Home Estratégia A ressurreição do Su-35 no F-X2

A ressurreição do Su-35 no F-X2

537
574

su-35bm-fx-2

Segundo o site Defesanet, o ministro da Defesa Nelson Jobim, durante o programa “Bom Dia Ministro”, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), divulgado através de rede nacional de rádios, na manhã de sexta-feira (6 Fevereiro 2009), afirmou que recebeu, na semana passada, a visita da Rosoboronexport, representante do caça Sukhoi SU-35, que solicitou a possibilidade de ter seu caça reexaminado no Programa F-X2. O Ministro disse que isso é possível, e que a FAB examinaria a nova proposta. Segundo Jobim,  por volta de julho ou agosto, após a decisão final da escolha técnica da FAB, haverá a decisão política pela escolha do caça, que levará em consideração o desenvolvimento de um caça de quinta geração no Brasil.
Será que o Su-35BM correrá por fora e acabará levando o F-X2, em dobradinha com o PAK-FA/T-50?

su-35bm-fx-2a

NOTA do BLOG: Clique aqui para saber como é o F-X em outro BRIC, a Índia.

NOTA do BLOG 2: Acesse esse link para assistir a um vídeo de apresentação do Su-35.

574 COMMENTS

  1. Hehehehe, pra essa a Vovódka Bolivariana da Venezuela vai estourar a champanhe!!!!! E o Hugo Chaves vai estourar de raiva, se a gente receber o SU-35 antes dele, e como cereja do bolo o PAK-FA T-50. Será realmente possível essa virada de mesa de Moscou? Seria uma reviravolta total em sua tradicional política de vendas de material bélico, eles abrirem ampla parceria com a gente num nível desses.
    Abraços.

  2. Hehehehe, pra essa a Vovódka Bolivariana da Venezuela vai estourar a champanhe!!!!! E o Hugo Chaves vai estourar de raiva, se a gente receber o SU-35 antes dele, e como cereja do bolo o PAK-FA T-50. Será realmente possível essa virada de mesa de Moscou? Seria uma reviravolta total em sua tradicional política de vendas de material bélico, eles abrirem ampla parceria com a gente num nível desses.
    Abraços.

  3. Isso é a prova de que o Brasil não é um país sério, e que os processos são atropelados por ingerência dos políticos.

    Essa tal “ressurreição” do Su-35 gerará uma série de processos na justiça por parte dos outros concorrentes, o que inviabilizará o FX-2.

    Se o SU-35 foi eliminado da concorrência por questões técnicas, o que mudou de outubro para cá? O Su-35 ou os critérios do governo?

    E se o avião volta com nova proposta, será dada a oportunidade aos outros concorrentes revisarem suas propostas também? Quantas vezes? Quanto tempo demorará até que se congelem as propostas do FX-2? 50 anos?

  4. Isso é a prova de que o Brasil não é um país sério, e que os processos são atropelados por ingerência dos políticos.

    Essa tal “ressurreição” do Su-35 gerará uma série de processos na justiça por parte dos outros concorrentes, o que inviabilizará o FX-2.

    Se o SU-35 foi eliminado da concorrência por questões técnicas, o que mudou de outubro para cá? O Su-35 ou os critérios do governo?

    E se o avião volta com nova proposta, será dada a oportunidade aos outros concorrentes revisarem suas propostas também? Quantas vezes? Quanto tempo demorará até que se congelem as propostas do FX-2? 50 anos?

  5. Caras, eu desisto de acompanhar o processo, dessa vez sinceramente acho que o FX-2 foi pro telhado… É uma palhaçada com as empresas do Short List, isso vai dar tanto processo que de fato vai inviabilizar o projeto.

    O Defesanet fala também na ressureição do Eurofighter Typhoon.

    Enfim, agora acho que vamos ficar com F-5 e Mirage 2000 até o dia de São Nunca…

    Kd a Vovódka quer não se manifesta, rsrsrsrs???

  6. Caras, eu desisto de acompanhar o processo, dessa vez sinceramente acho que o FX-2 foi pro telhado… É uma palhaçada com as empresas do Short List, isso vai dar tanto processo que de fato vai inviabilizar o projeto.

    O Defesanet fala também na ressureição do Eurofighter Typhoon.

    Enfim, agora acho que vamos ficar com F-5 e Mirage 2000 até o dia de São Nunca…

    Kd a Vovódka quer não se manifesta, rsrsrsrs???

  7. o que seria essa “cabeca de missil” que esta entra as duas tirbinas ???? seria um radar ????
    exista algum aviao que e capaz de lancar um missil pra tras ??? sendo que o mesmo e instalada virado para tras… e possivel ??

  8. o que seria essa “cabeca de missil” que esta entra as duas tirbinas ???? seria um radar ????
    exista algum aviao que e capaz de lancar um missil pra tras ??? sendo que o mesmo e instalada virado para tras… e possivel ??

  9. É uma brincadeira, tchê! Aqui nada é levado a sério. O Brasil é um verdadeiro balaio de gato. Só pode ser piada. Dá um desgosto morar aqui, sinceramente.

  10. É uma brincadeira, tchê! Aqui nada é levado a sério. O Brasil é um verdadeiro balaio de gato. Só pode ser piada. Dá um desgosto morar aqui, sinceramente.

  11. Pessoal, se a proposta russa desta vez superar as outras em $$$ e transferência de know-how, juntamente com a participação do Brasil no PAK-FA, teremos o Su-35BM!
    Viúvas do Sukhoi, regozijai! Inimigos do Sukhoi, tremei!

  12. Pessoal, se a proposta russa desta vez superar as outras em $$$ e transferência de know-how, juntamente com a participação do Brasil no PAK-FA, teremos o Su-35BM!
    Viúvas do Sukhoi, regozijai! Inimigos do Sukhoi, tremei!

  13. Possivelmente o Su-35 é mais ‘barato’ que os demais concorrentes. Será que a FAB e o MD estão reavaliando o Su-35 devido aos cortes no orçamento? O Typhoon ‘entrou novamente’ na disputa porque o MD se comprometeu em incluí-lo caso o Su-35 também o fosse. Se realmente for essa a questão, creio que a FAB estará fazendo um mal negócio, pois o russo já tinha sido desclassificado anteriormente. Agora, se a FAB participar do PAK, aí sim teremos feito um bom negócio.

  14. Possivelmente o Su-35 é mais ‘barato’ que os demais concorrentes. Será que a FAB e o MD estão reavaliando o Su-35 devido aos cortes no orçamento? O Typhoon ‘entrou novamente’ na disputa porque o MD se comprometeu em incluí-lo caso o Su-35 também o fosse. Se realmente for essa a questão, creio que a FAB estará fazendo um mal negócio, pois o russo já tinha sido desclassificado anteriormente. Agora, se a FAB participar do PAK, aí sim teremos feito um bom negócio.

  15. depois da visita do Tom Cruise ao Brasil, o F18 e o favorito, ha ha ha ha
    ate ele eio fazer lobby pelo F18…

    sera que o Tio Sam “afroxou” a politica agora com o Obama ??
    antes com o Bush, o governo yanke disse que a vitoria d SU35 nao seria bem vista por eles…(para bons entendedores, meia palavra ja basta)…
    sera que essa volta do SU 35 nao esta relacionada com a nova politica yanke (Obama)??

  16. depois da visita do Tom Cruise ao Brasil, o F18 e o favorito, ha ha ha ha
    ate ele eio fazer lobby pelo F18…

    sera que o Tio Sam “afroxou” a politica agora com o Obama ??
    antes com o Bush, o governo yanke disse que a vitoria d SU35 nao seria bem vista por eles…(para bons entendedores, meia palavra ja basta)…
    sera que essa volta do SU 35 nao esta relacionada com a nova politica yanke (Obama)??

  17. Concordo, Vladimir. Se o PAK-FA estiver incluído no pacote do Su-35BM, ele tem tudo pra vencer, pois nenhum outro concorrente pode oferecer uma participação num caça de 5a. geração, no estágio que está o Programa da Rússia e da Índia.
    O Brasil tem que aproveitar a oportunidade para fazer os outros finalistas a baixarem seus preços também e oferecerem mais vantagens tecnológicas.

  18. Concordo, Vladimir. Se o PAK-FA estiver incluído no pacote do Su-35BM, ele tem tudo pra vencer, pois nenhum outro concorrente pode oferecer uma participação num caça de 5a. geração, no estágio que está o Programa da Rússia e da Índia.
    O Brasil tem que aproveitar a oportunidade para fazer os outros finalistas a baixarem seus preços também e oferecerem mais vantagens tecnológicas.

  19. Nao que eu não queria o Sukhoi, mas isso ja virou novela mexicana há muito tempo! Amanha reaparece aquele mocinho que “morreu” no comeco da novela e que na verdade, é filho da atriz principal e ninguem sabia!
    Tenho até medo do resultado desse FX. Vão acabar comprando mais Mirage 2000 usados! Querem apostar?

  20. Nao que eu não queria o Sukhoi, mas isso ja virou novela mexicana há muito tempo! Amanha reaparece aquele mocinho que “morreu” no comeco da novela e que na verdade, é filho da atriz principal e ninguem sabia!
    Tenho até medo do resultado desse FX. Vão acabar comprando mais Mirage 2000 usados! Querem apostar?

  21. O Su-35 foi eliminado por motivos técnicos pela FAe, ai os russos resolvem usar o jeitinho brasileiro, o lobby junto ao Ministro, que ainda por cima alimenta as especulações, ou melhor fofoca mesmo, quando declara a mídia que a decisão final será política, dando a entender que a aeronave indicada pela FAe, não necessariamente será a mesma escolhida pelo governo, e abrindo assim condições para articulações dos concorrentes junto a Presidencia, junto ao Congresso, ou junto ao MD; ficando a gerencia do projeto em segundo plano.
    O Ministro fazer uma declaração dessas a imprensa é algo imbecil ou mal intensionado, assuntos desse nível, são e sempre foram classificados, ele sabe disso. Portanto é inadmissível um Ministro de estado, com o curriculo do Sr Jobin, jogar essa informação no ventilador, e a FAB agora que se vire nos trinta…emparedada que nem na época do F-X1, e sem força de decisão.

  22. O Su-35 foi eliminado por motivos técnicos pela FAe, ai os russos resolvem usar o jeitinho brasileiro, o lobby junto ao Ministro, que ainda por cima alimenta as especulações, ou melhor fofoca mesmo, quando declara a mídia que a decisão final será política, dando a entender que a aeronave indicada pela FAe, não necessariamente será a mesma escolhida pelo governo, e abrindo assim condições para articulações dos concorrentes junto a Presidencia, junto ao Congresso, ou junto ao MD; ficando a gerencia do projeto em segundo plano.
    O Ministro fazer uma declaração dessas a imprensa é algo imbecil ou mal intensionado, assuntos desse nível, são e sempre foram classificados, ele sabe disso. Portanto é inadmissível um Ministro de estado, com o curriculo do Sr Jobin, jogar essa informação no ventilador, e a FAB agora que se vire nos trinta…emparedada que nem na época do F-X1, e sem força de decisão.

  23. Vejo com espanto a ressurreição do SU-35, isto mostra que não somos um pais sério.
    Sem desmerecer o SU-35, acho que a FAB estará entrando numa roubada do barato que terminará saindo incrivelmente mais caro. Teremos que mudar a logistica atual para manter estes russos. A eletronica embarcada será russa ou será ocidental vide israel? as armas serão russas?
    Senhores… cautela e canja de galinha nunca fez mal a ninguem!!
    Fico espantado com o sonho de alguns para não dizer utopia. O brasil nunca primou por manter rasoalvelmente equipadas suas forças armadas visto que ainda detemos armamento do tempo da II guerra e Vietnã.
    Querem agora sanhar com SU-35…PAK-FA… é desconhecer a realidade do Brasil e a realidade, fidelidade e confiabilidade russa.
    Qual os maiores parceiros comerciais brasileiros? vcs acham que como por encanto e desejo do figuraça que hoje está na defesa o FX vão valtar a estaca zero?
    O FX meu amigos foi pro espaço… se for verdade isto, o Brasil se verá num verdadeiro mato sem cachorro judicial, ou vcs acham que França, Suecia e EUA vão engolir calados esta falta de compromisso e honestidade do Brasil?

  24. Vejo com espanto a ressurreição do SU-35, isto mostra que não somos um pais sério.
    Sem desmerecer o SU-35, acho que a FAB estará entrando numa roubada do barato que terminará saindo incrivelmente mais caro. Teremos que mudar a logistica atual para manter estes russos. A eletronica embarcada será russa ou será ocidental vide israel? as armas serão russas?
    Senhores… cautela e canja de galinha nunca fez mal a ninguem!!
    Fico espantado com o sonho de alguns para não dizer utopia. O brasil nunca primou por manter rasoalvelmente equipadas suas forças armadas visto que ainda detemos armamento do tempo da II guerra e Vietnã.
    Querem agora sanhar com SU-35…PAK-FA… é desconhecer a realidade do Brasil e a realidade, fidelidade e confiabilidade russa.
    Qual os maiores parceiros comerciais brasileiros? vcs acham que como por encanto e desejo do figuraça que hoje está na defesa o FX vão valtar a estaca zero?
    O FX meu amigos foi pro espaço… se for verdade isto, o Brasil se verá num verdadeiro mato sem cachorro judicial, ou vcs acham que França, Suecia e EUA vão engolir calados esta falta de compromisso e honestidade do Brasil?

