Home Arte Harpia, um conceito de caça de 5ª geração brasileiro

Harpia, um conceito de caça de 5ª geração brasileiro

1591
13

A evolução do conceito do Harpia, o caça de 5ª geração brasileiro proposto pelo nosso amigo e artista digital, Jacubão. Dê sua opinião.

Harpia alto

Harpia perfil

Harpia baixo

Harpia frontal

Harpia detalhe baixo

Configurações de combate do Harpia

Clique nas imagens para ampliar.

Harpia configurações de combate

13 COMMENTS

  1. POW Jacubão, deu um trabalho danado heim, ótimo trabalho, creio que este sonho ficará sim nos nossos sonhos pelos proximos 35-40, já que temos o FX2 para os próximos 30-35 anos.

    Um investimento assim, seria possível em qualquer tempo, mas creio que no Brasil só quando os FX2 estiverem se aposentando!

    Triste, mas é assim!

  2. Excelente trabalho, Jacubão!

    Se aceita um pitaco, que tal um trem de pouso mais robusto para pistas mais complicadas e para um desenvolvimento posterior de uma versão naval?

    Senti falta também de uma configuração de “first day strike”, com todo o armamento carregado internamente.

    um abraço,
    Steen

  3. Jacubão,

    Ficou show de bola….. mas o bichinho terá que ter dois parrudos tubofans para levar toda a carga bélica proposta nas configurações.
    Qual seria o Empty weight e o Loaded weight do Harpia ??

    Sds.

  4. Baschera

    Eu imaginei um caça de grande porte que pudesse cobrir o espaço aéreo brasileiro com eficiência. Seria um caça do porte do F-15, e as turbinas poderiam ter um desempenho semelhante.
    Lógico que isso implicaria em mair custo operacional, mas todos sabemos que um caça é um brinquedo caro memo.

  5. Jacubão, legal pelo desenho, pelo trampo, parabéns mesmo. Acho que em breve já podemos começar a pensar no armamento e nos pods que ele levará.

    Três críticas construtivas:

    1. No desenho de perfil o nariz parece um pouco desproporcional;
    2. Achei os estabilizadores um pouco grandinho prum fly by wyre;
    3. Esse probe de reabastecimento “a la Rafale” compromete todo o resto não? Num tem como ocultá-lo?

    Abs.

  6. Meu caro Felipe Cps.
    Se vc reparar bem, o probe é retrátil sim, assim como o F-18, TORNADO, SU-35… Eu pensei nisso tmb.
    Um abraçao amigo.

  7. Jacuba………ou é Harpia?????????

    Parabéns……….. resolveu botar a mão no bolso, e tirar as garoupas de lá né??????????

    Visto que o novo projeto melhorou no quesito “stealth”, principalmente na carlinga; agora tem um revestimento dourado, ajudando a diminuir mais ainda o RCS……….

    Uma opinião:

    A entrada de ar dos motores (parte interna) poderia ter uma curva mais acentuada, pois nesta configuração, em alguns aspectos, os fans ficariam visiveis para eventuais radares inimigos que estejam localizados na dianteira da aeronave. Falando por outra maneira, a aeronave esteja voando em direção ao radar……..

    Abraços.

    gostei da nova configuração do “Harpia”…..

  8. O que mais me irrita no Brasil é a falta de ousadia que nós temos em desenvolver armamentos. Uma vez enviei um email ao ITA criticando severamente a falta de um caça moderno no Brasil e sinceramente questionando a (in)utilidade do órgão nesses anos todos. Um caça que seja compatível com nosso tamanho continental. Fiquei furioso com o irresponsável FHC colocando nosso país num tratado estúpido de limitação de alcance de nossos mísseis à micharia de 300 km. Acho que o cara acordou no Planalto achando que estava governando Andorra.
    Cheguei a idealizar uma lancha rápida de ataque armada com 2 Exocet e 2 Penguins, além de torpedos e canhões antiaéreos, mas desisti de desenvolver por que os caras talvez nem sequer dessem atenção.
    Só sei que a lancha seria equipada com motores rápidos (pensei em juntar os motores com turbinas de heilcópteros). com velocidade entre 200-250 km por hora.
    Não teria Força-Tarefa poderosa que resistisse a um ataque de umas 20 dessas.Não sei que programa Jacubão usa para desenhar o Harpia, mas poderia usaro mesm para a lancha.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here