Home Armée de l´air Dupla Mirage 2000N – ASMPA realiza primeiro disparo de avaliação

Dupla Mirage 2000N – ASMPA realiza primeiro disparo de avaliação

249
21

O Armée de l’air (Força Aérea Francesa) informou que na última terça-feira, 23 de novembro, foi realizado o primeiro disparo de avaliação da dupla  Mirage 2000N – ASMPA. Segundo o informe, o ASMPA não estava dotado de sua ogiva nuclear.

O Mirage 2000N do esquadrão 3/4 “Limousin”, tripulado por um piloto e um navegador, efetuou um voo de longa duração em várias fases: alta altitude, reabastecimentos em voo com um C135 do esquadrão 2/91 “Bretagne”, penetração a baixa altitude acompanhando o terreno etc. Após cinco horas de voo, foi disparado o míssil ASMPA, que seguiu o perfil de voo programado.

Antes desse primeiro disparo real em voo por um Mirage 2000N, já haviam sido realizados testes de voo em diversos perfis com o mesmo, para cumprir o planejamento de entrada em serviço da arma na versão K3 desse vetor (a partir de 2009) e na versão F3 do Rafale (a partir de 2010 – veja link mais abaixo sobre a cerimônia de início de operação no Rafale e outros detalhes do míssil).

O ASMPA é um novo míssil equipado com ogiva nuclear, utilizando-se de um estatoreator para sua propulsão, além de um “booster”. Pode ser lançado a diferentes altitudes, realizando voo supersônico em trajetórias variadas, para se contrapor a ameaças diversas, representando um avanço significativo em relação ao ASMP.

FONTE / FOTOS: Armée de l’air (Força Aérea Francesa) e MBDA

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sopa
Sopa
9 anos atrás

Mirage 2000N está servindo como plataforma de testes ?

Hum isso aqui nem em sonho, e os projetos secretos MAA-1A e A-Darter, estão travados ?

SdS

Bruno
Bruno
9 anos atrás

Ai sim.E ainda tem gente que critica o Mirage.Uma excelente plataforma, pena que teve sua linha de produção fechada.Poderia ser o futuro da nossa aviação de caça.

Nick
Nick
9 anos atrás

Ae uma tecnologia que gostaria de ver transferida de modo irrestrito: o ASMP-A , mesmo sem a ogiva nuclear.

[]’s

Zorann
9 anos atrás

boa Nick

Edu Nicácio
9 anos atrás

Interessante notar o nível de desenvolvimento da tecnologia nuclear na França: a ogiva TN-81 é minúscula!!! Comparem com a Coreia do Norte, que constroi ogivas dentre 1 e 2 toneladas…

São 300 ktons por ogiva, com alcance de até 600 km de distância…

http://www.fas.org/nuke/guide/france/bomber/asmp.htm

paulorhd@hotmail.com
paulorhd@hotmail.com
9 anos atrás

Se o mirage já é bom , a França não ia bancar o RAFALE se não fosse melhor. Com certeza o RAFALE é muito mais moderno, com inovações bem mais novas.

SDS

Top Gun
Top Gun
9 anos atrás

Interessante. Só pra constar, a versão anterior ASMP tinha alcance máximo de 300km (dependendo da velocidade e altitude do lançamento) e a ASMPA chega a 600km! Aumentaram em 100% o alcance do míssel.

Lusitanium
Lusitanium
9 anos atrás

Edu Nicácio, que comparação da treta…

Edu Nicácio
9 anos atrás

Lusitanium disse:
26 de novembro de 2010 às 17:03

Eu sei, eu se, foi só para constar o nível de desenvolvimento dos franceses, assim como o dos ingleses, americanos, etc. Para o pessoal ver que não é qualquer país que pode disparar suas nukes quando bem entender…

Para a Coreia do Norte, a entrega só se dará com IRBM’s… A França entrega uma nuke de 300 kTon com um míssil que pesa menos de uma tonelada…

Eu fico me perguntando: e nós, onde estaríamos se tivéssemos levado todos os planos da “bomba atômica brasileira” até o final?