  25. Concordo com o Noel. É uma baita irresponsabilidade do Ministro. Se esta declaração fosse dada antes dos recebimentos das propostas, poder-se-ia pensar que era lobby, uma artimanha do Ministro para botar lenha na fogueira entre as empresas finalistas. Mas esta declaração pós-recebimento das propostas é, no mínimo, irresponsável.

  26. Concordo com o Noel. É uma baita irresponsabilidade do Ministro. Se esta declaração fosse dada antes dos recebimentos das propostas, poder-se-ia pensar que era lobby, uma artimanha do Ministro para botar lenha na fogueira entre as empresas finalistas. Mas esta declaração pós-recebimento das propostas é, no mínimo, irresponsável.

  27. Com certeza isso foi uma falha de comunicaçõa ou interpretação do jornalista, pois depois destas:
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=328
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=456
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=386
    Deus nos livre!!!!!hehehehehehe
    Para essa velha malica(cachaceira bolivariana) manda ela comprar um Lada é ficar na dela!!!!
    Essa ai é viagem de torcedor, não essiste “Graças a Deus” nada de concreto.

  28. Com certeza isso foi uma falha de comunicaçõa ou interpretação do jornalista, pois depois destas:
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=328
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=456
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=386
    Deus nos livre!!!!!hehehehehehe
    Para essa velha malica(cachaceira bolivariana) manda ela comprar um Lada é ficar na dela!!!!
    Essa ai é viagem de torcedor, não essiste “Graças a Deus” nada de concreto.

  29. Todos aqui sabem que eu defendi a opção Su-35 PAK (especialmente pela possibilidade da participação no PAK, pois seria a única oportunidade de se desenvolver tecnológicamente, dado que os demais são pacotes prontos).
    agora, é cedo para dizer qualquer coisa, porém se isto se confirmar, eu deixarei de dar crédito ao ministério e a FAB, pois até então a concorrencia me parecia técnica.
    se isto se confirmar, será uma prova de que tanto a saida como a reentrada do Su-35 foram resultado de ingerências políticas, e mostram que os critérios técnicos não foram levados em consideração.
    lastimável…

    um adendo, a Vovódika deve ter consultado a mãe diná….

  30. Todos aqui sabem que eu defendi a opção Su-35 PAK (especialmente pela possibilidade da participação no PAK, pois seria a única oportunidade de se desenvolver tecnológicamente, dado que os demais são pacotes prontos).
    agora, é cedo para dizer qualquer coisa, porém se isto se confirmar, eu deixarei de dar crédito ao ministério e a FAB, pois até então a concorrencia me parecia técnica.
    se isto se confirmar, será uma prova de que tanto a saida como a reentrada do Su-35 foram resultado de ingerências políticas, e mostram que os critérios técnicos não foram levados em consideração.
    lastimável…

    um adendo, a Vovódika deve ter consultado a mãe diná….

  31. A ingerencia politica em atos eminentementes tecnicos é o que estão acabando com nossos forças armadas!!
    O Jobim que está ministro sempre gostou de um holofote, a FAB agora que se vire!!

  32. A ingerencia politica em atos eminentementes tecnicos é o que estão acabando com nossos forças armadas!!
    O Jobim que está ministro sempre gostou de um holofote, a FAB agora que se vire!!

  33. RII, é melhor você ouvir a gravação original do Ministro, foi isso mesmo que ele disse, não houve falha na interpretação do jornalista.
    Segundo: o site areamilitar.net é conhecido por sua notória campanha contra armamentos russos.

  34. RII, é melhor você ouvir a gravação original do Ministro, foi isso mesmo que ele disse, não houve falha na interpretação do jornalista.
    Segundo: o site areamilitar.net é conhecido por sua notória campanha contra armamentos russos.

  35. Isso é uma vergonha… Pode ser um grande avião e tudo mais.

    So que isso demonstra que nosso país é uma piada… Os Russos estão de piada e estão atrapalhando a escolha do novo vetor… Jogaram areia no processo e nosso ministro caiu como pato.

    Querem comprar o SU-35 comprem mas primeiro finalizem o FX-2 com um vencedor…

    Eu não acompanho mais isso! Isso não é novela é uma P…ria!!!

  36. Isso é uma vergonha… Pode ser um grande avião e tudo mais.

    So que isso demonstra que nosso país é uma piada… Os Russos estão de piada e estão atrapalhando a escolha do novo vetor… Jogaram areia no processo e nosso ministro caiu como pato.

    Querem comprar o SU-35 comprem mas primeiro finalizem o FX-2 com um vencedor…

    Eu não acompanho mais isso! Isso não é novela é uma P…ria!!!

  37. O SU-35 foi desqualificado pela FAB não por motivos técnicos, tanto que ele é o preferido dos pilotos, ele foi desqualificado por que os Russos não querem transferir tecnologia, vai ver foi isso que mudou agora, e eles resolveram re-avaliar. O único candidato que realmente pode dar alguma coisa em termos de caça de 5° geração são os russos, de resto só promessas.

    Abraços.

  38. O SU-35 foi desqualificado pela FAB não por motivos técnicos, tanto que ele é o preferido dos pilotos, ele foi desqualificado por que os Russos não querem transferir tecnologia, vai ver foi isso que mudou agora, e eles resolveram re-avaliar. O único candidato que realmente pode dar alguma coisa em termos de caça de 5° geração são os russos, de resto só promessas.

    Abraços.

  39. Talvez os fanáticos fãs do SU-35 não percebam, nada contra essa linda máquina, mas a imagem do país sairá arranhada no fim desse embrólio, e teremos que engolir novamente aquela frase: “O BRASIL NÃO É UM PAIS SÉRIO”. A informação passada pelo Min Jobim, creio que deveria ser analisada internamente, antes de ser divulgada, e pode causar complicações até em negociações futuras, e não apenas no que se refere a materiais militares, pode ir além. Vejam bem:
    1)se os russos forem novamente recusados, vão ficar magoados;
    2)se os três finalistas perderem para os russos ou europeus, ficarão indignados, e pode parar na justiça;
    3)se os europeus levarem, os russos tabém não gostarão juntamente com os três finalistas; e
    4)se o Governo cancelar o projeto, todos ficarão irados.
    O Brasil, praticamente, sairá perdendo alguma credibilidade seja qual for a escolha mesmo com a escolha de um dos três finalistas, o mal já esta feito, e a FAB que se FO##.

  40. Talvez os fanáticos fãs do SU-35 não percebam, nada contra essa linda máquina, mas a imagem do país sairá arranhada no fim desse embrólio, e teremos que engolir novamente aquela frase: “O BRASIL NÃO É UM PAIS SÉRIO”. A informação passada pelo Min Jobim, creio que deveria ser analisada internamente, antes de ser divulgada, e pode causar complicações até em negociações futuras, e não apenas no que se refere a materiais militares, pode ir além. Vejam bem:
    1)se os russos forem novamente recusados, vão ficar magoados;
    2)se os três finalistas perderem para os russos ou europeus, ficarão indignados, e pode parar na justiça;
    3)se os europeus levarem, os russos tabém não gostarão juntamente com os três finalistas; e
    4)se o Governo cancelar o projeto, todos ficarão irados.
    O Brasil, praticamente, sairá perdendo alguma credibilidade seja qual for a escolha mesmo com a escolha de um dos três finalistas, o mal já esta feito, e a FAB que se FO##.

  41. Esse programa estava sendo conduzido de forma aparentemente séria. Agora, já não sei mais. Pelo andar da carruagem, começo a achar que a escolha do nova caça da FAB não vai ter mais fim. Espero estar enganado.

  42. Esse programa estava sendo conduzido de forma aparentemente séria. Agora, já não sei mais. Pelo andar da carruagem, começo a achar que a escolha do nova caça da FAB não vai ter mais fim. Espero estar enganado.

  43. Bom dia!

    A minha preferência sempre foi pelo sukhoi , por seus números e suas capacidades . Acredito nos produtos russos , o problema é a garantia da logística deles que ainda não conhecemos.
    Se o MD decidir comprar de cara este avião beleza mas que feche logo este contrato.

    Será que essa ressureição não e uma cartada para adiar o processo de compra?

  44. Bom dia!

    A minha preferência sempre foi pelo sukhoi , por seus números e suas capacidades . Acredito nos produtos russos , o problema é a garantia da logística deles que ainda não conhecemos.
    Se o MD decidir comprar de cara este avião beleza mas que feche logo este contrato.

    Será que essa ressureição não e uma cartada para adiar o processo de compra?

  45. VERGONHA !!!!! Se o Saito tivesse vergonha na cara, ele entregaria o cargo.Mas,como não vai deixar de receber os benefícios que o cargo oferece,ficará calado……..!!!República das bananas !!!

  46. VERGONHA !!!!! Se o Saito tivesse vergonha na cara, ele entregaria o cargo.Mas,como não vai deixar de receber os benefícios que o cargo oferece,ficará calado……..!!!República das bananas !!!

  47. Ouvir uma nova proposta dos Russos e Italianos, não quer dizer que irá acatar.
    Não acredito que o sr. ministro daria esse vexame de jogar o nome do Brasil na lama como muitos outros já o fizeram anteriormente.

  48. Ouvir uma nova proposta dos Russos e Italianos, não quer dizer que irá acatar.
    Não acredito que o sr. ministro daria esse vexame de jogar o nome do Brasil na lama como muitos outros já o fizeram anteriormente.

  49. Prezados colegas do Blog, vejamos o outro lado da moeda. Com a entrada do SU 35 poderiamos comprar esse vetor e fazer com o GRIPEN NG uma dupla invencível. Lembren-se de uma coisa. A aquisição desses caças é uma compra direta e não uma concorrência. São institutos jurídicos distintos. Nada imprede que o Brasil possa comprar dois dos três finalisatas, ou um dos finalistas e outro caça por fora, ou então nenhum dos finalistas, observando é claro os critérios iniciais do que foi pedido pela FAB.

  50. Prezados colegas do Blog, vejamos o outro lado da moeda. Com a entrada do SU 35 poderiamos comprar esse vetor e fazer com o GRIPEN NG uma dupla invencível. Lembren-se de uma coisa. A aquisição desses caças é uma compra direta e não uma concorrência. São institutos jurídicos distintos. Nada imprede que o Brasil possa comprar dois dos três finalisatas, ou um dos finalistas e outro caça por fora, ou então nenhum dos finalistas, observando é claro os critérios iniciais do que foi pedido pela FAB.

  51. Eu sou uma das viúvas do SU mas isso que o ministro fez é de uma irresponsabilidade sem tamanho. Ninguém precisava saber disso. Que recebe-se o material do SU e do Eurofight e ficasse quieto. Mas é o Nelson Jobim, o falador das multidões. Falou demais e vai criar constrangimento enorme ao governo. E depois viaja para a Antártida. Ele não é ingênuo a esse ponto. Fez de propósito.

  52. Eu sou uma das viúvas do SU mas isso que o ministro fez é de uma irresponsabilidade sem tamanho. Ninguém precisava saber disso. Que recebe-se o material do SU e do Eurofight e ficasse quieto. Mas é o Nelson Jobim, o falador das multidões. Falou demais e vai criar constrangimento enorme ao governo. E depois viaja para a Antártida. Ele não é ingênuo a esse ponto. Fez de propósito.

  53. Pessoal, lembrando que o BRASIL é SOBERANO na decisão pelo caça do F-X2, doa a quem doer.
    As cartas estavam na mesa, veio alguém e virou o jogo. O jogo continua e isso é muito bom para o BRASIL.
    A decisão, no final, vai sempre ser política, levando-se em conta o que foi decidido pela FAB.

  54. Pessoal, lembrando que o BRASIL é SOBERANO na decisão pelo caça do F-X2, doa a quem doer.
    As cartas estavam na mesa, veio alguém e virou o jogo. O jogo continua e isso é muito bom para o BRASIL.
    A decisão, no final, vai sempre ser política, levando-se em conta o que foi decidido pela FAB.

  55. Que nada Pessoal. A FAB já possui um caça para os próximos 20 anos “O F5 E/F M” Depois deste 20 anos terá mais uma atualização que durará mais uns 20 anos. Ai será “F5 E/F M – HIGHLANDER A RESSUREIÇÃO” Se a FAB não pressionar o Governo do Sr Lula, não teremos FX2 não! E a decisão ficará para o próximo Presidente. Em 2010 teremos eleições novamente e o Sr LULA não vai querer sua imagem vinculada a gastos com aviões. Ou vcs esqueceram do AÉRO-LULA?? O FHC comprou e foi entregue no Governo do LULA que ficou com o nome. Todos nós aqui sabemos da importancia dos caças ao Brasil, mas 95% da população Brasileira não dá a mínima com esse assunto. E em uma campanha política esse gasto com aviões seria uma arma nas mãos da oposição que usaria para atacar o presidente como um gastão do dinheiro público. Ainda mais em tempos de crise econômica como vivemos hoje em dia. Por isso que não vai sair Fx2 até o próximo presidente que for eleito assumir. QUEREM APOSTAR???

