quinta-feira, abril 15, 2021

Gripen para o Brasil

Bombardier recruta engenheiros da Embraer

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

cseries

Em meados do ano passado, vários engenheiros da Embraer receberam uma ligação da canadense Bombardier. Do outro lado da linha, queriam saber se tinham interesse em se mudar para o Canadá para trabalhar em novos projetos da companhia. Meses depois, muitos deles estavam em Buenos Aires, onde a Bombardier alugou salas de um hotel para as entrevistas. Nos próximos dias, um grupo de cerca de 50 ex-funcionários da Embraer desembarca em Montreal, onde fica a sede da companhia. A maioria fará parte da equipe que vai desenvolver o CSeries, nova família de jatos lançada em julho e concorrente direto do ERJ 190/195 da fabricante brasileira.

Não se trata de um grupo qualquer de engenheiros. Eles são estratégicos para a Bombardier, que lançou com atraso o jato regional para até 130 passageiros – a Embraer enxergou o filão há quase uma década e hoje colhe os lucros da decisão. Os profissionais recrutados pelos canadenses acumularam experiência que poucos engenheiros aeronáuticos no mundo têm, pois estiveram envolvidos no projeto do avião de mesmo porte que revolucionou a aviação e a própria fabricante brasileira nos últimos anos.

“Eles não falaram explicitamente, mas o interesse por nosso know-how fica evidente, pois só estão contratando o pessoal que trabalhou no 190/195”, diz um integrante do grupo, que pediu para não ser identificado. “A Bombardier quer entrar num mercado que só a Embraer atua.”

A “missão” é cercada de discrição. Eles evitam falar do assunto por temer retaliação da Embraer. Segundo eles, quem deixa São José dos Campos para fazer avião em outro país é visto pela empresa – e até por ex-colegas – como traidor. “Normalmente quem está indo pede demissão, mas não conta que vai trabalhar na Bombardier.” Procurada, a Embraer apenas disse, por e-mail, que “entende que a movimentação de profissionais seja uma característica comum no mercado, especialmente em um setor globalizado e específico como a aviação, onde as opções se restringem a poucas companhias”.

O porta-voz da Bombardier, Marc Duchesne, confirmou somente que a companhia, terceira maior fabricante de aviões do mundo, procura profissionais experientes para programas recém-lançados, como o CSeries e o Learjet85.

Como se trata de um setor com poucos concorrentes, tirar um time grande de profissionais de uma vez só não é das atitudes mais bem vistas. No passado, uma tentativa semelhante de recrutar engenheiros da Embraer chegou à Organização Mundial do Comércio, provocando conflito diplomático entre os dois países. Por isso, desta vez o processo de seleção foi feito sem alarde.

Esse é o segundo êxodo recente de engenheiros brasileiros para o Canadá. A fuga de cérebros da Embraer começou no ano passado, com outros 50 profissionais. A fase atual do projeto do CSeries é minuciosa e também a que mais requer engenheiros. O avião está previsto para voar em 2013. O cliente inaugural deve ser a alemã Lufthansa, que encomendou 30 jatos, com opção de outros 30.

Boa parte da turma atual foi recomendada pela leva anterior. Em geral, a maior motivação não é salarial. Na Embraer, vários recebiam, em média, R$ 7 mil por mês, além de 13º salário e participação nos lucros. Na Bombardier, os ganhos anuais ficam, no mínimo, em U$ 90 mil (ou R$ 17 mil mensais), mas esses dois últimos benefícios não existem por lá e o custo de vida é mais alto. O que atrai é a oportunidade de experiência internacional, conhecimento profissional e fluência em inglês e francês. Acostumados ao rígido esquema de trabalho da Embraer, eles também sonham com carga horária mais flexível e estrutura menos hierárquica.

