Home Operações Aéreas Tornados sauditas treinando na Inglaterra

Tornados sauditas treinando na Inglaterra

363
94

tornado-ids-3

tornado-ids-1

tornado-ids-2

tornado-ids-4

tornado-ids-5

tornado-ids-6

Subscribe
Notify of
guest
94 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pedro
Pedro
11 anos atrás

Eritréia com SU 27, Sauditas de F16 e Tornado…e nóis chupando lama com os F5 e os “véios” Mirage.
Tá na hora deste país se comportar como a 8ª maior economia do mundo, não como a vendinha da esquina!

Wilson Johann
Wilson Johann
11 anos atrás

Excelentes fotos. Uma mais bonita do que a outra. Darão ótimos papéis de parede no meu PC. E esse tornado é uma avião “parrudo”. Sua única falha (que na verdade não é uma falha) é que não é um caça multifunção, havendo versões específicas para cada tipo de misão: Tornado IDS – versão de ataque à superfície; Tornado ADV – versão de intercepção e superioridade aérea e Tornado ECR – versão de reconhecimento e de combate electrônico. O bom seria se tudo isso pudesse ser conjugado em uma única versão. E, mesmo sendo um avião bonito, de traços elegandes, seu… Read more »

madvad
madvad
11 anos atrás

um dos aviãoes que mais admiro….ser piloto de Tornado…deve ser demais.

Flamenguista
Flamenguista
11 anos atrás

Diz a lenda que, durante a Desert Storm, houve uma vez em que a coalizão atacou uma base aérea em que as primeiras aeronaves só conseguiram “acordar” as defesas AA, não causando dano algum. Logo atrás vinha um único Tornado e, apesar de sair “quase morto”, praticamente destruiu a base iraquiana sozinho.

RJ
RJ
11 anos atrás

Wilson Johann e Flamenguista,

Também diz a lenda que, no Kosovo, em missões onde o Tornado não voltava, ou voltava sem acertar o alvo, o AMX acertou TODAS as bombas sem sofrer nenhuma baixa.

O Tornado foi um excelente avião na época dele, mas isso já passou. Talvez as últimas versões, modernizadas, sejam mais eficientes. Mas o custo de se manter o Tornado tem que compensar muito, o que não é o caso do Brasil.

Adler Medrado
11 anos atrás

É, eu já li sobre essa lenda (do AMX) em algum local.

Storm
Storm
11 anos atrás

Bonitas fotos de um bonito avião !!!. Mas continuando a novela: Também diz a lenda que se esperava muito do tornado na 1º guerra do golfo, (1991) quando o avião teve realmente o seu batismo de fogo, mas seis tornados da RAF e um tornado da força áerea Italiana foram derrubados em missões de bombardeamento de aerodromos, pela artilharia antiáerea. Fatos esse que mudou algumas doutrina de ataque utilizadas no Tornado. Mas a que se levar em conta que as missões atribuidas ao tornado eram carniça pura, ou seja nada fáceis. A verdade é que o Tornado em suas diverças… Read more »

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Amigos…

Temos F-5M Modernizados e os AMX A-1 que serão Modernizados também.
Esses aviões vão atuar até 2020 com seus novos aviõnicos.

Mas precisamos urgente dos 36 novos caças do FX2 e substituir os novos Mirage F-2000.

Flamenguista
Flamenguista
11 anos atrás

Alguém já reparou no tamanho da deriva desse caça?
Esses vetores de geometria variável parecem que vão sumir mesmo!
Quanto ao AMX em Kosovo, não sei quem inventou a designação “pocket tornado” mas eu gosto de me referir assim ao AMX.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Rárárá, “AMX, A Lenda!”, rsrsrsr…

Sério mesmo, não acredito que um treinador melhorado consiga ser comparado a um Tornado…

RJ
RJ
11 anos atrás

Felipe Cps,

O AMX nasceu avião de ataque, e depois tentaram adaptá-lo para treinador (mas como treinador só vendeu para a Venezuela, e a história você conhece).

RJ
RJ
11 anos atrás

Ou seja, como treinador ele seria um bombardeiro piorado, e não o contrário.