  56. Que nada Pessoal. A FAB já possui um caça para os próximos 20 anos “O F5 E/F M” Depois deste 20 anos terá mais uma atualização que durará mais uns 20 anos. Ai será “F5 E/F M – HIGHLANDER A RESSUREIÇÃO” Se a FAB não pressionar o Governo do Sr Lula, não teremos FX2 não! E a decisão ficará para o próximo Presidente. Em 2010 teremos eleições novamente e o Sr LULA não vai querer sua imagem vinculada a gastos com aviões. Ou vcs esqueceram do AÉRO-LULA?? O FHC comprou e foi entregue no Governo do LULA que ficou com o nome. Todos nós aqui sabemos da importancia dos caças ao Brasil, mas 95% da população Brasileira não dá a mínima com esse assunto. E em uma campanha política esse gasto com aviões seria uma arma nas mãos da oposição que usaria para atacar o presidente como um gastão do dinheiro público. Ainda mais em tempos de crise econômica como vivemos hoje em dia. Por isso que não vai sair Fx2 até o próximo presidente que for eleito assumir. QUEREM APOSTAR???

  57. Isso é inacreditavel, esse Jobin é um bos… e o Saito um fantoche nas mãos dele, pessoal já dizia minha vó “Quem tudo quer nada tem”

    Se já tinhamos 3 finalistas tinhamos que escolher um dos três. Esse tipo de coisa só acontece no Brasil, um pais muito desorganizado onde se deixa tudo para última hora.

    Pra que esperar até Julho, depois de toda essa palhaçada, a FAB devereia apresentar o vencedor da proposta técnica agora. Mesmo que esse não leve, seria o mais correto a fazer.

    eu desisto e não vou mais acompanhar esta palhaçada, fico triste pela FAB que não tem nenhum poder de escolha…

  58. Isso é inacreditavel, esse Jobin é um bos… e o Saito um fantoche nas mãos dele, pessoal já dizia minha vó “Quem tudo quer nada tem”

    Se já tinhamos 3 finalistas tinhamos que escolher um dos três. Esse tipo de coisa só acontece no Brasil, um pais muito desorganizado onde se deixa tudo para última hora.

    Pra que esperar até Julho, depois de toda essa palhaçada, a FAB devereia apresentar o vencedor da proposta técnica agora. Mesmo que esse não leve, seria o mais correto a fazer.

    eu desisto e não vou mais acompanhar esta palhaçada, fico triste pela FAB que não tem nenhum poder de escolha…

  59. Viva o Sukhooooooi!!!!!!!!! Voceis nao sabem da missa a metade!!!! agora que o Jobin vazou tudo a veia pode dizer o que tava acontecendo agora direto da cidade das estrelas onde vou comecar a fazer o treinamento pra ir pro espaco!!!!!!!

    Foi a vovo’ veia aqui que fez toda a intermediacao entre o Medvedev o Lula o Jobin e a Rosoboronexport para colocar o Sukhoi na jogada!!!!! Desde a semana retrazada eu voei de Sukhoi dia sim dia nao entre Brasilia e Moscou fazendo a ligacao dos home e como premio os Rosoboronexportes vao me levar pra estacao espacial!!!!!

    Os russos tao inconformados ate’ agora que os americanos mandaram o John Glenn pro espaco e vao quebrar o recorde de gente veia na gravidade zero mandando a Vovodka aqui pra estacao espacial, por isso a veia ja’ se mudou da Venezuela Bolivariana pra Cidade das Estrelas – Zvyozdny Gorodok!!!!!!!! O meu armario e’ do lado do armario do Gagarin e do que o astrunaulta brasileiro usou!!!!!!

    FOOOOOOOOOORA F-X2 e viva o F-Sukhoi!!!!!!!! Viuvas e meus netinhos do Brasil torcam pelo sukhoi e por mim pros home nao mudar de ideia e melar o meu premio de viajar pro espaco!!!!!!!!!!

  60. Viva o Sukhooooooi!!!!!!!!! Voceis nao sabem da missa a metade!!!! agora que o Jobin vazou tudo a veia pode dizer o que tava acontecendo agora direto da cidade das estrelas onde vou comecar a fazer o treinamento pra ir pro espaco!!!!!!!

    Foi a vovo’ veia aqui que fez toda a intermediacao entre o Medvedev o Lula o Jobin e a Rosoboronexport para colocar o Sukhoi na jogada!!!!! Desde a semana retrazada eu voei de Sukhoi dia sim dia nao entre Brasilia e Moscou fazendo a ligacao dos home e como premio os Rosoboronexportes vao me levar pra estacao espacial!!!!!

    Os russos tao inconformados ate’ agora que os americanos mandaram o John Glenn pro espaco e vao quebrar o recorde de gente veia na gravidade zero mandando a Vovodka aqui pra estacao espacial, por isso a veia ja’ se mudou da Venezuela Bolivariana pra Cidade das Estrelas – Zvyozdny Gorodok!!!!!!!! O meu armario e’ do lado do armario do Gagarin e do que o astrunaulta brasileiro usou!!!!!!

    FOOOOOOOOOORA F-X2 e viva o F-Sukhoi!!!!!!!! Viuvas e meus netinhos do Brasil torcam pelo sukhoi e por mim pros home nao mudar de ideia e melar o meu premio de viajar pro espaco!!!!!!!!!!

  61. Se vier a acontecer será uma demonstração que somos um país sério e queremos crescer e tomar nossas próprias decisões, pois o SU-35 BM foi eliminado por decisões políticas(EUA deixarão claro que não veriam com bons olhos a aquisição do SU-35 BM e/ou PAK FA juntamente com o VLS e o GONASS), o SU-35 BM possui um alcance continental o que pode nos dar um grane poder de dissuasão em todo o continente alem de ser o vetor mais poderoso que podemos adquirir atualmente alem de todas as suas capacidades já citadas.
    Uma parceria com o SU-35 BM e o PAK FA trariam grandes ganhos para o país, como 36 unidades do SU-35 BM e a entrada no programa PAK FA onde poderíamos receber as mesmas por volta de 2020 a 2022 onde poderíamos substituir as outras unidades de caças espalhadas pelo país, seria a melhor coisa a acontecer para a FAB em toda a sua historia.
    Mineiro você me lembrou de uma coisa interessante o Gripen e o SU-35 foram os finalistas no FX1 com a vitoria do Gripen pelos seus baixíssimos custos, seria um Hi low digno da Rússia ou EUA.
    Resta nos aguardar e ver se tornará realidade, enquanto isto o Gripen é a melhor escolha.
    Só para ressaltar dinheiro para investir em parcerias como a do PAK FA com 4 bilhões não falta vide que o governo repassara 100 bilhões para o PAC.
    Um abraço a todos.

  62. Se vier a acontecer será uma demonstração que somos um país sério e queremos crescer e tomar nossas próprias decisões, pois o SU-35 BM foi eliminado por decisões políticas(EUA deixarão claro que não veriam com bons olhos a aquisição do SU-35 BM e/ou PAK FA juntamente com o VLS e o GONASS), o SU-35 BM possui um alcance continental o que pode nos dar um grane poder de dissuasão em todo o continente alem de ser o vetor mais poderoso que podemos adquirir atualmente alem de todas as suas capacidades já citadas.
    Uma parceria com o SU-35 BM e o PAK FA trariam grandes ganhos para o país, como 36 unidades do SU-35 BM e a entrada no programa PAK FA onde poderíamos receber as mesmas por volta de 2020 a 2022 onde poderíamos substituir as outras unidades de caças espalhadas pelo país, seria a melhor coisa a acontecer para a FAB em toda a sua historia.
    Mineiro você me lembrou de uma coisa interessante o Gripen e o SU-35 foram os finalistas no FX1 com a vitoria do Gripen pelos seus baixíssimos custos, seria um Hi low digno da Rússia ou EUA.
    Resta nos aguardar e ver se tornará realidade, enquanto isto o Gripen é a melhor escolha.
    Só para ressaltar dinheiro para investir em parcerias como a do PAK FA com 4 bilhões não falta vide que o governo repassara 100 bilhões para o PAC.
    Um abraço a todos.

  63. Manfred Von Richthofen, não vejo como isso pode ser bom para o Brasil.

    Ele acaba de dizer para todo mundo que não segue as próprias regras que criou para o jogo.

    Ele desrespeitou possíveis parceiros comerciais.

    Como você espera que alguém jogue limpo com quem~provou que não é confiável?

    Criar propostas, fazer análises de engenharia para chegar a um produto, isso tudo custa dinheiro. E TODOS os concorrentes estão percebendo que esse dinheiro foi jogado fora, porque o processo não tá sendo seguido. O resultado será aleatório, senão nulo.
    Eu, no lugar de qualquer um dos concorrentes da short-list pediria o meu dinheiro de volta, corrigido. Afinal, foram gastos milhares de dólares só para fazer as propostas.

  64. Manfred Von Richthofen, não vejo como isso pode ser bom para o Brasil.

    Ele acaba de dizer para todo mundo que não segue as próprias regras que criou para o jogo.

    Ele desrespeitou possíveis parceiros comerciais.

    Como você espera que alguém jogue limpo com quem~provou que não é confiável?

    Criar propostas, fazer análises de engenharia para chegar a um produto, isso tudo custa dinheiro. E TODOS os concorrentes estão percebendo que esse dinheiro foi jogado fora, porque o processo não tá sendo seguido. O resultado será aleatório, senão nulo.
    Eu, no lugar de qualquer um dos concorrentes da short-list pediria o meu dinheiro de volta, corrigido. Afinal, foram gastos milhares de dólares só para fazer as propostas.

  65. Bom, as declarações do ministro Jobim costumam trazer espanto. Acredito que é mais “blefe” para usar a entrada do SU 35 para negociar melhores condições com o provável vencedor. O FX-2 está parecendo novela da Globo, daqui pouco ressucitam outro participante.

  66. Bom, as declarações do ministro Jobim costumam trazer espanto. Acredito que é mais “blefe” para usar a entrada do SU 35 para negociar melhores condições com o provável vencedor. O FX-2 está parecendo novela da Globo, daqui pouco ressucitam outro participante.

  67. Tudo bem que o Brasil é um país soberano, mas vejamos pelo lado das empresas participantes. O Brasil fez, até o momento, tudo de maneira SÉRIA, RESPONSÁVEL, SERENA, MADURA. Aí, do nada, pode ir tudo por água abaixo! O Brasil age como uma criança que em um determinado momento quer um brinquedo, noutra hora quer outro. Isso é vergonhoso, tchê. São homens sérios que estão nos representando ou o quê? Compre estas porcarias de uma vez e fim de papo. Ou caga, ou sai da moita.

  68. Tudo bem que o Brasil é um país soberano, mas vejamos pelo lado das empresas participantes. O Brasil fez, até o momento, tudo de maneira SÉRIA, RESPONSÁVEL, SERENA, MADURA. Aí, do nada, pode ir tudo por água abaixo! O Brasil age como uma criança que em um determinado momento quer um brinquedo, noutra hora quer outro. Isso é vergonhoso, tchê. São homens sérios que estão nos representando ou o quê? Compre estas porcarias de uma vez e fim de papo. Ou caga, ou sai da moita.

  69. continuando (erro de digitação)… nunca viram o Brasil como parceiro estratégico. Sempre mantiveram o pé atrás e com razão.

  70. continuando (erro de digitação)… nunca viram o Brasil como parceiro estratégico. Sempre mantiveram o pé atrás e com razão.

  71. Se eu fosse o presidente frances ou da Boeing, ligaria para o Jobim e o mandaria tomar no $%&#$*!!! Mas bem no olho do ¨&*@#$!!!

  72. Se eu fosse o presidente frances ou da Boeing, ligaria para o Jobim e o mandaria tomar no $%&#$*!!! Mas bem no olho do ¨&*@#$!!!

  73. ESSE PORCARIA DO PRESIDENTE LULA QUANDO ENTROU A SUA PRIMEIRA MEDIDA FOI CANCELAR O FX1 VCS LEMBRAM? AGORA QUE ELE VIU QUE VAI SAIR E QUE NÃO PODERÁ SER REELEITO E PROVAVELMENTE NÃO FARÁ O SUCESSOR QUER DEIXAR O BÓ PARA O PRÓXIMO PRESIDENTE. ENTÃO ELE VAI LEVANDO O FX2 DESTE JEITO ATÉ GANHAR TEMPO E EMPURRAR O DECISÃO PARA O PRESIDENTE ELEITO EM 2010. MESMO PORQUE OS PRIMEIROS AVIÕES NÃO SERIA ENTREGUE EM 2010, ANO EM QUE ELE VAI DEIXAR O GOVERNO. ELE NÃO TERIA NENHUMA VANTAGEM NISSO.