As contratações ocorrem no momento em que a Bombardier enxuga seu quadro. Na quinta-feira, ela anunciou um corte de mais de 1.300 funcionários – ou 4,5% da força de trabalho -, sinalizando o fim de um próspero período de vendas dos jatos Learjet e Challenger. Com a crise, a companhia espera queda na demanda por esses modelos, que estavam entre os preferidos de banqueiros e executivos. Ao mesmo tempo, a Bombardier confirmou que vai contratar 800 funcionários para trabalhar em suas novas apostas: CSeries, Learjet 85 e CRJ1000. Muito antes desse anúncio, vários brasileiros já sabiam que seria assim.

FONTE:
O Estado de São Paulo, via MRE

IMAGEM: Bombardier

- Advertisement -

128 Comments

Subscribe
Notify of
guest
128 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
gaspar

lamentavel…
mas nao tem como deixar de morar no Canada pra ficar aqui no rasil…
la eles terao QUALIDADE DE VIDA…
a realidade e dura, infelizmente…
boa sorte a eles…

Alfredo_Araujo

Nao q seja pela qualidade de vida… mais sim pelo capitalismo!!
A Embraer se estivesse em dificuldades nem exitaria em demitir esse pessoal…

camberiu

Como eu havia comentado em uma topico anterior, manter a Infraestrutura da EMBRAER no Brasil nao traz beneficio nenhum para a empresa e serve sim como obstaculo. Montreal tem muito mais charme que o interior de Sao Paulo e a Embraer vai continuar a ter dificuldade em reter talento. Imaginem agora o cenario oposto e vejam a dificuldade que a EMBRAER teria de recrutar engenheiros da Bombardier no Canada e tentar convence-los a se mudarem para Sao Jose Dos Campos, receberem em Reais e aguentarem o dia-dia brasileiro com mendigos, cartorios, criminalidade e sujeira. Para atrair talento mundial, a Embraer… Read more »

Fábio Max

Não bastava os estrangeiros levarem nossos analfabetos jogadores de futebol, agora levam também as pessoas qualificadas.

Retrato de um país onde cidadão só serve para pagar impostos revertidos em favor de mordomias para políticos safados, quase todos desqualificados moral e culturalmente.

flavio

É um escândalo, isso sim! A Bombardier não é uma empresa voltada para o mercado canadense, concorrendo com outras empresas canadenses. E a Embraer, o mesmo. São empresas que geralmente só concorrem com outras de outros países. É uma concorrência de países, na verdade. E há altíssima tecnologia e muitos milhões (ou bilhões) envolvidos. É o futuro do Brasil e do Canadá que estão em jogo. Esses desavergonhados, que ganham bem, muito mais do que a grande maioria dos brasileiros, só querem mais e mais dinheiro, coisa comum na maioria dos seres humanos, infelizmente. Esses mercenários não se envergonham de… Read more »

Storm

Acho que aqui todos já houviram falar em Espionagem Industrial, certo. Vejo ai uma oportunidade de dar o troco.

Se eu fosse da alta direção da Embraer, aproveitava este interesse da Bombardier pelos seus engenheiros e implantava um espião na concorrente. Selecinava um ou mais engenheiros altamente leais e capazes de seu quadro de funcionários e mandava estes procurar emprego na Bombardier. Consequentemente eles iriam absorver novas técnicas e ficar por dentro das qualidades e pontos fracos do concorrente passando as informações periodicamente para a EMBRAER

DORNIER

ORDEN E PROGRESSO ta escrito na bandeira nacional
quanto patriotismo desa Gente cabe vc Julga o pq desa atitude

Iuri Korolev

Camberiu De acordo, pelo menos em parte. Morar em São José não dá não. Digo por experiência própria.Ô cidadezinha … Aliás tenho uma teoria de que o pólo aeroespacial do Brasil teria progredido mais se fosse em outra cidade. Alfredo_Araujo Ser engenheiro no Brasil é uma via crucis que só acaba quando você abandona a carreira, desvalorizada e mal paga, típico de uma republica de bananas. Agora está um pouquinho melhor, mas na primeira crise eles demitem. Fábio Max De pleno acordo. Temos que desestatizar o Brasil e valorizar o empreendedorismo, coisa altamente arriscada aqui, um dos piores lugares do… Read more »

Adolf Galland

Ninguem parece estar disposto a se sacrificar pelo progresso do país.

