O Ministério dos Transportes da Rússia propôs um corte de dois anos no tempo de treinamento dos pilotos civis russos. O tempo de formação dos pilotos cairia de cinco para três anos, informou uma fonte do ministério na última quarta-feira ao periódico russo RIA Novosti.

O setor aéreo na Rússia enfrenta falta de pessoal qualificado, incluindo pilotos. O CEO da Aeroflot, Vitaly Savelyev, disse em setembro que a companhia aérea atualmente requer outros dois anos de treinamento após o completar os cinco anos obrigatórios.

FONTE: Ria Novosti

Tags: ,

Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

No comments yet.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Caças Gripen tchecos estão operando na Islândia

Desde 10 de outubro, caças Gripen da Força Aérea da República Tcheca foram desdobrados para a Islândia, e desde a […]

Salitre 2014: exercício é encerrado com foco em lições aprendidas

Treinamento realizado no Chile contou com a participação de caças da FAB (Força Aérea Brasileira). O exercício Salitre 2014 foi […]

Caças Rafale franceses atacam veículos do EI no Iraque

Ataque a duas pick-ups do Estado Islâmico, em apoio a tropas iraquianas em Tikrit, foi realizado por dois caças Rafale franceses em […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]

Embraer produz primeira peça para os E-Jets E2, em Portugal

Em nota, a Embraer divulgou a notícia de que realizou nesta sexta-feira (17 de outubro), a produção da primeira peça […]

Caças F-5EM no exercício Salitre 2014: 95% de disponibilidade

Foram realizadas mais de 30 missões de combate simulado no Chile – Os quatro caças F-5EM da Força Aérea Brasileira […]