O Ministério dos Transportes da Rússia propôs um corte de dois anos no tempo de treinamento dos pilotos civis russos. O tempo de formação dos pilotos cairia de cinco para três anos, informou uma fonte do ministério na última quarta-feira ao periódico russo RIA Novosti.

O setor aéreo na Rússia enfrenta falta de pessoal qualificado, incluindo pilotos. O CEO da Aeroflot, Vitaly Savelyev, disse em setembro que a companhia aérea atualmente requer outros dois anos de treinamento após o completar os cinco anos obrigatórios.

FONTE: Ria Novosti

Tags: ,

Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

No comments yet.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Inbra inicia seleção para a produção do caça Gripen NG

Soraia Abreu Pedrozo Do Diário do Grande ABC O Grupo InbraFiltro, de Mauá, parceiro da Saab para a produção de […]

Revista Asas: FAB deve receber oito JAS-39C/D Gripen em janeiro de 2016

Fontes ouvidas pela reportagem de ASAS afirmaram que dois capitães, pertencentes ao 1º Grupo de Aviação de Caça e ao […]

Departamento de Defesa da Suíça nega notícias sobre venda de F-5 ao Uruguai

  Decisões sobre a retirada de serviço e destino dos jatos, além de outros equipamentos militares, terão que ser tomadas […]

VÍDEO: Exercício Cruzex V, em 2010

Em 2010, o Poder Aéreo participou da cobertura do exercício aéreo multinacional Cruzex V, em Natal-RN. Abaixo você poderá assistir […]

Otan intercepta um grande número de aviões russos voando perto do espaço aéreo europeu

Nesta quarta-feira a OTAN informou ter interceptado um grande número de aviões russos voando perto do espaço aéreo europeu nos últimos […]

Israel deverá fazer sua segunda encomenda de F-35

Possível pedido de mais 25 aeronaves, elevando encomendas israelenses para 44 exemplares, se soma a outra boa notícia da semana, […]