  74. ESSE PORCARIA DO PRESIDENTE LULA QUANDO ENTROU A SUA PRIMEIRA MEDIDA FOI CANCELAR O FX1 VCS LEMBRAM? AGORA QUE ELE VIU QUE VAI SAIR E QUE NÃO PODERÁ SER REELEITO E PROVAVELMENTE NÃO FARÁ O SUCESSOR QUER DEIXAR O BÓ PARA O PRÓXIMO PRESIDENTE. ENTÃO ELE VAI LEVANDO O FX2 DESTE JEITO ATÉ GANHAR TEMPO E EMPURRAR O DECISÃO PARA O PRESIDENTE ELEITO EM 2010. MESMO PORQUE OS PRIMEIROS AVIÕES NÃO SERIA ENTREGUE EM 2010, ANO EM QUE ELE VAI DEIXAR O GOVERNO. ELE NÃO TERIA NENHUMA VANTAGEM NISSO.

  75. Eu já disse que essa “concorrência” é desnecessária e uma palhaçada. Para material militar sensível a compra no Brasil pode e deve ser feita, segundo a LEI, de forma direta.
    Aos chorões que dizem sobre “supostos protestos e processos dos participantes do FX”, posso afirmar: não há qualquer chance legal disso acontecer, afinal ninguém foi forçado a participar deste elefante branco chamado FX2. Os gastos que tiveram foram “de livre e espontanea vontade”. NInguém pôs uma arma na cabeça da Dassault e falou “custeie o programa ou a propaganda”. Como esse tal “processo/licitação” não existe efetivamente, não é previsto sequer em lei porque as compras podem e dever ser feitas diretamente, ninguém tem o quê alegar, é só chupar o dedo mesmo!
    Assim, ainda que exista o FX, O XY ou o KY a escolha é livre do Governo (porque a Lei 8666 prevê a compra direta, sem necessidade de licitação ou concorrência), e ninguém poderá reclamar (pois se o Governo podia mais, também pode menos, ou seja, se o Governo podia cancelar o programa sem mais explicações (como fez com o FX), também pode escolher um avião que esteja fora do tal Fx2)
    Morreu a Dassault, afundaram o tal Grippen e aposentaram o velho F18!
    Mais: a saída do SU35 não foi técnica como o Mr Saito quiz fazer crer, principalmente depois da grita dos blogs, revistas e entendidos (incluso os dentro da FAB), mas puramente politica e medrosa! O governo Bush, por meio de seus representantes, afirmou claramente que: “não gostaria de ver um vetor “deste nível” nas mãos dos brasileiros, mas que não ficaria chateado se os franceses ganhassem”. (obs> porque sabem que o caça frances é um avião de papel…)
    E o SU35 BM (vulgo Rocky Marciano) bota qualquer um dos pesos pena do FX2 “ná chon”! Seja nos custos, seja no alcance, seja no armamento, seja na tecnologia! (fora os Typhoon, mas esses são fora do alcance $$$$ do brasil)
    Se viesse só ele já seria uma proposta melhor que todas as existentes, mesmo com suas supostas transferencias de tec, agora, com participação no PAK-FK e bola na rede! É o mesmo que os EUA oferecessem F35 subsidiados com opção de compra futura do F22! (como eles nunca vão fazer isso, ainda mais sob a batuta do tresloucado B. Hussein O.) ganharam os russos!
    Se é para colocar todas as fichas em um único vetor, o único disponível no mercado do futuro próximo para isso é o SU35BM (2010/12 – justamente a previsão de entrega das primeiras unidades do FX…)
    Superioridade aérea ai vamos nós!

  76. Eu já disse que essa “concorrência” é desnecessária e uma palhaçada. Para material militar sensível a compra no Brasil pode e deve ser feita, segundo a LEI, de forma direta.
    Aos chorões que dizem sobre “supostos protestos e processos dos participantes do FX”, posso afirmar: não há qualquer chance legal disso acontecer, afinal ninguém foi forçado a participar deste elefante branco chamado FX2. Os gastos que tiveram foram “de livre e espontanea vontade”. NInguém pôs uma arma na cabeça da Dassault e falou “custeie o programa ou a propaganda”. Como esse tal “processo/licitação” não existe efetivamente, não é previsto sequer em lei porque as compras podem e dever ser feitas diretamente, ninguém tem o quê alegar, é só chupar o dedo mesmo!
    Assim, ainda que exista o FX, O XY ou o KY a escolha é livre do Governo (porque a Lei 8666 prevê a compra direta, sem necessidade de licitação ou concorrência), e ninguém poderá reclamar (pois se o Governo podia mais, também pode menos, ou seja, se o Governo podia cancelar o programa sem mais explicações (como fez com o FX), também pode escolher um avião que esteja fora do tal Fx2)
    Morreu a Dassault, afundaram o tal Grippen e aposentaram o velho F18!
    Mais: a saída do SU35 não foi técnica como o Mr Saito quiz fazer crer, principalmente depois da grita dos blogs, revistas e entendidos (incluso os dentro da FAB), mas puramente politica e medrosa! O governo Bush, por meio de seus representantes, afirmou claramente que: “não gostaria de ver um vetor “deste nível” nas mãos dos brasileiros, mas que não ficaria chateado se os franceses ganhassem”. (obs> porque sabem que o caça frances é um avião de papel…)
    E o SU35 BM (vulgo Rocky Marciano) bota qualquer um dos pesos pena do FX2 “ná chon”! Seja nos custos, seja no alcance, seja no armamento, seja na tecnologia! (fora os Typhoon, mas esses são fora do alcance $$$$ do brasil)
    Se viesse só ele já seria uma proposta melhor que todas as existentes, mesmo com suas supostas transferencias de tec, agora, com participação no PAK-FK e bola na rede! É o mesmo que os EUA oferecessem F35 subsidiados com opção de compra futura do F22! (como eles nunca vão fazer isso, ainda mais sob a batuta do tresloucado B. Hussein O.) ganharam os russos!
    Se é para colocar todas as fichas em um único vetor, o único disponível no mercado do futuro próximo para isso é o SU35BM (2010/12 – justamente a previsão de entrega das primeiras unidades do FX…)
    Superioridade aérea ai vamos nós!

  77. Eu no meu mero achismo aprecio muito as características faladas por pilotos,analistas etc do SU30/35 ,mas o MB só pode ser brincadeira …o Jobin versado no Direito sabe muito bem que há um processo licitatório (ou no mínimo algo similar a este) o edital,prazos tem que ser cumpridos…caso contrário este (FX2) teria que ser cancelado,ou seja,adeus FX2…
    (Ele deu uma de Gilmar Mendes…)

  78. Eu no meu mero achismo aprecio muito as características faladas por pilotos,analistas etc do SU30/35 ,mas o MB só pode ser brincadeira …o Jobin versado no Direito sabe muito bem que há um processo licitatório (ou no mínimo algo similar a este) o edital,prazos tem que ser cumpridos…caso contrário este (FX2) teria que ser cancelado,ou seja,adeus FX2…
    (Ele deu uma de Gilmar Mendes…)

  79. Fala sério. Vc entre numa concorrência, vê alguns de seus concorrentes serem eliminados, entrega sua proposta final no mesmo dia dos outros 2 finalistas e ai vê que 2 dos eliminados podem entregar DEPOIS novas propostas ??? Tudo bem que esta não é uma licitação pública típica, c/ todos aqueles preceitos formais, mas vamos mudar de lugar : a EMBRAER participa de uma concorrência passa p/ a fase final, entrega sua melhor proposta e de repente os eliminados voltam e entregam DEPOIS novas propostas. Pergunto : o que a EMBRAER, o governo e a opinião pública brasileira iria dizer disto ? É assim que este governo quer ser respeitado internacionalmente ? Desculpem a franqueza, mas eu antes de qualquer aspecto técnico vem a honra e o caráter de uma nação e estes aí só fazem jogar mer… na imagem do Brasil ( não esqueçam que há muito somos feitos de idiotas pelo Chaves e sua trupe ).

  80. Fala sério. Vc entre numa concorrência, vê alguns de seus concorrentes serem eliminados, entrega sua proposta final no mesmo dia dos outros 2 finalistas e ai vê que 2 dos eliminados podem entregar DEPOIS novas propostas ??? Tudo bem que esta não é uma licitação pública típica, c/ todos aqueles preceitos formais, mas vamos mudar de lugar : a EMBRAER participa de uma concorrência passa p/ a fase final, entrega sua melhor proposta e de repente os eliminados voltam e entregam DEPOIS novas propostas. Pergunto : o que a EMBRAER, o governo e a opinião pública brasileira iria dizer disto ? É assim que este governo quer ser respeitado internacionalmente ? Desculpem a franqueza, mas eu antes de qualquer aspecto técnico vem a honra e o caráter de uma nação e estes aí só fazem jogar mer… na imagem do Brasil ( não esqueçam que há muito somos feitos de idiotas pelo Chaves e sua trupe ).

  81. Bem lembrado Pedro quando há tecnologia sensível,ou sem par com técnica nacional a compra pode ser direta de acordo com a lei citada (8666/93)a coisa toda(processo de escolha) parece ser de fato política que técnica desde o início infelizmente.

  82. Bem lembrado Pedro quando há tecnologia sensível,ou sem par com técnica nacional a compra pode ser direta de acordo com a lei citada (8666/93)a coisa toda(processo de escolha) parece ser de fato política que técnica desde o início infelizmente.

  83. Evandro!

    nao pude deixar de rir diante do seu “Highlander a ressureiçao”…rs

    Agora quanto ao ” Aerolula” sempre soube que ele foi comprado pelo Lula, e dando uma pesquisada rapida, nao encontrei nada que dissesse o contrario.

    Provavelmente o ” sucatao” do FHC nao iria aguentar muito mais mesmo e o AeroLula será usado ainda por pelo menos 20 anos, alias, se o proximo Presidente viajar tanto, nao dura dez anos…rs

    abraços

  84. Evandro!

    nao pude deixar de rir diante do seu “Highlander a ressureiçao”…rs

    Agora quanto ao ” Aerolula” sempre soube que ele foi comprado pelo Lula, e dando uma pesquisada rapida, nao encontrei nada que dissesse o contrario.

    Provavelmente o ” sucatao” do FHC nao iria aguentar muito mais mesmo e o AeroLula será usado ainda por pelo menos 20 anos, alias, se o proximo Presidente viajar tanto, nao dura dez anos…rs

    abraços

  85. Que em teoria o Brasil em suas decisões internas não deve satisfação alguma a alguém isto é fato. Somos uma nação soberana, e esta compra de aviões cabe única e exclusivamente à União e mais ninguém. Ela compra o que quiser, a hora que quiser e do modo que quiser.

    Mas como já dizia o filósofo: na prática a teoria e outra. No mundo real uma transação desta supera o simples pague e leve. Envolve intangíveis como confiança e previsibilidade entre outros, e nestes quesitos nosso pais tem deixado muito a desejar.

    Lamentável.

  86. Que em teoria o Brasil em suas decisões internas não deve satisfação alguma a alguém isto é fato. Somos uma nação soberana, e esta compra de aviões cabe única e exclusivamente à União e mais ninguém. Ela compra o que quiser, a hora que quiser e do modo que quiser.

    Mas como já dizia o filósofo: na prática a teoria e outra. No mundo real uma transação desta supera o simples pague e leve. Envolve intangíveis como confiança e previsibilidade entre outros, e nestes quesitos nosso pais tem deixado muito a desejar.

    Lamentável.

  87. E aos que “clamam pela imagem do Brasil”…Acordem!
    Os EUA vivem passando a perna nos outros, a China vive copiando tudo, a França vive se “entregando aos alemães” e Israel vive bombardeando hospitais e escolas palestinas e ninguém fala das imagens deles…
    Lembrem-se do Poderoso Chefão: “It’s only business!” Se estamos em uma concorrência que legalmente não existe (porque a lei prevê compra direta!) e surge uma proposta de fora melhor pro país, o país vem em primeiro lugar!
    Perguntem pro Obama se ele vai “ajudar o mundo ou os EUA”! Se o Sarkozy vai privilegiar a França ou a União Européia!
    Se a proposta russa for melhor no conjunto (o avião de per si já é muitissimo melhor) então às favas com americanos, franceses e suecos!
    Agora se eles melhorarem a proposta, se os ianques venderem os F18 F por 35 milhas com transferencia de tecnologia e de armamentos integral, ou se os franceses reduzirem pela metade o preço dos tais F3 e substituirem a “dona Marisca” pela “Carlinha”, ou se os suecos mandarem um carregamento de suecas (maiores de dezoito e menores de 22) para cada brasileiro, aí vamos pensar no caso!
    O resto é chororô de quem sabe que avião por avião o SU 35 BM abate todos os que estão oferecidos no FX2….