Mirage
Mirage
11 anos atrás

A Deriva do tornado é muito parecido com a deriva do AMX. (O Tornado de Bolso)

Abç

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

SOBRE O AMX. Para aqueles que não acreditam nele, aqui está um “post” deste mesmo Blog. Espero que leiam e tirem suas dúvidas. http://www.aereo.jor.br/?p=711 (de 17 de Ago.2008) Vou postar e colar a matéria inteira aqui também. Coloquei o link acima somente para não haver dúvidas da veracidade. Abaixo: O AMX International AMX “Ghibli” foi projetado para servir como avião de ataque à superfície, para missões de interdição, apoio aéreo aproximado e missões de reconhecimento. Ele é designado como A-1 na Força Aérea Brasileira. O AMX é capaz de operar em altas velocidades subsônicas a baixa altitude (550 nós carregado… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Outra coisinha…

Os Mirage 2000C da FAB são da mesma geração dos Tornado. Modernizados estão somente os Tornados Italianos (metade vai ser MLU este ano e outra metade não) e Alemães (o mesmo).

A aviônica do F5Br é mais moderna até mesmo do que os Tornados MLU Italianos e Alemães.

madvad
madvad
11 anos atrás

Pessoal…estes Tornados das fotos aí acima são da versão GR.4..já são beeem modernos….não são do modelo inicial que os Sauditas receberam.

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Existem três versões primárias de Tornado, o Caça-Bombardeiro Tornado IDS(Interdictor/Strike), e o caça interceptor Tornado ADV(Air Defence Variant), e o Tornado ECR(Electronic Combat/Reconnaissance) para supressão das defesas aéreas inimigas.

Em Setembro de 2006 foi noticiado que o Governo Saudita assinou um contracto de £2.5 biliões com a BAE Systems para o upgrade de 80 aviões da frota da Força Aérea Saudita que os quer manter até 2020.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

RJ: ainda assim, não dá pra comparar, rsrsrs…

PS: acho o Tornado uma das melhores aeronaves de todos os tempos…

Mirage
Mirage
11 anos atrás

A deriva do Tornado é muito parecida a deriva do AMX. Ou o contrário é claro rsss

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

É…

Principalmente na Guerra do Golfo… Ele se saiu muito bem, não é mesmo?

Jacubão
11 anos atrás

Saiu sim… Levou vários tecos na fuça quando atacavam a baixa altitude e por esse motivo passaram a atacar a média e alta altitude, pois tava difícil vencer as AAA Iraquianas.
Agora uma curiosidade,não sabia que os TORNADOS britânicos tinham recebido as mesmas cores da A. Saudita

madvad
madvad
11 anos atrás

O problema que enfrentaram na Guerra do Golfo não foi devido ao tornado não dar conta do recado, e sim um problema de doutrina. O Tornado foi concebido para atacar baixo, utilizando o Terrain Avoidance para voar o mais baixo possível e se enconder nos morros e colinas europeus..contra uma possível ameaça soviética. NO Iraque, isso não existia, visto que o deserto é praticamente plano..e os aviões eram detectados ao longe ainda…sem contar os inúmeros SAM´s e AA´s ,ainda tinham centenas de Manpads… Não se esqueçam que o Iraque, mais precisamente Bagdá..era uma das áreas com maior concentração de defesa… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Em 1999, na Guerra de Kosovo, os AMX italianos voaram 252 sortidas de combate na Operação Allied Force da OTAN, sem nenhuma perda. Os aviões italianos usaram bombas “burras” Mk.82, bombas guiadas a laser GBU-16 e bombas Mk.82 modificadas com kits de guiagem israelenses Elbit Opher, que as transformaram em bombas guiadas por infra-vermelho, permitindo aos AMX engajar alvos motorizados. Os caças-bombardeiros italianos operaram em Kosovo sob ROE (Rules Of Engagement) estritas. Eles só lançaram suas bombas sobre alvos que tinham sido confirmados visualmente, evitando danos colaterais. Os AMX foram iluminados muitas vezes por radares de sistemas de mísseis antiaéreos… Read more »

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Esse Tornado não é tão bom assim…
Acho que se fossem os AMX, os Sauditas teriam um poco mais de vantagem. Na Guerra do Kosovo não se teve nenhuma perda do AMX.

Acho que o Governo Brasileiro fez bem em Modernizar os AMX A-1, pois eles vão ser utilizados até 2020, junto com os F-5M, que também vão atuar até 2020.

Só que, precisavamos logo dos nossos 36 Caças do FX2.

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Esse Tornado não é tão bom assim…
Acho que se fossem os AMX, os Sauditas teriam um pouco mais de vantagem. Na Guerra do Kosovo não se teve nenhuma perda do AMX.