Hornet

Eu concordo em partes com os amigos. Mas faria uma pergunta: o que é valorizado no Brasil? Qual profissão?

Os salários aqui são muito baixos, via de regra. Por isso que é totalmente compreensível, embora problemática, a constante evasão de cérebros do país. Tendo oportunidade de sair, ninguém fica aqui mesmo.

abraços a todos

Ulisses

Já que alguns falam de qualidade de vida,o analfabetismo no Brasil é só de 10 % e alfabetização é de 90%,nosso meio de vida para os padrões da AL são os melhores(será que o Chile é melhor?).

A classe média no Brasil já é a maioria da população e a pobreza no Brasil é de 8% quando nos anos 90 era 17%(na Bolívia é 60% de pobreza).

SDS.

Adolf Galland

Você está certo Hornet, não posso descordar, mas o que me deixa fulo é eles terem indo para a principal concorrente da embraer, levando tecnologia, eu particulamente me sentiria mal fazer algo assim, mas isso vai da conciencia de cada um.

Ulisses

Hornet.

É verdade mais alguns(seria quase todos?)empregos públicos tem um ótimo salário.

Minha mãe é professora e recebe R$2600 e vive muito bem,meu avô recebe três salários mínimos.

Nem todos os brasileiros recebem salários mínimos.

Vassili Zaitsev

Ulisses,

Peraí, peraí, peraí………………

Que negócio é esse que funcionário público recebe bem???????? SE vc estiver falando dos cabides (cargos de confiança), concordo plenamente. Ganham bem e nada entendem do que fazem. Mas o meu caso, que sou concursado, só tomo no fi-ó-fó. Trabalho igual à um camelo e tenho certeza de uma coisa: no meu dia-a-dia, o que vale é o termo chamado ” mais valia “, isso sim.

abraços.

Iuri Korolev

Vassili Zaitsev
Não exiba demais seus beneficios profissionais senão o pessoal de Campinas vai querer saber onde você trabalha rsrsrsrsr

André C.

Tem alguns que estão falando mal de São José, com certeza estão equivocados ,São José tem uma estrutura que poucas cidades do brasil tem ,com PIB de R$22bi é mais rica que a Bolivia ,Paraguai, tem um dos melhores indices de qualidade de vida do Brasil ,quem defende Que a EMBRAER deixe o Brasil deve achar que todos os projetos de sucesso da empresa foram feitos por gringos, mas foi brasileiros uma coisa de que me orgulho muito . Storm sobre seu comentario não seria ma idea ja que em 2003 a Borbardier planto espiõs dento dentro da fabrica da… Read more »

camberiu

“Tem alguns que estão falando mal de São José, com certeza estão equivocados ,São José tem uma estrutura que poucas cidades do brasil tem ,com PIB de R$22bi é mais rica que a Bolivia ,Paraguai,”

Certamente esses sao fatores extremamente atrativos quanto tentando recrutar talento ao redor do mundo ou tentanto reter talento no Brasil quando as alternativas sao cidades como Montreal, Seattle, Toulouse e outras…..

RJ

André C.,

Em São José moram engenheiros e peões, além das esposas descontentes… Falta diversificação de atividades. Parece que só tem campo de trabalho e universidades decentes para quem faz engenharia. E as famílias? E quanto a atividades culturais? PIB não é sinônimo de qualidade de vida para as famílias. Só consigo gastar meu dinheiro fora de SJC, porque os serviços dessa cidade são muito fracos.

