O Ministério dos Transportes da Rússia propôs um corte de dois anos no tempo de treinamento dos pilotos civis russos. O tempo de formação dos pilotos cairia de cinco para três anos, informou uma fonte do ministério na última quarta-feira ao periódico russo RIA Novosti.

O setor aéreo na Rússia enfrenta falta de pessoal qualificado, incluindo pilotos. O CEO da Aeroflot, Vitaly Savelyev, disse em setembro que a companhia aérea atualmente requer outros dois anos de treinamento após o completar os cinco anos obrigatórios.

FONTE: Ria Novosti

Tags: ,

Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

No comments yet.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Saab divulga resultados e diz que negociações do Gripen no Brasil estão ‘nos trilhos’

Empresa sueca apresentou os resultados do período janeiro-setembro de 2014, e espera para o futuro próximo um acordo com o […]

Legacy 500 da Embraer recebeu certificação da FAA

Em nota à imprensa, a Embraer informou que seu jato executivo Legacy 500 recebeu em 21 de outubro a certificação da FAA (Federal […]

Thales tem novo vice-presidente para a América Latina

Em nota divulgada à imprensa, a Thales anunciou que Ruben Lazo assumiu em 21 de outubro a posição de vice-presidente para a […]

Boeing divulgou fortes resultados no terceiro trimestre

Receitas cresceram  7% para US$23,8 bilhões, refletindo aumento nas entregas, e empresa elevou previsões de lucro por ação para 2014 […]

23 de Outubro – Dia do Aviador

No dia 23 de outubro de 1906, o “14 BIS” foi o primeiro avião mais pesado que o ar a […]

Baixe 7 edições da revista Forças de Defesa e doe quanto quiser

Agora você poderá baixar para o seu computador, tablet ou smartphone as melhores reportagens da nossa revista impressa Forças de […]