Home Sistemas de Armas F/A-XX com cara nova

F/A-XX com cara nova

429
105

boeing_6thgen

A Boeing apresentou desenhos conceituais do seu F/A-XX de sexta geração na exposição Sea-Air-Space, no começo de maio. São versões tripuladas e não-tripuladas da mesma aeronave.

Oficiais da Marinha dos EUA disseram que a aeronave deverá entrar em serviço por volta de 2025, mas as aeronaves tripuladas devem continuar operando bem depois disso.

Os planos atuais são de estender a vida útil dos F/A-18 Super Hornets em 50%, de 6.000h de voo para 9.000h.

Considerando que os Super Hornets voam 350h por ano, a extensão de 3.000h fará com que as novas aeronaves do tipo voem por mais 25 anos.

E como a US Navy deve acabar comprando mais Super Hornets, ele deverá continuar voando até 2040.

SAIBA MAIS:

105
Deixe um comentário

avatar
105 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
43 Comment authors
Deividjosé gabrielLeandro RQBillyFabio Mayer Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
RatusNatus
Visitante
RatusNatus

Tem uma boa chance destes caças nunca serem produzidos.
Foram projetados para combater quem? Ninguém?

Uma hora a ficha vai cair, e quem paga a conta vai fechar a torneira.

Alexandre Galante
Visitante
Member

Doce ilusão, RatusNatus. Sempre haverá alguém para pagar a conta, mesmo que seja alguma nação estrangeira com sua riquezas.

Rafael
Visitante
Rafael

Relaxa RatusNatus, eles vão achar inimigos ou os inimigos irão acha-los, é assim que o mundo é, foi e sempre sera.

Vader
Visitante
Vader

Ahahahaha Galante… 🙂

No mais, que coisa né? “Tijolão, Super-Lento, bicheira-velha”, voando até 2040? Caraca, cada vez me convenço mais ainda de que só estúpidos utilizam o F/A-18E… 🙂

No mais, o de sempre: como é triste a decadência norte-americana… 🙂

Sds.

Sirkis
Visitante
Sirkis

Saudações Vader e Galante!

E nós de Rafales de 4° geração…

Boa Tarde!

Tiago Jeronimo
Visitante
Tiago Jeronimo

Será que esses aê vão fazer parte do FX-12 “A esperança é a última que morre.”?

Wilson Giordani de Souza
Visitante
Member

Alexandre Galante disse:
14 de maio de 2010 às 16:14

Brasil?

Roberto
Visitante
Member
Roberto

Se uma coisa dessa entra em parafuso, não vai ser “manche pra frente pedal contrário”.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

SH voando até 2040… sim… tem Mustang voando hoje … ainda… tem Xavante… tem F-5… tem AMX… pq um SH não estaria voando em 2040? a questão é: como e pq? Tem gente que acredita que a USN terá F-35 e SH voando em 2040, na forma operacional de guerra moderna… tem gente que acredita em gnomos tb! rsrsrsrs Imaginem, daqui a 5 anos, o F-35 sendo produzido a todo vapor e a USN comprando o “Tijolão” para escoltar o F-35…. mas como eu disse, alguns enxergam o futuro com “cálculos” do passado/presente… O problema não é o SH durar… Read more »

Wilson Giordani de Souza
Visitante
Member

Testando… podem excluir editores…

NOTA DOS EDITORES:
CUMA?

LBacelar
Visitante
LBacelar

F/A-18 SH até 2040!!! Querem bater o record do B52?

Galileu
Visitante
Galileu

lembre-se que as coisas mudam da noite pro dia. 1 exemplo é o f22, me lembro que na epoca era neguinho falando que o raptor iria ser o cavalo de batalha da usaf, olha no que deu……

Pra mim esse Fa-XX irá demorar……. a Guerra Fria acabou, quem do pentágono vai convencer os deputados americanos de que o f18 SH não tem capacidade pra voar por muito tempo, lá os deputados manjam da coisa..haha

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Logo veremos “discos voadores” voando na USAF.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Além do mais… se SH é o máximo como querem fazer crer seus defensores, pq os USA criaram o F-35??? pq ele tem capacidades multirole? querem se enganar? tudo bem! rsrsrsrss

Edmar
Visitante
Edmar

Caros Amigos.:

Eles não são pario para os nosso “AMX A-1” e “F-5M”.