Eduardo

Lembrando, ainda, que a grande maioria desses engenheiros estudaram no ITA e instituições públicas de ensino (porque para trabalhar na Embraer não serve qualquer faculdadezinha não), instituições criadas para capacitar o brasileiro para que este possa trabalhar na transformação do país. E lá se vai ele. Cuidar do progresso de outro país. E é assim que acontece com milhares de brasileiros, que cresceram ouvindo que tudo dos outros países é melhor, mais bonito e mais bem-feito. Na primeiro oportunidade usam o diploma a eles concedido por faculdades públicas (ITA, IME, POLI) e dão no pé. É uma pena. Eu precisei… Read more »

camberiu

“Lembrando, ainda, que a grande maioria desses engenheiros estudaram no ITA e instituições públicas de ensino (porque para trabalhar na Embraer não serve qualquer faculdadezinha não), instituições criadas para capacitar o brasileiro para que este possa trabalhar na transformação do país. E lá se vai ele. Cuidar do progresso de outro país.” Lembrando ainda que esses engenheiros nao receberam nenhuma caridade ou favor e que instituicoes como o ITA sao mantidas com os impostos quase escandinavos que as familias desses engenheiros tambem pagam. Moro em Nova York e trabalho para um empresa de ALTISSIMA tecnologia , e digo para voces… Read more »

Excel

Concorrência desleal.

Hornet

Ulisses,

olha, eu estou com o Vassily…acho que é mais da maneira como ele escreveu…

E eu também sou professor…e não estou contente com meu salário, não. Mas enfim…vamos tocando o barco e empurrando o trator….hehehe

abraços

Fábio Max

O que eu quis dizer é que OS POLÌTICOS se fartam, e o resto dos brasileiros sua para pagar suas mordomias… nada a ver com funcionarios públicos,.outras vítimas do sistema!

Ulisses

Hornet e Vassily.

Eu acho que eu deveria ter explicado um pouco melhor,eu quero dizer em CERTOS CASOS,não em todos é claro.

Abraços.

Andre

Nao sou profissional da industria aeroespacial mas tenho o exemplo de um amigo meu, que trabalha hoje na Embraer estah vislumbrando emigrar aqui para o Canada. Conheco outros brasileiros, ex-engenheiros da Embraer, que trabalham diretamente pra Boeing ou terceirizados, em Seattle (EUA).

Resumo: sao profissionais super qualificados q, mais do que dinheiro, sao buscam qualidade de vida, realizacao pessoal e profissional.

The Captain

Aos caros Andre e camberiu

No caso às custas do povo brasileiro, que com seu trabalho e miséria de remuneração, sustentaram os estudos aqui no Brasil, em instituições de ensino público, daqueles que hoje os aplicam no estrangeiro onde a qualidade de vida é melhor, é isto?

Ricardo

Toma !

Toma na cabeça que mereceu agora…

Deram tudo que a Bombardier queria, a chance de poder ter pessoal que conhece a fundo o seu pior concorrente…

Mais uma vez levaremos na cabeça… Quem não protege o que tem tem que perder mesmo… Cabeçudos

Desculpem o desabafo.

JACUBÃO

Deixa de ser cara de pau Mauro. Como vç pode falar parcos R$ 19.000,00, enquanto a maioria da população sobrevive com apenas um salário mínimo, que trabalha mais que vç, que não pode comprar uma cartela de iogurte para o filho, não pode dar uma bicicleta, um brinquedo decente, um plano de saúde, é obrigado a depender da m… do serviço público para tudo. Esse salário de 19.000, se não estiver enganado, é maior que o salário do presidente, e um assessor nunca deveria ganhar mais que o presidente, pelomenos na minha opinião e de milhares de brasileiros. Pega leve… Read more »

Iuri Korolev

Jacubão
O Mauro está apenas fazendo uma ironia com o deputado mineiro.
It was a joke …

JACUBÃO

HAAA, agora entendi o que o Mauro quis dizer.
Peço mil desculpas Mauro. Acabei viajando na maionese e no castelo.
Foi mal mesmo, isso não acontecerá novamente, prometo.

Um abraço.

