domingo, setembro 19, 2021

Gripen para o Brasil

Dinamarca racionaliza sua frota de F-16

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

F-16 Royal Danish Air Force

A Dinamarca adiou a decisão de substituir seus caças F-16 para 2014, por causa dos atrasos no programa F-35  Joint Strike Fighter.

Como medida tapa-buraco, a Royal Danish Air Force (RDAF) vai retirar de serviço 18 caças e estender a vida útil das 30 aeronaves F-16AM restantes de 2016 a 2020.

Os F-16 da RDAF foram entregues entre fevereiro e maio de 1980 e foram alvo de um MLU (Mid-Life Upgrade) em 2000. Atualmente a RDAF opera 48 F-16AM monoplaces e 12 F-16BM biplaces. Supõe-se que as aeronaves a serem desativadas serão monoplaces.

FONTE: Defensenews

- Advertisement -

12 Comments

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheusts

que demora pro F-35 em =/
mais lento do que o F-X =]

egreg

muahahaha O PAKFA vai ficar logo pronto e será muito mas muito mais barato e a gente vai usá-lo para estabeler uma nova ordem mundial! muahahahaha

emerson

Interessante como o atraso no F35 esta mudando muitos planos estratégicos de forças em diferentes países. A Dinamarca não será o último país a reajustar sua força aérea assim. Por outro lado, a elevação dos custos do F35 também esta mudando a cara do programa, buscando novos parceiros para financiar o projeto. Claro que o F35 não vai ser cancelado, porque muito foi investido e não existem alternativas. Como a Dinamarca, que não pode comprar F18 novos porque consumiria recursos do F35 mas não pode alongar a vida de seus atuais meios, outros países devem estar na mesma sinuca de… Read more »

emerson

Começo a pensar que a SAAB entrou em uma sinuca de bico também. 1) quem já esta no F35 não irá abrir mão da opção, mesmo com o atraso no programa. 2) muitas forças irão modernizar seu caças para estender suas vidas até a entrada em uso do F35. 3) esses caças estarão disponíveis para forças com poucos recursos a partir de 2020, criando um mercado secundário que em outro cenário, poderia ser ocupado pelo Gripen novo. 4) Muitas forças vão adequar seus orçamentos atuais, liberando muitos caças usados sem modernização com vida de uso limitada até 2020, que serão… Read more »

Rodrigo Rauta

Egreg ,
Acho muito cedo falar sobre o PAK-FA, pois não se sabe com certeza em qnt tempo ele estará realmente pronto e nem o valor final dos custos. Lembren-se que no começo do programa JSF, falou-se em valores proximos 65 milhoes de dolares a unidade..ja esta em quase 100 e subindo….Dai, das duas, uma: ou os Russos são magicos e sabem fazer a “multiplic~ção da grana” ou eles não tem a menor ideia de qnt vai custar o programa PAK-FA.

Abraços!

Galileu

ahhaahhaah sim o F35 tá mais lento que o FX, que já mudou mais uma vez o prazo

Almeida

Comprados em 1980, MLU em 2000 e retirada de serviço em 2020, 40 anos! Isso que é ciclo de vida!

Robson Br

emerson em 25 mar, 2010 às 23:13 Rodrigo Rauta em 25 mar, 2010 às 23:54 “”Acho que o atraso do F35 micou o Gripen NG. Talvez por isso os suecos estão tão indignados com os romenos.”” “”..das duas, uma: ou os Russos são magicos e sabem fazer a “multiplic~ção da grana” ou eles não tem a menor ideia de qnt vai custar o programa PAK-FA.”” Na realidade o que está micando o Gripen NG é o proprio atraso em seu desenvolvimento. Para um projeto lançado a quase 4 anos, seu desenvolvimento já deveria estar concluído. Até agora so uma versão… Read more »

Edmar

Caros Amigos.:

Poderiamos obter 36 caças do FX2 (Dassault Rafale) + uns 16 caças do FX2 (Dassault Rafale) para a Marinha equipar o “Porta Aviões SP”, e uns 120 caças de 5 Geração Russo.

Abraços.

Fabio Mayer

O F-35 custará caro, mas será ao menos tão capaz quanto o PAK-FA &
T-50, até porque, pelo que se diz, os dois estarão operacionais praticamente ao mesmo tempo.

Mas ainda concordo com o Felipe CPS, o F-35 foi projetado e desenvolvido para ser um avião ainda mais capaz que o F-22, apesar de monomotor.

Notem bem a atitude dos futuros usuário do F-35. Eles reduzem o custo operacional de suas forças aéreas agora, para continuar apostando no programa.

É aquela coisa, custa caro, mas resolve, por isso aceita-se o encargo!

Francisco AMX

Almeida nossos F-5 foram comprados no início dos anos 70 e vão ficar até 2020/25… logo 50 aninhos… a diferença é que o F-16 modernizado ainda é um páreo duro, já o F-5 teria que nascer denovo! nunca será!

Sds!

Joaca

Olha o Chile comprando mais 12 F16A LMU aí gente….
At
Joaca

Últimas Notícias

Força Aérea Indiana vai comprar 24 caças Mirage 2000 de segunda mão

A frota Mirage 2000 de 35 anos da IAF, que teve um desempenho excepcional durante a operação Balakot de...
- Advertisement -
- Advertisement -