Home Noticiário Internacional MMRCA: reunião dos concorrentes com o MD indiano nesta quinta

MMRCA: reunião dos concorrentes com o MD indiano nesta quinta

159
22

Proposta do Eurofighter Typhoon seria a de menor valor (L1), conforme informações de fontes familiares ao assunto

Segundo o livemint.com, portal de negócios indiano que tem acordo de conteúdo com o norte-americano  “The Wall Street Journal”, o Governo Indiano deverá em breve fechar o acordo sobre os novos caças a jato. Os dois concorrentes que permanecem na disputa do MMRCA (avião de combate multitarefa de porte médio), o Rafale da francesa Dassault e o Typhoon do consórcio europeu Eurofighter, deverão ser chamados para uma reunião nesta quinta-feira com o Ministério da Defesa Indiano.

A reportagem, assinada por Aman Malik, traz informações de fontes familiares com o assunto. Entre elas, a de que o Eurofighter Typhoon teria emergido como a proposta de menor valor (L1) na concorrência multibilionária que visa a aquisição de 126 caças. O portal não pôde verificar a informação de forma independente. As mesmas fontes (na condição de anonimato) disseram que os dois concorrentes deverão ser chamados pelo Ministério da Defesa na quinta-feira. Sitanshu Kar, o porta-voz do Ministério da Defesa, não quis comentar o assunto.

FONTE: Livemint.com (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Eurofighter e Armée de l’air (Força Aérea Francesa)

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
8 anos atrás

Hehehe, o Nunão foi rápido no gatilho hein? 🙂

Vader
8 anos atrás

Uma coisa é certa: parece que a hora “H” finalmente está chegando.

Para a EADS, perder o MMRCA pode não enterrar o Typhoon, mas certamente lhe causará um tremendo abalo.

Para o Rafale a coisa se inverte: ganhar o MMRCA pode não salvá-lo da faca, mas perder será certamente o seu túmulo!

A grande pergunta que fica é: será que o L1 (menor proposta) levará mesmo o MMRCA ou haverá uma “decisão política” a favor de um ou outro.

Com a palavra o dia 12 de janeiro de 2012…

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Até agora o MMRCA tem sido conduzido pelo perfil técnico.

Marcelo Martins
Marcelo Martins
8 anos atrás

Coitado dos franceses………….devem estar sem dormir a meses, só esperando o resultado dessa concorrência.

Nick
Nick
8 anos atrás

Segundo os “rumores” :mrgreen:

Rafale tem um custo operacional menor, mas custo de componentes de reposição maior (que novidade 8-] )

Typhoon : Maior ToTs, Custos de armamento Menor (que novidade de novo )

OffSets: Se tornará mais um parceiro no consórcio Eurofighter(o 5º) fornecendo componentes de reposição para os demais parceiros e clientes fora do consórcio. (Este é tipo de oferta eu gostaria de ler na proposta do Rafale para o Brasil, por exemplo, fornecendo as asas para todos os Rafales que fossem fabricados tanto aqui como na França) 😕 .

[]’s

edcreek
edcreek
8 anos atrás

Olá,

Os Indianos acabam de comprar nada mais nada menos que 500 misseis mica para apenas 60 Mirage-2000H ? O numero de misseis não bate, pelo visto o anuncio de compra dos micas denunciou o vencedor da concorrencia Indu e o vencedor não deve ser o caça da Rainha.

Apesar da torçida contra o Rafale(de alguns) que já é conheçida aqui no blog, as chances do melhor caça ganhar por lá acaba de aumentar em 90% com essa compra.

Abraços,

Nick
Nick
8 anos atrás

Caro Ed,

Já lhe ocorreu que o upgrade dos M-2k Indianos e mais a compra dos misseis MICA, pode ser um “prêmio de consolação” para os franceses? Afinal se somar os US$4.5 bilhões do MLU dos Mirages + US950 milhões dos MICA, são quase US$ 6 bilhões. Ou seja, os franceses não podem se queixar.

Continuo achando que o Typhoon vai levar lá. E o Rafale vai ganhar nos EAU. E o Brasil vai anunciar o F-18 E SH em Abril/Maio . Minhas apostas 😀

[]’s

Vader
8 anos atrás

Denunciou o vendedor caro Ed? Ou será que quis dizer que os franceses já tiveram sua parte no butim?

Cabem as duas interpretações.

Aguardemos antes de falar algo né?

Vader
8 anos atrás

A propósito: se o Rafale perder será meu primeiro erro nas previsões da mae dinah. Muito embora eu tenha também afirmado que na Índia podia dar de tudo, inclusive nada.

Grifo
Grifo
8 anos atrás

Apesar da torçida contra o Rafale(de alguns) que já é conheçida aqui no blog, as chances do melhor caça ganhar por lá acaba de aumentar em 90% com essa compra.

