sábado, setembro 25, 2021

Gripen para o Brasil

Mais 14 Chinook para a RAF

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A Boeing recebeu um contrato de 1,64 bilhão de dólares (1 bilhãode libras) do Ministério da Defesa britânico (MOD) para fornecer 14 novos helicópteros CH-47 Chinook e apoio para os primeiros cinco anos para a Royal Air Force (RAF).

O novo CH-47 Mk-6 Chinook faz parte da visão do MOD para modernizar sua estrutura de força de helicópteros, além de ampliar a frota da RAF para 60 Chinooks.

“A partir de Ilhas Falkland para o Iraque e Afeganistão, a RAF operou Chinooks magnificamente por muitos anos nos ambientes mais exigentes”, disse Secretário de Estado da Defesa Liam Fox. “Esses helicópteros vão melhorar significativamente a nossa capacidade de cargas pesadas helitransportadas. Essa frota irá apoiar as nossas tropas de linha de frente nas operações atuais e nas próximas décadas.”

As novas aeronaves serão produzidas nas instalações da Boeing em Township Ridley, perto da Filadélfia e estão programadas para entrega a partir de 2013 até 2015.

A versão Mk-6 do Chinook tem uma nova estrutura usinada e conta com aviônicos específicos para o Reino Unido, FLIR e guincho lateral de salvamento. Os novos helicópteros serão compatíveis com a frota existente de Chinook Reino Unido.

“O desempenho do Chinook no Afeganistão e no Iraque, e em esforços humanitários ao redor do mundo, demonstra a sua capacidade única para atender às diversas exigências da RAF”, disse Leanne Caret, vice-presidente da Boeing para o programa H-47. “Estamos empenhados em continuar a fornecer os recursos avançados que as exigências do Reino Unido.”

FONTE: Boeing Defense.

- Advertisement -

12 Comments

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marine

Por esse preco la se vai meu sonho de ver o Brasil com uma unidade deles, $1.6 bilhao por esquadrao nao e mole nao!

Bem, as vezes se fosse para a PF haveria verba. Hehehehehe

tplayer

Realmente Marine, mas vale cada centavo.

Seria ótimo para nossa força no especto de “combate” assim como nas funções secundarias como apoio a vítimas de desastres naturais.

Vader

Ora, ora, ora… mas a antiamericanalha não acusava os EUA de “negar tecnologia dos Chinook” para a GB???

Com que então eles não apenas estão voando, mas os britânicos ainda querem mais???

Nossa, são burros esses ingleses hein??? 🙂

Esse é ao mesmo tempo o melhor e o maior helicóptero de transporte/carga do mundo. E até a Argentina sabe o quanto é importante dispor de um meio desses para as suas FFAAs.

eraldocalheiros

Não precisava desta quantidade, apenas meia duzia ja nos satisfazia.Contudo fazer o que! precisamos mas não temos a capacidade de adquiri-lo. Ah isso
pq os caras tão falidos em. RSSSSSSSSSSS.e se num tivesse.

Luis

O maior helicóptero de transporte/carga do mundo é o russo Mi-26 Halo.

O EB e a FAB precisam de Chinooks, além de mais Blackhawks (ao invés dos Super Cougars).

Marine

Vader vou descordar de voce. O melhor helicoptero pesado de transporte do mundo e o CH-53K, ainda mais se disser “Marines” ao lado 😉

Joker

Marine o Vader colocou o Chinook como pesado porque ao contexto Sulamericano o mesmo entraria nessa categoria. Se não me falha a memoria helis pesados na AS acho que são os Chinook(estocados) Argentinos e o Mi-26 Peruanos e Venezuelanos – nações “amazonicas” -, mas posso estar enganado.

Vader

Marine: eu falava de um heli que dá pra gente comprar: por US$ 130 milhões a unidade o CH-53 é carta fora do baralho.

Luis, tem razão quanto ao tamanho e capacidade de carga. Mas o Chinook tem ao mesmo tempo maior alcance, velocidade máxima e teto operacional, além de ser provido de 2 hélices em tandem, o que lhe provê maior estabilidade e sobrevivência a acidentes/ataques.

Enfim, qualquer um dos dois serviria muito bem às nossas FFAAs. Já passou da época de pensarmos na aquisição de um heli pesado destes.

Abraços.

edcreek

OLá,

Sem duvida o Chinook seria um aquisição e tanto, porém compramos recentemente uma quantidade boa de ECs que devem quebrar um galho, além de trazer novidades em conheçimentos para as empresas nacionais, nas atuais circunstancias vamos de ECs o que não é nada mal, sendo o preço o unico questionamento real.

Abraços,

Joker

Por mais que a compra dos Caracal (alguns preferem uma denominação de cerveja escura) seja muito bem vinda ante as nossas necessidades de helitransporte – apesar de pessoalmente preferir outro vetor, o Chinook é de uma categoria superior (carga paga).

edcreek

Olá,

Concordo plenamento Joker, o Chinook é de outra categoria e principalmente outro preço, e precisaria passar pelo congresso Americano a aprovação, mas por se tratar de carga não vejo problemas.

No fim acredito que os ECs valerão a pena, com o desenvolvimento local de um Heli, quem viver verá…..

Abraços,

Mauricio R.

Não há “desenvolvimento local” algum nos EC, como aliás em nenhum outro produto “Helibrás”, oooppppsssss Eurocopter, pois isto já ocorreu na França.
Pode ter ocorrido na China PRC, mas lá se não for por bem vai pela engenharia reversa, na Índia ou na Coréia do Sul, que aliás deveria nos servir de exemplo, mas no Brasil é somente montagem de kit e reserva de mercado mesmo; nada mais.

Últimas Notícias

USAF seleciona o turbofan F130 da Rolls-Royce para o programa de remotorização do bombardeiro B-52

A Força Aérea dos EUA anunciou em 24 de setembro que deu à Rolls-Royce um contrato de US$ 500...
- Advertisement -
- Advertisement -