Depois de fazer uma vasta pesquisa de mercado em todo o Brasil, o presidente mundial da fabricante de aviões Rekkof Aircraft, Jaap Jacobson, e o presidente da empresa no Brasil, Paulo Almada, manifestaram intenção de instalar uma unidade industrial da empresa em Goiás.

Ontem, no Palácio das Esmeraldas, eles assinaram com o governador Marconi Perillo um protocolo de intenções para a instalação da unidade para a montagem de aviões comerciais em Anápolis.

A empresa pretende investir R$ 1,23 bilhão e gerar 1,8 mil empregos diretos para produzir aeronaves de pequeno, médio e grande portes no Estado. A Rekkof Aircraft é uma empresa holandesa dedicada à reiniciar a produção de versões melhoradas dos jatos regionais Fokker F70 e Fokker F100 após sua produção ter sido encerrada quando a Fokker foi declarada falida, em 1996.

Para o executivo, o Brasil, por vocação, merece mais fábricas de aviões, embora tenha uma grande empresa como a Embraer. “Cremos e acreditamos em Goiás”, enfatizou Almada, ao ressaltar que tudo aquilo que a Rekkof buscou no Brasil para se expandir “encontrou em Goiás.”

A assinatura do documento ocorreu no Palácio das Esmeraldas, durante reunião com a presença de todo o secretariado, do prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, e do senador Cyro Miranda, que no mês passado visitou a sede da empresa, na Holanda.

O governador Marconi Perillo disse que o Estado dará todo o suporte para a instalação da empresa de aeronaves em Goiás.A previsão é de que o processo de implantação da unidade tenha duas fases. A primeira, destinada à produção de peças e, a segunda, à fabricação das aeronaves. A partir de 2013 seriam montadas 60 aeronaves e no ano seguinte, seriam 160.

FONTE: Jornal O Popular

LEIA TAMBÉM:

Tags: , , , ,

Quem é Samuel B. Pysklyvicz "Jaguar"

Veja os posts de Samuel B. Pysklyvicz "Jaguar"
Fotógrafo e Analista de Redes Sociais do Grupo Aeronaval Comunicação (Forças de Defesa- Poder Aéreo). É nas horas vagas e spotter e ouvinte de controle aéreo (App) de aviação civil e militar.

7 Comentários para “Rekkof construirá fábrica em Anápolis”

  1. Jaguar 16 de março de 2011 at 20:35 #

    Será bem Vinda uma Fabrica de Aviões em Goiás

  2. Yluss 16 de março de 2011 at 22:42 #

    Sinceramente, estou muito surpreso com a notícia, não apenas pelo fato de que eu nem sabia que existia um núcleo tentando reiniciar a experiência da Fokker, mas especialmente pelo fato de escolherem o Brasil para tal empreendimento. Deve ter mais coisa que não sabemos e que oportunamente virá à tona.

    Alguém mais reparou que o nome da empresa é Fokker ao contrário?

    FOKKER = REKKOF 😀

    Sds

  3. Mauricio R. 17 de março de 2011 at 7:37 #

    Além daquele antro de tranqueiras francesas inúteis, o que é que têm em Anápolis, que justifique a instalação desta operação lá???
    Existe ao menos algum aeroclube e uma rede de serviços associada???
    Algo além da generosa renúncia fiscal, do governo estadual local.
    Pq de infra-estrutura p/ fabricarem aeronaves, pois até onde eu sei, lá é igual a SBC aonde a Saab está instalando(?) aquele tal centro de pesquisas, mato virgem.
    Alguém andou vendo na mídia especializada, anúncios das vendas dessas aeronaves Fokker revivídas???
    Pq senão será igual aquele outro projeto, o KC-390, que nem as espectativas do plano de negócios atendeu, ficou pela metade.
    Esse mercado de aeronaves regionais/comerciais de corredor único, no momento está vivendo das vendas de A-320Neo, o tal do C Series nem cócegas está fazendo, russos, chineses, japoneses ainda precisam se provar e os demais concorrentes são aqueles os mesmos.

  4. Nick 17 de março de 2011 at 8:09 #

    Se é para pensar a fábrica logísticamente a fábrica teria de ser em SP. Mas vai saber que tipos de incentivos o governo de Goiás está dando ou recebendo…

    []’s

  5. Wagner 17 de março de 2011 at 8:54 #

    Não vai concorrer com a Embraer ??

  6. Mauricio R. 17 de março de 2011 at 11:52 #

    De fato está aí algo que a Embaer precisa, concorrência.
    Mas dessa proposta aí, será difícil.
    O site flightglobal publicou uma nota a respeito, mas o nome da empresa aparece diferente:

    (http://www.flightglobal.com/articles/2011/03/17/354445/brazilian-state-to-partner-on-proposed-fokker-100ng.html)

  7. Sidney 14 de agosto de 2011 at 22:39 #

    Amigos ,vamos com calma dizer que a BAAN e um “antro” e que Anápolis e mato virgem. Vocês podem estar sendo um tanto levianos, a região onde Anápolis se encontra é o terceiro maior aglomerado urbano do país.A cidade fica a 54km de Goiânia e a 150km de Brasilia. Anápolis será em breve sede da plataforma logística multimodal, que você talvez ainda não conheça, o que torna a região altamente competitiva cidade que possui um Distrito Industrial com mais de uma centena de empresas,dentre elas laboratório Teuto que possui o maior complexo farmacêutico da America Latina, Hyundai que despensa comentarios. A indústria goiana é a segunda no país em crescimento. Vou postar também um Link caso queiram se inteirar a respeito e ver a estrutura que a cidade tem como Aeroporto, Porto Seco, Hotéis e Universidades.Sou Anapolino e caso queiram saber algo mais estarei a disposição. sidaosilvah@hotmail.com. Abraços a todos.

    http://www.seplan.go.gov.br/sepin/pub/conj/conj2/04.htm

Deixe um Comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Há 33 anos voava o caça Northrop F-20A Tigershark

Em 30 de agosto de 1982, o caça F-20A Tigershark fazia seu primeiro voo. Durante 40 minutos do voo de […]

Ciência do País vive pior crise em 20 anos

A crise econômica está batendo com força à porta da ciência brasileira. Não bastassem os ajustes fiscais, que reduziram o […]

Embraer transfere pessoal de defesa para os jatos comerciais

Virgínia Silveira De São José Dos Campos Para preservar a mão de obra qualificada de suas equipes da área de […]

Fabricantes demitem e país perde especialistas

Por Virgínia Silveira | De São José dos Campos Depois de investir em mão de obra, inclusive com treinamentos e […]

Caças A-4 Skyhawk da Draken International ajudam a avaliar o F-35

Os A-4K Skyhawk da empresa Draken International estão apoiando a avaliação do F-35 destinado à Holanda. Estes A-4K, ex-Nova Zelândia, […]

Legacy 450 da Embraer recebe certificação nos Estados Unidos

São José dos Campos – SP, 31 de agosto de 2015 – A Embraer Aviação Executiva anunciou hoje que seu […]