Vassili Zaitsev

Iuri Korolev,

Sai pra lá jacaré. Moro bem perto de Campinas doido. Em Santa Bárbara D`Oeste, mais precisamente.

E aqui ta cheio de “profissionais” dessa vida dioda.

abraços.

BlackAce

Só uma coisa atrairia os engenheiros canadenses da Bombardier a virem trabalhar em SJC: As primas. O turismo sexual é o que mais atrai extrangeiros para o Brasil. Dêem só uma olhada na maioria dos sites de downloads e cracks pela internet. Só da PRIMA de São José dos Campos. Só anunciam lá fora !!! Quem é valorizado e ganha bem no Brasil é a panelinha dos Práticos. Videm o blog do poder naval. Até R$ 200.000,00 por mês !!! Bom, é complicado julgar essa galera. Tenho um amigo que está indo nessa leva. O principal motivo dele foi a… Read more »

Tiago Jeronimo

Isso é um movimento normal como disse a propria Embraer, no mundo capitalista as empresas sempre estarão brigando pelos melhores profissionais, não duvidem que a Embraer faria o mesmo com os canadenses se estivesse precisando, claro que acirra a rivalidade existente mas não passa disso, para aqueles que ficam fazendo critícas infantis e sem fundamentos a São José dos Campos, ao Brasil ou a Embraer deviam é estar felizes de estarem vendo brasileiros bem sucedidos se destacando no mundo em uma área como a engenharia aeronaútica.

welington

Falta só uma coisa patriotismo= raízes, amor pela pátria (solo), pessoas (Família, amigos), cultura isto é patriotismo e é exatamente isto que falta.
Um abraço a todos.

Igor

Err embraer, quem manda pagar salário patéticos.

VirtualXI

Sinceramente eu não pensaria duas vezes. Iria para o Canadá, e por um punhado de bons motivos.

Boa sorte aos que foram e “boa sorte” aos que ficaram.

E aos que defendem o patriotismo, em terra de castelos e BBB só fica mesmo quem não tem para onde ir.

Un dos 50

Materia do Vale-Paraibano “A Fuga das galinhas” Emprestando o título de uma obra cinematográfica, os últimos eventos em uma empresa do setor aeronáutico, do vale do Paraíba, muito bem se caracteriza pelo o que este quer dizer, ou seja, as galinhas do galinheiro da Faria Lima estão fugindo, estão aprendendo a voar, e voar alto. As galinhas são os funcionários desta empresa que ao longo dos últimos anos mudou o rumo de sua política de recursos humanos e passou a tratar mal as suas galinhas, digo, seus funcionários. Estas galinhas, digo os funcionários (perdoem o lapso seguido, mas continuemos com… Read more »

Noel

Mercenários???Impatriotas??? Quem pensa realmente isso, a não ser que seja só um impulso, deveria fazer uma reflexão. As áreas cientícas, sejam: tecnológicas, bioquímicas, agrícolas, aeroespaciais, etc… nunca, atenção NUNCA, tiveram o merecido reconhecimento pela sociedade, e não é de hoje, esse comportamento é recorrente a décadas. Ex”s: cade a ENGESA e a Bernardini?? o Arsenal de Marinha esta ocioso, e ai??? o MST destruiu anos de pesquisa agricolas no RS(esqueci o local), sem a menor cerimonia e… o instituto Owaldo Cruz já foi alvejado por tiros de traficantes no Rio, e… o VLS tá engatinhando, acabou de se feito um… Read more »

Un dos 50

Esta historia de patriotismo parece piada, que planeta que voces vivem ?

Outro dos 50

Discussão sem sentido algum… O mercado globalizado é assim mesmo, gente….não existe isso de patriotismo, não. A minha visão é totalmente prática: Você vende um produto, este produto é seu serviço técnico. E você vende seu produto para quem tem o melhor plano, a melhor oferta. Um outra coisa, ninguém tem que ser fiel a empresa alguma; devemos ser, sim, éticos com a empresa, isso sim, sem discussão! E a ética se aplica desde o início até o momento de sua saída…fazer o serviço bem feito, que nada fique por fazer, que nada fique em atraso por sua saída…delegue suas… Read more »

welignton

Num país onde uns amam seu país acima de tudo e não o traem transferindo conhecimentos gratuitamente onde demoramos muito tempo, esforço e dinheiro para conseguir principalmente para a maior concorrente, isto é falta de patriotismo.
Um abraço a todos.