Abraços.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Claro, se o F-35 for um abacaxi… daí a USN não tem saída mesmo!

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

O F-22 seria o caça dos anos 2050… pelo jeito… não vai passar dos 2030…

Nick
Visitante
Nick

Caro Francisco AMX,

É impressão sua mesmo. 😀

Esse conceito não tem canards. E não gostei muito do visual não…a versão anterior era mais estiloso.
De qualquer forma, esse conceito pode substituir o F-18 E e o F-22 na USAF. Resta esperar o que a Lockhhed Martin vai apresentar para substituir ambos.

Enquanto isso estaremos voando os moderníssimos Rafales à quase 40 anos. 😀

[]’s

Nick
Visitante
Nick

Caro Alex,

Porque não?? Se eles conseguirem “clonar” a tecnologia que está lá na área 51 até lá…..

[]’s

Alex
Visitante
Alex

o mais importante disso que eles tem Projetos, e vão tocando o barco, agora aqui no Brasil, estamos sem direção….

felipealberto
Visitante
felipealberto

Tomara que pulem da 4ª para a 6ª de uma vez, a quinta geração não tem um bom custo-beneficio

Vader
Visitante
Vader

Chicão:

Penso que o F/A-18E e o F-35 tem capacidades complementares, e certamente levarão a uma alteração de doutrina da US Navy, na qual o SH será privilegiado mais para missões ground-attack e interdição, com o F-35 ficando para interceptação e ataque em profundidade. Não que ambos não sejam multiroles.

Os dois irão operar juntos por muito tempo, considerando-se que a US Navy não deve ter prioridade no fornecimento do F-35. Com certeza a USAF, a RN e os parceiros internacionais tem prioridade.

Sds.

Sirkis
Visitante
Sirkis

Saudações!

É impressão minha ou é mais um avião de papel que coloca a Jihad francesa dos Mártires de Rafah em pânico total? Essa enxurrada de críticas ao avião americano só porque a França não tem como fazer um caça de 5° geração e nem em sonhos poderia fazer um de 6° – se isso existir?
Pelamordedeus turma…

Boa Tarde!

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Vader,

O F-35 certamente será produzido em conjunto… não sairá só das fábricas da LM… vamos ver F-35 sendo produzidos na Europa… será que não?

Bro, o SH não terá uma capacidade de sobrevivência digna da USN daqui a 22/30 anos, ele não é furtivo… certamente a China, em 15 anos já terá anulado as características eficientes do SH… logo ele passará a ser um alvo muito fácil de achar e derrubar!

Cunha
Visitante
Cunha

Interessante essa idéia de usar o mesmo projeto para VANTs e aeronaves tripuladas. Parece ser um caminho a ser seguido para desenvolvimento, visto a crescente capacidade e tamanho dos não tripulados. Mais que complementar, acho essa aposta no F-18 por mais tempo uma garantia importante pra USN. Deixar a frota num gap tecnológico e de desgaste a espera de um substituto ainda em um desenvolvimento problemático é um risco gigantesco. No mais, acho que qualquer liberação de fundos para esse projeto vai ser um desafio e tanto. Claro que em um país com visão estratégica, tem sempre alguém pensando no… Read more »

Cláudio
Visitante
Cláudio

Parabéns pela postagem…

Os caras, EUA, estão fabricando algo parecido com Disco Voador, e nós no Brasil não conseguimos acertar uma Turbina para impulsionar qualquer Caça…

Se essa coisa (avião) passar pela minha cidade em baixa velocidade a população vai dizer que é invasão de óvnis…. kekekekeke

Audaz
Visitante
Audaz

Alex disse:
14 de maio de 2010 às 17:12
o mais importante disso que eles tem Projetos, e vão tocando o barco, agora aqui no Brasil, estamos sem direção….

