O Ministério dos Transportes da Rússia propôs um corte de dois anos no tempo de treinamento dos pilotos civis russos. O tempo de formação dos pilotos cairia de cinco para três anos, informou uma fonte do ministério na última quarta-feira ao periódico russo RIA Novosti.

O setor aéreo na Rússia enfrenta falta de pessoal qualificado, incluindo pilotos. O CEO da Aeroflot, Vitaly Savelyev, disse em setembro que a companhia aérea atualmente requer outros dois anos de treinamento após o completar os cinco anos obrigatórios.

FONTE: Ria Novosti

Tags: ,

Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

No comments yet.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

CBERS-4 será lançado em dezembro

Novo satélite sino-brasileiro de observação da terra está sendo montado na China e será lançado com um ano de antecedência, […]

Thales apresenta sucessor do casulo Damoclès

A Thales Optronique revelou o sucessor do casulo de designação de alvos Damoclès na véspera do show de Farnborough. O […]

Reserve seu exemplar do livro ‘Venturas, Aventuras e Desventuras – Tomo I’, antes que acabe!

Reserve seu exemplar do livro Venturas, Aventuras e Desventuras – Tomo I, de Gustavo Adolfo Franco Ferreira. Restam poucos exemplares! Abaixo […]

Último P-3AM da FAB, matrícula 7206, já pousou no Brasil

Em mais um furo do Poder Aéreo, publicamos as fotos da chegada a Salvador-BA nesta tarde do último P-3AM da […]

FAB recebe hoje o último avião de patrulha P-3AM Orion

A Força Aérea Brasileira recebe hoje o P-3AM matrícula 7206 modernizado pela Airbus Military. A aeronave pousará em Salvador-BA e […]

Comandante da FACh voou treinador M-345 em Farnborough

Visita ao Reino Unido incluiu, além do voo no jato da Aermacchi, conferência sobre Poder Aéreo em Londres com comandantes […]