Home Sistemas de Armas Sarkozy: ‘Lula confia em nós’

Sarkozy: ‘Lula confia em nós’

144
12

Presidente francês garantiu em Nova York que contrato será assinado

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse ontem, em Nova York (EUA), que o contrato de venda de 36 caças Rafale para o Brasil “será assinado”. “Há um acordo político, pelo qual negociamos em contrato e será assinado junto com o dos submarinos vendidos ao Brasil em dezembro de 2008”, assegurou Sarkozy em entrevista a canais de televisão franceses.

“Estive no Brasil para vender nossos Rafale, o melhor avião do mundo, e o senhor Lula mostrou confiança em nós. É uma grande vitória”, disse o presidente francês, que considera normal que os Estados Unidos lutem para vender seus aviões.

O presidente brasileiro revelou a preferência pelos caças da fabricante francesa Dassault, durante a visita de Sarkozy ao Brasil no início deste mês, mas deixou claro que o favoritismo dependia da confirmação do ajuste prometido pelo grupo.

A proposta da França é favorecida devido à significativa transferência de tecnologia concedida pela Dassault. A Suécia ofereceu ao Brasil proposta para desenvolver conjuntamente o caça Gripen NG, em um esforço para melhorar a sua oferta. Autoridades americanas também prometeram transferir a tecnologia necessária.

Na segunda-feira, o Comando da Aeronáutica estendeu para 2 de outubro o fim do prazo para apresentação ao Brasil das propostas de venda dos aviões do projeto FX2. Em nota, a Força Aérea Brasileira justificou que a mudança da data de entrega atendia a uma solicitação da sueca Saab, fabricante do avião Gripen. Depois, houve uma correção. A nota informou que a americana Boeing e a Dassault pediram mais tempo, para exame e apresentação de ofertas, e, assim, o prazo estava sendo ampliado para todas.

O pacote de venda dos 36 caças está estimado em ? 4 bilhões (sic), mas as empresas escondem os preços de seus produtos e o que vão incluir em suas propostas. A assessoria da Saab explicou que pediu prorrogação do prazo porque considerou a primeira data estabelecida, 18 de setembro, muito curta para revisão de estudos e apresentação de novas propostas.

Após confirmar que não entregou sua proposta até a última segunda-feira, a Boeing – por meio de sua assessoria – informou que “vai fazer um novo pente fino, revisando cada item para ver o que mais pode oferecer”. A Boeing lembrou que o novo prazo dá “margem mais confortável” para análise já que muitas questões em discussão têm a ver com a cadeia de fornecedores que não depende só da Boeing.

FONTE: O Estado de São Paulo, via Notimp

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo Renato
Paulo Renato
11 anos atrás

Já está resolvido, já é o Rafale mesmo !!!!
Não cabe mas o que discurtir e nem o que comentar.

Triste fim do FX2 !!!!

Abs.

Marino
Marino
11 anos atrás

Gente, reporter pergunta o que quizer, o indagado responde como melhor lhe aprouver, Sarkozy, e todos os outros vão afirmar até o fechamento do contrato, que seu produto é o melhor, que vão vender seus produtos etc. e tal, se não, sairiam do processo e pronto.
Cada um deles, notadamente Sarkozi, falam para seus eleitores, afinal, por aqui, só é permitida 1 reeleição, enquanto na França, não há limite.

LBacelar
LBacelar
11 anos atrás

O Rafale realmente é o avião mais capaz dessa concorrência, sem sombra de duvidas, porém dizer que é o melhor do mundo já é demais. Acho que o Sarkozy não sabe q existem aviões como o SU35 BM, F15SE e F22 Raptor.

