Home Sistemas de Armas AM-X italiano do 51º Stormo voa com pod Litening pela primeira vez

AM-X italiano do 51º Stormo voa com pod Litening pela primeira vez

396
1

A Força Aérea Italiana informou nesta quinta-feira, 3 de março, que foi realizado o primeiro voo de um caça AM-X do 51º Stormo configurado com o novo sistema “Litening”, de designação de alvos por laser. A aeronave realizou o voo em 21 de fevereiro, numa missão de familiarização com o equipamento.

Antes do voo, o “Gruppo Efficienza Aeromobili” do  Stormo modificou o console da aeronave, instalando um novo painel de controle. O Litening é uma nacele externa (pod) empregada em designação de alvos e navegação, podendo operar sob quaisquer condições meteorológicas, dia e noite. Segundo a Força Aérea Italiana, o sistema é empregado em outras 20 forças aéreas e 30 modelos de aeronaves militares ao redor do mundo, sendo reconhecido pela sua confiabilidade.

A definição das imagens produzidas pelo pod permitem a redução da carga de trabalho do piloto durante as atividades de monitoramento e designação de alvos, o que permite efetuar diversas atividades operacionais durante uma mesma missão. Dotado de um designador laser que realiza busca e acompanhamento, o pod é de especial utilidade em missões conjuntas com forças terrestres, como o Exército Italiano. Também pode ser empregado em missões de reconhecimento e de identificação de pequenos alvos terrestres em movimento, a distâncias variáveis.

FONTE / FOTOS: Aeronautica Militare (Força Aérea Italiana)

NOTA DO BLOG: preservamos no texto a denominação “AM-X”, com hífen, utilizada pela Aeronautica Militare. Para saber sobre a utilização dos pods Litening pelos “primos” dos AM-X italianos, os A-1 da FAB, clique nos primeiros links da lista abaixo.

VEJA TAMBÉM:

  • Pod ‘Litening’ no A-1 da FAB na ‘Operação Laçador’
  • Dia da aviação de reconhecimento
  • Novos números dos AMX italianos no Afeganistão
  • AMX italianos: após a Green Flag, vem a Red
  • AMX no Afeganistão: 4 aeronaves, 400 surtidas e 1.000 horas
  • AMX italianos voltam pra casa após exercícios nos EUA
  • AMX italianos em exercício com Predator B
  • AMX: a concepção do projeto – parte 1
  • AMX: a concepção do projeto – parte 2
  • AMX: a concepção do projeto – parte 3
  • AMX: a concepção do projeto – parte 4
  • AMX: no topo da lista dos cortes da Itália
  • A-1: um avião ainda incompleto
  • Ampliação da cooperação militar Brasil/Itália na LAAD
  • E o nosso ‘mini Tornado’? Daqui a quantos anos ele deveria ser desativado?
  • BATE-PAPO ONLINE: Converse sobre este tema com outros leitores no ‘Xat’ do Poder Aéreo, clicando aqui.

    Subscribe
    Notify of
    guest
    1 Comentário
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Mauricio R.
    Mauricio R.
    9 anos atrás

    Em se confirmando a derrubada de um ST, por nacotraficantes ou pelas FARC no norte do Brasil, esses AM-X italianos modificados ou não seriam necessários p/ aumentar a disponibilidade da FAB.