Home Operações Aéreas Tornados sauditas treinando na Inglaterra

Tornados sauditas treinando na Inglaterra

335
94

tornado-ids-3

tornado-ids-1

tornado-ids-2

tornado-ids-4

tornado-ids-5

tornado-ids-6

94
Deixe um comentário

avatar
94 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
23 Comment authors
GiovaniAlmeidaG-LOCRoberto CRUlisses Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Pedro
Visitante
Pedro

Eritréia com SU 27, Sauditas de F16 e Tornado…e nóis chupando lama com os F5 e os “véios” Mirage.
Tá na hora deste país se comportar como a 8ª maior economia do mundo, não como a vendinha da esquina!

Pedro
Visitante
Pedro

Eritréia com SU 27, Sauditas de F16 e Tornado…e nóis chupando lama com os F5 e os “véios” Mirage.
Tá na hora deste país se comportar como a 8ª maior economia do mundo, não como a vendinha da esquina!

Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

Excelentes fotos. Uma mais bonita do que a outra. Darão ótimos papéis de parede no meu PC. E esse tornado é uma avião “parrudo”. Sua única falha (que na verdade não é uma falha) é que não é um caça multifunção, havendo versões específicas para cada tipo de misão: Tornado IDS – versão de ataque à superfície; Tornado ADV – versão de intercepção e superioridade aérea e Tornado ECR – versão de reconhecimento e de combate electrônico. O bom seria se tudo isso pudesse ser conjugado em uma única versão. E, mesmo sendo um avião bonito, de traços elegandes, seu… Read more »

Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

Excelentes fotos. Uma mais bonita do que a outra. Darão ótimos papéis de parede no meu PC. E esse tornado é uma avião “parrudo”. Sua única falha (que na verdade não é uma falha) é que não é um caça multifunção, havendo versões específicas para cada tipo de misão: Tornado IDS – versão de ataque à superfície; Tornado ADV – versão de intercepção e superioridade aérea e Tornado ECR – versão de reconhecimento e de combate electrônico. O bom seria se tudo isso pudesse ser conjugado em uma única versão. E, mesmo sendo um avião bonito, de traços elegandes, seu… Read more »

madvad
Visitante
madvad

um dos aviãoes que mais admiro….ser piloto de Tornado…deve ser demais.

madvad
Visitante
madvad

um dos aviãoes que mais admiro….ser piloto de Tornado…deve ser demais.

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

Diz a lenda que, durante a Desert Storm, houve uma vez em que a coalizão atacou uma base aérea em que as primeiras aeronaves só conseguiram “acordar” as defesas AA, não causando dano algum. Logo atrás vinha um único Tornado e, apesar de sair “quase morto”, praticamente destruiu a base iraquiana sozinho.

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

Diz a lenda que, durante a Desert Storm, houve uma vez em que a coalizão atacou uma base aérea em que as primeiras aeronaves só conseguiram “acordar” as defesas AA, não causando dano algum. Logo atrás vinha um único Tornado e, apesar de sair “quase morto”, praticamente destruiu a base iraquiana sozinho.

RJ
Visitante
RJ

Wilson Johann e Flamenguista,

Também diz a lenda que, no Kosovo, em missões onde o Tornado não voltava, ou voltava sem acertar o alvo, o AMX acertou TODAS as bombas sem sofrer nenhuma baixa.

O Tornado foi um excelente avião na época dele, mas isso já passou. Talvez as últimas versões, modernizadas, sejam mais eficientes. Mas o custo de se manter o Tornado tem que compensar muito, o que não é o caso do Brasil.

RJ
Visitante
RJ

Wilson Johann e Flamenguista,

Também diz a lenda que, no Kosovo, em missões onde o Tornado não voltava, ou voltava sem acertar o alvo, o AMX acertou TODAS as bombas sem sofrer nenhuma baixa.

O Tornado foi um excelente avião na época dele, mas isso já passou. Talvez as últimas versões, modernizadas, sejam mais eficientes. Mas o custo de se manter o Tornado tem que compensar muito, o que não é o caso do Brasil.

Adler Medrado
Visitante

É, eu já li sobre essa lenda (do AMX) em algum local.

Adler Medrado
Visitante

É, eu já li sobre essa lenda (do AMX) em algum local.

