O Ministério dos Transportes da Rússia propôs um corte de dois anos no tempo de treinamento dos pilotos civis russos. O tempo de formação dos pilotos cairia de cinco para três anos, informou uma fonte do ministério na última quarta-feira ao periódico russo RIA Novosti.

O setor aéreo na Rússia enfrenta falta de pessoal qualificado, incluindo pilotos. O CEO da Aeroflot, Vitaly Savelyev, disse em setembro que a companhia aérea atualmente requer outros dois anos de treinamento após o completar os cinco anos obrigatórios.

FONTE: Ria Novosti

Tags: ,

Quem é Guilherme Poggio

Veja os posts de Guilherme Poggio
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Sem comentários ainda.

Deixe um Comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Esquadrilha da Fumaça faz primeira demonstração pública com A-29 Super Tucano

Apresentação foi realizada na manhã desta sexta-feira (03/07) durante cerimônia na AFA – O Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), também […]

Caças Typhoon, Hurricane e Spitfire voarão nas comemorações dos 75 anos da Batalha da Inglaterra

Passagens das aeronaves, incluindo Typhoon com camuflagem que remete aos caças de 1940, estão programadas para 10 de julho sobre […]

Aviões russos lançaram flares para afugentar interceptadores suecos

Lançamentos ocorreram duas vezes no ano passado, quando jatos Gripen voavam próximos aos aviões russos interceptados. Um dos flares chegou perto de atingir […]

Fotos: caças Hornet e Super Hornet australianos voando juntos sobre o Iraque

Em abril, os caças F/A-18F Super Hornet do Esquadrão No.1 da Força Aérea Real Australiana (RAAF), que cumpriam missões sobre […]

F-35B rumo à IOC: aeronave modificada passa por testes

Mudanças relacionam-se à capacidade de decolagens curtas e pousos verticais de dois jatos do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, […]

Gripen E para a Suécia: Saab recebe encomenda de peças sobressalentes

Pedido equivalente a 30 milhões de dólares deverá ser entregue junto com os primeiros dos 60 caças Gripen E encomendados pela Suécia à […]