O Ministério dos Transportes da Rússia propôs um corte de dois anos no tempo de treinamento dos pilotos civis russos. O tempo de formação dos pilotos cairia de cinco para três anos, informou uma fonte do ministério na última quarta-feira ao periódico russo RIA Novosti.

O setor aéreo na Rússia enfrenta falta de pessoal qualificado, incluindo pilotos. O CEO da Aeroflot, Vitaly Savelyev, disse em setembro que a companhia aérea atualmente requer outros dois anos de treinamento após o completar os cinco anos obrigatórios.

FONTE: Ria Novosti

Tags: ,

Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

No comments yet.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Quem derrubou o Boeing 777 da Malaysia Airlines?

As autoridades americanas suspeitam que sistemas de defesa aérea ar-superfície SA-11 ou SA-20, ambos de origem russa, seriam responsáveis pelo […]

Como os EUA souberam que o voo MH17 foi abatido

Uma família de satélites norte-americanso conhecida como o Sistema Infravermelho Baseado no Espaço, ou SBIRS em inglês, foi provavelmente a […]

Caças Mirage 2000 franceses, operando na Polônia, interceptaram aviões russos em dois dias seguidos

Na terça-feira, 15 de julho, o Ministério da Defesa da França divulgou nota sobre interceptações de aviões russos realizadas em […]

Rafale na Índia: nova reunião para negociações finais do contrato

Novos encontros de negociação foram marcados para os dias 17,18 e 19 de julho, na Índia, e mais de 50% […]

Inteligência dos EUA confirma que míssil abateu avião na Ucrânia

Agências de inteligência dos Estados Unidos confirmaram nesta quinta-feira (17) que o voo MH17, da Malaysian Airlines, foi abatido por […]

707 da Varig quase foi abatido sobre zona de conflito em 1982

Na Guerra das Malvinas, em 1982, a Fuerza Aerea Argentina (FAA) possuia 3 jatos Boeing 707. Embora operassem como aviões […]