Caro Edcreek, a sua afirmação faz sentido, mas quando a Índia escolheu o motor F-414 para o Tejas também muita gente achou que isto indicava que o MMRCA seria o Super Hornet ou o Gripen NG.

Giordani RS
8 anos atrás

O que terminará antes?

a) O Fim do mundo?
b) O MMRCA?
c) O FX²?

edcreek
edcreek
8 anos atrás

Olá, O Teorema de Vards ia apareçer correndo : – ) já esperava isso, foi só chamar. Vamos aos numeros, como todos sabemos o misseis tem validade, que não é lá muito grande podemos revitalizar mas isso tem limite. Temos 59 Mirage-2000 e sabemos que a disponibilidade nunca é 100% como em qualquer caça, com uma simples conta teriamos algo em torno de 10-12 misseis por caça, o que me pareçe um numero exagerado mesmo para um pais em um lugar hostil, é só lembrar que cada Mirage-2000 leva 6 misseis, logo teriamos todos os caças no ar com carga… Read more »

RA5_Vigilante
RA5_Vigilante
8 anos atrás

As pessoas não deveriam torcer para o insucesso de uma empresa ou outra. Esqueceram da lei de mercado?

Se ficarem poucos fornecedores, os custos subirão ainda mais devido a falta de concorrência, e quem perde com isso são as forças aéreas e consequentemente seus países.

Deixem que os grandes briguem entre si e que haja competição nos custos também. Caso contrário nunca teremos aeronaves decentes a custos justos para nossa força aérea.

Mauricio R.
Mauricio R.
8 anos atrás

RA_5 Vigilante, Infelizmente parece que essa sua teoria não leva em consideração o “peso” do F-35 no mercado, pois nem Gripen + Gripen NG + Rafale + Typhoon + PaK-FA, serão suficientes p/ empatar a conta. E haja J-20!!! “(Este é tipo de oferta eu gostaria de ler na proposta do Rafale para o Brasil, por exemplo, fornecendo as asas para todos os Rafales que fossem fabricados tanto aqui como na França)” Não de maneira alguma, mesmo fabricar o Rafale inteirinho aqui, ainda assim seria pouco, mto pouco. A tecnologia está mto defasada, não compensa!!! Os indianos adquiriram 2 cargas… Read more »

RA5_Vigilante
RA5_Vigilante
8 anos atrás

Prezado Mauricio

Lei da oferta e da procura não é teoria minha. Se houver apenas um fornecedor, não existe barganha nem comparativo de preços, isso é básico.

Se isso acontecer, o vendedor (único) coloca o preço que quiser, e seremos obrigados a pagar. Isso vale para QUALQUER produto ou serviço.

Reclamaram que coloquei wiki outro dia então vai essa:

“Os fatores que influenciam o consumidor final a procurar um determinado produto são as necessidades em relação ao mesmo, o poder de compra, a CONCORRÊNCIA, a qualidade, a satisfação do cliente entre outros.”

*ttp://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/lei-da-oferta-e-procura/36090/

Em caso de dúvidas, consulte seu economista…

Grifo
Grifo
8 anos atrás

Senhores, empresas ruins quebram, e o seu lugar é ocupado por outras empresas mais eficientes. Esta é a “destruição criativa” que é a essência do capitalismo.

Se a Dassault eventualmente sair do mercado de caças, não faltarão empresas emergentes para ocupar o seu lugar. Chineses, coreanos, turcos, sul-africanos, quem sabe até mesmo a Embraer?

RA5_Vigilante
RA5_Vigilante
8 anos atrás

Prezado Grifo

Este de fato é um argumento válido. Tomara que sempre existam várias opções de qualidade, caso contrário estaremos em piores condições que as atuais.

Vader
8 anos atrás

Prezado Edcreek, o Ira ainda hoje diz ter estoques de AIM-9, e olha que foram comprados na década de 70. De modo que pra Índia, que vive se estranhando, e que tem uma Forca aérea desproporcional, 500 MICA não são muita coisa pra ter estocado.

juarezmartinez
juarezmartinez
8 anos atrás

Meu caro Ed! 500 misseis para quem tem 50 M 2000, e operam em uma região onde um conflito pode começar a qulquer momento não é nada de anormal, e ainda partindo do pressuposto de um a condição de mantenimento de doutrina de lançamento por parte dos pilotos, que devem efetuar aproximadamente uns 10 lançamentos reias por não, no mínimo, a quantia é razoavel.

Grande abraço

edcreek
edcreek
8 anos atrás

Olá,

Vader a força aerea Indiana não é desproporcional, tem sempre atritos com o Pakistão e está ao lado da China, logo eles tem que sim se armar, para não serem capachos dos Amerianos como gostam os Paskitaneses, ou se borrar de medo dos Chinas.

Grande juarez sempre respeito suas opiniões já que vc sabe do que fala, mas temos que lembrar que os Indus já possuem misseis em estoque, mesmo que seja de modelo diferente, toda via só tempo dirá!

Abraços, camarada!