Home Tecnologia Teste SAR do radar ‘Raven’ do Gripen NG

Teste SAR do radar ‘Raven’ do Gripen NG

384
72

Nas fotos abaixo, imagens divulgadas do teste de modo SAR (Sinthetic Aperture Radar) do radar AESA ES 05 Raven do Gripen NG.

72
Deixe um comentário

avatar
72 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
23 Comment authors
Francisco AMXMarceloNickBoscoDrcoakroach Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Gente as rafaletes dizem que o NG não existe,e ja estão restanto os componentes do caça.Ao aderirmos ao projeto gripen ng não poderiamos deenvolver com os suecos um vetor bi-turbina.

Alexandre Galante
Visitante
Member

Jackson, pra quê biturbina?

E o assunto aqui é o radar Raven…

“Double the engines, double the problems”

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Um pais do tamanho do Brasil com areas praticamente desabitadas como a amazonia e a “amazonia azul” , o uso de um caça bi daria maior persistencia e sobrevivencia a tripulação(que custa muito pra ser formada)nas operações.

Madvad
Visitante
Madvad

pqp!!! que qualidade de imagem!!! um radar destes consegue uma imagem dessa a qtos kkm de distância?

Vader
Visitante
Vader

Além de tudo esse radar é bonito, mais que o Captor-E do Typhoon. E parece estar bem mais avançado também.

Alex
Visitante
Alex

calma Jakson, hoje é segunda-feira ainda, deixa esse assunto de Bi, pra depois..rrrsrsrrsrsrsrrs

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Jakson Almeida, O assunto é radar. Observe que o Brasil, com a extensão territorial que tem, precisa de vetores capazes de fazer reconhecimento aéreo, com qualidade e custo razoável. Aparentemente o Raven terá esta capacidade, usando o modo SAR. Este radar instalado no Gripen NG trás alguns bônus extras: * Aeronave pode operar de campos de pouso de apenas 900 metros de comprimento por 9 metros de largura, com uma equipe de terra mínima, o que permite deslocar uma equipe para qualquer parte do país rapidadamente, sem muita preparação; * Moderno datalink permite transmitir as imagens on-line, para qualquer parte… Read more »

Marcos
Visitante
Marcos

Alguem saberia dizer ha que altitude foram feitas estas imagens?

Vplemes
Visitante
Vplemes

Uai!!! não é este o radar que não ecxiste? Do avião que não ecxiste? Se ele consegue esta qualidade sem sequer existir, imagina quando existir?KKKKKK Agora um pouco mais sério, tem um certo “jornalista especializado” cujo nome começa com “P”, que adora dizer que o radar RAVEN não passa de um projeto, que esta cheio de problemas e que tais. É o mesmo que adora falar que já leu e re-leu o tal relatório do COPAC, e que a proposta do Gripen foi considerada a mais arriscada técnologicamente, que a proposta da Assault é a melhor por garantir técnologias sem… Read more »

hms tireless
Visitante
hms tireless

Diante da matéria fica aquela pergunta: Por que até a presente data não vimos nenhuma mostra das supostas capacidades da Gambiarra AESA RBE-2 AA da Jaca?

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Vader concordo, esta imagem – pois deve ser um mockup, é muito bacana! e combina bem com o Gripen, pois não me parece nada robusta! rsrsrs

Sds!

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Nossa, as Gripetes estão batendo até nelas mesmas! rsrsrsrs
meninas vcs estão muito nervosas!
só pq uma de vcs admite que o Gripen deveria ter 2 motores, de F-5 se possível, não briguem com ela não! rsrsrsrs

Brincaderinha!

Vplemes
Visitante
Vplemes

Pois é Francisco, mas seria interessante que a Assault mostrasse algo pelo menos parecido da gambiarra dela.

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Ok vamos falar do radar,o KC-390(as versões especializadas pelo menos)vão precisar de um radar e o Raven não seria(pelo menos como base)uma possibilidade.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Xiko,

Grande ‘Rafalete’ :).

“Double the engines, double the problems”

Mas vamos discutir o radar nesta matéria.

Abç,
Ivan, seu amigo ‘Gripete’ :).

ZE
Visitante
ZE

Jakson Almeida disse: 26 de julho de 2010 às 10:29 Bem, como você já deve ter lido: o assunto aqui é o AESA do Gripen NG !!!! Meu Caro, a FAB teve o seu orçamento diminuído no ano passado. O Orçamento que ela possui, mal dá para voar as suas aeronaves. As aeronaves com mais de um motor, aumentam em muito a hora de voo, e o tempo/custo de manutenção. O certo é ter várias bases espalhadas pelo nosso território. Você acha que a FAB vai mandar um vetor, do Arroio Chuí, interceptar um outro vetor, no Oiapoque (extremo sul… Read more »

Marcos
Visitante
Marcos

Caro Vplemes

Querer que a assault mostre algo, só sera possivel na questão PREÇO ALTO.
Isso sim ela tem para mostrar, e de sobra.

