

Se nem o MD estará na comitiva que irá a Índia, ficou complicado afirmar que haverá conversas sobre o Rafale.

[]’s

Giordani RS

– Nesta direção, disse o Gato, girando a pata direita, mora um chapeleiro. E nesta direção, apontando com a pata esquerda, mora uma Lebre de Março. Visite quem você quiser, pois ambos são loucos.

– Mas Eu não ando com loucos, observou Alice.

– Oh, você não tem como evitar, disse o Gato, somos todos loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca.

– Como é que você sabe que Eu sou louca?, disse Alice.

– Você deve ser, disse o Gato, Senão, não teria vindo para cá…

edcreek

Olá, Interessante ver o desespero da Torçida Gripada, onde um dos maiores ou o maior site de informação do Brasil(Terra), não tem muito valor, por outro lado o Blog life não sei o que das quantas, tem mais valor, só rindo mesmo….. Questionamento sobre compras sempre haverá como houve na compra irrisoria da Suiça, o que vale o posicionamento oficial onde o governo pretende assinar o contrato no fim do ano, querendo ou não os torçedores da terra bananis… Sobre o numero de JAS-39 realmente operacionais, não deve chegar a 200 veja que muitos dos A/B produzidos estão estocados e… Read more »

Mauricio R.

Exemplo claro, crístalino, de como a tropa de Le Jaca trata aquilo que não lhe agrada. Livefist é um blog ESPECIALIZADO em assuntos de defesa no sub-continente indiano, o Terra é o portal de uma série de sites c/ os mais diversos interesses, há uma grande diferença de foco no noticiário. E apesar do desejo desta mesma tropa, o fato é que o futuro Jas 39E/F Gripen NG, está emplacando seu lançamento no mercado e a continuidade do programa. É assim, enquanto Le Jaca apesar de tda a “força” da mídia francesa, ainda está no 1.0, o Gripen já se… Read more »

LuppusFurius

Samba do Francês Doido…..
Le Jaka ..” .Lê Propine Voadorrraaaa”…..
Isto faz-me lembrar a máxima do Céu e Inferno Europeu….
Céu Europeu…..
Policiais Ingleses….
Amantes Italianos….
Mecânicos Alemães…
Lavadores de prato portugueses
Escultores Gregos….
Cozinheiros Franceses…

Inferno Europeu…
Policiais Alemães….
Amantes Ingleses…
Escultores Portugueses…
Lavadores de prato Gregos…
Cozinheiros Italianos…..
……………….
Mecânicos Franceses……

Já diz tudo…………!!!!!

Magal

Acho dificil I assunto da Venda ser tratado se pelo visto nem o MD estara nessa visita.

Últimas Notícias

Pintura comemorativa nas aeronaves da RSAF no 91º Dia Nacional da Arábia Saudita

O 91º Dia Nacional da Arábia Saudita contou com a apresentou das aeromaves Eurofighter Typhoon, Tornado, F-15C Eagle e...
- Advertisement -
- Advertisement -