Acho que o Governo Brasileiro fez bem em Modernizar os AMX A-1, pois eles vão ser utilizados até 2020, junto com os F-5M, que também vão atuar até 2020.

Só que, precisavamos logo dos nossos 36 Caças do FX2.

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Alguém está sabendo sobre a suposta modernização dos Mirage F-2000 e dos Mirage III…? Parece que eles iam obter os mesmos aviônicos do F-5M.

Estava zuando pela Internet e vi um assunto mais ou menos assim.

Se alguém souber, comente….

Jorge
Jorge
11 anos atrás

Alguém sabe informar se os sauditas conseguiram melhorar a qualidade de seus pilotos (árabes) de Tornados?

Parece que lá, se a pessoa não pertencer à familia real (ou tribo do rei!?), não se pode fazer parte das FF.AA. sauditas.

Em um artigo, do qual não tenho o link, informava-se do problema que a RAF teve com o “convite $$$$” dos sauditas para os pilotos britânicos mudarem-se de “mala e cuia” para a Arabia, para pilotarem os Tornados comprados da Inglaterra.

Alguém pode confirmar ou não essas histórias?

Zorann
11 anos atrás

Gente, hoje em dia qualquer avião é um grande avião. Basta ter os melhores sensores, ver primeiro e atirar primeiro. A plataforma pouco importa, os sensores e armas é que tornam uma aeronave realmente letal.
Um abraço a todos

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Alguém está sabendo sobre a suposta modernização dos Mirage F-2000 e dos Mirage III…? Parece que eles iam obter os mesmos aviônicos do F-5M.

Estava zuando pela Internet e vi um assunto mais ou menos assim.

Se alguém souber, comente….

madvad
madvad
11 anos atrás

Que isso…neguinho querendo comparar AMX com Tornado e ainda diz que o AMX é melhor hahaahahaha

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Madvad…

Não hà comparação. São duas aeronaves totalmente diferentes concebidas para diferentes missões.

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Más…

Se não havia “morros” no Iraque, por que não introduziram outro tipo de envelope de missão?

Alguém pode me responder?

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Desculpem pelo off-topic, mas é um informe que acho que interessa a todos aqui… Segundo o site do MD: “Colômbia quer parceria com Brasil e participação em cargueiro da Embraer Brasília (11/03/2009) – Em visita ao Brasil, o ministro da Defesa da Colômbia, Juan Manoel Santos, foi recebido nesta quarta-feira (11/03) pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim e manifestou interesse em uma parceria estratégica entre os dois países. Segundo o visitante, a Colômbia quer estreitar a colaboração no monitoramento da fronteira comum, quer parcerias em pesquisas tecnológicas de defesa, e quer inclusive participar do projeto de construção do avião de… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás
Ducca
Ducca
11 anos atrás

Eu sempre achei o AMX muito parecido com o Tornado. Acredito que no desenvolvimento do AMX a Itália tem acrescentado muita coisa. O que vocês acham disso?

Patriota
Patriota
11 anos atrás

Gostei destas fotos o tornado foi um grande avião em sua epoca
e se bobear ainda hoje poderia executar missões com grande eficiencia “é um show de avião’

saudações a todos

Ulisses
Ulisses
11 anos atrás

É graças ao AMX que a embraer teve os E-Jets.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Desculpem uma vez mais pelo off-topic, mas é que este é engraçado. Revista Veja e Diogo Mainardi tomaram um olé da FAB, com bola debaixo das canetas, chapéu e tudo mais…o que já não tinha credibilidade nenhuma (casos da Veja e do abestalhado do Mainardi), ficou ainda pior na foto. Prestem atenção no último parágrafo da nota: “O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica lamenta o desconhecimento do brasileiro Diogo Mainardi sobre a história dos Heróis da Pátria de seu país, demonstrado em artigo publicado na edição n. 2.103 da revista VEJA, de 11 de março de 2009, sob o… Read more »

Roberto CR
Roberto CR
11 anos atrás

Ducca Eu sempre achei a mesma coisa. Se foi tirado algo da concepção de um e utilizado em outro, aí eu não sei. Mas acho que não dá para comparar o Tornado a qualquer outro avião. Surgiu originalmente como caça tático, para penetração em alta velocidade ( maior que a do som) e baixa altura ( tenho relatos de -60m), dentro do quadro de conflito contra o leste europeu. A versão de superioridade aérea aparece como alternativa exclusiva para a Inglaterra, que na época ainda tinha alguma indústria aérea relevante própria. Acho que ele é meio sozinho em termos de… Read more »

Roberto CR
Roberto CR
11 anos atrás

Hornet em 12 mar, 2009 às 19:29

Rapaz, já perdeu a graça falar do Mainardi. Pura perda de tempo.

