Home Aviação Civil Janela de oportunidades para a Embraer na Índia

Janela de oportunidades para a Embraer na Índia

145
16

E-jet - foto Embraer

vinheta-clippingO governo indiano diz ver uma janela de oportunidade para a Embraer nos planos da Índia de alcançar a marca de 2 mil aeronaves em sua frota comercial até 2020. Atualmente, o país conta com 400 aviões que fazem voos domésticos e internacionais.

FONTE: Estadao.com

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Brandalise
Brandalise
10 anos atrás

Boa oportunidade, se esses numeros se confirmarem (mas quase nunca se confirmam, nao eh mesmo?)

Talvez seja uma chance de recuperar o mercado da filial Chinesa da Embraer, que estah em situacao dificil. Serah?

Carlito
Carlito
10 anos atrás

Independentemente de haver oportunidades para a Embraer vender aeronaves comerciais na Índia, creio que este país tenha muito a nos oferecer.

Seria realmente muito interessante Brasil e Índia estreitarem ainda mais seus laços de cooperação.

Paulo
Paulo
10 anos atrás

São dois países com muito potencial. Uma parceria todos teriam a ganhar.

Nick
Nick
10 anos atrás

Ótimo ,

Eles vão de ERJ170/195 sob licença e nós de PAKFA sob lincença e também entramos no MCA deles de parceria ……
Mais um exemplo de parceria ganha-ganha 🙂

[]’s

Carlito
Carlito
10 anos atrás

O MCA seria uma ótima oportunidade do Brasil entrar no projeto de um caça de quinta geração desde o início.

Aliás, o MCA irá certamente incorporar muita tecnologia do PAK FA.

Junior
Junior
10 anos atrás

Brasilllllll

Jovert
Jovert
10 anos atrás

Janela de oportunidade é uma expressão dos americanos (window of opportunity).
Vejam isso antes de comemorarem: “Window of Opportunity” is the sixth episode from season 4 of the science fiction television series Stargate SG-1.

Fsinzato
Fsinzato
10 anos atrás

Só está faltando um pouco de empenho do pessoal das RE’s no sentido de um acordo estratégico com a Índia. Tanto indianos quanto nós brasileiro temos muito a ganhar e ajudaria a consolidar o eixo Brasília/Moscou/Nova Delhi como bloco moderador entre os interesses de Washington e Pequin.

Abs.

RtadeuR
RtadeuR
10 anos atrás

Iso mesmo, parcerias civis e militares, conversar, pensar e construir projetos juntos;. África do sul, Colômbia, França, EUA, Rússia,
China, Chile, até Haiti entre outros, um leque gigante ; nada de monopolização.

Wolfpack
Wolfpack
10 anos atrás

Antes a Índia do que a China… por um simples motivo apenas… copyright.

Galileu
Galileu
10 anos atrás

Concordo, brasil tem muitooo mais a ganhar com a India, ainda não perceberam que os Chinas não são nem um pouco confiáveis, lembre-se disso…… Só um comentário off, se os Editores quiserem cortar blz. Sabiam que a China é o país que mais tem terras fora de seu país, essas terras são compradas por empresas fantasmas, e são usadas para agricultura, tudo produzido volta pra china. E sabem qual o país em que a China tem mais terras??? Brasilllll!!! É, os Chinas adoram a AL, tem planos ótimos pra gente….haha abram os olhos, eles atuam no silêncio da noite… lol… Read more »

Carlos Augusto
Carlos Augusto
10 anos atrás

É Galileu, desta vez você esta com razão, eu já vi noticias a esse respeito de grande produção de soja no Brasil, pelos chineses para a China. E eles são aqueles amigos que agente deve cumprimentar com os olhos fixos neles, pois se distrairmos tomamos facadas nas costas.

skywalker
skywalker
10 anos atrás

A HAL (Hindustan Aircraft) possui uma tecnologia razoável para aviões militares, produzindo-os sob licença ou mesmo desenvolvendo aviões mais simples (como o Marut) desde o final dos anos 50. Talvez possa haver boa sinergia com os excelentes aviões comerciais da Embraer. Seria ótimo mesmo para reverter o fiasco com os “confiáveis” sócios chinocas, que a esta altura já estão em condições de copiar os projetos da empresa brasileira.

Omega
Omega
10 anos atrás

Eu gosto de Stargate SG-1!

Com certeza é uma grande oportunidade para os dois países, todo mundo sabe que o valor e o custo operacional das aeronaves da Embraer são muito bons, e de muita qualidade. O ganho viria para ambas, a Embraer ganharia dinheiro e mercado, a Índia, melhoraria seu transporte, no quesito geral, poderia aposentar algumas aeronaves muito velhas, acredito que tenha muitas por lá e consequentemente o turismo, e assim por diante, tem muita coisa pra fazer sobre os ganhos.

Carlos Augusto
Carlos Augusto
10 anos atrás

Parceria de ouro!
Numa cajadada só poderíamos matar dois coelhos, poderíamos alavancar as vendas dos ERJ, e de quebra fazer uma parceria no Hall Tejas, ai ninguém precisaria de chorar por causa do Gripen, pois teríamos um vetor que não ficaria devendo nada ao caça sueco.

Brandalise
Brandalise
10 anos atrás

Nessa parceria c/ a India parece que todo mundo combina, hein? Que bom! Assino embaixo!

Ma fica um pouco estranho os comentarios sobre Chineses, ateh pq nossos Brasileiros descendentes, e populacao da propria China, nada tem a ver c/ qquer um destes peixes. Penso que o certo seria talvez criticar o governo Chines (ora, governos sao sempre criticaveis!). Nao “os Chineses”. Sei lah.. cada um eh cada um…

Abs!