domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Novos caças: a expectativa é de decisões até o final do ano…

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

…na Suíça, na Índia e no Japão

Ainda que o programa de modernização de caças dos Emirados Árabes Unidos (EAU) tenha desviado novamente rumo à incerteza, está se tornando cada vez mais aparente que, no mês que vem, poderemos ver uma nada usual chuva de anúncios de grandes programas: na Suíça, Japão, Índia e também no Golfo Pérsico.

Diversas disputas para a aquisição de caças deverão chegar ao fim, e a da Suíça deverá ser a primeira. Até a metade de dezembro, espera-se que o Governo Suíço anuncie o vencedor do seu programa de substituição do F-5, de acordo com diversas fontes da indústria. A disputa envolve o Rafale da francesa Dassault, o Typhoon do consórcio europeu Eurofighter e o Gripen da sueca Saab.

Também está pendente a seleção final do Governo do Japão, a ser feita entre o Typhoon e os  Boeing F/A-18E/F e Lockheed Martin F-35 Joint Strike Fighter dos EUA. A decisão é esperada para meados de dezembro.

Outro contrato que pode ser concedido antes do final do ano é o da disputa indiana do MMRCA (Medium Multirole Combat Aircraft – avião de combate multitarefa de porte médio). O Rafale e o Typhoon são os finalistas. Entre todas as competições, a do MMRCA é a que envolve o maior número de aeronaves, com uma aquisição mínima de 126 caças, conforme as expectativas.

Porém, uma autoridade do governo advertiu que a decisão final da Índia poderia ser esticada para 2012, devido ao fato de que o preço dos dois competidores é muito similar – assim, os pacotes de participação industrial dos dois estão sendo analisados em detalhe.

O que pode surpreender é o que os Emirados farão. Autoridades francesas dizem que ainda esperam garantir a primeira venda de exportação para o Rafale neste ano com os Emirados. Isso mesmo com a decisão dos EAU de requisitar um RFP (request for proposals – pedido de proposta) ao Governo Britânico para conseguir mais dados sobre o Typhoon.

Autoridades do Reino Unido acreditam que os Estados Unidos também receberam pedidos de proposta (RFP) para o  F/A-18E/F e talvez para o F-15, apesar das autoridades norte-americanas não confirmarem até o momento.

Ainda assim, Dennis Muilenburg, presidente e CEO da Boeing Defense, Space and Security, disse que o Governo dos EUA providenciou briefings do F-15 e do F/A-18E/F para os Emirados neste ano, em apoio a uma potencial venda. “Nos sentimos gratos por ter a oportunidade de competir”, acrescenta Muilenburg.

FONTE: Aviation Week (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias

Finlândia deve escolher jatos F-35 na concorrência de US$ 11 bilhões

A Finlândia deve escolher os caças F-35 da Lockheed Martin Corp. em sua licitação de 10 bilhões de euros...
- Advertisement -
- Advertisement -