A questão é esta, eles nunca ficam parados, tendo ou não conflito, de menor ou maior intensidade, é exatamente isto que queria para o meu pais, pensar o futuro, com projetos, com objetivos, mesmo que seja ser independete tecnologicamente. Ninguém aqui esta pensando em sair bombardeando os “Hermanos” sul americanos…

sds

Vader
Visitante
Vader

Hehehe, Chicão, China em 15 anos? Orra broe, se vc tivesse falado da Rússia, vá lá, até entenderia, mas China? Cara, os caras ainda engatinham em matéria de caças stealth… Quanto ao F-35, haverá (já há) seções e peças da aeronave sendo produzidas outside USA, mas a montagem final será pela LM mesmo. Quanto ao SH, para as missões (ground-attack e interdição) que a US Navy decerto lhe irá determinar após a entrada em serviço do F-35, ele estará de muito bom tamanho. Numa força de ataque o serviço mais perigoso (ataque em profundidade e interceptação) será feito pela aeronave… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Visitante
Diego Tarses Cardoso

Me lembro que ha tempos dizia-se que a era dos caças tripulados havia acabado e que o futuro seriam dos UCAVs,pelo jeito a Boeing vê o futuro com outros olhos,e como sempre precavida,fez uma versão autônoma e uma com piloto,imaginando que nunca a maquina ira superar o homem na tomada de decisões. Agora quanto a evolução das aeronaves,acredito que pra 2025 talvez eles saiam do chão sim,pq quem tem o projeto é a Boeing,que atualmente não tem nenhum projeto mirabolante,apenas a familia F-18 se desenvolvendo pra global hornet e green hornet,podendo sim ter um projeto de 6° geração. Quanto ao… Read more »

Edu Nicácio
Visitante

Que avião lindo! Não lembra “Stealth: uma ameaça invisível”???

Será que também é MUITO pra FAB? Hein Jobim?

Mas, o Brasil não precisa de aviões de combate… Precisa de mais “bolsa qualquer-coisa-que-dê-votos”… Não temos inimigos, não é mesmo? Quem nos atacaria? Que recursos naturais nós temos pra atrair o interesse de alguém? Um pouco de mato, um pouco de comida, uma bacia de água, algum óleo pra lamparina, um pozinho amarelo que serve pra fazer bomba atômica… Tsc, se armar é besteira. Vão por mim.

BRASIL, ACORDA!

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

Falo da China com suas capacidades de interceptação, SAMs etc.. etc…, Russia não é mais inimigo dos USA faz tempo… acredito que ambos estão com a China entalados… rsrsrsrs

Paulo Rick
Visitante
Paulo Rick

Olha se o F-22 parou porque não tinham mais verbas, imaginem o preço de cada bicho desses, ums 500 milhões a unidade, e aí quem vai comprar isso, a economia dos EUA está com seríssimos problemas estruturas, seus deficits continuar a acumular. Por hora vamos ver até onde vai o programa do F-35, o F-22 já era.

[ ]´s

Sirkis
Visitante
Sirkis

500 milhões não, Prick. Cada F-22 custa 5 trilhões de dólares!!!! risos

Boa Tarde!

Wilson Giordani de Souza
Visitante
Member

(…)

NOTA DOS EDITORES:
CUMA?

(…)

Troquei o gravatar… podem excluir esse também… 🙂

Cmdt Oliveira
Visitante
Cmdt Oliveira

Bela aeronave. Como o colega Edu citou lembra muito aquelas do filme. A vida imita a arte! 😉

vassili
Visitante
vassili

Wilson,

Parece que os editores demoraram um pouco para entender o teu pedido………. rsrsrsrsrss……….

abraços.

RatusNatus
Visitante
RatusNatus

O Wilson, esse seu avatar ta muito feio. O anterior tava bem melhor 🙂

brincadeirinha

Almeida
Visitante
Almeida

Nao acredito que ainda tenha gente achando que o Super Hornet sera substituido pelo F-35! O Super Hornet e Growler estão substituindo F-14s, S-2 Vikings REVO, A-6 Instruders e EA-6 Prowlers. Missões: interceptador de defesa da frota, REVO, ataque, interdição e guerra eletrônica. O F-35 irá substituir os F/A -18A/B/C/D. Missões: caça e bombardeiro multi-role leve, para o primeiro dia da guerra por ser furtivo. Segundo divulgado amplamente pela US NAVY, os Super Hornets e Growlers ainda voarão muito ao lado dos F-35, provendo cobertura aérea, cobertura eletrônica, interdição de longo alcance com mísseis e bombas stand-off, saturação de defesas… Read more »

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Prick é bom você quebrar o seu porquinho e mandar para os franceses…

O teu amado Rafale também não está muito bem das pernas.