Storm
Visitante
Storm

Bonitas fotos de um bonito avião !!!. Mas continuando a novela: Também diz a lenda que se esperava muito do tornado na 1º guerra do golfo, (1991) quando o avião teve realmente o seu batismo de fogo, mas seis tornados da RAF e um tornado da força áerea Italiana foram derrubados em missões de bombardeamento de aerodromos, pela artilharia antiáerea. Fatos esse que mudou algumas doutrina de ataque utilizadas no Tornado. Mas a que se levar em conta que as missões atribuidas ao tornado eram carniça pura, ou seja nada fáceis. A verdade é que o Tornado em suas diverças… Read more »

Storm
Visitante
Storm

Bonitas fotos de um bonito avião !!!. Mas continuando a novela: Também diz a lenda que se esperava muito do tornado na 1º guerra do golfo, (1991) quando o avião teve realmente o seu batismo de fogo, mas seis tornados da RAF e um tornado da força áerea Italiana foram derrubados em missões de bombardeamento de aerodromos, pela artilharia antiáerea. Fatos esse que mudou algumas doutrina de ataque utilizadas no Tornado. Mas a que se levar em conta que as missões atribuidas ao tornado eram carniça pura, ou seja nada fáceis. A verdade é que o Tornado em suas diverças… Read more »

Edmar
Visitante
Edmar

Amigos…

Temos F-5M Modernizados e os AMX A-1 que serão Modernizados também.
Esses aviões vão atuar até 2020 com seus novos aviõnicos.

Mas precisamos urgente dos 36 novos caças do FX2 e substituir os novos Mirage F-2000.

Edmar
Visitante
Edmar

Amigos…

Temos F-5M Modernizados e os AMX A-1 que serão Modernizados também.
Esses aviões vão atuar até 2020 com seus novos aviõnicos.

Mas precisamos urgente dos 36 novos caças do FX2 e substituir os novos Mirage F-2000.

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

Alguém já reparou no tamanho da deriva desse caça?
Esses vetores de geometria variável parecem que vão sumir mesmo!
Quanto ao AMX em Kosovo, não sei quem inventou a designação “pocket tornado” mas eu gosto de me referir assim ao AMX.

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

Alguém já reparou no tamanho da deriva desse caça?
Esses vetores de geometria variável parecem que vão sumir mesmo!
Quanto ao AMX em Kosovo, não sei quem inventou a designação “pocket tornado” mas eu gosto de me referir assim ao AMX.

Felipe Cps
Visitante
Felipe Cps

Rárárá, “AMX, A Lenda!”, rsrsrsr…

Sério mesmo, não acredito que um treinador melhorado consiga ser comparado a um Tornado…

Felipe Cps
Visitante
Felipe Cps

Rárárá, “AMX, A Lenda!”, rsrsrsr…

Sério mesmo, não acredito que um treinador melhorado consiga ser comparado a um Tornado…

RJ
Visitante
RJ

Felipe Cps,

O AMX nasceu avião de ataque, e depois tentaram adaptá-lo para treinador (mas como treinador só vendeu para a Venezuela, e a história você conhece).

RJ
Visitante
RJ

Felipe Cps,

O AMX nasceu avião de ataque, e depois tentaram adaptá-lo para treinador (mas como treinador só vendeu para a Venezuela, e a história você conhece).

RJ
Visitante
RJ

Ou seja, como treinador ele seria um bombardeiro piorado, e não o contrário.

RJ
Visitante
RJ

Ou seja, como treinador ele seria um bombardeiro piorado, e não o contrário.

Mirage
Visitante
Mirage

A Deriva do tornado é muito parecido com a deriva do AMX. (O Tornado de Bolso)

Abç

Mirage
Visitante
Mirage

A Deriva do tornado é muito parecido com a deriva do AMX. (O Tornado de Bolso)

Abç

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

SOBRE O AMX. Para aqueles que não acreditam nele, aqui está um “post” deste mesmo Blog. Espero que leiam e tirem suas dúvidas. http://www.aereo.jor.br/?p=711 (de 17 de Ago.2008) Vou postar e colar a matéria inteira aqui também. Coloquei o link acima somente para não haver dúvidas da veracidade. Abaixo: O AMX International AMX “Ghibli” foi projetado para servir como avião de ataque à superfície, para missões de interdição, apoio aéreo aproximado e missões de reconhecimento. Ele é designado como A-1 na Força Aérea Brasileira. O AMX é capaz de operar em altas velocidades subsônicas a baixa altitude (550 nós carregado… Read more »

