segunda-feira, julho 4, 2022

Gripen para o Brasil

Array

Suíça escolheu Gripen C/D ou NG?

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Um documento em pdf divulgado pelo DDPS (Departamento Federal de Defesa, Proteção Civil e Esporte da Suíça) juntamente com a nota oficial sobre a escolha do Gripen como novo caça suíço, mostra nos dados técnicos do caça da Saab a motorização com um General Electric F414G.

Trata-se do motor utilizado no demonstrador NG, que testa as tecnologias das futuras versões do Gripen.

Para resolver essa dúvida, entramos em contato com a assessoria de imprensa da Saab no Brasil, que contactou a Saab na Suécia e nos repassou a seguinte informação: a escolha da versão (C/D ou E/F, que é a futura versão do caça cujas características vem sendo testadas no demonstrador NG) será um dos temas da negociação que ocorrerá nos próximos mesesClique aqui para ver a tradução da nota oficial da Suíça sobre a escolha do Gripen, e que menciona no texto essa negociação.

Você pode acessar o pdf completo com as características técnicas dos três competidores clicando aqui. Na foto abaixo, pode ser vista claramente a principal diferença externa entre um Gripen D e o demonstrador do NG, que é o trem de pouso. A mudança de posição desse equipamento, que deixou de recolher na fuselagem e passou para naceles nas raízes das asas, liberou espaço interno para o aumento da capacidade de combustível e também permitiu a provisão, sob a fuselagem, de mais dois pilones para armamento.

- Advertisement -

15 Comments

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nick

Com certeza é o Gripen NG, vulgo Gripen E/F, vulgo evolução MS-21.

O que aconteceu, na minha opinião: Inicialmente foi oferecido a versão C/D, mas os atrasos permitiram à SAAB oferecer o Gripen NG a tempo.

As especificações e o desenho do Gripen representam a versão apresentada para o Brasil no FX-2. E mais, não faz sentido comprar um Gripen C/D com motor GE-414 G que exige modificações que já foram feitas no Gripen Demo, que é a base do Gripen NG.

[]’s

Luiz Padilha

Aposto todas as minhas fichas que a venda foi do modelo E/F ou seja, o NG.
Primeiro pela motorização, segundo porque a Suissa não iria comprar 22 caças 0Km que não sejam justamente o mais moderno que a SAAB tem a oferecer.
Mas posso estar errado( duvido muito).
Enfim, parabéns a SAAB por mais esta VITÓRIA.

Acorda Brasil!!!!

Marcelo

será que não seria mais interessante um Gripen C/D, que usa o mesmo motor dos F-18s, mas com radar (AESA) e IRST do NG? A não ser que essa eletrônica adicional necessite de carga elétrica que o motor antigo não consiga gerar…

A Suiça não precisaria, a princípio, do alcance adicional do NG.

Clésio Luiz

Interessante que essas fichasdão o baixo valor de 200m/s de razão de subida para o Gripen e o Typhoon. Isso contradiz outras fontes e é um valor muito inferior aos outros caças de 4ª geração.

Vader

E mais essa… a Suíça pode se tornar assim a primeira compradora do Gripen E/F “Next Generation”… Como disseram acima: ACORDA BRASIL!!! O cavalo só passa selado pela porta uma vez!!! Senhores, apesar do F-404 com as modificações da Volvo ser um excelente motor, já é um projeto um tanto vetusto, menos eficiente e econômico, e que tem EXATAMENTE as mesmas dimensões de sua evolução, a F-414, a saber (dados da wikipedia): F-404: Comprimento: 154 polegadas (3.912 mm) Diâmetro: 35 polegadas (889 mm) Peso “seco”: 2.282 libras (1.036 kg) F-414: Comprimento: 154 polegadas (3.912 mm) Diâmetro: 35 polegadas (889 mm)… Read more »

Vader

De fato Nunão, obrigado pela correção. Por isso que quis dizer que na fuselagem, parte que acomoda o motor, seja ele o F-404 ou o F-414, não há mudanças muito drásticas a serem implementadas.