Sds

Asimov
Visitante
Asimov

Quado foi que o modo SAR do radar do Rafale RBE2 ficou operacional? Se é que já ficou…

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Ze, sem comentarios com a sua perola dos tres ou cinco motores.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

É o radar…

O foco é o radar!

Vader
Visitante
Vader

Francisco AMX disse:
26 de julho de 2010 às 11:54

Vc achou, precioso? Eu achei tão robusto quanto esse aqui:

http://www.aereo.jor.br/2009/04/23/thales-e-dga-completam-testes-do-radar-aesa-rbe2/

Única diferença: esse do link não tem swashplate. E é o primeiro AESA produzido pela Thales.

Mas é lógico, posso estar enganado, pois entendo de radares tanto quanto manjo de quasares…

Abs.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Falta o do Super Hornet… :).

O único que já tem radar AESA em esquadrões operacionais e já acumula uma boa experiência operacional.

Abç,
Ivan, o Gripeiro.

ZE
Visitante
ZE

Jakson Almeida disse: 26 de julho de 2010 às 13:31 Tá bom, eu exagerei. Na verdade, deveriam ser 4 motores !!!! 2 motores, caso haja falha em 1; 3 motores, caso o segundo seja atingido por fogo inimigo; 4 motores, caso o terceiro seja destruído pelo impacto com aves. Assim, deveríamos comprar um caça de 4 motores !!!!!! Jackson, o F-16 (um dos caças mais comprados do mundo, tem 1 motor. Ele é a espinha dorsal da USAF e muito dos seus aliados). O novíssimo F-35, que será a nova espinha dorsal, não só da USAF, mas também de seus… Read more »

Vitor
Visitante
Vitor

hummm este blog esta meio suspeito com esse negocio de “Gripetes” e “Rafaletes” vou ficar de fora desta discussao. =p
Achei interessante o video do radar russo. Ali eu entendi que o radar gira e detecta tudo a sua volta. Eh interessante este radar sueco ter capacidade semelhante. E acho estranho falarem mal deste radar. Se o radar sueco eh ruim coitado da FAB e seus AWACs.

ZE
Visitante
ZE

Aliás, para quem não sabe, a Selex-Galileo tem em seu portfólio, 5 modelos de AESA já prontos !!!! Os trabalhos com o radar CAESAR (AESA) do Typhoon começaram em 2006. É mais do que óbvio, que a Selex aproveitou as soluções encontradas para o AESA do Typhoon e as usou para desenvolver o AESA do Gripen NG, o Raven. Portanto, não vale a afirmação que o AESA do Gripen NG não existe, ou que é impossível alguém desenvolver um radar AESA em 18 meses, pois ambas as afirmações são falsas. Repito, o radar AESA vem sendo desenvolvido para o Typhoon,… Read more »

Justin Case
Visitante
Justin Case

Amigos, Creio que os desafios tecnológicos atualmente encontrados em radares de caça estão mais ligados aos processos instalativos e à integração das informações ao sistema aviônico. Imagens SAR dependem apenas de software e de capacidade de processamento de imagens (qualquer tipo de imagem). Essa tecnolgia é de uso comum ao tratar imagens e foi desenvolvida há décadas. A qualidade das imagens básicas recebidas é que tem ganho significativo com o AESA. Algumas coisas que são típicas de aeronaves de caça e estão em constante desenvolvimento: – integração do radar com “terrain following”; – compartilhamento de antenas de radar com data-link… Read more »

ZE
Visitante
ZE

Na verdade, o CAESAR começou o seu desenvolvimento em banho-maria, em 2003.

Só em 2006, é que o programa foi melhor financiado.

[ ]s

ZE
Visitante
ZE

Se considerarmos que o Gripen NG terá o seu radar AESA pronto em finais de 2011, começo de 2012. Então podemos ver que não existe mágica nenhuma !!!!

[ ]s

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

O f-35 o proximo ” f-22″.Agora se eu não me engano a USAF exige pra um piloto de f-15 cerca de mil horas de voo mais a patente de capitão(quanto custa isso mesmo)alem do que um piloto abatido em combate acaba sendo usado como “peça” politica pelo inimigo.usar um caça mono no apoio aproximado é uma coisa usa-lo em um ataque tatico é outra.

cal
Visitante
cal

Se for assim, um o problema é monomotor, o outro tambem não serve porque não tem radar aesa e é muito caro.
Hora essa, então isso significa que a melhor compra é o F-18 SH, pois tem radar aesa, é bimotor e tem a hora de vôo mais barata que do rafale e carga maior!
Há, tem o congresso americano! Então nenhum dos 3 servem!
Vamos cancelar o fx 2 e encomendar 36 F-5 usados que vai ser o que vai acabar acontecendo!

cal
Visitante
cal

Quiz dizer “Se for assim, um o problema é ser monomotor”.

Mikhail Aleksandrovitch Bakunin
Visitante

Que chato, ninguem comenta sobre o radar! Tem questões mais interessantes para se discutir:

O SAR é otimizado para a vigilância?

É uma vantagem no ataque ao solo?

Pode ser comparado ao R99B?