  88. E aos que “clamam pela imagem do Brasil”…Acordem!
    Os EUA vivem passando a perna nos outros, a China vive copiando tudo, a França vive se “entregando aos alemães” e Israel vive bombardeando hospitais e escolas palestinas e ninguém fala das imagens deles…
    Lembrem-se do Poderoso Chefão: “It’s only business!” Se estamos em uma concorrência que legalmente não existe (porque a lei prevê compra direta!) e surge uma proposta de fora melhor pro país, o país vem em primeiro lugar!
    Perguntem pro Obama se ele vai “ajudar o mundo ou os EUA”! Se o Sarkozy vai privilegiar a França ou a União Européia!
    Se a proposta russa for melhor no conjunto (o avião de per si já é muitissimo melhor) então às favas com americanos, franceses e suecos!
    Agora se eles melhorarem a proposta, se os ianques venderem os F18 F por 35 milhas com transferencia de tecnologia e de armamentos integral, ou se os franceses reduzirem pela metade o preço dos tais F3 e substituirem a “dona Marisca” pela “Carlinha”, ou se os suecos mandarem um carregamento de suecas (maiores de dezoito e menores de 22) para cada brasileiro, aí vamos pensar no caso!
    O resto é chororô de quem sabe que avião por avião o SU 35 BM abate todos os que estão oferecidos no FX2….

  89. O JOBIN ANTES DA VISITA AO BRASIL DO PRESIDENTE FRANCÊS FOI AOS “EUA” PARA ACERTAR COM O GOVERNO AMERICANO SOBRE A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA. AI JÁ ÉRAM OS TRES FINALISTAS, F18, GRIPEN, E RAFALE. OS AMERICANOS VENDEREM AO CHILE F16 MAS COMO SABEMOS OS MISSEIS “BVR” FICARAM LÁ NOS EUA. COMO OS AMERICANOS VIRAM O SU-35 FORA DA DISPUTA NO MÍNIMO VOLTARAM ATRÁS E COLOCARAM ALGUMAS RESTRIÇÕES QUE FIZERAM QUE O GOVERNO BRASILEIRO VOLTASSE A AVALIAR O SU-35. A PRICIPAL SAIDA DO SU-35 DO FX2 FOI A NÃO TRANFERENCIA DE TECNOLOGIA POR PARTE DOS RUSSOS. SERÁ QUE ELES VÃO COMPARTILHAR COM O BRASIL SEUS SEGREDOS NO CAÇA DE 5ª GERAÇÃO??? EU NÃO ACREDITO…

  90. O JOBIN ANTES DA VISITA AO BRASIL DO PRESIDENTE FRANCÊS FOI AOS “EUA” PARA ACERTAR COM O GOVERNO AMERICANO SOBRE A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA. AI JÁ ÉRAM OS TRES FINALISTAS, F18, GRIPEN, E RAFALE. OS AMERICANOS VENDEREM AO CHILE F16 MAS COMO SABEMOS OS MISSEIS “BVR” FICARAM LÁ NOS EUA. COMO OS AMERICANOS VIRAM O SU-35 FORA DA DISPUTA NO MÍNIMO VOLTARAM ATRÁS E COLOCARAM ALGUMAS RESTRIÇÕES QUE FIZERAM QUE O GOVERNO BRASILEIRO VOLTASSE A AVALIAR O SU-35. A PRICIPAL SAIDA DO SU-35 DO FX2 FOI A NÃO TRANFERENCIA DE TECNOLOGIA POR PARTE DOS RUSSOS. SERÁ QUE ELES VÃO COMPARTILHAR COM O BRASIL SEUS SEGREDOS NO CAÇA DE 5ª GERAÇÃO??? EU NÃO ACREDITO…

  91. Oceis num sabe…mais vai entra us fugueti na jogada…é….. us russo, tão quereno entrega a manha dus fugueti pra nois e ferra os Ucrânio e ainda levá o FX !!! dispois eles caga de ri!!!!

  92. Oceis num sabe…mais vai entra us fugueti na jogada…é….. us russo, tão quereno entrega a manha dus fugueti pra nois e ferra os Ucrânio e ainda levá o FX !!! dispois eles caga de ri!!!!

  93. Segundo boatos maldosos, que não devem ter nenhum pingo de verdade é claro.
    Já estava aberta a temporada de malas voadoras em Brasília, com vantagem para o Gripen NG lá na Aeronáutica, o que foi feito agora com essa divulgação é simplesmente uma arrumação, já que traz de volta para o MD o comando do processo e de quebra aumenta o nível das apostas com novos jogadores.

  94. Segundo boatos maldosos, que não devem ter nenhum pingo de verdade é claro.
    Já estava aberta a temporada de malas voadoras em Brasília, com vantagem para o Gripen NG lá na Aeronáutica, o que foi feito agora com essa divulgação é simplesmente uma arrumação, já que traz de volta para o MD o comando do processo e de quebra aumenta o nível das apostas com novos jogadores.

  95. Se a população já fez alarde, só porque o governo comprou o “aerolula” que era necessário, imagina gastar dois bilhões em aviões de combate em um pais onde muitos sofrem e dizem pacifico e sem inimigos.

  96. Se a população já fez alarde, só porque o governo comprou o “aerolula” que era necessário, imagina gastar dois bilhões em aviões de combate em um pais onde muitos sofrem e dizem pacifico e sem inimigos.

  97. Os concorrentes devem estar soltando muitos palavrões agora e os russos estão tomando muita vodka pra comemorar!
    Que venham os Su-35 + PAK-FA! Não tem pra ninguém!

  98. Os concorrentes devem estar soltando muitos palavrões agora e os russos estão tomando muita vodka pra comemorar!
    Que venham os Su-35 + PAK-FA! Não tem pra ninguém!

  99. Esse país é uma piada mesmo!!! Prefiro nem comentar, apesar de ser viúva declarada do Flanker.

    Mas o Sukhoy diz:

    “I’m the Fenix, I’ll be back…”

    Sds.

  100. Esse país é uma piada mesmo!!! Prefiro nem comentar, apesar de ser viúva declarada do Flanker.

    Mas o Sukhoy diz:

    “I’m the Fenix, I’ll be back…”

    Sds.

  101. Li certa vez não melembro se foi um site ou revista especializada, mas emse tratando de segurança nacional~, a compra pode ser dispensada de licitação. Isso virou uma grande SAMBA DO CRIOULO DOIDO (por favor sem conotação racista.

  102. Li certa vez não melembro se foi um site ou revista especializada, mas emse tratando de segurança nacional~, a compra pode ser dispensada de licitação. Isso virou uma grande SAMBA DO CRIOULO DOIDO (por favor sem conotação racista.

  103. Vejam…Isto não é ruim . Não existe obrigação do Brasil em comprar nada de minguem ……….A COMPRA É DIRETA . A volta destes concorrentes vai ser boa , acreditem.
    Ja´compramos os Mi35 , Igla ,,,,,,, De todos , sinceramente o pacote SU 35 / PAK é o melhor . Não importa se escolhemos provisoriamente tres , e agora vmaos avaliar outros . DEVEMOS PARAR DE PENSAR NO QUE OS OUTROS VÃO ACHAR …….VAMOS SIM COLOCAR TODOS DE NOVO E TIRAR O ESCALPO DELES SIM , QUE MELHOREM AS CONDIÇÕES , MAIS TECNOLOGIA , MENORES CUSTOS …….. COMPRAREMOS O QUE ACHARMOS MELHOR . E QUE TODOS OS INCOMODADOS QUE SE MUDEM , SEJA QUAL FOR O GANHADOR ESTA NOTICIA , COMERCIALMENTE , SO NOS BENEFICIA , POIS , AGORA ELES SABEM QUE OS RUSSOS ESTÃO DE VOLTA , E TEM QUE MELHORAR SUAS PROPOSTAS . QUE COMEÇEM, A SE COÇAR ……

  104. Vejam…Isto não é ruim . Não existe obrigação do Brasil em comprar nada de minguem ……….A COMPRA É DIRETA . A volta destes concorrentes vai ser boa , acreditem.
    Ja´compramos os Mi35 , Igla ,,,,,,, De todos , sinceramente o pacote SU 35 / PAK é o melhor . Não importa se escolhemos provisoriamente tres , e agora vmaos avaliar outros . DEVEMOS PARAR DE PENSAR NO QUE OS OUTROS VÃO ACHAR …….VAMOS SIM COLOCAR TODOS DE NOVO E TIRAR O ESCALPO DELES SIM , QUE MELHOREM AS CONDIÇÕES , MAIS TECNOLOGIA , MENORES CUSTOS …….. COMPRAREMOS O QUE ACHARMOS MELHOR . E QUE TODOS OS INCOMODADOS QUE SE MUDEM , SEJA QUAL FOR O GANHADOR ESTA NOTICIA , COMERCIALMENTE , SO NOS BENEFICIA , POIS , AGORA ELES SABEM QUE OS RUSSOS ESTÃO DE VOLTA , E TEM QUE MELHORAR SUAS PROPOSTAS . QUE COMEÇEM, A SE COÇAR ……

  105. Pessoal, lembrando que cada leitor é responsável pelos seus comentários, mas editamos ou apagamos palavrões e ofensas ao MinDef.
    Critiquem a decisão, mas preservemos o alto nível, por gentileza. Sejam galantes, por favor. 😉

  106. Pessoal, lembrando que cada leitor é responsável pelos seus comentários, mas editamos ou apagamos palavrões e ofensas ao MinDef.
    Critiquem a decisão, mas preservemos o alto nível, por gentileza. Sejam galantes, por favor. 😉

  107. Leiam e parem de clamar pela “Legalidade e exigibilidade do FX2”:

    Lei 8666, “art 24. É DISPENSÁVEL a licitação:

    XIX – para as compras de material de uso pelas Forças Armadas, com exceção de materiais de uso pessoal e administrativo, quando houver necessidade de manter a padronização requerida pela estrutura de apoio logístico dos meios navais, aéreos e terrestres, mediante parecer de comissão instituída por decreto; (Incluído pela Lei nº 8.883, de 1994, a tal comissão é constituida pelo Ministério da Defesa)

    XXV – na contratação realizada por Instituição Científica e Tecnológica – ICT ou por agência de fomento para a transferência de tecnologia e para o licenciamento de direito de uso ou de exploração de criação protegida. (Incluído pela Lei nº 10.973, de 2004)

    XXVII – para o fornecimento de bens e serviços, produzidos ou prestados no País, que envolvam, cumulativamente, alta complexidade tecnológica e defesa nacional, mediante parecer de comissão especialmente designada pela autoridade máxima do órgão. (Incluído pela Lei nº 11.196, de 2005, autoridade máxima do “fornecimento” é o MD…)

    XXVIII – para o fornecimento de bens e serviços, produzidos ou prestados no País, que envolvam, cumulativamente, alta complexidade tecnológica e defesa nacional, mediante parecer de comissão especialmente designada pela autoridade máxima do órgão. (Incluído pela Lei nº 11.484, de 2007, autoridade máxima da Defesa: Jobim).

    XXIX – na aquisição de bens e contratação de serviços para atender aos contingentes militares das Forças Singulares brasileiras empregadas em operações de paz no exterior, necessariamente justificadas quanto ao preço e à escolha do fornecedor ou executante e ratificadas pelo Comandante da Força.” (olha o poder do Jobim de novo ai gente…)

    Tudo pode ser comprado diretamente pela autoridade máxima: O Jobim!
    Esqueçam o tal FX, é só uma cortina de fumaça para pegra a melhor porposta….
    Inclusive é ele quem vai escolher a transferência de tecnologia.
    Tudo dentro da Lei, que não prevê nenhuma licitação, mas compra direta!
    Então pode chorar o frances, o americano e o sueco, que em julho teremos a escolha do Jobim e pronto.
    Não é FX2, é FJ = Fala Jobim!

  108. Leiam e parem de clamar pela “Legalidade e exigibilidade do FX2”:

    Lei 8666, “art 24. É DISPENSÁVEL a licitação:

    XIX – para as compras de material de uso pelas Forças Armadas, com exceção de materiais de uso pessoal e administrativo, quando houver necessidade de manter a padronização requerida pela estrutura de apoio logístico dos meios navais, aéreos e terrestres, mediante parecer de comissão instituída por decreto; (Incluído pela Lei nº 8.883, de 1994, a tal comissão é constituida pelo Ministério da Defesa)

    XXV – na contratação realizada por Instituição Científica e Tecnológica – ICT ou por agência de fomento para a transferência de tecnologia e para o licenciamento de direito de uso ou de exploração de criação protegida. (Incluído pela Lei nº 10.973, de 2004)

    XXVII – para o fornecimento de bens e serviços, produzidos ou prestados no País, que envolvam, cumulativamente, alta complexidade tecnológica e defesa nacional, mediante parecer de comissão especialmente designada pela autoridade máxima do órgão. (Incluído pela Lei nº 11.196, de 2005, autoridade máxima do “fornecimento” é o MD…)

    XXVIII – para o fornecimento de bens e serviços, produzidos ou prestados no País, que envolvam, cumulativamente, alta complexidade tecnológica e defesa nacional, mediante parecer de comissão especialmente designada pela autoridade máxima do órgão. (Incluído pela Lei nº 11.484, de 2007, autoridade máxima da Defesa: Jobim).

