segunda-feira, dezembro 6, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Como estava o Programa F-X oito anos atrás

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

(…)Março [de 2002] chegou e nada aconteceu. Nenhuma “short list” foi produzida e todos os competidores continuavam no páreo. O programa começava a se desviar de suas metas iniciais. No mês seguinte equipes da FAB começaram a visitar as instalações dos concorrentes e os aviões foram voados por pilotos brasileiros.

Foi também em abril que a agência DSCA do Pentágono notificou o congresso dos EUA sobre uma provável venda de caças F-16 ao Brasil. No pacote, avaliado em 909 milhões de dólares, estavam 48 mísseis AMRAAM AIM-120C, liberados pelo Departamento de Defesa para países da América Latina.

Todas as informações coletadas geraram novos documentos e com base nestas informações representantes dos consórcios foram chamados para novos esclarecimentos. Toda esta etapa foi encerrada no dia 20 de maio de 2002, quando os cinco consórcios apresentaram suas melhores e definitivas ofertas (best and final offer – BAFO).

Deste ponto em diante, coube ao Ministério da Defesa analisar e encaminhar o documento ao Conselho de Defesa Nacional (CDN), que deveria apontar o vencedor. Existia uma certa pressa da Aeronáutica em definir o F-X, pois havia o risco do processo ser “contaminado” pelas eleições presidenciais que se aproximavam. Dependendo dos resultados eleitorais, os rumos do projeto F-X poderiam ser modificados.

Não teve jeito, o programa F-X passou a ser explorado pelos candidatos. Deve-se destacar que os três principais concorrentes à presidência defenderam abertamente a proposta que incluía a Embraer sem ao menos ter acesso ao documento produzido pela FAB. Para complicar mais o quadro o Tribunal de Contas da União (TCU) passou a investigar supostos favorecimentos no processo.

Em agosto o governo já sinalizava que uma decisão final ficaria para a próxima administração, independentemente do candidato vitorioso. A FAB sabia que, naquela altura do campeonato, qualquer decisão poderia não ter validade para o governo seguinte. Pelo menos os programas P-X e CL-X, que não tinham tanta exposição política, foram salvos. Na reunião do CDN ocorrida no dia 4 de novembro ficou decido que a EADS/CASA modernizaria os P-3A da FAB, além de fornecer 12 aviões C-295. O F-X não seria decidido naquele momento. Era a FAB entregando os anéis para não perder os dedos.

Quando saiu o resultado final das eleições o presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou que a escolha do futuro caça da FAB seria feita pelo novo governo com base nos documentos produzidos pelo Ministério da Aeronáutica. Segundo especulações da época o relatório era extremamente favorável ao Gripen. O programa F-X vivia momentos de apreensão e expectativa. (…)


NOTA DO BLOG: Texto retirado do artigo “Vida e morte do Programa F-X”, originalmente publicado em 21 de dezembro de 2009. Para ler o texto completo sobre o histórico do Programa F-X clique aqui.

Previous articlePrimeiro voo do Euro Hawk
Next articleAgressores
- Advertisement -

15 Comments

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DrCockroach

Prezado Poggio, Muito oportuno colocar em negrito a parte relativa ao TCU. Destaco um comentario do Brig. Quirico sobre a atuacao do GAO (TCU dos EUA): “Uma vez mais é interessante recorrermos à experiência das “Lessons Learned” dos nossos irmãos do norte. Recentemente a USAF teve cancelada uma licitação para a compra de novos aviões reabastecedores, denominados KC-45, para substituir os KC-135 há décadas em operação. Na concorrência realizada ganhou a versão reabastecedora do A-330, da EADS (Empresa Européia de Sistemas Aeronáuticos de Defesa), em detrimento da versão avião-tanque do 767, da Boeing. A Boeing entrou com recurso e o… Read more »

Vader

Dejavu à francesa?

ZE

Por que será que eu acho que no F-X2, não só o TCU vai dar um pitaco, mas também o MPU ???????????