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

SOBRE O AMX. Para aqueles que não acreditam nele, aqui está um “post” deste mesmo Blog. Espero que leiam e tirem suas dúvidas. http://www.aereo.jor.br/?p=711 (de 17 de Ago.2008) Vou postar e colar a matéria inteira aqui também. Coloquei o link acima somente para não haver dúvidas da veracidade. Abaixo: O AMX International AMX “Ghibli” foi projetado para servir como avião de ataque à superfície, para missões de interdição, apoio aéreo aproximado e missões de reconhecimento. Ele é designado como A-1 na Força Aérea Brasileira. O AMX é capaz de operar em altas velocidades subsônicas a baixa altitude (550 nós carregado… Read more »

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Outra coisinha…

Os Mirage 2000C da FAB são da mesma geração dos Tornado. Modernizados estão somente os Tornados Italianos (metade vai ser MLU este ano e outra metade não) e Alemães (o mesmo).

A aviônica do F5Br é mais moderna até mesmo do que os Tornados MLU Italianos e Alemães.

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Outra coisinha…

Os Mirage 2000C da FAB são da mesma geração dos Tornado. Modernizados estão somente os Tornados Italianos (metade vai ser MLU este ano e outra metade não) e Alemães (o mesmo).

A aviônica do F5Br é mais moderna até mesmo do que os Tornados MLU Italianos e Alemães.

madvad
Visitante
madvad

Pessoal…estes Tornados das fotos aí acima são da versão GR.4..já são beeem modernos….não são do modelo inicial que os Sauditas receberam.

madvad
Visitante
madvad

Pessoal…estes Tornados das fotos aí acima são da versão GR.4..já são beeem modernos….não são do modelo inicial que os Sauditas receberam.

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Existem três versões primárias de Tornado, o Caça-Bombardeiro Tornado IDS(Interdictor/Strike), e o caça interceptor Tornado ADV(Air Defence Variant), e o Tornado ECR(Electronic Combat/Reconnaissance) para supressão das defesas aéreas inimigas.

Em Setembro de 2006 foi noticiado que o Governo Saudita assinou um contracto de £2.5 biliões com a BAE Systems para o upgrade de 80 aviões da frota da Força Aérea Saudita que os quer manter até 2020.

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Existem três versões primárias de Tornado, o Caça-Bombardeiro Tornado IDS(Interdictor/Strike), e o caça interceptor Tornado ADV(Air Defence Variant), e o Tornado ECR(Electronic Combat/Reconnaissance) para supressão das defesas aéreas inimigas.

Em Setembro de 2006 foi noticiado que o Governo Saudita assinou um contracto de £2.5 biliões com a BAE Systems para o upgrade de 80 aviões da frota da Força Aérea Saudita que os quer manter até 2020.

Felipe Cps
Visitante
Felipe Cps

RJ: ainda assim, não dá pra comparar, rsrsrs…

PS: acho o Tornado uma das melhores aeronaves de todos os tempos…

Felipe Cps
Visitante
Felipe Cps

RJ: ainda assim, não dá pra comparar, rsrsrs…

PS: acho o Tornado uma das melhores aeronaves de todos os tempos…

Mirage
Visitante
Mirage

A deriva do Tornado é muito parecida a deriva do AMX. Ou o contrário é claro rsss

Mirage
Visitante
Mirage

A deriva do Tornado é muito parecida a deriva do AMX. Ou o contrário é claro rsss

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

É…

Principalmente na Guerra do Golfo… Ele se saiu muito bem, não é mesmo?

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

É…

Principalmente na Guerra do Golfo… Ele se saiu muito bem, não é mesmo?

Jacubão
Visitante

Saiu sim… Levou vários tecos na fuça quando atacavam a baixa altitude e por esse motivo passaram a atacar a média e alta altitude, pois tava difícil vencer as AAA Iraquianas.
Agora uma curiosidade,não sabia que os TORNADOS britânicos tinham recebido as mesmas cores da A. Saudita

Jacubão
Visitante

Saiu sim… Levou vários tecos na fuça quando atacavam a baixa altitude e por esse motivo passaram a atacar a média e alta altitude, pois tava difícil vencer as AAA Iraquianas.
Agora uma curiosidade,não sabia que os TORNADOS britânicos tinham recebido as mesmas cores da A. Saudita

madvad
Visitante
madvad

O problema que enfrentaram na Guerra do Golfo não foi devido ao tornado não dar conta do recado, e sim um problema de doutrina.

O Tornado foi concebido para atacar baixo, utilizando o Terrain Avoidance para voar o mais baixo possível e se enconder nos morros e colinas europeus..contra uma possível ameaça soviética.