Vamo lá negada, parece um monte de moças de vida facil, o tempo todo brigando pelo sueco, pelo frances, pelo americano… rsrsrs

ZE
Visitante
ZE

Bakunin, você é um…..um ANARQUISTA !!!!!!

Você nunca me enganou.

[ ]s

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Olha pro Mulinha não passar por “esperto”,como no Irã,ele mandou o Saito comprar o ng e so anunciar no ano que vem.Repararam no numero de altos oficias da India que andaram por aqui recentemente.

grifo
Visitante
grifo

O radar Raven AESA desenvolvido para o Gripen NG é o segundo radar para aviões de caça desenvolvido pela Selex Galileu, depois do Vixen 500.

A Thales nunca desenvolveu um radar AESA, o que pode explicar a incrível demora no desenvolvimento do radar RBE-2 AESA para o Rafale.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Vader, para ser sincero acho o RBE-2 igual neste sentido… aparência… mas eu estava só zuando! rsrsrs fica relax! mas o bixo é o mais bonito (raven), mais que o avião que vai usá-lo… rsrsrs

Abraço!

Drcoakroach
Visitante
Drcoakroach

Tenho impressao de ter lido, num link postado pelo Vader, que o Rafale foi desenhado p/um radar PESA, e que haveria problemas por falta de espaco no nariz, p/acomodar um radar AESA, por isso mais tempo foi (estah sendo) necessario p/contornar o problema.

Lembrei corretamente?

[]s!

Asimov
Visitante
Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

“Meu Caro, a FAB teve o seu orçamento diminuído no ano passado. Minha empresa faturou menos tb, e trabalhei muito mais! o que eu tive que fazer? providências meu amigo! várias! O Orçamento que ela possui, mal dá para voar as suas aeronaves.” Mas paga uma folha de milionária, o orçamento das FAs do Brasil é um dos mais altos do mundo! seria legal vc falar sobre isso… claro, se tiver coragem (sei que não é fácil), use, talvez, a mesma que o amigo usa para falar dos franceses… já seria bacana. ZE, explica, já que o amigo acha, acha… Read more »

Vader
Visitante
Vader

Acho que não fui eu não Dr. Talvez tenha sido Maurício R.

Mas também já ouvi que a Thomson estava tendo enormes dificuldades no posicionamento do RBE-2 no Rafale, por conta deste ser um projeto antigo, cujo desenho original não comportava um Radar AESA (não havia espaço físico para colocá-lo).

Abs.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Realmente, surgem muitas coisas infundadas por aqui… e esta de dizer que o radar AESA RBE2 não cabe no radome do Rafale, muito provavelmente é mais uma… dando uma olhada no X-ray do Rafale, fiquei pensando… que raio de Radar a Thales está fazendo que não possa usar com o principal cliente…? Pq raios a SAAB iria esperar um radar AESA da Thales, se eles não são capazes de fazer um radar entrar no radome do Rafale, que tem diâmetro igual e é redondo como uma antena (diferente do radome do NG que é “aquadradado”), “como fariam para o nosso… Read more »

Drcoakroach
Visitante
Drcoakroach

Prezado Vader,

Achei o link que vc postou: http://www.strategypage.com/militaryforums/6-57541/page33.aspx O que vc escreve, eu anoto 🙂

Prezado Asimov, obrigado pelo link.

[]s!

Bosco
Visitante
Bosco

Bakunim,

Só pra dar o pontapé inicial da discussão sobre radares com capacidade SAR, vale lembrar que com o mesmo é possível designar bombas guiadas por GPS (como as que o Brasil pretende fabricar) com grande precisão, sem que seja necessário um “casulo de designação de alvos”.

Um abraço.

Vader
Visitante
Vader

Drcoakroach disse:
26 de julho de 2010 às 21:32

Verdade Drcoakroach.

Abs.

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Os engenheiros da Thales produziram um radar maior que o espaço reservado pelos projetistas do rafale,era so eles irem medir o nariz do rafale.E depois que o “uav pilotado” da Dassault é chamado de jaca, vem reclamação.

ZE
Visitante
ZE

Obrigado pelo link, Drcoakroach.

Cada dia que eu leio sobre o Rafale, eu fico mais e mais horrorizado !!!!!!!!

[ ]s

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Vader e Drcoakroach depois desse texto eu cheguei a conclusão de que o rafale não é uma jaca, e o pe inteiro.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

ZE, vai explicar ou não… sobre a “empresa” FAB, que não tem dinheiro mas “financia” a EMBRAER…? 🙂

Ah! já sei, vc pode ficar “horrorizado” denovo! rsrsrs

Agora vale opinião de “pasquin” comprado? antes não podia… agora vale? vcs Gripetes são “fortes” heim…?

Sds!

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Bosco, e depois – já que ao que me parece, esta capacidade não é tão eficiente quanto um casulo moderno – é só ir lá contar as vítimas inocentes… como as últimas 20… lá no Afeganistão? fácil assim? rsrsrs

Abraço Professor!

Nick
Visitante
Nick

Caro Bosco,

Como é feito essa designação?? Por algum algoritmo que indifique por exemplo, um bunker???

[]’s