Home Noticiário Internacional Namoro antigo

Namoro antigo

292
18

Desejo de Moçambique de adquirir Tucanos vem desde 1983

Em abril deste ano surgiu a informação de que o Brasil vai doar alguns aviões Tucano T-27 usados para a Força Aérea de Moçambique. Os aparelhos permitirão formar uma unidade aérea para uso em operações de manutenção de paz na região. OS T-27 estão sendo substituídos na Força Aérea Brasileira pelos Super Tucanos.

Mas não é de hoje que Moçambique gostaria de ter os Tucanos. Em 1983 esteve no Brasil o general Armando Emílio Guebuza. A visita do general moçambicano tinha como foco a aquisição do EMB-312. Na época a aeronave era um dos produtos mais modernos da FAB e havia entrado em operação pouco tempo antes.

LEIA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
18 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Aviãozinho
Aviãozinho
10 anos atrás

Esse Tucano é febre virou a nova onda, agora todo mundo quer um.

heauheauheahua

Gustavo
Gustavo
10 anos atrás

Estas aeronaves são o melhor custo beneficio, principalmente para países mais pobres.

Paulo Renato
Paulo Renato
10 anos atrás

Toamara que els comprem uma quantidade boa !!!

Abs

Leandro
Leandro
10 anos atrás

Já era sem tempo!…uns 10 Tucanos para Moçambique e mais uns 5 UH-1H…assim o Brasil vai ser o Papai Noel da vez!

KeplerK
KeplerK
10 anos atrás

Meus filhos, é dando que se recebe. É como aquele computador usado que fica encostado na sua casa ocupando espaço, é melhor dar pra uma pessoa pobre que fará bom uso dele do que tentar vendar por uma merreca. Nesse tipo de doação você economiza tempo, ganha espaço, REFORÇA UMA AMIZADE e se sente melhor com o mundo.

lvieira
lvieira
10 anos atrás

AO INVES DE DOAR , NAO SERIA MELHOR FAZER UM PRECINHO CAMARADA? A FAB NAO TA COM TANTO DINHEIRO EM, CAIXA PRA GASTAR. QUANTO SAI UM DESSES? COLOCA 50 % DE DESCONTO. E MELHOR DO QUE DOAR.

Jonas Rafael
Jonas Rafael
10 anos atrás

Bom, pelo menos é para um país irmão da língua portuguesa. Alguém sabe como anda a situação política em Moçambique?

Harry
Harry
10 anos atrás

Caro Ivieira

Imagine a influencia que a FAB passara a ter em um pais que fala a nossa lingua e na formação de uma instituição de grande significado para a Nação mocambicana.

Treinamentos, cursos, gastos com manutenção…

Futuras vendas que se faz através de relações de confiança, pricipalmente nesta área.

Abs

Abs

Esdras
Esdras
10 anos atrás

Como a FAB tem um grande volume de tucano e estão aos poucos saindo de operação é interessante este tipo de doação para nações amigas. Lembrando que os aviões em operação sustentam a venda de assistencia técnica (venda de serviços e peças) que ajudam a manter a economia girando….é assim que os americanos fazem.
Para patrulhamento ele é uma ótima opção e mesmo o Tucaninho para carrregar armas como metralhadoras e lança foguetes.

João Curitiba
João Curitiba
10 anos atrás

Caro KeplerK

Aplaudo você de pé. É isso aí mesmo.

Abraços

RODRIGUES
RODRIGUES
10 anos atrás

Tá certo tem que ajudar as nações amigas.
mais só para as amigas mesmo.

Luan
Luan
10 anos atrás

Ok para moçambique tudo bem.mas para o Paraguai realmente não precisava,se o Paraguai não existisse o Brasil estaria “menos ruim”,e as relações com o presidente tbm não são boas.

abraços

latino
10 anos atrás

TAMBEM vou mandar um salve pro KeplerK ;;muito bom raciocinio ..

sds

Zeke A6M
Zeke A6M
10 anos atrás

KeplerK

E isso aí.
Só não estamos em crise, por que passamos a olhar os paises pobles, com outros olhos.

Abraços.

Walderson
Walderson
10 anos atrás

Caros KeplerK e Esdras,

vocês disseram tudo. Um abraço.

Julio
Julio
10 anos atrás

Acho correto a posição do Brasil. Devemos fazer a doação, mas, seria interessante que junto fosse uma comitiva de empresários para conhecer melhor Moçambique e tentar fechar contratos com eles. Vamos doar o que podemos e vender bens que produzimos e que eles precisam, antes que outros paises vendam.

Fábio Mayer
Fábio Mayer
10 anos atrás

Em verdade, faz-se uma venda simbólica para países como Moçambique, Bolívia e Paraguai.

Não sou contra. Esses aviões e helicopteros ficariam guardados aqui, gerando custos de conservação e lá fora podem ser bem utilizados, quem sabe até abrindo mercado para produtos brasiliros novos no futuro.

Fritche
Fritche
10 anos atrás

Onde eu entro na lista de doação?!