domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Mirage 2000 na Guiana Francesa: protegendo lançamento de satélite militar

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

bubo_1 - foto Armee de lair - Sirpa Air

No dia 3 de setembro, chegaram à Guiana Francesa quatro caças Mirage 2000 C do Armée de l’air (Força Aérea Francesa), num deslocamento que foi apoiado por um reabastecedor C135 FR. As aeronaves, em conjunto com um E3F (versão “avião-radar”, ou AWACS, do Boeing 707), deverão prover defesa aérea para o centro espacial local como medida de proteção para o lançamento do satélite militar Helios 2B, transportado por um foguete Ariane V. A operação recebeu o nome de “Bubo”.

Na Guiana Francesa, já opera o esquadrão 68 de helicópteros de ultramar (escadron d’hélicoptères outre-mer – EHOM), encarregado de medidas ativas de segurança aérea (mesures actives de sûreté aérienne – MASA) contra aeronaves de baixa performance, sendo equipado com modelos Fennec (versão militar e armada do conhecido Esquilo). Além dos pequenos Fennec, o EHOM também opera um helicóptero médio Puma para alerta SAR (Search and Rescue – Busca e Resgate).

Os Mirage 2000 são provenientes do esquadrão 2/5  “Île-de-France”. Os voos de familiarização com a área de operações foram programados para início em 4 de dezembro, para que o alerta de defesa aérea seja implementado no dia 8. O lançamento do satélite Helios 2B está programado para 9 de dezembro, podendo ser adiado até o dia 12 em caso de necessidade.

bubo_4 -  foto Armee de lair - Sirpa Air

FONTE / FOTOS: Força Aérea Francesa (Armée de l’air)

NOTA DO BLOG: segundo o Armée de l’air, desde 1989 o 2/5  “Île-de-France” está equipado com caças Mirage 2000 C e, apenas dois anos após esse reequipamento (antes disso,  operava Mirage F-1), já participava da operação Daguet, durante a crise do Golfo.

No ano seguinte (1992), participou da operação Alysse, a partir da Arábia Saudita, integrando o dispositivo  “Southern Watch”. Em 1993, foi a vez da operação Crecerelle, de interdição do espaço aéreo da Bósnia-Herzegovina. O esquadrão está abrigado na Base Aérea de Orange e é provável que, no futuro, seja reequipado com o Rafale.

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps

Uma lástima para a América do Sul ter um de seus países com poderio nuclear como a França e sua colônia-prisão. Esse sim um real motivo para os países sul-americanos se preocuparem com sua segurança.

Esqueçam os EUA: o inimigo mora ao lado. Literalmente.

Sds.

Franco Ferreira

Tenho outra preocupação: Porque?

Porque u’a Nação deslocaria este potencial de ataque por 7000 km, só para assistir um lançamento espacial? Faz-me lembrar o lançamento do VLS com as suspeitas de interferência eletro-magnética.

Franco Ferreira

Colt

Nunão.
Achei muito bom o seu uso dos “parênteses explicativos”.
Bem de acordo com o objetivo do Blog
[]s

Welington

F-15 Japonês pousa de barriga na pista de Komatsu
Ambos os trens de pousos principais em um F-15J da Força Aérea de Auto-Defesa do Japão (JASDF) entraram em colapso enquanto pousava na Base Aérea de Komatsu, hoje pela manhã. Fotos do incidente estão abaixo.
http://moraisvinna.blogspot.com/2009/12/f-15-japones-pousa-de-barriga-na-pista.html
Um grande abraço a todos…

Robson Br

Felipe Cps em 05 dez, 2009 às 18:22

Os objetivos e como a França trata seu protetorado são diferentes dos motivos que levam os EEUU a substituir suas bases do Equador para a Colômbia.

Sou mais a explicação do Franco Ferreira em 05 dez, 2009 às 19:40.

Dentro do contexto da AL, países como a Colômbia, o México e agora o Peru, não tem muita saída, pois ficaram espremidos em um cartel de drogas com patrocínio de um novo doentio ditador.

carl94fn

Alguns perguntam por que a França não compra mais Rafales de uma vez, bem eu acho que é porque o M2000 da conta do recado ainda… mas é só uma suposição, sabe…
sds

Welington

É possível Mauro….
Também gosto muito do F-15 E (Gostarei mais ainda do F-15 SE), assim como do SU-35 BM, meu sonho era ver um destes vetores na FAB, mas infelizmente não vai ser possível. Assim como a maioria prefiro o F-16 E/F Block 60 ao F-18 E/F SH, mas fazer o que?
Um grande abraço Mauro…

carl94fn

valeu Mauro, M2000 é mesmo um otimo caça.
abraços

Thierry

Felipe Cps em 05 dez, 2009 às 18:22 Felipe, I think you are still too young and lack experience of life to temper your opinions Prisão:close since 63 years! Great for rocket launches( your Alcântara is even better located…): commercial satellites:big market and money: 3 european rockets:Ariane+Vega(new cheap rocket for smaller loads)+ 1 russian rocket(Soyouz) Yes Soyouz in south america! http://3w.arianespace.com/news-soyuz-vega/2009/archive.asp Felipe,the world moves, countries work together more and more, Russia and USA speak of many commun interests(less nuclear arms, link Russia-NATO) etc etc Adapt now your brains to the real world or life will force you one day or… Read more »

Thierry

http://www.arianespace.com/news-soyuz-vega/2009/2009_11_07.asp

Soyouz:from St Petersbourg to Pariacabo

Felipe Cps

Yeah, yeah, yeah, Thierry, wherever… You talk about a world of integration uh? Everybody with the hands united in love, worshiping the white dove of peace! Fine. Beautiful. So, you rich countries (and ex-rich, in the case of Russia) first drop off your hateful nuclear arsenal (the only thing I´m obligated to agree with the wretched leftist brazilian government, in therms of external politics). Or shut up about the others pursuit of nukes! And preferentially retire yourself from South America. Give the liberty to your Guiana. Until when will France keep the single european colony in South America? This is… Read more »

Thierry

Felipe,

nuclear armements proliferation is a danger for the survival of humanity.The more you have the more one day an accident can happen.OK some countries already have and the goal is one day to eliminate all of them I agree.
France get out of South America?! only if

Thierry

keyboard accident!
..;only if one day a majority of these 100% french citizens unite in an independantist movement then yes France will have to leave them sovereignty.
from what I know it is not at all the case.France is a democracy like yours.And an Amazonia country!700 kilometers of land border with your country Brazil.We are at home in South America.Your neighbour he he !
Mirage protection? fully normal! Helios II B is a very very sophisticated military satellite like USA have tons
Sds

Thierry

check that Felipe;when I told you the world is multipolar and full of crossed cooperation and it is no longer black or white or good or bad in a simplist way
this satellite is a ccoperation between Italy,Belgium,Greece,France ,Germany,Spain,France with shared access to data according to % financing
read that link in english
http://www.defense.gouv.fr/defense/content/download/168309/1447084/file/DP_HELIOS2B_ENGLISH.pdf

Últimas Notícias

Irã diz que explosão acima de Natanz faz parte de treinamento militar

A explosão relatada coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear do Irã A mídia iraniana no sábado...
- Advertisement -
- Advertisement -