Un dos 50

Welingnton
Sinto, mas voce esta mais do que equivocado. O ponto nao e amor a patria ou nao, pelo que eu saiba nao estamos em guerra, certo ? O ponto e o valor que se da ao profissional que passa a sua vida se qualificando com mestrados e doutorados e acaba sendo tratado por algumas empresas, como se fosse mao de obra desqualificada. Em um mundo globalizado quem valoriza o bom profissional o conquista. Alias e por causa de pensamentos sem sentidos e retrogrados como o seu que muitas empresas assim pensam.

welignton

Un dos 50 não é necessário estarmos em guerra para termos patriotismos e querermos o melhor para o país, nação, estado como um todo.
Um abraço a todos.

Un dos 50

Concordo, e se voce entende que trabalhar em uma empresa extrangeira e ser antipatriota, sinto mas alem de retrogrado isto nao faz sentido, pois, entre outras coisas, a troca de experiencias e saudavel para ambos os lados. Tanto e verdade que varios governos como China e India extimulam a troca de experiencia. Sugiro que voce leie mais sobre o assunto.

welignton

Un dos 50 de maneira alguma nunca disse isto, trabalhar em uma empresa estrangeira é ótimo, pois trás novos conhecimentos e experiências para os mesmos, porem estes engenheiros repassarão conhecimentos sensíveis sobre os E-jets o que é prejudicial para a Embraer e consequentemente para o país.
Um abraço a todos.

Un dos 50

Bom ninguem mais do que a empresa para saber se estes conhecimentos sao sensiveis ou nao (alias para isto que existem contratos especificos de confidencialidade) e aparentemente a mesma nao esta muito preocupada. Logo, custo a entender porque chamar estas pessoas de antipatriotas.

Outro dos 50

Welington…sinto muito, mas Bem Vindo ao Mundo Real.

As coisas funcionam exatamente assim. No mundo do faz de conta as coisas são mais bonitas. No mundo Corporativo as coisas não são tão bonitas assim…vence quem tem a melhor proposta, a melhor barganha. Somos profissionais.

Túlio

Olha, na atual conjuntura, afogado em impostos e de saco cheio de notícia sobre político bilionário. Eu bato é palma pra eles, tiveram a oportunidade e fizaram muito bem de aproveitar, se eu tivesse a mesma oportunidade agarraria com toda a força.

Quero é mais que exploda esse país, só não fico mais inconformado pra não viver em desgosto.

Zero Uno

Uns do 50… Acho que todos têm liberdade de procurar o que é melhor para sí e sua família. Não acho que seja falta de patriotismo trabalhar em outra empresa de outro país. Não acho mesmo. Más patriotismo existe sim e se vc não tem esse sentimento ou tem sómente quando a seleção brasileira de futebol ou outro esporte que vc goste esteja competindo… fazer o quê. Como disse, cada um vive e pensa como desejar. Sobre os benefícios a serem cortados: A Bombardier demitiu 1.300 funcionários e não possui benefícios. Está na reportagem. O que atrai os engenheiros brasileiros… Read more »

lfs

A Embraer nao paga exatamente bem, mesmo vendendo seus produtos na mesma faixa de preço dos canadenses.
Alem do mais, SJC é osso duro de roer, ô cidadezinha
Boa sorte aos amigos que se vao!

Combates Aéreos

J-11 x Gripen: novas informações sobre combates dissimilares na Tailândia

Um relatório do início de dezembro de 2019 de dentro da República Popular da China (RPC) revela detalhes técnicos...
- Advertisement -
- Advertisement -