terça-feira, dezembro 7, 2021

Gripen para o Brasil

Produção do Rafale terá mais duas décadas e atingirá 300 unidades só para a França

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O consórcio Rafale International, formado pelas empresas francesas Dassault Aviation, Snecma (grupo SAFRAN) e Thales e seus fornecedores, apresentou no 14 de outubro de 2009 detalhes da proposta à Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados em Brasília.

Durante a apresentação técnica, os Deputados Federais tiveram acesso a detalhes da transferência de tecnologia prevista na proposta do consórcio francês. Dentre as informações apresentadas estavam estas que apresentamos acima, onde existe uma previsão de aquisição, somente pela França, de 300 exemplares do caça. Além disso, segundo a mesma apresentação, a linha de montagem do Rafale permanecerá aberta por mais duas décadas.

- Advertisement -

26 Comments

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Samuel B. Pysklyvicz "Jaguar"

E ate agora só a França Mesmo

Luis

Por mais de 2 décadas produzindo o quê? Bicicletas? Rafales é que não será!

RenanZ

Até parece…

A própria França já cortou o número de Rafales a serem comprados. !!

Alexandre

Bom já foram 180 rafales comprados, faltam 120.
E quantos ng já foram comprados??????????
Essa coisa de compra vc e depois eu compro é uma piada.
A verdade é que o governo sueco não quer bancar o abacaxi.

Igo

Alexandre,

Vou mais longe, quando NG foram fabricados??? ou melhor, quantos NG foram encomendados??? ou pior, quantos protótipos de NG já foram construídos???

O governo sueco já saltou fora a muito tempo….

Justin Case

Amigos, Só para precisar: A previsão das forças armadas francesas é de encomendar 294 rafales (ou “cerca de 300”), como está no slide. O “atingirá 300 unidades só para a França” é parte da manchete criada pelo editor da matéria (sugiro reformular para não haver dúvida de entendimento). O slide é de uma apresentação feita em 2009. O texto diz que “o Rafale continuará sendo produzido por mais duas décadas”. Entendi (em 2009) que estará sendo produzido nas décadas de 2010 e 2020, sem depender de contratos de exportação. O grau de risco quanto à perenidade está associado ao fato… Read more »

FelipeTP

Continuando produzindo 11-12 rafales por ano vai dar mais ou menos isso.

Luiz Ricardo

Para os que falaram do NG… bom a Suécia não vai mesmo comprar o NG pq o NG é um programa!!!!!!!!!!!!!!!!!!! agora se a Suécia vai comprar o E/F e modernizar os Gripens C/D que já existem … SIM! ELA VAI!! Será que é tão difícil trocar de disco? fica repetindo o mesmo blá blá blá… se a FAB deu preferência para tal caça é pq ele atende os requisitos. e encerrando…. olha o custo do Rafaele.. eles podem até manter a linha de produção sim.. mas com quantas aeronaves por ano? 1, 2? A França mal pode sonhar em… Read more »

Jakson Almeida

Sera que alguem ai conhece sistemas computacionais de virtualização,onde é possivel “produzir” um mock-up e um prototipo virtual do produto dispensando assim a construção de prototipos fisicos e partindo direto pras unidades de pre-serie, se ganhando assim em tempo e recursos.Essa seria uma materia interessante.

Gabriel T.

Isso é grave. Se o RAFALE for produzido por mais duas décadas significa um crescimento alto dos custos. Qualquer avião que sai da linha de produção tem seus custos triplicados, pra ser otimista.
Estamos em 2010. Em 2030 acaba a produção do RAFALE. Vamos receber, se receber, em 2015 o primeiro rafale.Para um avião que pode ficar mais de 30 anos em operação, dá pra ver que vai ser um suicídio para a FAB.

Alexandre

Bom Luiz Ricardo, agora eu estou em dúvida se o ng é um programa então pq ele foi oferecido como caça para o brasil e india??????????
Então quer dizer quando os foristas postam que ele não existe, os mesmos são rebatidos com os argumentos que ele existem em forma do ng. E quando é feito o questionamento em cima das compras do mesmo pelo governo sueco, o argumento muda para o gripen E/F e a mordenização dos C/D.

