Home Sistemas de Armas F-16 da FAP – o cão guarda o falcão

F-16 da FAP – o cão guarda o falcão

1266
1

A foto acima e as demais desta matéria foram destaques do site da Força Aérea Portuguesa (FAP) em 2010. A FAP adquiriu originariamente 20 F-16 nos anos 90, sendo 17 monopostos e 3 bipostos. Essa primeira geração equipa o Esquadrão 201 “Falcões” da Base Aérea de Monte Real – BA5. As aeronaves começaram a chegar a Monte Real em julho de 1994.

A BA5 foi oficialmente inaugurada a 4 de Outubro de 1959, abrigando dois esquadrões, ou esquadras. A 51 “Falcões”, do qual o atual 201 herda as tradições e a 52 “Galos” com um total de 50 aviões de combate F-86. As silhuetas das aeronaves que fizerm parte dessa história de mais de 50 anos podem ser vistas no F-16 com pintura comemorativa desta matéria.

Na mesma base opera o Esquadrão 301 “Jaguares”, (que anteriormente operava a partir da BA11), equipado com  o F-16 A MLU, que se diferencia do modelo A pelo computador de voo sofisticado e software de combate atualizado, redesenho do cockpit e da interface homem-máquina, identificador eletrônico de aeronaves, radar com melhor capacidade ar-ar e ar-solo, GPS, Data Modem e Link 16, comunicação criptográfica, capacidade de utilização de Night Vision Goggles (NVG) e de Helmet Mounted Sight (HMS), além de sistemas de autoproteção integrados.

Destacam-se entre as novas capacidades do F-16 A MLU, a detecção de alvos aéreos e terrestres a longa distância, operação em quaisquer condições meteorológicas e de luminosidade, identificação de outras aeronaves por detecção electrônica, integração em redes de gestão do campo de batalha, emprego de mísseis anti aéreos de longo alcance, emprego de armamento antinavio e ar-solo de longo alcance, assim como armamento de precisão com guiamento LASER ou GPS.

FONTE / FOTOS: FAP (Força Aérea Portuguesa)

SAIBA MAIS:

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ramiro Lopes Andrade
Ramiro Lopes Andrade
4 anos atrás

Caro Poder Aéreo Na realidade foram 40 F-16A adquiridos, em péssimo estado de conservação, desmontados. Foram comprados 40 packs de actualização MLU, que ficaram anos armazenados. Então remontaram 20 F-16 A, e os tornaram operacionais, nas próprias oficinas da FAP. Devido as exigências da OTAN, Portugal teve que actualizar os 20 F16 para o padrão MLU. No entanto, os restantes 20 aviões foram montados, e vendidos para se não me engano a Roménia, com o padrão MLU, graduadamente. Todo este trabalho foi executado por pessoal da força aérea portuguesa FAP. Acompanho vosso site aqui de Portugal, e os parabenizo pelas… Read more »