Harry
Harry
11 anos atrás

Caros Certamente fica claro o significado da questão geopolitica inclusa no na compra dos Rafale quando na ONU me pareceu na declaração de Sarkosy ” é inadmissivel ausencia de uma nação poderosa como o Brasil fora do Conselho de Segurança” NÃO incluir o Japão, India ou Africa do Sul se referindo somente ao Brasil. Ponto a França. Mas ainda esta condicionada: “O presidente brasileiro revelou a preferência pelos caças da fabricante francesa Dassault, durante a visita de Sarkozy ao Brasil no início deste mês, mas deixou claro que o favoritismo dependia da confirmação do ajuste prometido pelo grupo” Agora, Sarko… Read more »

Carlos Augusto
Carlos Augusto
11 anos atrás

Vai vencer o melhor, e ao meu ver so existe 2 na competição do FX2, que são respectivamente o Rafale e o SH f18, porque somente os países que fabricam estes caças tem condição de fornecer o avião por completo, penso eu que a FAB não vai querer salada de fruta, motor de um país, radar de outro, e bem provável que esse seja o motivo pelo qual o ministro NJ, não esteja dando muito credito na proposta dos suecos. Na área militar não é fácil fazer acordo com muitos países não.

tomastomaspriet
tomastomaspriet
11 anos atrás

Minha gente, tem que estar tudo “preto no branco” para ter garantias e mesmo assim…

Bruno Rocha
Bruno Rocha
11 anos atrás

Quem vai ser o futuro presidente do Brasil? POis ele terá que sustentar um bebezão (Rafale) que mama muito. Nem os F5 e nem os AMX estão em “FULL”.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Viram? melhor do mundo! he he

A Dassault tinha que pedir para o Sarkozy: “não me ajude presidende não me ajude” rsrsrs

O Rafale é um dos melhores! o “melhor” tem dono! 🙂 e vem do norte! e custa caro! muito caro mesmo! alguém sabe qual é?

Harry
Harry
11 anos atrás

Caro Carlos Augusto em

NJ esta a favor do Rafale porque o patrão é a favor.

Outra a SAAB e Embraer estão acostumadas em fazer parcerias em projetos aeronauticos.

Não é questão de ser fácil fazer acordo na área militar, mas se quem compra tem capacidade gerencial, dinheiro e de absorção da tecnologia.

Abs.

alvespereira
alvespereira
11 anos atrás

Boa Noite, De certo que decido já está, visto que por entendimento geral a decisão é política, e o chefe de estado já disse o que quer, resta saber se é o mesmo que a FAB quer. Já a Boing que no começo dizia que tudo já estava certo com o governo americano agora diz: ““margem mais confortável” para análise já que muitas questões em discussão têm a ver com a cadeia de fornecedores que não depende só da Boeing.” e “Autoridades americanas também prometeram transferir a tecnologia necessária”, o que é necessário nestes termos, será o que queremos?, o… Read more »

mcv
mcv
11 anos atrás

“A Boeing lembrou que o novo prazo dá “margem mais confortável” para análise já que muitas questões em discussão têm a ver com a cadeia de fornecedores que não depende só da Boeing.”
Agora ja naum e somente com o senado americano…tem mais gente pra quem eles tem que pedir autorizacao?!!??
alguem percebeu essa frase antes?!!
So pode dar Rafale mesmo!!E naum podemos esquecer que estamos comprando TT tbm, e, naum somente o “aviaozinhu”!
sds

nandomoura
nandomoura
11 anos atrás

Dos três concorrentes o Rafale concerteza é o mais capaz, pois seu desenvolvimento contempla que ele realize missoes ar-ar, ar-terra, ar-mar, interceptação no estado da arte, porem os preços especulados por ele até agora se tornam proibitivos. A menos que o aviao oferecido seja da versao F.3, com radar AESA ou esses valores se forem reais se tornem parelhos aos dos concorrentes acho inviavel, muito embora torça por ele, nao se pode pagar o dobro do preço da concorrencia para se ter um aviao sem pelo meno radar AESA, senão será mais outro bilhoes para promover a posterior instalação. O… Read more »