Home Sistemas de Armas Tempo para completar 360 graus: Tejas, Raptor, Eurofighter e Gripen

Tempo para completar 360 graus: Tejas, Raptor, Eurofighter e Gripen

511
14

O tempo é aproximado e a altitude é baixa, mas dá para dar uma ideia da performance das aeronaves.

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RA5_Vigilante
RA5_Vigilante
8 anos atrás
Clésio Luiz
Clésio Luiz
8 anos atrás

Eu pensava que era só eu que prestava atenção nessas coisas. Interessante notar que o tempo para o Rafale é o mesmo do Gripen, 17 segundos. O F-16 na maioria dos vídeos que eu vi fazia no mesmo tempo do F-22 20 segundos. Porem, em pelo menos um vídeo, que eu fiz questão de pegar porque foi exceção, um F-16C da USAF completou em 18 segundos. E o Super Hornet é bem pior, 23 segundos. Se eu não estou enganado, a família Flanker faz o 360 na faixa do Gripen também, 17-18 segundos. O Mirage 2000 eu vi fazendo em… Read more »

Roberto F Santana
Roberto F Santana
8 anos atrás

O Tejas foi mediocre.
Impressionantes foram o Eurofighter e o Gripen.
Ja o F-22, deu a impressao de que fez os 360 em menor raio e incrivelmente ele sai do circulo desgastante com muita energia e sobe como um foguete, nao e qualquer um que faz isso.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
8 anos atrás

Interessante notar que, apesar de possuir vetoração de empuxo, maior relação peso-potência e menor carga alar que o F-16, o F-22 ainda demora mais para completar o 360°. Eu acho que isso tem a ver com o emprego de uma asa delta, como no Tejas e no Mirage-2000.

Sim, os eurocanards também tem asa delta, mas o canard é um controle aerodinâmico que só ajuda na sustentação, ao contrário do estabilizador tradicional. Por isso, o Raptor sangra mais energia do que os europeus.

Lyw
Lyw
8 anos atrás

Bom, sei que aqui tem uma galera ligada então, alguém sabe o tempo do J-10 e do JF17 ? Ah e claro, o do F-5!

Vader
8 anos atrás

Esse tipo de medição é uma besteira total, pois não indica a velocidade, altitude e parâmetros atmosféricos de cada um dos sobrevôos. Nota-se no vídeo por exemplo que o F-22 deu uma “segurada” um bom tempo em linha reta após a primeira curva, e nada denota que tenha utilizado sua vetoração de empuxo, por exemplo…

Teoricamente uma aeronave menor teria alguma vantagem, mas isso é apenas teórico.

Sds.

Justin Case
Justin Case
8 anos atrás

Amigos, boa noite. É interessante o trabalho realizado de registrar o tempo utilizado pelas aeronaves para completar 180º. Dos resultados apresentados, é possível identificar a razão de curva (“turn rate”) média, em graus por segundo, obtidos pelas aeronaves na situação específica de cada apresentação. Mas há muito que analisar antes de chegar a conclusões: A máxima “turn rate” (em graus por segundo) possível para uma aeronave é obtida na chamada “corner speed”, que é também a menor velocidade em que se pode alcançar o máximo G autorizado. Observações sobre a “corner speed”: – depende do nível de voo, – depende… Read more »

Roberto F Santana
Roberto F Santana
8 anos atrás

Caros amigos,
E claro que o timming da apresentacao foi feito por espectador entusiasta, nao sao numeros oficiais.
Essas curvas de 360 graus apenas razoes de curvas sustentadas.
Qualquer caca da decada de setenta faz esses giros em menos de quinze ou dezesseis segundos, um Phatom fazia isso em menos de quinze segundos e um Kfir, acho ate que fazia em menos de dez segundos.
Uma dica para quem se interessar,
Coloque no Google qualquer coisa assim,
F-16, F-15 the best sustained turn rate, etc.
Na web encontrarao os valores da maioria dos cacas.

Roberto F Santana
Roberto F Santana
8 anos atrás

P.S.Nao confundir com razao de curva instantanea, esta sim pode matar!

Roberto F Santana
Roberto F Santana
8 anos atrás

Prezado Justin,
Voce esta dando o conceito de curva instantanea, o que nao e o caso.
Como eu disse essas apresentacoes sao usadas curvas sustentadas.
Se um F-22 for fazer curvas instantaneas naquele lugar, nao iria ficar uma so pessoa em pe na plateia!

Justin Case
Justin Case
8 anos atrás

Pois é, Roberto.

Foi exatamente isso que eu quis dizer com “– efetuar a manobra com velocidade constante: na “corner speed” (com o máximo de G permitido operacionalmente (sem excesso de G); ou na “sustained rate” (Specific Excess Power Ps=0), caso a aeronave não tenha capacidade de manter a “corner speed” no nivel considerado.

É a máxima razão de curva sustentada.

Desculpe. Há modos mais simples de dizer as coisas, mas raramente consigo.

Abraço,

Justin

Clésio Luiz
Clésio Luiz
8 anos atrás

@Roberto F Santana

Acho que os tempos que você deu para o Phantom e o Kfir estão errados. Um Phantom fazer um 360 em 15 segundos significa 24°s de taxa de curva sustentada. Isso é maior que a curva instantânea do F-16…

Roberto F Santana
Roberto F Santana
8 anos atrás

Prezado Clesio,
Obrigado poela correcao.
Na minha ansia em desabilitar o espectador, acabei trocando as medidas.
Eu quis dizer que Phantom provavelmente faz uns 15 graus a cada um segundo, o que daria um circulo de 360 em “longos” 24 segundos, que droga hein?

Almeida
Almeida
8 anos atrás

F-16 vs. F-4:

comment image

Sem mais comentários.