[ ]s

Vader

Hehehehe, porque você é um camarada de muita fé ZE, hehehe…

Vplemes

Pois é meu caro ZÉ, seria por que, alem do BAFO tivemos o BAFO do BAFO? Ou seria porque, depois do BAFO do BAFO, ainda tivemos um BAFO do BAFO do BAFO (só de escrever já da para ver o quão estranho fica), apenas para um dos concorrentes? Ou seria porque houve mudanças nas regras do jogo aos 45 minutos do segundo tempo (refizeram os relatórios da FAB)? Ou seria porque o Pres. Lulla Lah e o Min. Nelson Lobim cag…am em todo o processo? Ou melhor ainda, será que teria sido por tudo isso e um monte de outras… Read more »

rolandolero

esta é uma obra de ficção , qualquer semelhança com pessoas , nomes ou acontecimentos reais terá sido mera coincidencia ……………

Francoorp

Vergonha, até hoje nada de nada, dois presidentes diferentes, e nada, somente especulações… e por falar em especulações… “Por que será que eu acho que no F-X2, não só o TCU vai dar um pitaco, mas também o MPU ???????????” Quanto ao resto, levem suas provas de corrupção ao MPU galera, eles podem até fechar partido político, dissolvido….sabiam?? Não… então Veja o que diz a lei: _________________________________________________________ Lei complementar 75 de 1993. Art. 6° Compete ao Ministério Publico da União: ………… XVII- propor as ações cabíveis para: ………… c) dissolução compulsória de associações, inclusive de partidos políticos, nos casos previstos… Read more »

Marcos

Caro Francoop. Neste País não basta só apresentar os fatos, é preciso achar quem não tem “Rabo preso”. De leis este País esta cheio, se comprissem só a metade, a historia seria outra. Uma das principais verdades é que, se tiver dinheiro a lei anda caso contrario, a morosidade do processo e suas brexas matam qualquer um, tanto de esquecimento como de “Caduqueisse”. Há pessoas serias? Sem dúvida nenhuma, mas elas são tão poucas, que quase sempre são vencidas, pelo grande jogo de interesses e corrupção que asola este País. No mais é continuar a lutar, mesmo que as vezes… Read more »

ZE

Vou me repetir:

Por que será que eu acho que no F-X2, não só o TCU vai dar um pitaco, mas também o MPU ???????????

[ ]s

Francoorp

ZE disse: 5 de julho de 2010 às 22:21 Nada contra ti ZE, é que chega um ponto onde a gente não se consegue mais escutar o tal de conchavo em tudo e em todos, ou que suspeita nisso naquilo e a respeito disso, esses pontos machucam a quem quer ver o Brasil la encima, e começo a não querer mais acompanhar nada mais destes assuntos militares, mesmo que eu seja um apaixonado…e foi naquela postagem que a coisa me saiu assim de repente, se te sentiu ofendido, peço desculpas! _________________________________________________________ Marcos disse: 5 de julho de 2010 às 21:26… Read more »

ZE

Vamos lá. Uma coisa são “achismos”. Outra, são FATOS. Houve (isso é um FATO e não um “achismo”) uma total quebra de honestidade por parte do Governo Federal. Houve Ministro da Defesa comparando certo caça a engradados de refrigerante (e isso não é papel de um Ministro da Defesa. Quem conhece a seriedade do cargo, sabe do que eu estou falando). Houve BAFO do BAFO (por si só, uma quebra das regras estabelecidas pelo próprio Governo Federal). Esse BAFO do BAFO foi feito para que a empresa francesa baixasse o seu altíssimo preço. Houve um, inédito no mundo,BAFO do BAFO… Read more »

Vplemes

Sobre esta questão de ter tempo para escolher o FX2 e assinar contrato. Vai abaixo o link de uma matéria interessante do Nelson During do Defesanet.

http://www.defesanet.com.br/dn/05JUL10.htm

Vplemes

Tem também este link com um possivel cronograma para a negociação e fechamento do contrato. Por este cronograma não da tempo para o atual governo fazer nada.

comment image

Vader

Vplemes, vi essa matéria no Defesanet e, conforme expliquei no post do “O vencedor é o Rafale, segundo a revista Isto É”, acho que o Nelson During está sendo muito otimista. Tanto quanto à possibilidade de os contratos já estarem negociados, quanto em relação aos prazos: penso que eles podem ser bem mais curtos.

Sds.

Ricardo-Recife

Hoje no Valor Econômico tem uma pequena reportagem sobre o FX-2 com o título ‘Governo Protela Decisão Sobre Caças’. E confirma que o governo brasileiro somente vai dar uma decisão ano que vem. Vejam a frase: “O parecer técnico da Aeronáutica – refeito para que o francês Rafale fosse considerado o mais adequado, como queria o governo brasileiro – continua em análise no Ministério da Defesa, sem previsão de ser encaminhando ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva”. Vou destacar a frase que para mim coloca de forma clara e cristalina todo este processo: “ refeito para que o francês… Read more »

Últimas Notícias

Finlândia deve escolher jatos F-35 na concorrência de US$ 11 bilhões

A Finlândia deve escolher os caças F-35 da Lockheed Martin Corp. em sua licitação de 10 bilhões de euros...
- Advertisement -
- Advertisement -