Home Aviação de Transporte Entregue o último KC-767A da Força Aérea Italiana

Entregue o último KC-767A da Força Aérea Italiana

530
8

A Força Aérea Italiana (Aeronautica Militare) informou na sexta-feira, 16 de março, que recebeu o último exemplar encomendado do avião de transporte e reabastecimento em voo KC-767A, entregue ao 14° Stormo de Pratica di Mare. Foi organizada uma apresentação especial da aeronave à imprensa especializada.

O KC-767A foi desenvolvido a partir da célula do Boeing 767, aeronave bastante difundida na aviação comercial. A versão italiana tem o diferencial de incorporar três pontos de reabastecimento por meio de mangueiras flexíveis tipo “sonda e cesta” (probe and drogue) e um ponto com a haste rígida do tipo  “boom”, podendo fornecer combustível, em voo, para todos os tipos de aviões existentes, sejam de caça ou de transporte.

Os sistemas computadorizados e automatizados da aeronave permitem que seja tripulada por apenas três pessoas em missões de transporte logístico e quatro para missões de reabastecimento em voo (REVO). Nessas últimas, apenas um operador é necessário em uma estação totalmente automatizada para gerenciar toda a atividade de REVO.

Segundo a Força Aérea Italiana, a aeronave é um verdeiro “multiplicador de capacidades”, e suas qualidades foram comprovadas durante a operação “Unified Protector”, no conflito da Líbia. O avião é capaz de voar em configuração mista, permitindo cumprir ao mesmo tempo missões de transporte logístico e de reabastecimento em voo. Também pode ser configurado para responder a emergências humanitárias, em operações multinacionais.

FONTE / FOTOS: Força Aérea Italiana (Aeronautica Militare)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

Pelo visto a “miní-série estilo F-X 2”, destas aeronaves, se encerrou.

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
8 anos atrás

Se for comparar o FX2 como uma “mini-série”, essa seria Os Simpsons, que está indo, se não me engano, para a 23º temporada…

Guilherme Poggio
Editor
8 anos atrás

Nem só de Airbus vive a Europa

ivanildotavares
ivanildotavares
8 anos atrás

Taí a solução para reabastecimento em voo, carga e transporte para a FAB durante muitos anos.
Agora, Nunão, o ponto extra, segundo o texto, não é para o tipo “boom”?
Pelo que eu entendi, para cesta (probe and drogue) são tres pontos distintos.
Abraços

Ivan
Ivan
8 anos atrás

Guppy, O KC-767A da Aeronautica Militare possuem 4 (quatro) pontos de reabastecimento e ainda pode ser reabastecido em vôo por outro tanque que use uma lança, com o texto que trancrevo abaixo: • Advanced fly-by-wire aerial refueling boom capable of delivering 900 gallons per minute; • Centerline hose drum unit capable of delivering 600 gallons per minute; • Wing tip air refueling pods capable of delivering 400 gallons per minute; • Universal Aerial Refueling Receptacle receives greater than 900 gallons per minute. Curiosamente sua capacidade máxima de combustíve é de 160,666 lbs ou 72.877kg., um pouco menor que a capacidade… Read more »

Ivan
Ivan
8 anos atrás

… não fechei a citação após “900 gallons per minute.”

NOTA DO EDITOR: CLAUDERES EST…

ivanildotavares
ivanildotavares
8 anos atrás

Valeu Ivan. De fato, os italianos fizeram uma grande aquisição.

Abraços