    XXIX – na aquisição de bens e contratação de serviços para atender aos contingentes militares das Forças Singulares brasileiras empregadas em operações de paz no exterior, necessariamente justificadas quanto ao preço e à escolha do fornecedor ou executante e ratificadas pelo Comandante da Força.” (olha o poder do Jobim de novo ai gente…)

    Tudo pode ser comprado diretamente pela autoridade máxima: O Jobim!
    Esqueçam o tal FX, é só uma cortina de fumaça para pegra a melhor porposta….
    Inclusive é ele quem vai escolher a transferência de tecnologia.
    Tudo dentro da Lei, que não prevê nenhuma licitação, mas compra direta!
    Então pode chorar o frances, o americano e o sueco, que em julho teremos a escolha do Jobim e pronto.
    Não é FX2, é FJ = Fala Jobim!

  109. OLHEM E LEEM PARA QUE VCS MESMO TIREM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES. SEGUE ABAIXO TRECHO DA ENTREVISTA DO JOBIN NO QUE FALA SOBRE O FX2.

    Quanto a questão específica do FX, prossegue. As nossas pesquisas, as nossas discussões sobre a decisão a ser tomada. O senhor sabe que na última short-list feito pela FAB, nós tivemos três aviões selecionados: O F/A-18 E/F americano, o Rafale francês e o Gripen NG sueco. Agora ontem eu recebi, no Ministério da Defesa, a visita da Rosoboronexport, que é uma empresa russa que projeta o Sukhoi, o SU-35, que é o novo Sukhoi. E deseja trazer complementos para ver a possibilidade de ser (re)examinado. Eu disse que era possível, trazer esse material, e que a FAB examinaria. O mesmo se passou com os europeus, com os italianos em relação ao Eurofighter. Ou seja, nós teremos lá por julho, julho ou agosto, nós vamos ter uma decisão final da escolha técnica, das opções técnicas da FAB. Para depois tomarmos a decisão política, isso de um lado.

  110. OLHEM E LEEM PARA QUE VCS MESMO TIREM SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES. SEGUE ABAIXO TRECHO DA ENTREVISTA DO JOBIN NO QUE FALA SOBRE O FX2.

    Quanto a questão específica do FX, prossegue. As nossas pesquisas, as nossas discussões sobre a decisão a ser tomada. O senhor sabe que na última short-list feito pela FAB, nós tivemos três aviões selecionados: O F/A-18 E/F americano, o Rafale francês e o Gripen NG sueco. Agora ontem eu recebi, no Ministério da Defesa, a visita da Rosoboronexport, que é uma empresa russa que projeta o Sukhoi, o SU-35, que é o novo Sukhoi. E deseja trazer complementos para ver a possibilidade de ser (re)examinado. Eu disse que era possível, trazer esse material, e que a FAB examinaria. O mesmo se passou com os europeus, com os italianos em relação ao Eurofighter. Ou seja, nós teremos lá por julho, julho ou agosto, nós vamos ter uma decisão final da escolha técnica, das opções técnicas da FAB. Para depois tomarmos a decisão política, isso de um lado.

  111. Oceis tá reclamano, mais si tivessi impracado o FX-1 tava tudu nois agora cus Mirage veio, mais 20 ano infiado nu ra…. A Embraer tava ferrada qui ninguém ia quere essas m… mais… Inda bein sô…já qui é p… memo…….u qui interessa é nois tê maquina…pa ninguém si metê di besta atoa cum nois!!!

  112. Oceis tá reclamano, mais si tivessi impracado o FX-1 tava tudu nois agora cus Mirage veio, mais 20 ano infiado nu ra…. A Embraer tava ferrada qui ninguém ia quere essas m… mais… Inda bein sô…já qui é p… memo…….u qui interessa é nois tê maquina…pa ninguém si metê di besta atoa cum nois!!!

  113. Sera que nossos amigos da França ja estavam com a pulga atras da orelha . lembrem-se eles não entregaram oficialmente sua proposta……SOMOS LIVRES PARA FAZER O QUE FOR MELHOR PARA NOS , REPITO QUALQUER UM DOS CAÇAS SERÁ OTIMO PARA O BRASIL…..ISSO NÃO ARRANHA EM NADA NOSSA IMAGEM , SERA QUE SABENDO DISSO OS EUA NÃO OFERECEM O F35……….. OS FRANCESES NÃO DESCEM DO MURO………..OS SUECOS APRESENTEM UMA VERSÃO NAVAL E OUTRA SEQUENCIA DE CAÇAS………………TEMOS SIM QUE COLOCAR PRESSÃO.O UNICO MOMENTO SERA ESTE. PARABENS A FAB.

  114. Sera que nossos amigos da França ja estavam com a pulga atras da orelha . lembrem-se eles não entregaram oficialmente sua proposta……SOMOS LIVRES PARA FAZER O QUE FOR MELHOR PARA NOS , REPITO QUALQUER UM DOS CAÇAS SERÁ OTIMO PARA O BRASIL…..ISSO NÃO ARRANHA EM NADA NOSSA IMAGEM , SERA QUE SABENDO DISSO OS EUA NÃO OFERECEM O F35……….. OS FRANCESES NÃO DESCEM DO MURO………..OS SUECOS APRESENTEM UMA VERSÃO NAVAL E OUTRA SEQUENCIA DE CAÇAS………………TEMOS SIM QUE COLOCAR PRESSÃO.O UNICO MOMENTO SERA ESTE. PARABENS A FAB.

  115. Numa coisa devo concordar com o comentário do colega Pedro.
    alguém se lembra do JPTAS e do AGS? a Embraer levou baile nos dois apesar do AGS ter sido dada como vencedora.
    A alegação do tio sam foi a reavalação de um processo ganho e terminado, poderia muito bem ser usado como descula pelo Brasil.
    no entanto devo prezar pela lisura do processo e pela honestidade das nossas autoridades.
    por isso, se era para Su-35 vencer pelos critérios técnicos, ele não deveria ter saído do FX2 ou pelo menos nossas autoridades deveriam ter dito a verdade.

  116. Numa coisa devo concordar com o comentário do colega Pedro.
    alguém se lembra do JPTAS e do AGS? a Embraer levou baile nos dois apesar do AGS ter sido dada como vencedora.
    A alegação do tio sam foi a reavalação de um processo ganho e terminado, poderia muito bem ser usado como descula pelo Brasil.
    no entanto devo prezar pela lisura do processo e pela honestidade das nossas autoridades.
    por isso, se era para Su-35 vencer pelos critérios técnicos, ele não deveria ter saído do FX2 ou pelo menos nossas autoridades deveriam ter dito a verdade.

  117. Eles vão encontrar uma saída à La Pantera Cor-de-Rosa: FX- 2 pra substituir os F-5 e A-1, com a seleção do Gripen, e SU-35 pra substituir os M2K.

    Saída pela direita……

  118. Eles vão encontrar uma saída à La Pantera Cor-de-Rosa: FX- 2 pra substituir os F-5 e A-1, com a seleção do Gripen, e SU-35 pra substituir os M2K.

    Saída pela direita……

  119. Na minha opinião, esta declaração do NJ é somente para que os russos não fiquem melindrados!É como você fala com uma criança: sim meu filho,nós iremos examinar mais não passará disso!

    Abraços

    Paulo

  120. Na minha opinião, esta declaração do NJ é somente para que os russos não fiquem melindrados!É como você fala com uma criança: sim meu filho,nós iremos examinar mais não passará disso!

    Abraços

    Paulo

  121. Acho qeu a maioria está muito preocupado o qeu X ou y vão achar dessa atitude, esse o SU-35 for melhro apr ao Brasil, que ele seja escolhido, pq se França, EUA e Suecia precisasse dar uma rasteira na gente eles ia dar tranquilo, como o EUA fez com o MBT Osorio.

  122. Acho qeu a maioria está muito preocupado o qeu X ou y vão achar dessa atitude, esse o SU-35 for melhro apr ao Brasil, que ele seja escolhido, pq se França, EUA e Suecia precisasse dar uma rasteira na gente eles ia dar tranquilo, como o EUA fez com o MBT Osorio.

  123. A volta do Su-35 à disputa pode ser uma manobra para arrancar melhores condições condições das empresas que fabricam os três aparelhos que fazem parte da short-list. Pode ser também uma forma de salvar a compra de caças, se o Sukoi for o mais barato mesmo,ante uma crise econômica que sabemos quandop e porque começou,mas não sabemos quando vai acabar.

  124. A volta do Su-35 à disputa pode ser uma manobra para arrancar melhores condições condições das empresas que fabricam os três aparelhos que fazem parte da short-list. Pode ser também uma forma de salvar a compra de caças, se o Sukoi for o mais barato mesmo,ante uma crise econômica que sabemos quandop e porque começou,mas não sabemos quando vai acabar.

  125. Quando o SU-35 saiu.Buaaaaaaaaaa.Agora na sua possível volta Buaaaaaaaaaaaaa.kkkkkkkkkkkkkkk

    Temos direito de ter o que é melhor para a nação,imaginem 120 SU-35 e 120 PAK FA.

    Isto é possibilidade e os caras já levam como se já tinha acontecido algo.

  126. Quando o SU-35 saiu.Buaaaaaaaaaa.Agora na sua possível volta Buaaaaaaaaaaaaa.kkkkkkkkkkkkkkk

    Temos direito de ter o que é melhor para a nação,imaginem 120 SU-35 e 120 PAK FA.

    Isto é possibilidade e os caras já levam como se já tinha acontecido algo.

  127. Companheiros: aconteceu alguma desaceleração na participação brasileira no programa A-Dart em virtude do coprte de despesas do Comando da Aeronáutica? Ou foi cancelamento puro e simples?

  128. Companheiros: aconteceu alguma desaceleração na participação brasileira no programa A-Dart em virtude do coprte de despesas do Comando da Aeronáutica? Ou foi cancelamento puro e simples?

  129. Olá senhores! Sinceramente não estou entendendo essa indignação! Vejam bem, não cabe nenhum processo, pois estamos avaliando propostas! Senhores no programa FX 2 não é somente a aquisição de um caça (eu particularmente dos competidores no quesito avião em si, não tem para ninguém senão o Su 35, torcida de um entusiasta), mas toda transferência de tecnologias! Ninguém iria transferir tudo com a aquisição de 36 caças ou equivalente ao dispêndio de dois bilhões (se fosse o Rafale ou F/A – 18 não compra nem 12). A proposta da Rússia fora retirada por não aceitar o nível de transferência total, porem acredito em dois fatos muito relevantes: Primeiro nenhum dos finalistas (a grosso modo se consideravam) querem transferir 100% com essa compra (não por questões de segurança, mas por causa da Embraer que se tornaria uma verdadeira espinha na garganta da Boeing, EADS e Airbus). Segundo isso era esperado qualquer país sério que esteja adquirindo caças estará em todo o tempo aceitando propostas e contrapropostas, vejam a Índia, Noruega, Holanda, Suíça, etc. Senhores seria muito interessante à parceria com a Sukhoi em somente dois segmentos, não necessitando transferência de 100%. No segmento siderurgia e metalurgia do titânio e FBW. Não aceitar contrapostas ai sim seria caso de processo e CPI. Saudações senhores… Esse é o melhor momento para adquirimos o FX 2, espero que a FAB / Ministério da Defesa apertem os cintos e dêem continuidade ao FX 2 e ao C-390!

  130. Olá senhores! Sinceramente não estou entendendo essa indignação! Vejam bem, não cabe nenhum processo, pois estamos avaliando propostas! Senhores no programa FX 2 não é somente a aquisição de um caça (eu particularmente dos competidores no quesito avião em si, não tem para ninguém senão o Su 35, torcida de um entusiasta), mas toda transferência de tecnologias! Ninguém iria transferir tudo com a aquisição de 36 caças ou equivalente ao dispêndio de dois bilhões (se fosse o Rafale ou F/A – 18 não compra nem 12). A proposta da Rússia fora retirada por não aceitar o nível de transferência total, porem acredito em dois fatos muito relevantes: Primeiro nenhum dos finalistas (a grosso modo se consideravam) querem transferir 100% com essa compra (não por questões de segurança, mas por causa da Embraer que se tornaria uma verdadeira espinha na garganta da Boeing, EADS e Airbus). Segundo isso era esperado qualquer país sério que esteja adquirindo caças estará em todo o tempo aceitando propostas e contrapropostas, vejam a Índia, Noruega, Holanda, Suíça, etc. Senhores seria muito interessante à parceria com a Sukhoi em somente dois segmentos, não necessitando transferência de 100%. No segmento siderurgia e metalurgia do titânio e FBW. Não aceitar contrapostas ai sim seria caso de processo e CPI. Saudações senhores… Esse é o melhor momento para adquirimos o FX 2, espero que a FAB / Ministério da Defesa apertem os cintos e dêem continuidade ao FX 2 e ao C-390!

  131. DAQUI A POUCO VEM A MERCEDES-BENZ OFERECER 50 SEDÃS DE LUXO PARA O PLANALTO NO LUGAR DOS CAÇAS PARA A FAB E NÓS IREMOS FECHAR NEGÓCIO.

    PEÇO AO SITE QUE PUBLIQUE NOVO POST PARA TRATAR DO ASSUNTO. SÓ QUE DESSA VEZ, VAMOS PEGAR UM “POUCO” MAIS PESADO COM O GOVERNO E ESSA BANDALHEIRA DE POLÍTICOS QUE SÓ PROMETEM E NADA FAZEM.

    O SITE DEFESA@NET ESTÁ DE PARABÉNS E A “CHARGE” DITA PELO EDITOR NO FIM DAQUELA NOTÍCIA TAMBÉM:

    “Nota do Editor – Tanto o ministro da Defesa, Nelson Jobim, como o Comandante da Aeronáutica embarcaram para a Antártica no domingo (08 Fevereiro)”

    OU SEJA, ACABARAM DE SE METER EM OUTRA FRIA…

  132. DAQUI A POUCO VEM A MERCEDES-BENZ OFERECER 50 SEDÃS DE LUXO PARA O PLANALTO NO LUGAR DOS CAÇAS PARA A FAB E NÓS IREMOS FECHAR NEGÓCIO.

    PEÇO AO SITE QUE PUBLIQUE NOVO POST PARA TRATAR DO ASSUNTO. SÓ QUE DESSA VEZ, VAMOS PEGAR UM “POUCO” MAIS PESADO COM O GOVERNO E ESSA BANDALHEIRA DE POLÍTICOS QUE SÓ PROMETEM E NADA FAZEM.

    O SITE DEFESA@NET ESTÁ DE PARABÉNS E A “CHARGE” DITA PELO EDITOR NO FIM DAQUELA NOTÍCIA TAMBÉM:

    “Nota do Editor – Tanto o ministro da Defesa, Nelson Jobim, como o Comandante da Aeronáutica embarcaram para a Antártica no domingo (08 Fevereiro)”

    OU SEJA, ACABARAM DE SE METER EM OUTRA FRIA…

  133. Não sei porque a revolta pelo fato de aceitar mais participantes nesta fase, até mesmo porque quem tem o dinheiro manda, temos que ver o que é melhor pra gente e não o que franceses, americanos ou suecos irão achar, chega de pensar nos outros, não se preocupem eles também fazem igualzinho.

    Os franceses por exemplo faziam parte do projeto eurofighter, junto com a Itália, Espanha e Alemanha, e saiu e construiu o Rafale, os espanhóis abandonaram o proeto do sbmarino scorpene depois de prontos e vendem o mesmo submarino com eletônica diferente, coisa que o contrato entre as duas nações proibia, o que for melhor para o Brasil deve ser feito.

    O Su-35 foi desclassificado porque não garantiram a manutenção dos caças segundo o cronograma da FAB, se eles agora resolveram garantir e nós pudermos comprar os SU-35 a um bom preço e participarmos do caça de 5ª geração é melhor para o Brasil, quem nos ofereceu participar de um caça de 5ª geração? O brasil deve pensar só nele.

  134. Não sei porque a revolta pelo fato de aceitar mais participantes nesta fase, até mesmo porque quem tem o dinheiro manda, temos que ver o que é melhor pra gente e não o que franceses, americanos ou suecos irão achar, chega de pensar nos outros, não se preocupem eles também fazem igualzinho.

    Os franceses por exemplo faziam parte do projeto eurofighter, junto com a Itália, Espanha e Alemanha, e saiu e construiu o Rafale, os espanhóis abandonaram o proeto do sbmarino scorpene depois de prontos e vendem o mesmo submarino com eletônica diferente, coisa que o contrato entre as duas nações proibia, o que for melhor para o Brasil deve ser feito.

    O Su-35 foi desclassificado porque não garantiram a manutenção dos caças segundo o cronograma da FAB, se eles agora resolveram garantir e nós pudermos comprar os SU-35 a um bom preço e participarmos do caça de 5ª geração é melhor para o Brasil, quem nos ofereceu participar de um caça de 5ª geração? O brasil deve pensar só nele.

  135. FAB em 2012
    FX-2
    Vencedor = Caça “low” = 144 Gripen C/D

    FX-2.5
    Vencedor = Caça “High” – 72 SU-35BR
    Caça-bombardeiro naval – 36 SU-32/34BRN

    Legal!!!!

  136. FAB em 2012
    FX-2
    Vencedor = Caça “low” = 144 Gripen C/D

    FX-2.5
    Vencedor = Caça “High” – 72 SU-35BR
    Caça-bombardeiro naval – 36 SU-32/34BRN

    Legal!!!!

  137. Pedro

    Sou advogado é inexigível licitação para materiais e equipamento estritamente militares, ou você acha que deve ganhar o que tem o menor preço?

    caças, tanques, mísseis, fuzis, foguetes, etc não se pode exigir licitação, o equipamento tem que se adequar a doutrina do País e não o contrário.

  138. Pedro

    Sou advogado é inexigível licitação para materiais e equipamento estritamente militares, ou você acha que deve ganhar o que tem o menor preço?

    caças, tanques, mísseis, fuzis, foguetes, etc não se pode exigir licitação, o equipamento tem que se adequar a doutrina do País e não o contrário.

  139. Marlos Barcelos a Sukhoi iria abrir um centro de manutenção da Sukhoi para toda a America latina e uma parte da áfrica aqui no Brasil.

  140. Marlos Barcelos a Sukhoi iria abrir um centro de manutenção da Sukhoi para toda a America latina e uma parte da áfrica aqui no Brasil.

  141. Beleza Marlos!
    Foi a emoção da volta do exterminador!
    Quando o russo disse: I’ll be back, ninguém acreditou.
    Agora tomem SU35BM na cabeça!

    Rumo a efetiva superioridade aérea.

  142. Beleza Marlos!
    Foi a emoção da volta do exterminador!
    Quando o russo disse: I’ll be back, ninguém acreditou.
    Agora tomem SU35BM na cabeça!

    Rumo a efetiva superioridade aérea.

  143. Lembrete pra matar de vez o FX2 e trazer logo os SU 35BM: quem define a doutrina do país é o Ministério da Defsa, é o Jobim!
    Então esqueçam essas suequinhas, esses francesinhos e os red necks e tragam logo o matador.
    Grande e malvado, “aquele que mata tudo o que voa, anda, rasteja ou nada”, o SU35 nas mãos competentes dos nossos pilotos (que fazem miséria com o pobre f5) vai botar a pique quantos task forces quantos apareçam em nosso horizonte….esse é o medo dos ianques…esse éra o medo do bush….

  144. Lembrete pra matar de vez o FX2 e trazer logo os SU 35BM: quem define a doutrina do país é o Ministério da Defsa, é o Jobim!
    Então esqueçam essas suequinhas, esses francesinhos e os red necks e tragam logo o matador.
    Grande e malvado, “aquele que mata tudo o que voa, anda, rasteja ou nada”, o SU35 nas mãos competentes dos nossos pilotos (que fazem miséria com o pobre f5) vai botar a pique quantos task forces quantos apareçam em nosso horizonte….esse é o medo dos ianques…esse éra o medo do bush….

  145. Esse post contém dados muito importantes:

    ” RII em 09 fev, 2009 às 9:01

    Com certeza isso foi uma falha de comunicaçõa ou interpretação do jornalista, pois depois destas:
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=328
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=456
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=386
    Deus nos livre!!!!!hehehehehehe
    Para essa velha malica(cachaceira bolivariana) manda ela comprar um Lada é ficar na dela!!!!
    Essa ai é viagem de torcedor, não essiste “Graças a Deus” nada de concreto.”

    -> Imaginem se a índia que adquiriu 190 SU-30,submarinos,navios etc etc estão passando um “sufoco” tremendo com os Russos imaginem nós com nossa compra de 36 aeronaves (podendo chegar a 120 na verdade o que ainda é “pouco” se for comparado)!
    Infelizmente “Pacta sund Servanda” para os Russos não é regra a ser cumprida.
    (mas vale um gripen NG futuramente na mão que 2 SU-35 sem peças de reposição e com problemas de “controle de qualidade” mais elementares…)

  146. Esse post contém dados muito importantes:

    ” RII em 09 fev, 2009 às 9:01

    Com certeza isso foi uma falha de comunicaçõa ou interpretação do jornalista, pois depois destas:
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=328
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=456
    http://www.areamilitar.net/noticias/noticias.aspx?NrNot=386
    Deus nos livre!!!!!hehehehehehe
    Para essa velha malica(cachaceira bolivariana) manda ela comprar um Lada é ficar na dela!!!!
    Essa ai é viagem de torcedor, não essiste “Graças a Deus” nada de concreto.”

    -> Imaginem se a índia que adquiriu 190 SU-30,submarinos,navios etc etc estão passando um “sufoco” tremendo com os Russos imaginem nós com nossa compra de 36 aeronaves (podendo chegar a 120 na verdade o que ainda é “pouco” se for comparado)!
    Infelizmente “Pacta sund Servanda” para os Russos não é regra a ser cumprida.
    (mas vale um gripen NG futuramente na mão que 2 SU-35 sem peças de reposição e com problemas de “controle de qualidade” mais elementares…)

  147. ‘welington em 09 fev, 2009 às 11:29

    Vovódka a benção!!!’

    Deus te abencoe meu netinho querido e junte todos os netinhos e viuvinhas tao queridos da vovo’ ai’ no Brasil e torcam todos pelo Sukhoi no fx de voceis ai’ e torcam pela vovo’ cosmonauta aqui!!!!!! O treinamento comeca amanha, que hoje foi so’ me apresentar pra base e os aposentos e o armario do Gagarin!!!!!

    ‘Manfred Von Richthofen em 09 fev, 2009 às 10:43

    Os concorrentes devem estar soltando muitos palavrões agora e os russos estão tomando muita vodka pra comemorar!
    Que venham os Su-35 + PAK-FA! Não tem pra ninguém!’

    Manfredo meu querido eles tomaram muita vodka sim no fim de semana inteiro e a vovo’ tava junto e foram muitos engradados e ficou todo mundo bebado e demos uma volta de sukhoi por Moscou e rimos muito e esta todo mundo feliz aqui!!!!!! No horario daqui a gente ja’ ta’ indo pro hapi houer de novo e a vodka ta’ geladinha outra veiz que ainda ta’ fazendo muito frio em Moscou!!!!!

  148. ‘welington em 09 fev, 2009 às 11:29

    Vovódka a benção!!!’

    Deus te abencoe meu netinho querido e junte todos os netinhos e viuvinhas tao queridos da vovo’ ai’ no Brasil e torcam todos pelo Sukhoi no fx de voceis ai’ e torcam pela vovo’ cosmonauta aqui!!!!!! O treinamento comeca amanha, que hoje foi so’ me apresentar pra base e os aposentos e o armario do Gagarin!!!!!

    ‘Manfred Von Richthofen em 09 fev, 2009 às 10:43

    Os concorrentes devem estar soltando muitos palavrões agora e os russos estão tomando muita vodka pra comemorar!
    Que venham os Su-35 + PAK-FA! Não tem pra ninguém!’

    Manfredo meu querido eles tomaram muita vodka sim no fim de semana inteiro e a vovo’ tava junto e foram muitos engradados e ficou todo mundo bebado e demos uma volta de sukhoi por Moscou e rimos muito e esta todo mundo feliz aqui!!!!!! No horario daqui a gente ja’ ta’ indo pro hapi houer de novo e a vodka ta’ geladinha outra veiz que ainda ta’ fazendo muito frio em Moscou!!!!!

  149. Em tempo: Senhores o Brasil será, como sempre foi, um país serio com quem nos trata com seriedade! Como podemos fechar um acordo de equipamento de defesa com salva-guardas? O Chile comprou mísseis avançados que devem está estocados nos EUA (?!). Estamos comprando mísseis AGM-84 Harpoon Block I, obsoletos que com certeza virão com lacres e fiscalização anual. Os franceses, suecos e ingleses não estavam oferecendo nenhuma vanguarda tecnológica. Não se iludam a França e Suécia não irar desenvolver nenhum caça de 5ª geração. Nem a Europa acreditem. Como exemplo sobre a falta de seriedade que nosso pais é submetido, quando a Embraer fora proibida de vender os AMX-T para a Venezuela a espanhola CASA também foi, porém os EUA rapidamente encomendaram varias dezenas de aviões C-295 para sua Guarda Costeira. A Espanha briga politicamente e o bom moço Brasil nunca levanta a voz!

  150. Em tempo: Senhores o Brasil será, como sempre foi, um país serio com quem nos trata com seriedade! Como podemos fechar um acordo de equipamento de defesa com salva-guardas? O Chile comprou mísseis avançados que devem está estocados nos EUA (?!). Estamos comprando mísseis AGM-84 Harpoon Block I, obsoletos que com certeza virão com lacres e fiscalização anual. Os franceses, suecos e ingleses não estavam oferecendo nenhuma vanguarda tecnológica. Não se iludam a França e Suécia não irar desenvolver nenhum caça de 5ª geração. Nem a Europa acreditem. Como exemplo sobre a falta de seriedade que nosso pais é submetido, quando a Embraer fora proibida de vender os AMX-T para a Venezuela a espanhola CASA também foi, porém os EUA rapidamente encomendaram varias dezenas de aviões C-295 para sua Guarda Costeira. A Espanha briga politicamente e o bom moço Brasil nunca levanta a voz!

  151. não posso me conter :)….

