Home Operações Aéreas AMX italianos: após a Green Flag, vem a Red

AMX italianos: após a Green Flag, vem a Red

657
45

amx-italia-green-flag-foto-forca-aerea-italiana

No último dia 21 de agosto, terminou a participação dos 10 aviões de ataque AMX, da Força Aérea Italiana, no exercício Green Flag. Realizado na Base Aérea de Nellis, Nevada (EUA), o exercício contou com a participação de aproximadamente 200 militares italianos de diversas unidades, como o 51º Stormo de Istrana (Treviso), a 32ª Ala de Amendola (Foggia), Comando Logístico, Departamento de Voo Experimental Pratica di Mare (Roma), entre outras, tanto para operação e apoio aos caça-bombardeiros como para exercitar a ligação com forças terrestres presentes na Green Flag, através da criação de um Departamento Autônomo de Voo (Reparto Autonomo di Volo – RAV).

Segundo a Aeronautica Militare (Força Aérea Italiana), o exercício representa o estado da arte em cooperação estreita (apoio aproximado) com tropas terrestres. Nas duas semanas de treinamento, há um trabalho em conjunto das tripulações com as tropas terrestres , desenvolvendo e testando táticas para os cenários atuais de emprego. O ambiente reproduz esses cenários complexos em que há grandes riscos de fogo amigo e danos colaterais a civis, que devem ser evitados a todo custo para que se utilize todo o potencial do poder aéreo.

Assim, foram realizadas operações de Air Support (CAS) , Convoy Escort ,Urban CAS, missões envolvendo cooperação com Veículos Aéreos não Tripulados como os Predator MQ-1,que designaram alvos para bombas guiadas a laser (leia mais no link ao final da matéria), e operações de Join Air Attack Team (JAAT), em que um mesmo objetivo foi alvo de ação em que participaram os AMX, artilharia norte-americana, helicópteros AH-64 Apache e pessoal dos 17 º, 16º C e 185º Stormo RAO, incluídos nas equipes de JTAC (Joint Attack Terminal Controller).

amx-italia-green-flag-foto-3-forca-aerea-italiana

Ao todo, os AMX italianos realizaram 171 missões e 300 horas de voo, lançando 30 bombas no polígono, realizando ataque ao solo simulados com o canhão Vulcan de 20mm, ação de evasão em caso de ataque com mísseis antiaéreos (SAM-Surface to Air Missile) e, em cada uma destas missões, foi feita uma análise cuidadosa dos danos colaterais possíveis para a situação tática, para o julgamento da necessidade de abortar o uso do armamento em situações em que poderia haver riscos, mesmo pequenos, de fogo amigo (Blue on Blue) ou de atingir população civil.

O desafio agora é a Red Flag 09-05, em que os AMX italianos atuarão junto aos F-16, F-15, F-18, EA6 Prowler, E-3 Sentry (AWACS) e KC-135 norte-americanos, além dos F-16 dos Emirados Árabes Unidos. Os “inimigos” serão os caças dos grupos de “agressors” dos 64º e 65º CTS.

amx-italia-green-flag-foto-2-forca-aerea-italiana

FONTE e FOTOS: Força Aérea Italiana (Aeronautica Militare)

SAIBA MAIS:

45
Deixe um comentário

avatar
45 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
AMX podem combater no AfeganistãoRobson-ParaenseNoelGUPPYTiago Jeronimo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Joaca
Visitante
Joaca

E pensar que o 1/16 fez feio no Red Flag… Não seria pela falta de alguns componentes do AMX, tipo aqueles que serão incluídos na modernização?
At
Joaca

Joaca
Visitante
Joaca

E pensar que o 1/16 fez feio no Red Flag… Não seria pela falta de alguns componentes do AMX, tipo aqueles que serão incluídos na modernização?
At
Joaca

alves pereira
Visitante
alves pereira

Bom Dia,

Joaca,
Nossos A-1 não receberam quando produzidos tudo que eles mereciam, mas com uma política de sempre cortar gastos foi penalizado no projeto final, estamos agora a corrigir as falhas do passado e sinceramente, gostaria muito de ver o bicho reestilizado quem sabe ao padrão do EADS/MAKO, modificando um pouco o projeto de caça bombardeiro, para treinador biplace (A-1T), multifunção (A-1C) e ataque leve (A-1D) se a embraer quiser ela pode, e com as novas tecnologias do oriundas do FX-2 pode ser ainda melhor.

