Home Noticiário Internacional Último Raptor deixará fábrica da Lockheed na próxima terça

Último Raptor deixará fábrica da Lockheed na próxima terça

420
0

O fim de uma era para a Lockheed em Marietta está chegando. Na próxima terça-feira o 195º e último caça F-22A Raptor sairá da linha de montagem da fábrica.

Apesar de manter sua coroa como o “caça dos caças”, o Raptor tornou-se vítima de “fogo amigo” dos falcões de Orçamento do Congresso e do Pentágono. A administração Obama deu o golpe final.

Os críticos há muito se queixam do alto custo do avião (cerca de 140 milhões dólares por avião), e muitos têm argumentado não há missão clara para o Raptor, agora que a Guerra Fria acabou. E é claro que há pouco ou nenhum papel para o Raptor na batalha contra o terrorismo. Ele não foi empregado sobre o Iraque e nem no Afeganistão.

Defensores do Raptor, por outro lado, afirmam que a China comunista tem uma mentalidade expansionista e está construindo um exército enorme. Eles também lembram que a China e a Rússia possuem agora projetos de aviões furtivos como o Raptor.

A Lockheed ganhou o contrato para construir o F-22 em abril de 1991 após uma árdua disputa de cinco anos. Um título muito grande em cima da página do The Marietta Daily Journal do dia seguinte da vitória anunciava, “nós vencemos!” A primeira página inteira, e mais da primeira seção do jornal, foram dedicados a cobertura do anúncio.

O primeiro vôo do F-22 ocorreu em 07 setembro de 1997, uma manhã de domingo. No comando o piloto de teste Paul Metz.

Blackwell, na época vice-presidente da Lockheed, continua a ser um árduo defensor do avião que ele ajudou a nascer. “O F-22 não tem apenas uma aeronave da Guerra Fria”, argumenta ele. “Sim, ele pode abater qualquer inimigo no céu, mas também foi projetado para destruir mísseis SAM”, tornando os céus seguros para os aviões dos EUA.

Inicialmente a Lockheed esperava construir mais de 1.400 Raptors, mas a Marinha retirou-se do programa pouco tempo depois da assinatura do contrato. Ao longo do seu desenvolvimento as encomendas foram sistematicamente reduzidas e a empresa foi proibida de realizar vendas no exterior para compensar a diferença.

Embora os dois protótipos do YF-22 tenham sido montados em Palmdale (Califórnia) na década de 1980, todos os Raptors de teste, pré-produção e aeronaves de produção foram construídos em Marietta.

FONTE: The Marietta Daily Journal

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Poder Aéreo

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments