Novo sistema de controle aéreo começa a operar em Brasília

    446
    0

    Batizado de Sagitário, software aumenta a segurança e a fluidez do tráfego aéreo nacional

     

    Brasília, 27/01/12 — A segurança do tráfego aéreo nacional ficou maior. Depois de Curitiba e Recife, o novo sistema Sagitário começou a operar também, a partir desta semana, no primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I), sediado em Brasília.

    Desenvolvido pela empresa brasileira Atech, o software marca uma evolução, em termos tecnológicos, na comunicação entre controladores e pilotos e na vigilância do tráfego aéreo do país.

    O Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações de Tráfego Aéreo e Relatório de Interesse Operacional (Sagitário) surgiu para aperfeiçoar o X-4000, sistema utilizado nos centros de aproximação e de controle de área para apoiar os controladores de voo na prestação do serviço de vigilância.

    Antes do Sagitário, o X-4000 recebia e tratava dados obtidos somente a partir de varredura por radares. Depois, conjugava essas informações com os dados dos planos de voo das aeronaves e gerava a visualização das informações necessárias ao controle de tráfego aéreo.

    Com o Sagitário, o sistema fica capaz de processar dados de radares integrando-os com informações de constelações de satélites, como o GPS, o que possibilita o controle da aeronave durante toda a duração do voo.

    O novo software, além disso, permite a sobreposição de imagens meteorológicas sobre a imagem do setor controlado para acompanhar a evolução de mau tempo. E edita os planos de voo sobre o mapa do território nacional, possibilitando a inserção, remoção e reposicionamento de pontos de plano e cancelamento de operações.

    O Sagitário já opera nos Cindacta II (Curitiba) e no Cindacta III (Recife). O sistema que começou a funcionar esta semana no Cindacta I é a versão mais moderna, incluindo as atualizações aplicadas nas demais regiões.

    Cerca de R$ 9 milhões foram investidos no desenvolvimento do software. Outros R$ 15 milhões devem ser aplicados na implantação do sistema nas outras unidades de controle de tráfego, assim como para o treinamento dos operadores. O Sistema Sagitário está previsto para ser implantado no Cindacta IV (Manaus) até o final de maio.

    FOTO: CECOMSAER
    Ministério da Defesa -Assessoria de Comunicação Social

    Deixe um comentário

    avatar
      Subscribe  
    Notify of