quarta-feira, outubro 20, 2021

Gripen para o Brasil

Array

O dia em que a FAB ‘bombardeou’ Formiga

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

F-5-foto-FAB

vinheta-exclusivoEra quase meio-dia quando um grupo de comerciantes da bucólica cidade mineira de Formiga (cerca de 166 km para sudoeste de Belo Horizonte) organizava-se para protestar contra os altos juros bancários. O tempo bom daquele início de outono de 1987 permitiu a concentração de cerca de cinco mil manifestantes na região central da cidade.

Estava tudo pronto para o início da manifestação quando, sem qualquer aviso, duas bombas “caíram do céu” bem próximo ao Parque de Exposições da cidade. Após o “lançamento das bombas” duas aeronaves F-5 passaram a realizar voos a baixa altitude sobre o centro. Foi um tumulto generalizado. Muitos imaginaram ser uma retaliação do Governo Federal e, rapidamente, a manifestação dispersou-se.

praca-da-bomba-foto-panoramio

Alguns, mais curiosos do que corajosos, aproximaram-se do local da queda das bombas. A primeira destruiu um muro do parque de exposições e a segunda caiu a acerca de 20 metros do local onde funcionava uma escola e, conforme relatos das testemunhas, fizeram “um buraco de sete metros de profundidade”.

O “Ataque” a Formiga

Tudo não passou de um lamentável incidente que, por sorte, não causou nenhuma vítima, mas o caso foi amplamente noticiado pela imprensa na época.

formiga-recorte_de_jornal

Naquele dia de 2 de abril de 1987 um elemento do 1º GAVCA decolou pela manhã de Santa Cruz para a realização de mais um treinamento. As aeronaves deveriam voar até a localidade de Formiga (MG) e realizar um ataque simulado a uma ponte.

mapa-praca-da-bomba

Para a realização do treinamento as duas aeronaves estavam carregando bombas inertes de exercício de 230 kg. Em momento algum da simulação as bombas inertes deveriam ser lançadas. Elas eram apenas componentes necessários à configuração de um perfil aerodinâmico em situação de ataque ar-solo.

Após o ataque simulado os caças começaram a ganhar altura e neste momento ocorreu o desprendimento involuntário das duas bombas inertes de uma das aeronaves. Na ânsia de verificar o local da queda, os dois F-5 fizeram passagens baixas sobre o centro da cidade.

Depois do ataque

praca-da-bomba-foto-buenovisual No mesmo dia do incidente, uma equipe de militares da FAB chegou ao local. Uma das “bombas” foi desenterrada no mesmo dia e encaminhada para a perícia. A segunda, desenterrada depois, permaneceu na cidade.

Segundo informações divulgadas pela FAB, o desprendimento involuntário ocorreu porque as “bombas” não foram devidamente travadas nos cabides subalares. Um problema originado ainda em terra e potencializado pela manobra após o ataque simulado.

Pelo incidente, o município de Formiga recebeu uma indenização no valor de um milhão e quinhentos e oitenta e seis mil novecentos e dezoito cruzados e cinquenta centavos. Com este dinheiro, construiu-se uma praça no local em 2003 que ficou conhecida como “praça da bomba”. Inclusive uma delas que foi deixada no local atualmente ornamenta a praça.

FONTE: recortes de jornais da época

FOTO/IMAGE: FAB, Panoramio, Google Earth, Buenovisual

- Advertisement -

38 Comments

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
joao

Caraca véi dessa eu não sabia. :O

Autobanhpolizei

Legal rebembrar essa história. Quando eu servia no 10º BI em Juiz de Fora um amigo meu me era de Formiga me contou essa história,e eu não acreditei! Ele disse inclusive que foi esse fato que o estimulou a entrar para a FAB, onde serviu como S1 durante alguns anos antes de prestar concurso para a EsSA. Só tempos depois, quando eu fui a Formiga, é que eu vi que a história era verdadeira.

Autobanhpolizei

corrigindo: …um amigo meu QUE era de Formiga…

Vitor

Hahahaha muito boa a história. Bem curiosa. Parabéns pela materia. Muito boa mesmo. Voces estao de parabéns por proporcionar a nós leitores essas informaçoes históricas de nosso proprio país que muitas vezes nao vemos em nenhum outro lugar. Parabéns! E viva a democracia da internet e a livre circulaçao de informacao =]

A7X

Uau!

Doidera.Esse é um tipo de erro que a FAB não pode cometer.Sorte ninguém ter se ferido.

O dinheiro da indenização poderia ter sido usado em algo mais útil do que construir um praça, né?!
rsrsrs…

Roberto

Imagine o estrago que esse pessoal vai fazer quando estiverem montados num Rafale, F-18,ect.
Sai de baixo.

Roberto

Digo: debaixo

Vader

Nossa, não conhecia a história e nem sabia que existia uma cidade com esse nome, rsrsrs, eita, coisas de Minas Gerais… 🙂

Galileu

ahahahha eu tambem não conhecia essa história…..

Uma pergunta, bombas inertes não tem explosivo no lugar tem areia ou sei lá o que??

imagina o correria da galera haahhaha, “correeee tão atacando!!”ahhaha

Bruno Rocha

E aquela outra que um tanque subalar caiu na terra de um caça da FAB. Só foi descoberto anos depois. O morador achou que fosse uma bomba.
Falaram que o tanque caiu em um exercício de treinamento.

Luis

Shit happens!

ViniciusModolo

Isso não é exclusividade do Brasil.
Comprei ums revistas FA antigas e em uma delas fala de um F-16 tailandes que metralhou com o vulcan 7 bangalos e uma quadra de tênis por engano….

também lembro que um F-16 americano deixou uma bombeta de exercicio cair em um apartamento nos EUA e destrui um banheiro.
e mais uma vez um f-16 metralhou uma escola também nos eua…

conclusão:

o F-16 é avião muito mal, tipo aquele carro do filme que passava no cinema em casa no SBT: Christine, o carro assassino…

Luis

Sai Capeta, dessa fuselagem que não te pertence!!!

Icaro

Me lembro q aqui em Natal tem alguns anos foram encontradas numa região proxima a barreira do inferno bombas de emprego geral durante a construção de um espigão…

Num bairro de comercio popular, tem mais de um decada, jah foram encontrados artefatos explosivos da segunda guerra mundial enterrados…

Fora a porta de um helicoptero da marinha q caiu no quintal de uma casa, esse o invidente curioso mais recente q me lembro/tive conhecimento…

Icaro

Errata: “…incidente…”

Elizabeth

Abaixo um vídeo que explica bem os reais motivos do incidente.

http://www.youtube.com/watch?v=FzB1hObb8g8

FighterSkill

Elizabeth disse:

kkkkkkkk….seja como for é um incidente muito interessante.

PerSan

Lembro-me que o prefeito da cidade na época tentou entrar em contato com a o “Ministério da Força Aérea “e eles não davam crédito pois achavam que era trote 1° de abril.

O prefeito ficou irritado pra caramba!!!!

André Castro

Ainda bem que as bombas eram inertes ,nunca tinha ouvido esta historia , sobre “acidentes de percurso” tem o caso dos B-52 que sobrevoaram os EUA achando que estavam caregando bombas de treinamentos mas na verdade era ogivas nucleares ,tem de um Harpoon que disparou por acidente na Dinamarca vou por 35km depois danificou 130 casas.

Icaro

André Castro disse:
18 de abril de 2010 às 23:13

Vc falou desse Harpoon me lembrei de um sidewinder q se desprendeu por falha de operação em um Hornet(acho q foi um Hornet) durante campanha aeroembarcada e por sorte caiu no mar, mas por pouco q a m#&*@ naum eh maior!

latino

(Muitos imaginaram ser uma retaliação do Governo Federal )

KKKKKKKKKK essa foi d+

sorte ser bombas inertes ,ja pensou se fossem bombas incendiarias ai o bicho pegava !!!

Godoy

Pronto kkkk F5 jogando bombas em manifestantes, podiam jogar umas na multidão que protestava contra a distribuição dos Royalties da camada pré sal, e que essas atingisem o Serra. Brincadeira pessoal.

Papagaio

Quanto ao helicóptero da Marinha, na verdade foi perdida uma janela de um helicóptero Super Lynx em vôo.
O helicóptero fazia um vôo com um repórter local, em Natal-RN, que mesmo recebendo um briefing antes do vôo, decidiu puxar uma alavanca em vôo, alijando a janela da saída de emergência da porta de passageiros. Houve sorte em ninguém ter sido ferido ou os danos materiais terem sido pequenos.
Abs,

EAFAL

Muito boa a lembrança do Blog. Tenho parentes na cidade e estive lá poucos dias depois do acidente.

Em cada praça discutia-se uma teoria da conspiração diferente. Era causo pra todo lado rsrs. Lembro que ninguém acreditava que o ocorrido poderia ser tão somente uma falha mecânica.

Vi de perto as duas crateras e posso afirmar que foi muita sorte ninguém ter sido atingido.

Sds

Linha de frente

Bom dia a todos A verdade do bombardeio em Formiga. Como sempre a corda arrebenta do lado mais fraco, os especialistas em Armamento, pois saibam que o que ocorreu na verdade foi que o Capitão Aviador Jordão selecionou as estações de bomba, para obter os parámetros para laçamento das mk-82 e quando do megulho para bombardear a ponte da rede férrea, comandou o botão de lançamentos e lançou as duas bombas, o seu ala ao ver a “M” que tinha ocorrido, arremeteu no seu bombardeio (aida bem pois, aí seriam quatros bombas). O jordão quando pousou o comandante do caça… Read more »

tyrion

Esta historia de coisas que se soltam e caem do ceu e corriqueira,rola mexe acontece…uma aconteceu aqui em manaus a um ano atras um cargueiro indo de manaus para o peru,decolou do Aeroporto internacional de Manaus e rumava tranquilo quando perdeu uma das turbinas…que a cabou caindo em uma casa na periferia da cidade…o mais engraçado foi que o comandante do vou fingiu que nada tinha acontecido e foi embora…ate hoje o cara que acordou com a turbina na cuzinha anda atras da indenização do preju….heheheh

bbc_poa

Bem que se poderia alijar uma bomba não inerte “acidentalmente” aqui na Vila Dique em POA e acabar com essa novela de 15 anos da ampliação da pista do Salgado Filho.

Há três meses comelou a “transferência” do pessoal da vila e… 3 casas foram efetivamente removidas.
As outras, conforme retiram uma família, aparece mais gente no terreno desocupado…

Tairusiano

Interessante essa matéria eu jah morei em um a cidadezinha no sul de minas e la na época sempre aparecem F-5 simulando um ataque, quando era mais novo ficava maravilhado mais depois dessa informação não vou mais a minas hehehehehe

Agora um comentario aqui gente ele ainda errou a ponte ferrea po que isso, vovó tairusiana sempre dizia que se for soltar bombas por engano em cidades pequena pelo menos acerte o alvo rsrsrsrsrsrsrs

Giordani RS

Só para constar que nas fotos são F-5B´s, já descomissionados.
Alguém sabe do paradeiro deles?
Alguns foram a leilão e pelo que se sabe, nunca foram entregues…algum virou monumento?

Giordani RS

bbc_poa disse:
19 de abril de 2010 às 9:55
Bem que se poderia alijar uma bomba não inerte “acidentalmente” aqui na Vila Dique em POA e acabar com essa novela de 15 anos da ampliação da pista do Salgado Filho.

Há três meses comelou a “transferência” do pessoal da vila e… 3 casas foram efetivamente removidas.
As outras, conforme retiram uma família, aparece mais gente no terreno desocupado…

Apoiado!

zequinha som

um caso famtastico penso o que passou pela cabeça deste piloto depois de ter soltado estas bombas …… queria saber quau foi sua puniçao

zequinha som

qual foi a puniçao deste piloto ou foi de quem preparou a aeronave que caso incrivel………… a moçada deve sempre saber deste assunto quando começa a voar por este brasil famtastico.

Sérgio Reina

Neste dia,Eu estava fazendo compras num armazem na cidade de Serranos MG,+-200km linha reta,quando ouvi um estrodo no ceu,logo fui a porta e ainda vi algo que refletia,a principio pensei que fosse explosao de alguma aeronave,que,ate o momento eu imaginava tratar-se de um abastecimento de combustivel de aviões da FAB,consequentemente frustrado.

Gustavo Rodrigues

Hoje eu tenho 39 anos… eu e meus pais estávamos passando as férias em Formiga MG e como de costume todo mundo almoçava no alpendre das casas… eu me recordo perfeitamente dos dois caças passando por cima da casa da minha vó segundos antes do desprendimento das bombas… o barulho dos caças é inesquecível… ficamos quase surdos… segundos em menos de 3 segundos o estremecimento das bombas foi sentido de looonge… eram essas bombas caindo… depois no ano de 1991 eu fui morar com minha vó no centro de formiga e pude ver a bomba que ficou na cidade exposta… Read more »

Mateus Souza

A7X
Também acho.

Dorense

Muita coincidência: um ano antes, em 1986, outro caça da FAB fez um pouso de emergência numa rodovia federal em trecho reto/plano de 2kms, próximo a cidade de Boa Esperança – MG, quase vizinha de Formiga. A população da cidade foi em peso ao local da rodovia onde o avião ficou parado, no acostamento. Se alguém tiver mais detalhes daquele pouso não programado, informe. Eu fui em Boa Esperança e vi fotos antigas, já desbotadas, da população curiosa vendo de perto aquele caça. Foi uma ocasião única, naquele dia as pessoas não estavam com medo de serem bombardeadas, elas estavam… Read more »

Yuri Rassilan

Eu moro em frente a praça que fica essa bomba. Hoje é 25/05/2020. Infelizmente não está bem cuidada.

15904123903573577799754916968685.jpg

Últimas Notícias

Acompanhe a estreia do 1º episódio da websérie Colaboração Real 4 no YouTube

Em 21 de outubro, às 11h, estreia o primeiro episódio da quarta temporada da websérie Colaboração Real no canal...
- Advertisement -
- Advertisement -