Abraços

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Roberto CR,

também acho…só coloquei aqui porque achei inteligente a resposta da FAB. Foi mais pela inteligência da FAB, que pelo Mainardi…

abraços

G-LOC
G-LOC
11 anos atrás

O AMX não substituiria os Tornados na Desert Storm pois os ataques eram feitos a noite e o AMX não tinha capacidade noturna. Os alvos tambe´m eram bem defendidos o que não era missão dos AMX. Apenas os melhroes caças atacavam alvos bem defendidos como os TOrnados, F-111, F-15E, F117 e A-6. O resto apoiava alvos menos defendidos.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Off-Topic, do UOL: Avião roubado cai em estacionamento de shopping em Goiânia e mata duas pessoas: Um avião de pequeno porte caiu no estacionamento de um shopping em Goiânia (GO) por volta das 18h30 desta quinta-feira (12). Segundo o Corpo de Bombeiros do Estado, os dois ocupantes da aeronave – um homem e sua filha de 5 anos – morreram no local. Não há feridos em terra. O acidente provocou um incêndio, que já foi controlado pelos bombeiros. O shopping Flamboyant fica no bairro Jardim Goiás e é o maior de Goiânia. De acordo com a Polícia Militar, a aeronave,… Read more »

Almeida
Almeida
11 anos atrás

As fotos sao belissimas, mas a aeronave é um pesadelo operacional! Carissima para produzir, manter e operar. Performance muito inferior aos seus contemporaneos, F-14, F-15, F-16, Mirage 2000, Mig-29 e Su-27. Desempenho em combate pessimo, nao apenas pelas unidades perdidas em combate, mas tambem pela disponibilidade e capacidade de neutralizacao de alvos, etc. Coitada da Arabia Saudita que teve que engolir esses carissimos caixoes voadores como pagamento pelo seu petroleo inflacionado. Nem mesmo conseguem manter esses avioes em voo sem 40.000 (quarenta mil) funcionarios da BAe Systems lá na Arábia Saudita pra ajudar. Sim, eu estive lá em 2003 e… Read more »

madvad
madvad
11 anos atrás

Que isso Almeida…não posso crer no seu post.

Almeida
Almeida
11 anos atrás

madvad, basta catar a edição da Air Forces Monthly sobre a Força Aérea Saudita que saiu uns meses atrás. Ou visitar Ryahd contratado pela BAe Systems! 😉 OS Tornado ADV da RAF, apesar de terem um dos melhores radares embarcados dos anos 80 e 90, sofriam em qualquer treino contra aeronaves de sua geração e foram “encostados” durante a guerra do Golfo de 1991 e Kosovo em 1998 em prol dos F-15 e F-16 da OTAN. Os ADV da RSAF nem eram mais postos na ordem de batalha depois que eles receberam os F-15 C/D. OS Tornado IDS e ECR… Read more »

Giovani
Giovani
11 anos atrás

Porque o Tornado não engrenou no Mercado?

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Rárárá, “AMX, A Lenda!”, rsrsrsr…

Sério mesmo, não acredito que um treinador melhorado consiga ser comparado a um Tornado…

Pedro
Pedro
11 anos atrás

Eritréia com SU 27, Sauditas de F16 e Tornado…e nóis chupando lama com os F5 e os “véios” Mirage.
Tá na hora deste país se comportar como a 8ª maior economia do mundo, não como a vendinha da esquina!

Wilson Johann
Wilson Johann
11 anos atrás

Excelentes fotos. Uma mais bonita do que a outra. Darão ótimos papéis de parede no meu PC. E esse tornado é uma avião “parrudo”. Sua única falha (que na verdade não é uma falha) é que não é um caça multifunção, havendo versões específicas para cada tipo de misão: Tornado IDS – versão de ataque à superfície; Tornado ADV – versão de intercepção e superioridade aérea e Tornado ECR – versão de reconhecimento e de combate electrônico. O bom seria se tudo isso pudesse ser conjugado em uma única versão. E, mesmo sendo um avião bonito, de traços elegandes, seu… Read more »