Abraços.

alves pereira
Visitante
alves pereira

Bom Dia,

Joaca,
Nossos A-1 não receberam quando produzidos tudo que eles mereciam, mas com uma política de sempre cortar gastos foi penalizado no projeto final, estamos agora a corrigir as falhas do passado e sinceramente, gostaria muito de ver o bicho reestilizado quem sabe ao padrão do EADS/MAKO, modificando um pouco o projeto de caça bombardeiro, para treinador biplace (A-1T), multifunção (A-1C) e ataque leve (A-1D) se a embraer quiser ela pode, e com as novas tecnologias do oriundas do FX-2 pode ser ainda melhor.

Abraços.

José
Visitante
José

Senhores o Brasil possui cerca de 53 AMX.
Acho que seria interessante se o Brasil comprasse mais 7 AMX da Itália e depois modernizasse todos.
Senhores, com isso ficariamos com 60 aviões de ataque AMX A-1M e poderiamos criar 5 esquadrões de 12 unidades cada.

José
Visitante
José

Senhores o Brasil possui cerca de 53 AMX.
Acho que seria interessante se o Brasil comprasse mais 7 AMX da Itália e depois modernizasse todos.
Senhores, com isso ficariamos com 60 aviões de ataque AMX A-1M e poderiamos criar 5 esquadrões de 12 unidades cada.

Fábio Max
Visitante
Fábio Max

Com o projeto de modernização em curso, o AM-X seria o treinador avançado natural para a FAB por muitos anos. Basta saber que a AMI venderia células biplaces para completar a dotação necessária…

Fábio Max
Visitante
Fábio Max

Com o projeto de modernização em curso, o AM-X seria o treinador avançado natural para a FAB por muitos anos. Basta saber que a AMI venderia células biplaces para completar a dotação necessária…

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Não concordo. Acompanhei todo o desenvolvimento do A-1, é um avião que eu admiro muito, mas com o F-X2, ele será substituído em 2020/2025, então, o processo de modernização que ele está passando é o suficiente para aumentar o seu poder estratégico que sempre foi sub-utilizado.

Outra coisa, serão atualizados 43 aeronaves e não as 53.

Sds,

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Não concordo. Acompanhei todo o desenvolvimento do A-1, é um avião que eu admiro muito, mas com o F-X2, ele será substituído em 2020/2025, então, o processo de modernização que ele está passando é o suficiente para aumentar o seu poder estratégico que sempre foi sub-utilizado.

Outra coisa, serão atualizados 43 aeronaves e não as 53.

Sds,

Esdras
Visitante
Esdras

Só mesmo modernizado o AMX terá algum valor belico, porque hoje ele lança bomba burra, não tem radar e não lança misseis……fala sério, isso é uma avião de treinamento.
Agora após a modernização, creio que eles finalmente poderá mostrar o seu potencial, e creio que irá surpreender muita gente.

Esdras
Visitante
Esdras

Só mesmo modernizado o AMX terá algum valor belico, porque hoje ele lança bomba burra, não tem radar e não lança misseis……fala sério, isso é uma avião de treinamento.
Agora após a modernização, creio que eles finalmente poderá mostrar o seu potencial, e creio que irá surpreender muita gente.

Robson Br
Visitante
Robson Br

Infelizmente os AMX já estão passando de sua meia vida útil e nós nunca utilizamos seu real potencial.
Como diz o Esdras:””Só mesmo modernizado o AMX terá algum valor belico, porque hoje ele lança bomba burra, não tem radar e não lança misseis……””.
Pela quantidade de aparelhos a ser modernizadas (43) e pelo nosso TO, depois de modernizados terão ainda muito valor militar.

Robson Br
Visitante
Robson Br

Infelizmente os AMX já estão passando de sua meia vida útil e nós nunca utilizamos seu real potencial.
Como diz o Esdras:””Só mesmo modernizado o AMX terá algum valor belico, porque hoje ele lança bomba burra, não tem radar e não lança misseis……””.
Pela quantidade de aparelhos a ser modernizadas (43) e pelo nosso TO, depois de modernizados terão ainda muito valor militar.

Paulo Renato
Visitante
Paulo Renato

Acho que seria uma boa adquirir algumas celulas desse avião e moderniza-los e chegar a um montante de 60 aeronaves.
Depois de sua modernização sua capacidade de combate será elevada e ainda poderemos telos por mas alguns anos, sem esquecer que podem ser usados no futuro como treinador.

Abs.

Paulo Renato
Visitante
Paulo Renato

Acho que seria uma boa adquirir algumas celulas desse avião e moderniza-los e chegar a um montante de 60 aeronaves.
Depois de sua modernização sua capacidade de combate será elevada e ainda poderemos telos por mas alguns anos, sem esquecer que podem ser usados no futuro como treinador.

Abs.

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Interessante afirmar que além de outras diferenças na parte eletrônica entre os AMX italianos e os brasileiros está nos canhões: Os italianos utilizam um GE M61 de 20 mm e os brasileiros 2 DEFA 554 de 30 mm. Dizem que os EUA não autorizaram a venda do M61 pelo Brasil, outras linguas afirmam que o canhão DEFA 554 já era conhecido nosso, pois os Mirage III utilizavam a versão 552 e ele era mais otimizado para ataque ao solo e anti-tanque.