Lusitanium
Lusitanium
9 anos atrás

Se esses planos tivessem sido levados até ao fim…

O Chavez mais tarde também iria querer o mesmo…

Tá melhor assim.

Bosco
Bosco
9 anos atrás

Só de curiosidade, a menor arma nuclear (M388) era tão pequena que podia ser lançada por um canhão sem recuo (M-29 Davy Crockett Weapon System) e pesava pouco mais de 20 quilogramas. Parece ser essa a massa mínima necessária para se construir um artefato explosivo baseado na fissão nuclear devido a mesma exigir uma quantidade mínima de material físsil (massa crítica), sem a qual não ocorreria a reação em cadeia e portanto, a detonação. ) ) Uma variante desse projétil teria sido adaptada para ser usada como “carga de demolição” para ser instalada por “comandos” dentro do território inimigo. Dizem… Read more »

raul
raul
9 anos atrás

Mirage 2000 +aviônica e armamentos do Rafale e tecnologia ………………………………………………… BOOMMMM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! pura tecnologia e preços melhores

Lobo
Lobo
9 anos atrás

Raul o mirage é fim de linha, não tem, nem terá AESA, não pode expandir suas capacidades, não pode acrescentar hards… Foi bom, ainda vai bem, mas não tem futuro.

Capitain Kirk
Capitain Kirk
9 anos atrás

Caro Edu Nicácio – a ogiva francesa TN 81 é equivalente a ogiva nuclear americana W -87 potencia de 300 kt tem formato cônico com as seguintes medidas : diâmetro do cone : 55 cm ; altura : 175 cm. pêso : 200 kg a 270 kg. Esta ogiva é aquela que teve seus cálculos desvendados pelo físico brasileiro Dalton Ellery Girão Barroso. Como se vê no dia que decidirmos construir um arsenal nuclear ; nossa menor ogiva será equivalente a uma destas.

Bosco
Bosco
9 anos atrás

Capitain Kirk, A ogiva W-87 pesa entre 200 e 270 kg porque soma ao dispositivo nuclear a “blindagem” do veículo de reentrada. Apenas o dispositivo nuclear propriamente dito tem massa bem menor, provavelmente na casa dos100 kg. Para um míssil cruise como o ASMP-A, a massa total do dispositivo nuclear deve ser bem menor já que não se exige do mesmo que resista aos rigores da reentrada e em geral armas nucleares não “penetram” no alvo, detonando no ar ou em contanto, portanto, não precisam de pesados invólucros. Salvo engano a ogiva do míssil cruise americano ALCM (AGM-86) tinha uma… Read more »

Bosco
Bosco
9 anos atrás

Capitain Kirk,

Peço desculpas. Minha memória me traiu. srsrsrs
Escrevi primeiro e fui conferir depois.
O peso de 200 a 270 kg se refere apenas a arma nuclear e não ao conjunto “veículo de reentrada + ogiva”.
Somando a “ogiva” W-87 ao veículo de reentrada Mk-21 (ABRV) o peso do conjunto é de cerca de 380 kg.

Um abraço.

Bosco
Bosco
9 anos atrás

Me equivoquei também em relação ao peso da ogiva W-80 do ALCM. É da ordem de 130 kg e não menor que 80 kg.
(http://nuclearweaponarchive.org/Usa/Weapons/W80.html)

Edcreek
Edcreek
9 anos atrás

OLA,

Dobro do alcance?, demais, somado ao maior alcance e discrissao do Rafale e uma dissuaçao e tanto.

Abracos,

Rosan Amaral
Rosan Amaral
9 anos atrás

Um disparo a 600 km acredito que não tenha nenhum radar para fazer a leitura prévia ao disparo. Alguma informação diferente de contramedidas?

grifo
grifo
9 anos atrás

Gradativamente conforme mais esquadrões além do “Gascogne” (e cuja missão principal seja o ataque com armas nucleares) sejam equipados / reequipados com o Rafale, mais aeronaves Mirage 2000N serão aposentadas, deixando de ser o componente principal dessa dissuasão.

Completando a informação, a substituição completa do Mirage 2000N pelo Rafale está prevista para 2018. Ainda vamos ter os N na ativa por um bom tempo.