Home Noticiário Internacional EUA vendem caças à Arábia Saudita e enviam ‘forte mensagem’ à região

EUA vendem caças à Arábia Saudita e enviam ‘forte mensagem’ à região

336
7

A venda de 84 caças F-15 americanos à Arábia Saudita envia uma “forte mensagem” à região, a de que Washington está comprometido com a segurança no Golfo, no momento em que o Irã ameaça fechar o estreito de Ormuz, disse nesta quinta-feira Andrew Shapiro, um funcionário de alto escalão do Departamento de Estado americano.
A transação, anunciada pela manhã, “vai melhorar a capacidade de dissuasão da Arábia Saudita e de defesa contra ameaças externas à sua soberania”, declarou.

“Os Estados Unidos e a Arábia Saudita assinaram um contrato (…) de fornecimento de aviões de combate avançado F-15SA à Força Aérea Real Saudita”, confirmou, depois, um dos porta-vozes de Barack Obama, Ernesto Josh, no Havaí (Pacífico), onde o presidente americano passa as festas de final de ano.

Os termos da venda já haviam sido apresentados ao Congresso no final de 2010, e não houve objeções.

“O contrato, de 29,4 bilhões de dólares, prevê a produção de 84 novos aviões e a modernização de outros 70” F-15 já utilizados por Riad, disse Josh em comunicado, elogiando as consequências “positivas” do acordo para a economia americana, inclusive com a criação de “50.000 postos de trabalho” permanentes nos Estados Unidos.

Coincidência ou não, o anúncio foi feito num momento en que cresce a tensão entre o Irã, adversário regional da Arábia Saudita na produção de petróleo, e os Estados Unidos, aliados de Riad, um de seus principais fornecedores.
Teerã fez alusão, nos últimos dias, à sua capacidade de fechar o estreito de Ormuz, por onde transitam entre um terço e 40% do comércio de petróleo mundial, em caso de novas sanções internacionais contra o país, por seu controvertido programa nuclear.

VEJA TAMBÉM:

7
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
OptimusjacubaoGiordani RSAntonio MClésio Luiz Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marine
Visitante
Marine

A noticia com certeza foi feita agora de proposito mas as negociacoes para tal venda ja vem sendo feitas a mais de um ano como todo grande contrato. Agora com relacao ao Ira e o fechamento de Hormuz, permitam-me repost um comentario feito no Naval sobro o topico: Eu passei varias vezes pelo estreito em 2003 servindo em um destacamento de protecao aos navios da Maritime Prepositioning Force indo e vindo do Kuwait. Apesar do tamanho delse ser realmente pequeno com apenas uma “pista” de navegacao para cada sentido, fecha-lo nao e tao simples assim. Do ponto de vista tatico,… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Member
Clésio Luiz

A Boeing deve agradecer até hoje pela vitória do Strike Eagle sobre o F-16XL naquela concorrência da USAF. Se não fosse por isso, a linha de produção do F-15 já teria sido fechada a 20 anos. mas parece que o condenado vai continuar a ser produzido por mais 10 anos, pelo menos. Isso levanta a questão do acerto da decisão de encerrar prematuramente a linha de produção do F-22. Me parece muito certo que Israel, Japão e Arabia Saudita comprariam as versões de exportação do Raptor, mesmo que estas fossem ligeiramente inferiores às unidades da USAF, como aconteceu com o… Read more »

Antonio M
Visitante
Member
Antonio M

Os Emirados receberão o F15 Silent Eagle ? Ou permanecerão designados F-15SA (Saudi Advanced) ?!?!?

Antonio M
Visitante
Member
Antonio M

Será que vão torcer para que algum caia em seu território e assim possam copiá-lo como farão com o drone ?!?!?!? rsrsrsrsrsr!!!!

O F5 já foi ! rsrs!!!

Giordani RS
Visitante
Member
Giordani RS

Encerra essa palhaçada de FX e adiciona +36 unidades nessa leva!!!!

jacubao
Visitante
jacubao

Esse seria o meu sonho pessoal para o Brasil.

Optimus
Visitante
Optimus

Giordani

Assino embaixo!!! Pra ontem!!!

Tbm o meu Jacuba: ver meu querido Pampa com 12 desses…

Clésio… por isso tenho a impressão que o Mirage-4000 já teria conseguido algumas importações que o Rafale não conseguiu…

Kd vez mais o mundo se divide em High/Low: quem não tem grandes problemas em vista vai optar por monotores mais baratos (F-16/Gripen/JF-17);
Mas quem precisa mesmo (em zonas quentes) vai querer Força Bruta e pagar o preço por ela – F-15, SU-30, etc.

Sds.