Sds,

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Interessante afirmar que além de outras diferenças na parte eletrônica entre os AMX italianos e os brasileiros está nos canhões: Os italianos utilizam um GE M61 de 20 mm e os brasileiros 2 DEFA 554 de 30 mm. Dizem que os EUA não autorizaram a venda do M61 pelo Brasil, outras linguas afirmam que o canhão DEFA 554 já era conhecido nosso, pois os Mirage III utilizavam a versão 552 e ele era mais otimizado para ataque ao solo e anti-tanque.

Sds,

Robson-Paraense
Visitante
Robson-Paraense

O AMX brasileiro é como o F-22 Raptor, um projeto muito promissor que já nasceu morto. E agora só serve pra tirar foto.

Robson-Paraense
Visitante
Robson-Paraense

O AMX brasileiro é como o F-22 Raptor, um projeto muito promissor que já nasceu morto. E agora só serve pra tirar foto.

Jonas Rafael
Visitante
Jonas Rafael

A quantas anda a modernização dos F-5? A última vez que eu soube ainda havia metade deles esperando pela recauchutagem. Se tiver que esperar terminar os F-5 e A-4 daqui a pouco nem vale a pena começar o trabalho nos AMX. A expectativa de vida deles é até 2025 não?

Jonas Rafael
Visitante
Jonas Rafael

A quantas anda a modernização dos F-5? A última vez que eu soube ainda havia metade deles esperando pela recauchutagem. Se tiver que esperar terminar os F-5 e A-4 daqui a pouco nem vale a pena começar o trabalho nos AMX. A expectativa de vida deles é até 2025 não?

Paulo Renato
Visitante
Paulo Renato

Boa Pergunta Jonas Rafael,
Ainda temos os Bandeirantes que serão modernizados tb…
Pelo tempo já deveria ter acabdo a modernização do F5 Tiger II.
Ainda nem saiu o primeiro AMX, pelo que sei já foi entregue a primeira aeronave para ser feito a modernização e testes.

Ainda nada foi noticiada sobre isso até o momento.

Abs.

Paulo Renato
Visitante
Paulo Renato

Boa Pergunta Jonas Rafael,
Ainda temos os Bandeirantes que serão modernizados tb…
Pelo tempo já deveria ter acabdo a modernização do F5 Tiger II.
Ainda nem saiu o primeiro AMX, pelo que sei já foi entregue a primeira aeronave para ser feito a modernização e testes.

Ainda nada foi noticiada sobre isso até o momento.

Abs.

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Roberto-Paraense, O A-1 confere um poder estratégico muito bom para a FAB, haja vista um A-1 que decolou de Santa maria no RS e voou até o Amapá com 2 REVO. Modernizado então, usando bombas inteligentes e pods eletrônicos, vai ruim de encarar! A primeira aeronave demora mais porque ela é o protótipo e testa as mudanças ocorridas. Jonas e Paulo, Até agora 35 F-5 foram modernizados. Houve um atraso sim mas isto é normal em um programa deste tipo. Os primeiros 2 A-1 já foram para a Embraer. Os bandeirantes estão fechando o pacote. Quando foi que vcs viram… Read more »

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Roberto-Paraense, O A-1 confere um poder estratégico muito bom para a FAB, haja vista um A-1 que decolou de Santa maria no RS e voou até o Amapá com 2 REVO. Modernizado então, usando bombas inteligentes e pods eletrônicos, vai ruim de encarar! A primeira aeronave demora mais porque ela é o protótipo e testa as mudanças ocorridas. Jonas e Paulo, Até agora 35 F-5 foram modernizados. Houve um atraso sim mas isto é normal em um programa deste tipo. Os primeiros 2 A-1 já foram para a Embraer. Os bandeirantes estão fechando o pacote. Quando foi que vcs viram… Read more »

Fábio Max
Visitante
Fábio Max

Marcelo Tadeu,

Você é bem informado, de modo que pergunto se tem alguma informação de QUANTOS F5 serão modernizados?

Fábio Max
Visitante
Fábio Max

Marcelo Tadeu,

Você é bem informado, de modo que pergunto se tem alguma informação de QUANTOS F5 serão modernizados?

