quarta-feira, maio 18, 2022

Gripen para o Brasil

Entregue o último KC-767A da Força Aérea Italiana

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Força Aérea Italiana (Aeronautica Militare) informou na sexta-feira, 16 de março, que recebeu o último exemplar encomendado do avião de transporte e reabastecimento em voo KC-767A, entregue ao 14° Stormo de Pratica di Mare. Foi organizada uma apresentação especial da aeronave à imprensa especializada.

O KC-767A foi desenvolvido a partir da célula do Boeing 767, aeronave bastante difundida na aviação comercial. A versão italiana tem o diferencial de incorporar três pontos de reabastecimento por meio de mangueiras flexíveis tipo “sonda e cesta” (probe and drogue) e um ponto com a haste rígida do tipo  “boom”, podendo fornecer combustível, em voo, para todos os tipos de aviões existentes, sejam de caça ou de transporte.

Os sistemas computadorizados e automatizados da aeronave permitem que seja tripulada por apenas três pessoas em missões de transporte logístico e quatro para missões de reabastecimento em voo (REVO). Nessas últimas, apenas um operador é necessário em uma estação totalmente automatizada para gerenciar toda a atividade de REVO.

Segundo a Força Aérea Italiana, a aeronave é um verdeiro “multiplicador de capacidades”, e suas qualidades foram comprovadas durante a operação “Unified Protector”, no conflito da Líbia. O avião é capaz de voar em configuração mista, permitindo cumprir ao mesmo tempo missões de transporte logístico e de reabastecimento em voo. Também pode ser configurado para responder a emergências humanitárias, em operações multinacionais.

FONTE / FOTOS: Força Aérea Italiana (Aeronautica Militare)

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.

Pelo visto a “miní-série estilo F-X 2”, destas aeronaves, se encerrou.

Alfredo Araujo

Se for comparar o FX2 como uma “mini-série”, essa seria Os Simpsons, que está indo, se não me engano, para a 23º temporada…

Guilherme Poggio

Nem só de Airbus vive a Europa

ivanildotavares

Taí a solução para reabastecimento em voo, carga e transporte para a FAB durante muitos anos.
Agora, Nunão, o ponto extra, segundo o texto, não é para o tipo “boom”?
Pelo que eu entendi, para cesta (probe and drogue) são tres pontos distintos.
Abraços

Ivan

Guppy, O KC-767A da Aeronautica Militare possuem 4 (quatro) pontos de reabastecimento e ainda pode ser reabastecido em vôo por outro tanque que use uma lança, com o texto que trancrevo abaixo: • Advanced fly-by-wire aerial refueling boom capable of delivering 900 gallons per minute; • Centerline hose drum unit capable of delivering 600 gallons per minute; • Wing tip air refueling pods capable of delivering 400 gallons per minute; • Universal Aerial Refueling Receptacle receives greater than 900 gallons per minute. Curiosamente sua capacidade máxima de combustíve é de 160,666 lbs ou 72.877kg., um pouco menor que a capacidade… Read more »

Ivan

… não fechei a citação após “900 gallons per minute.”

NOTA DO EDITOR: CLAUDERES EST…

ivanildotavares

Valeu Ivan. De fato, os italianos fizeram uma grande aquisição.

Abraços

Últimas Notícias

Russos disparam contra caças israelenses na Síria

Uma bateria de defesa antiaérea russa respondeu ao ataque israelense na sexta-feira, lançando vários mísseis A Rússia disparou pela primeira...
- Advertisement -
- Advertisement -