domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Taiwan vai de C-27J

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

C-27J

Taiwan comprará seis Alenia Aermacchi C-27J Spartans. As negociações agora envolvem a parte comercial e um acordo final deve sair no ano que vem.

O C-27J concorreu com o EADS Casa CN-235 como aeronave de transporte tático na categoria médio. A compra também deverá ser avaliada pelo governo dos EUA.

No Brasil o C-27J participou do programa CL-X, que teve o CASA-295 como vencedor.

FONTE: Com informações da Flightglobal

FOTO/IMAGEM: Alenia/Flightinternational

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Flavio

Será que os americanos vão deixar a venda acontecer????

tenho minhas dúvidas, a pobre Taiwan já começou a sofrer com o abandono do “amigo” e “aliado incondicional” EUA.

Isso tudo porcausa de quem mesmo???

É, temos que aprender com isso….nesse mundo, nada de amigos, mas de interesses.

Marcelo Tadeu

Por que não deixariam. O avião é de projeto italiano. A Alenia só se juntou com a Lockheed para disputar uma concorrência nos EUA. Prefiro muito mais o C-295!

Patriota

Como vcs podem ver este é um dos riscos quando se depende dos EUA.
O Brasil teve muitas compras vetadas pelo governo americano e estes
ainda tiveram a coragem de dizer que não precisavamos de tais armamentos , como se eles tivessem autoridade para determinar
as prioridades e objetivos de nossas FAs.

Americanos não são muito confiaveis

Flavio

Será que os americanos vão deixar a venda acontecer????

tenho minhas dúvidas, a pobre Taiwan já começou a sofrer com o abandono do “amigo” e “aliado incondicional” EUA.

Isso tudo porcausa de quem mesmo???

É, temos que aprender com isso….nesse mundo, nada de amigos, mas de interesses.

Marcelo Tadeu

Por que não deixariam. O avião é de projeto italiano. A Alenia só se juntou com a Lockheed para disputar uma concorrência nos EUA. Prefiro muito mais o C-295!

Patriota

Como vcs podem ver este é um dos riscos quando se depende dos EUA.
O Brasil teve muitas compras vetadas pelo governo americano e estes
ainda tiveram a coragem de dizer que não precisavamos de tais armamentos , como se eles tivessem autoridade para determinar
as prioridades e objetivos de nossas FAs.

Americanos não são muito confiaveis

Últimas Notícias

Irã diz que explosão acima de Natanz faz parte de treinamento militar

A explosão relatada coincide com uma crise nas negociações sobre o programa nuclear do Irã A mídia iraniana no sábado...
- Advertisement -
- Advertisement -