Vader

Ah sim, uma frase que bolei agora, que é emblemática:

Adquirir o Gripen é uma opção. Não adquirir o Rafale é uma opção lógica. 🙂

Rogério

Mais uma venda certa do Rafale, que não da certo, no mais sem novidade alguma, tb não creio que o Rafale ganhe na India nem nos EAU, acorda Brasil, Gripen é a melhor escolhaaaaaa.

[]s

ricardo_recife

Não vejo muita lógica a Suíça ir de C/D. O Gripen que foi vendido foi o E/F (ex-NG). É uma grande e natural evolução de um projeto bem sucedido. Já exportado para África do Sul e Tailândia. Acho que tem muita gente tão desesperada para detonar a notícia e continuar a falar mal do Gripen E/F que continuam dizendo que ele é um avião de papel, AutoCAD e outra basbaquices. O novo caça suíço é o E/F para desespero daqueles que nunca viram a JACA vender. O novo Gripen tem motor mais potente, maior raio de ação, novo radar, etc…… Read more »

Vader

Na verdade a Aviation Week já confirmou que o caça adquirido é o Gripen E/F “NG”.

E com os offsets de 100% exigidos pode-se dizer que o Gripen NG para a Suíça saiu no máximo a US$ 75 milhões de dólares a unidade. Isso se não estiverem incluídos o treinamento dos pilotos (já confirmado), os equipamentos de manutenção, bancadas de testes, manuais, integração e customização de sistemas, treinamento das equipagens de solo, etc, além dos necessários “spare parts”

Alguém precisa avisar pras rafaletes que lugar de arrancar as calças e rasgar a calcinha é motel, rsrsrsrs… 🙂

Sds.

Grifo

Senhores, ao que eu saiba na oferta apresentada à Suíca deve constar obrigatoriamente produtos em operação, ou seja o Gripen C/D. No entanto não é segredo que o que a SAAB quer vender mesmo é o NG, e agora na negociação do contrato acredito que a SAAB vai apresentar a possibilidade da encomenda ser pela nova versão. Vai depender da Força Aérea Suíca achar as condições atraentes e ir de NG, ou não é ir de C/D. Pessoalmente acredito que a Suíca irá escolher a versão NG e acho que informalmente esta possibilidade de upgrade pesou na decisão política da… Read more »

DrCockroach

A Dassault, mau perdedora, em nota diz que ganhou o “aviao de papel”, portanto NG. Se for realmente NG, isto darah uma dinamica completamente diferente as negociacoes com o Brasil: – O governo Sueco irah comprar imediatamente os NG (era previsto p/ 2018 caso nao houvessem compradores externos); – O Brasil poderah participar do pacote? A SAAB pode levar novas informacoes ao governo brasileiro; – Esta venda representa ao equivalente a 66% da possivel venda ao Brasil, isto tem implicacoes p/ a estrategia da SAAB/Suecia? A Suica nunca havia sido mencionada no orcamento aprovado pelo Parlamento Sueco (O Brasil foi)… Read more »

Grifo

Senhores, fazendo uma correção aqui. Ao que parece a Suíça comprou foi realmente o Gripen NG, com a nova motorização e a nova eletrônica (radar AESA, IRST, etc.). Obviamente a configuração final será definida na elaboração do contrato.

Interessante este mês ver que os riquíssimos Emirados Árabes acham o Rafale muito caro, e a conservadora Suíça acha aceitável o risco de entrar no desenvolvimento to Gripen NGl. Hora de muita gente repensar os seus conceitos.

Últimas Notícias

FAB intercepta aeronave carregada com 500 kg de drogas

Atuação da Força Aérea tem como objetivo defender o espaço aéreo e proteger as fronteiras do país A Força Aérea...
- Advertisement -
- Advertisement -