Alecsander
Visitante
Alecsander

Senhores, é como eu disse outros vezes, se o Brasil deseja produzir seu próprio caças nacional, a 6ª geração é o caminho. Qualquer coisa abaixo disso é perda de tempo e de dinheiro. Se o Brasil quer desenvolver seu caça tupiniquim sem velo se torna um fracasso igual o Embraer AMX, ai esta a porta de entrada.

Um grande abraço.

Ivan
Visitante
Ivan

Almeida, (14 de maio de 2010 às 19:22) É isso aí, amigo. A linha de atuação americana é estar sempre substituindo um vetor por dentro do outro… assim um sempre estará plenamente operacional. Quanto tempo o F-4 Phantom levou para substituir o F-8 Crusader? E o A-7 Corsair para substituir o A-4 Skyhawk? E o F-14 TomCat que nunca substituiu totalmente o F-4 Phantom? É um processo dinâmico, mas SEMPRE haverá uma aeronave totalmente operacional para enfrentar as batalhas. Quanto ao ‘detalhe’ da prioridade de produção de versões biplace do SuperHornet é muito bem observado, indicando claramente que missões serão… Read more »

Highor
Visitante
Highor

a Rússia tava tão feliz com o seu PAK FA T-50) de 5ªgeração.

Aí os sem vergonhas dos Estados Unidenses querem desenvolver
um de 6ª. Isso magoa, sabia?

MUITO PALHO kkkkkkkkkkkkkkkk´k

João Paulo Caruso
Visitante
João Paulo Caruso

Eles vão sustituindo conforme novas unidades vão chegando. Não são como nós que temos poucas aeronaves e podemos substiuí-las quase que de uma vez só. Acho que o brasil não tem experiência suficiente para construir seu próprio caça, nem se for de “quarta geração”. Além disso se é para construir um caça, é necessário que haja compradores. Desenvolver um avião novo para comprar só 48, 72 ou até 150 não daria certo, o preço seria absurdo como o Rafale e o F-22. Não sei se vocês concordam, mas esse avião parece mais dediado ao ataque de que à caça. De… Read more »

Sukhoi
Visitante

“Oficiais da Marinha dos EUA disseram que a aeronave deverá entrar em serviço por volta de 2025”

Não passa de maconha mofada.

Nadir
Visitante
Nadir

Isso que é caça de última geração! Show de bola!
É muito divertido ver a esquerdalha aqui resmungando feito velhos ranzinzas.
Chorem esquerdistas!
Recalque e ficar sempre na poeira é com vocês mesmo!
Hehehe!

Idéias (Im)pertinentes
Visitante

É papel e aceita tudo, até estes aviões que nunca vão decolar na vida real.

Mas fazer o que tem uns defensores dos USA que realmente acreditam em tudo o que eles dizem….

Asimov
Visitante
Asimov

US DoD agrees to buy 124 F/A-18E/Fs and EA-18Gs over 4 years
By Stephen Trimble

http://www.flightglobal.com/articles/2010/05/14/342005/us-dod-agrees-to-buy-124-fa-18efs-and-ea-18gs-over-4.html

Bosco
Visitante
Bosco

Pela configuração esse caça parece otimizar sua furtividade (banda larga) e o supercruzeiro.
A falta de superfícies de controle e de TVC parece sinalizar que “acrobacias” não será um dos requisitos do programa.

Fsinzato
Visitante
Fsinzato

Meu sonho…

Hornets ou SU-35 de prateleira e desenvolvimento do Gripen Sthelt em versão tripulada e posteriormente não tripulada.

Mas…

Abs.

Bosco
Visitante
Bosco

Também não parece confirmar que um futuro caça naval americano pós F35 teria capacidade ESTOL (extreme short take-off and landing) prescindindo de ganchos de parada e de catapultas e usando apenas de seus próprios meios para pousar e decolar de porta-aviões. Pelo menos esse esboço não mostra o que poderia ser um sistema de controle de atitude compatível com a capacidade ESTOL como por exemplo um sistema de vetoração de empuxo, grandes canards, etc. Ou seja, ele deve continuar a ser lançado de catapultas e recuperado por cabos. Salvo se ele tiver algum sistema de ejeção de gases inusitado na… Read more »