Nick

Sobre os riscos destacados em vermelho, se eles não receberem encomendas externas, simplesmente vão paralisar a linha de produção por 2 anos…. realmente, sem riscos…. Lamento pela AdlA estarem recebendo em 2030, Rafales, enquanto os EUA estarão iniciando a produção do sucessor do F-22 e a Rússia versões avançadas do T-50. Pior se eles receberem em 2030 , operarão até 2060! o.0 Fico imaginando que por volta de 2030, Forças Aéreas não tão tradicionais recebendo seus caças de 5ª geração como o T-50 ou F-35, ou mesmo desenvolvidos localmente, e a França de Rafale. E nós também. Caro Jackson Almeida,… Read more »

Barca

Rafale F3 (2008 -2012): O e F3 será o primeiro Rafale realmente omnirole, possuirá novos equipamentos como: RECO-NG * Pode Dâmocles * Mísseis ASMP-A * Mísseis AM-39 * Bombas GBU-24 * Pod de foguetes guiados por laser. * Radar RBE -2 PESA (futuramente incorporará um radar AESA). * FSO ou FSO-IT. * Capacidade ROVER. A partir de Fevereiro de 2010 todos os Rafale em serviço na França serão submetidos ao processo de atualização para a configuração F3. Rafale F3-O4T/F4 (2012 -2017): ( Versão escolhida pelo Brasil no programa FX-2) O primeiro caça de série com radar AESA e que incorporará… Read more »

Barca
Nick

Uma correção, onde se lê 2030, pode-se ler 2020/25, dependendo ritmo de produção do Rafale para a AdlA.

[]’s

Gabriel T.

Barca, de excelente isso não tem nada.

Mauricio R.

“Bom já foram 180 rafales comprados, faltam 120.”

Foram ENCOMENDADOS 180 células e ENTREGUES umas 90.
Não mais nenhuma encomenda, de lotes de produção.

Darkman

Não adianta o Rafale não é melhor do que os Su35.
Podem colocar tudo o que for de dados técnicos que não supera o Su35.

Sugiro ao editor do Blog uma materia fazenda comparação do Rafake x SU35.

Abs.

Barca

Darkman…rsrsrs,ninguém aqui tá dizendo isso!

Barca

Assim como nenhum caça em operação no mundo hoje é superior ao F-22.
Agora comparar um caça que não está no FX com outro que está não é valido,pois se for assim Tb sugiro ao Blog uma comparação do F-22 com o caça maravilha ng.

kkkk

grifo

Bom já foram 180 rafales comprados, faltam 120.

Caro Alexandre, o governo francês comprou mas ainda não pagou. Ele pode cancelar parte da encomenda amanhã se quiser. Chega a ser infantil colocar isto como algo “sem riscos”.

O governo ainda fez uma programação de entregas assumindo que apareceriam encomendas externas do Rafale. E se estas encomendas não aparecerem? Até quando o governo francês vai manter aberta uma linha de montagem entregando 3 ou 4 aviões por ano?

Ricardo_Recife

A Dassualt preconizava que o Rafale seria um sucesso de exportação. Diziam que venderiam 400 para outros países com 10 anos de programa. Até agora nada! nenhuma única exportação. Hoje o projeto Rafale está em uma encruzilhada. O F-3 já saiu, mas não encanta os países que precisam adquirir novos vetores, nem a Spectra ou o Damocles. O F-4 talvez nunca seja construído (existe a informação que o governo francês ofereceu ao EAU a direção do projeto F-4, caso o país forneça os recursos financeiros necessários). Existe tanto a possibilidade de esta ser a última versão do Rafale como a… Read more »

Ivan

Barca disse: 1 de agosto de 2010 às 16:32 Barca, Sei que vc é um conhecedor de aviação e respeito sua preferência pelo Rafale, que não é a minha, apesar de achar um belíssimo avião. Gostaria apenas de confirmar alguns informes postados acima pelo companheiro: ” Primeiro membro do Rafale com techonologia de furtividade ativa e novas armas: ” Furtividade ativa? Isto realmente existe ou foi descartado? ” Atualização da antena do radar RBE-2 AESA e introdução de novas antenas espalhadas pela fuselagem do avião (GaN).” Atualização da antena do radar RBE-2 AESA está correto, pois será uma ação comum… Read more »

Antonio M

“…Gripen NG é apenas um programa…”

Bem, então o que está voando na Índia? Os oficiais indianos são um bando de otários ?!?!?!???!?

E quanto ao Rafale é como diz o Robson BR: O papel aceita qualquer coisa……

Almeida

Sério, ninguém quer o Rafale agora, nem mesmo a França. Imaginem em 2030?!

Gumpy

Sério…ninguém quer a banana gripim NG….nem mesmo a Suécia…..rssss
Os indianos são otários sim…..aceitar gambiarra de biposto D….pq a Suécia não se interessa em produzir um protótipo digno…

Últimas Notícias

O novo objetivo da Força Aérea dos EUA? Livrar-se de aviões que não assustam a China

SIMI VALLEY, Califórnia - O secretário da Força Aérea dos EUA, Frank Kendall, disse que a USAF precisa com...
- Advertisement -
- Advertisement -