G-LOC
Visitante
G-LOC

Engraçado Esdras. O AMX italiano foi pensado pelal italia para atacar a baixa altitude com bombas burras. Nem queriam colocar radar como aconteceria com o projeto inicial da FAB. Quando precisou os italianos compraram as Opher e GBU-16 e nem precisaram modernizar. O mesmo vale para a FAB. Podem comprar as bombas guiadas que queserem e integrar sem precisar modernizar. O mesmo vale para qualquer míssil. Para disparar um Exocet a aeronave só precisa receber a posição do alvo de uma aeronave de patrulha. Lançar só bombas burras não é sinonimo de absolecencia. Comparar o AMX como sendo morto como… Read more »

G-LOC
Visitante
G-LOC

Engraçado Esdras. O AMX italiano foi pensado pelal italia para atacar a baixa altitude com bombas burras. Nem queriam colocar radar como aconteceria com o projeto inicial da FAB. Quando precisou os italianos compraram as Opher e GBU-16 e nem precisaram modernizar. O mesmo vale para a FAB. Podem comprar as bombas guiadas que queserem e integrar sem precisar modernizar. O mesmo vale para qualquer míssil. Para disparar um Exocet a aeronave só precisa receber a posição do alvo de uma aeronave de patrulha. Lançar só bombas burras não é sinonimo de absolecencia. Comparar o AMX como sendo morto como… Read more »

Wolfpack
Visitante
Wolfpack

O canhão Vulcan M61 fora vetado pelo Big Brother.

Wolfpack
Visitante
Wolfpack

O canhão Vulcan M61 fora vetado pelo Big Brother.

José
Visitante
José

Senhores, o AMX A-1 ainda é muito importante para a FAB e depois de modernizados eles ainda vão voar por muito tempo.

José
Visitante
José

Senhores, o AMX A-1 ainda é muito importante para a FAB e depois de modernizados eles ainda vão voar por muito tempo.

jose carlos
Visitante

Em 2005 Escutei um papo que o Brasil iria adquirir alguns AMX da Italia, parece que foi foi apenas papo mesmo.

jose carlos
Visitante

Em 2005 Escutei um papo que o Brasil iria adquirir alguns AMX da Italia, parece que foi foi apenas papo mesmo.

Tiago Jeronimo
Visitante
Tiago Jeronimo

É cada uma que se lê…

Tiago Jeronimo
Visitante
Tiago Jeronimo

É cada uma que se lê…

GUPPY
Visitante
GUPPY

Sempre que leio algo sobre o AMX, lembro do Capitão Bombonato. Alguém pode dar alguma notícia. Ele foi vítima de um acidente(seu AMX teria desaparecido no mar, no Nordeste)mesmo? Parece que ela gostava demais desse avião.

GUPPY
Visitante
GUPPY

Sempre que leio algo sobre o AMX, lembro do Capitão Bombonato. Alguém pode dar alguma notícia. Ele foi vítima de um acidente(seu AMX teria desaparecido no mar, no Nordeste)mesmo? Parece que ela gostava demais desse avião.

Noel
Visitante
Noel

GUPPY, o TCel César Bombonato, quando Comandante do 1/16 Gav, BASC, faleceu em acidente aéreo na Baia de Sepetiba-RJ, em 1998, quando entrou com “tudo” na água, suspeita-se de desorientação espacial, foram encontradas algumas “partes dele” e do seu A-1.

Noel
Visitante
Noel

GUPPY, o TCel César Bombonato, quando Comandante do 1/16 Gav, BASC, faleceu em acidente aéreo na Baia de Sepetiba-RJ, em 1998, quando entrou com “tudo” na água, suspeita-se de desorientação espacial, foram encontradas algumas “partes dele” e do seu A-1.

GUPPY
Visitante
GUPPY

Noel,
Obrigado pela informação e peço desculpas ao senhor e a todos por ter me referido a ele como Capitão quando tratava-se de um TCel. Faz muito tempo que li alguma matéria a respeito dele e não lembro muito dos dados. Desculpem este meu erro. Quanto à informação em si, lamento muito pois eu tinha a esperança de que não fosse confirmado o ocorrido. Fui militar da Marinha e fiquei fã dele ao ler sobre o envolvimento dele com o AMX em alguma revista especializada(creio que foi a RFA).
Abraços!

GUPPY
Visitante
GUPPY

Noel,
Obrigado pela informação e peço desculpas ao senhor e a todos por ter me referido a ele como Capitão quando tratava-se de um TCel. Faz muito tempo que li alguma matéria a respeito dele e não lembro muito dos dados. Desculpem este meu erro. Quanto à informação em si, lamento muito pois eu tinha a esperança de que não fosse confirmado o ocorrido. Fui militar da Marinha e fiquei fã dele ao ler sobre o envolvimento dele com o AMX em alguma revista especializada(creio que foi a RFA).
Abraços!

trackback

[…] AMX modernizados para o padrão ACOL participaram recentemente do exercício “Green Flag West” nos EUA. Depois do “Green Flag West”, os caças italianos marcaram presença no […]