NO Iraque, isso não existia, visto que o deserto é praticamente plano..e os aviões eram detectados ao longe ainda…sem contar os inúmeros SAM´s e AA´s ,ainda tinham centenas de Manpads…

Não se esqueçam que o Iraque, mais precisamente Bagdá..era uma das áreas com maior concentração de defesa antiaérea do mundo.

madvad
Visitante
madvad

O problema que enfrentaram na Guerra do Golfo não foi devido ao tornado não dar conta do recado, e sim um problema de doutrina.

O Tornado foi concebido para atacar baixo, utilizando o Terrain Avoidance para voar o mais baixo possível e se enconder nos morros e colinas europeus..contra uma possível ameaça soviética.

NO Iraque, isso não existia, visto que o deserto é praticamente plano..e os aviões eram detectados ao longe ainda…sem contar os inúmeros SAM´s e AA´s ,ainda tinham centenas de Manpads…

Não se esqueçam que o Iraque, mais precisamente Bagdá..era uma das áreas com maior concentração de defesa antiaérea do mundo.

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Em 1999, na Guerra de Kosovo, os AMX italianos voaram 252 sortidas de combate na Operação Allied Force da OTAN, sem nenhuma perda. Os aviões italianos usaram bombas “burras” Mk.82, bombas guiadas a laser GBU-16 e bombas Mk.82 modificadas com kits de guiagem israelenses Elbit Opher, que as transformaram em bombas guiadas por infra-vermelho, permitindo aos AMX engajar alvos motorizados. Os caças-bombardeiros italianos operaram em Kosovo sob ROE (Rules Of Engagement) estritas. Eles só lançaram suas bombas sobre alvos que tinham sido confirmados visualmente, evitando danos colaterais. Os AMX foram iluminados muitas vezes por radares de sistemas de mísseis antiaéreos… Read more »

Zero Uno
Visitante
Zero Uno

Em 1999, na Guerra de Kosovo, os AMX italianos voaram 252 sortidas de combate na Operação Allied Force da OTAN, sem nenhuma perda. Os aviões italianos usaram bombas “burras” Mk.82, bombas guiadas a laser GBU-16 e bombas Mk.82 modificadas com kits de guiagem israelenses Elbit Opher, que as transformaram em bombas guiadas por infra-vermelho, permitindo aos AMX engajar alvos motorizados. Os caças-bombardeiros italianos operaram em Kosovo sob ROE (Rules Of Engagement) estritas. Eles só lançaram suas bombas sobre alvos que tinham sido confirmados visualmente, evitando danos colaterais. Os AMX foram iluminados muitas vezes por radares de sistemas de mísseis antiaéreos… Read more »

Edmar
Visitante
Edmar

Esse Tornado não é tão bom assim…
Acho que se fossem os AMX, os Sauditas teriam um poco mais de vantagem. Na Guerra do Kosovo não se teve nenhuma perda do AMX.

Acho que o Governo Brasileiro fez bem em Modernizar os AMX A-1, pois eles vão ser utilizados até 2020, junto com os F-5M, que também vão atuar até 2020.

Só que, precisavamos logo dos nossos 36 Caças do FX2.

Edmar
Visitante
Edmar

Esse Tornado não é tão bom assim…
Acho que se fossem os AMX, os Sauditas teriam um poco mais de vantagem. Na Guerra do Kosovo não se teve nenhuma perda do AMX.

Acho que o Governo Brasileiro fez bem em Modernizar os AMX A-1, pois eles vão ser utilizados até 2020, junto com os F-5M, que também vão atuar até 2020.

Só que, precisavamos logo dos nossos 36 Caças do FX2.

Edmar
Visitante
Edmar

Esse Tornado não é tão bom assim…
Acho que se fossem os AMX, os Sauditas teriam um pouco mais de vantagem. Na Guerra do Kosovo não se teve nenhuma perda do AMX.

Acho que o Governo Brasileiro fez bem em Modernizar os AMX A-1, pois eles vão ser utilizados até 2020, junto com os F-5M, que também vão atuar até 2020.

Só que, precisavamos logo dos nossos 36 Caças do FX2.

Edmar
Visitante
Edmar

Esse Tornado não é tão bom assim…
Acho que se fossem os AMX, os Sauditas teriam um pouco mais de vantagem. Na Guerra do Kosovo não se teve nenhuma perda do AMX.

Acho que o Governo Brasileiro fez bem em Modernizar os AMX A-1, pois eles vão ser utilizados até 2020, junto com os F-5M, que também vão atuar até 2020.

Só que, precisavamos logo dos nossos 36 Caças do FX2.