    O Brasil não é ou não parece ser sério, não por excluir ou incluir denovo concorrentes, temos este direito!, e sim como desqualifica e procede nas suas intentivas de selecionar um vetor para a FAB. Como fez o saito ao falar do SU-35, minha pergunta: quem é a FAB para qualificar, tecnicamente, um vetor da categoria dos que disputavam desde o início??? o Saito poderia ter dito: “Quem vai decidir o FX-2 é o MD, participaremos com a qualificação técnica apenas, que será sigilosa, para resguardarmos o MD, pois sabemos e entendemos que o fator político econômico deve ter mais peso do que o próprio vetor em si”! pronto! apesar de eu não concordar, e achar que neste caso o vetor deve vir em primeiro lugar, estaria satisfeito com a postura da FAB!
    Ou a FAb e o MD não falam a mesma língua, ou é blefe! agora sim vamos esperar, porém o estrago já está feito, pois os concorrentes que ficaram, propuseram por base aos seus outros 2 concorrentes que ficaram, não consideraram os excluidos, que ao meu ver, na verdade, ao ver de todos que conhecem, lêem, e operam, é certo que os 2 melhores competidores (em termos de vetor) foram excluídos, e agora os 3 finalistam terão que refazer suas propostas??? eles tem este direito! que novela…..

    COMPREM LOGO OS 36 CAÇAS! A FAB PRECISA DISSO! COMPREM O MELHOR! E DEU, ARMAS, SOBRESSALENTES, RADARES E MOTORES EXTRAS, PEÇAS DE REPOSIÇÃO!

    tenho tanta coisa para dizer, que vou ficar quieto, neste momento…

    Abraços
    Francisco

  152. não posso me conter :)….

    O Brasil não é ou não parece ser sério, não por excluir ou incluir denovo concorrentes, temos este direito!, e sim como desqualifica e procede nas suas intentivas de selecionar um vetor para a FAB. Como fez o saito ao falar do SU-35, minha pergunta: quem é a FAB para qualificar, tecnicamente, um vetor da categoria dos que disputavam desde o início??? o Saito poderia ter dito: “Quem vai decidir o FX-2 é o MD, participaremos com a qualificação técnica apenas, que será sigilosa, para resguardarmos o MD, pois sabemos e entendemos que o fator político econômico deve ter mais peso do que o próprio vetor em si”! pronto! apesar de eu não concordar, e achar que neste caso o vetor deve vir em primeiro lugar, estaria satisfeito com a postura da FAB!
    Ou a FAb e o MD não falam a mesma língua, ou é blefe! agora sim vamos esperar, porém o estrago já está feito, pois os concorrentes que ficaram, propuseram por base aos seus outros 2 concorrentes que ficaram, não consideraram os excluidos, que ao meu ver, na verdade, ao ver de todos que conhecem, lêem, e operam, é certo que os 2 melhores competidores (em termos de vetor) foram excluídos, e agora os 3 finalistam terão que refazer suas propostas??? eles tem este direito! que novela…..

    COMPREM LOGO OS 36 CAÇAS! A FAB PRECISA DISSO! COMPREM O MELHOR! E DEU, ARMAS, SOBRESSALENTES, RADARES E MOTORES EXTRAS, PEÇAS DE REPOSIÇÃO!

    tenho tanta coisa para dizer, que vou ficar quieto, neste momento…

    Abraços
    Francisco

  153. Pronto! Perdemos o resto de credibilidade que as nações tinham conosco. A parceria Lula/Jobim está aí: a Marinha vai construir os 4 submarinhos -já obsoletos- em 20 anos e compra um dinossáurico navio ‘antártico’ cujo teste de flutuabilidade mostrou a sua instabilidade para mares revoltos; o Exército suspendeu o repotenciamento dos M113 -esquece o Charrua-, recebeu os gatinhos que os alemães queriam se livrar e só compra Land Rovers -esqueceu a indústria nacional-; a FAB foi detonada mais uma vez e compra umas coisas estranhas dos russos para a nossa amazônia. Somo todos, paisanos e milicos, tratados como criancinhas enganadas; se isso tudo fosse na esfera privada, a coisa toda seria taxada de picaretagem.

  154. Pronto! Perdemos o resto de credibilidade que as nações tinham conosco. A parceria Lula/Jobim está aí: a Marinha vai construir os 4 submarinhos -já obsoletos- em 20 anos e compra um dinossáurico navio ‘antártico’ cujo teste de flutuabilidade mostrou a sua instabilidade para mares revoltos; o Exército suspendeu o repotenciamento dos M113 -esquece o Charrua-, recebeu os gatinhos que os alemães queriam se livrar e só compra Land Rovers -esqueceu a indústria nacional-; a FAB foi detonada mais uma vez e compra umas coisas estranhas dos russos para a nossa amazônia. Somo todos, paisanos e milicos, tratados como criancinhas enganadas; se isso tudo fosse na esfera privada, a coisa toda seria taxada de picaretagem.

  155. se a sukhoi for passar mais que a concorrencia logico que vamos de sukhoi……tenho certeza que ele foi desclassificado no primeiro momento por nao oferecer o que a fab queria e nao por o aviao ser ruim……agora melhorarao a prosposta e eles estao de volta…….a fab tem que aproveita que as empresas comesarrao a fazer leilao pra ganhar ganhar o fx-2 e aproveitar

  156. se a sukhoi for passar mais que a concorrencia logico que vamos de sukhoi……tenho certeza que ele foi desclassificado no primeiro momento por nao oferecer o que a fab queria e nao por o aviao ser ruim……agora melhorarao a prosposta e eles estao de volta…….a fab tem que aproveita que as empresas comesarrao a fazer leilao pra ganhar ganhar o fx-2 e aproveitar

  157. O PROBLEMA É QUE A FAB E O MD QUER UM “BASTIÃO” O FAS TUDO: INTERCEPTAÇÃO, SUPERIORIDADE AÉREA, ATAQUE E AÍ… VAI FICAR DIFÍCIL. QUEM NÃO SABE O QUE QUER FICA ENRROLANDO UMA HORA VAI DE FX1, OUTRA HORA FX2, SEPARA 3 FINALISTA, DEPOIS ACEITA REVER PROPOSTA DE ELIMINADOS, DEPOIS TEM A ESCOLHA POLÍTICA. AAAAFFFFFFF!!!!!!!!!!

  158. O PROBLEMA É QUE A FAB E O MD QUER UM “BASTIÃO” O FAS TUDO: INTERCEPTAÇÃO, SUPERIORIDADE AÉREA, ATAQUE E AÍ… VAI FICAR DIFÍCIL. QUEM NÃO SABE O QUE QUER FICA ENRROLANDO UMA HORA VAI DE FX1, OUTRA HORA FX2, SEPARA 3 FINALISTA, DEPOIS ACEITA REVER PROPOSTA DE ELIMINADOS, DEPOIS TEM A ESCOLHA POLÍTICA. AAAAFFFFFFF!!!!!!!!!!

  159. Parece que todos esqueceram do exemplo da ENGESA que com seu esforço produziu o melhor tanque levou ele para testes no deserto da Arabia Saudita venceu com melhor desempenho do seu equipamento e quantos tanques foram vendidos? Alguém lembra quem influenciou a decisão? Os mesmos que disseram que o Brasil podia comprar equipamento EUA ou Franês, o Brasil tem e deve usar essa oportunidade para conseguir a melhor proposta não só valor do avião, mas transferencia de tecnologia de tudo que possa ser passado turbina, ligas, radar, missel, sensores e uma infinidade que os EUA não vão passar e nem querem que Brasil domine ai eles oferecem um oportunidade mediana e que não dara a independencia ao Brasil todo mundo fica satisfeito né!!!!

  160. Parece que todos esqueceram do exemplo da ENGESA que com seu esforço produziu o melhor tanque levou ele para testes no deserto da Arabia Saudita venceu com melhor desempenho do seu equipamento e quantos tanques foram vendidos? Alguém lembra quem influenciou a decisão? Os mesmos que disseram que o Brasil podia comprar equipamento EUA ou Franês, o Brasil tem e deve usar essa oportunidade para conseguir a melhor proposta não só valor do avião, mas transferencia de tecnologia de tudo que possa ser passado turbina, ligas, radar, missel, sensores e uma infinidade que os EUA não vão passar e nem querem que Brasil domine ai eles oferecem um oportunidade mediana e que não dara a independencia ao Brasil todo mundo fica satisfeito né!!!!

  161. Com certeza se o F-X não sair este ano pode esqueser ,li em um site de noticias que o contrato com o vencedor so poderá ser assinado até 31 de dezembro deste ano ,porque ano que vem é ano eleitoral é não pode ser assinado nenhum contrato ou seja ou é assinado este ano ou só em 2011 ,até lá bye bye F-X.

    Outra coisa o F-18 não esta morto no F-x veja essa reportagem: http://panoramaespacial.blogspot.com/2009/02/reforma-do-itar-e-consequencias-para-o.html

  162. Com certeza se o F-X não sair este ano pode esqueser ,li em um site de noticias que o contrato com o vencedor so poderá ser assinado até 31 de dezembro deste ano ,porque ano que vem é ano eleitoral é não pode ser assinado nenhum contrato ou seja ou é assinado este ano ou só em 2011 ,até lá bye bye F-X.

    Outra coisa o F-18 não esta morto no F-x veja essa reportagem: http://panoramaespacial.blogspot.com/2009/02/reforma-do-itar-e-consequencias-para-o.html

  163. Caro Pedro,

    na boa, não sei se vc se referiu ao meu post uma vez que falei sobre a imagem do Brasil, mas seus exemplos não são válidos ( pelo meu ponto de vista ) por desconsiderar ao muito simples o ‘peso’ político e/ou econômico que tem os EUA, China ou França. Quem tem mais chances de dizer a uma instituição bancária ‘se não cortar metade dessa taxa de juros vou assinar c/ o concorrente’ o Val Mart ou uma rede de mercados em Alagoas ( só p/ exemplificar, ok ? ). Perceba que estamos numa absurda novela p/ compra de um ‘gigantesco’ lote de 36 unidades ( se é que realmente chegaremos a isto ), porque essa história de até 120, me parece cada vez menos possível. Outra coisa é que justamente quando temos condições de defender a altura nossos legítimos interesses, agimos como covardes não respeitando que os direitos de uma Petrobras não pertencem aos atuais mandatários da nação e sim ao povo brasileiro e seus acionistas e que portanto não estão sujeitos a visão ideológica do presidente e seus colegas de turma. É como se o time que não ganha nem do Íbis quisesse bater o Barcelona, Milan, etc.
    Quanto a Israel, lembro que o mundo caiu de pau em cima deles, apesar que Hamas pediu p/ acontecer algo de ruim ao insistir no lançamento dos foguetes p/ Israel, que está claro p/ todos, exagerou na dose do troco.
    Abraço.

  164. Caro Pedro,

    na boa, não sei se vc se referiu ao meu post uma vez que falei sobre a imagem do Brasil, mas seus exemplos não são válidos ( pelo meu ponto de vista ) por desconsiderar ao muito simples o ‘peso’ político e/ou econômico que tem os EUA, China ou França. Quem tem mais chances de dizer a uma instituição bancária ‘se não cortar metade dessa taxa de juros vou assinar c/ o concorrente’ o Val Mart ou uma rede de mercados em Alagoas ( só p/ exemplificar, ok ? ). Perceba que estamos numa absurda novela p/ compra de um ‘gigantesco’ lote de 36 unidades ( se é que realmente chegaremos a isto ), porque essa história de até 120, me parece cada vez menos possível. Outra coisa é que justamente quando temos condições de defender a altura nossos legítimos interesses, agimos como covardes não respeitando que os direitos de uma Petrobras não pertencem aos atuais mandatários da nação e sim ao povo brasileiro e seus acionistas e que portanto não estão sujeitos a visão ideológica do presidente e seus colegas de turma. É como se o time que não ganha nem do Íbis quisesse bater o Barcelona, Milan, etc.
    Quanto a Israel, lembro que o mundo caiu de pau em cima deles, apesar que Hamas pediu p/ acontecer algo de ruim ao insistir no lançamento dos foguetes p/ Israel, que está claro p/ todos, exagerou na dose do troco.
    Abraço.

  165. acabei de ver a entrevista do ministro no site defesanet tem toda a entrevista em audio, e o que ouvi o ministro falar é o interesse em desenvolver a industria belica do país, então se os russos nos incluirem no caça de 5ª geração, já ganhou, o q os ianques nos oferece? eles não permitem nem que compremos os f-35, imagine desenvolver um caça com o brasil.

  166. acabei de ver a entrevista do ministro no site defesanet tem toda a entrevista em audio, e o que ouvi o ministro falar é o interesse em desenvolver a industria belica do país, então se os russos nos incluirem no caça de 5ª geração, já ganhou, o q os ianques nos oferece? eles não permitem nem que compremos os f-35, imagine desenvolver um caça com o brasil.

  167. Apenas para apimentar, foi exatamente assim que ocorreu com a compra de helicópteros, lembram-se quando a mesma foi suspensa em razão da oferta de produção na fábrica da Helibrás?
    Do Defesa@net: “Sexta-feira, 4 de Abril de 2008
    Ofertas Finais para os Helicópteros de Ataque Entregues
    Foram entregues para a FAB na terça-feira (01Abril), pelos fabricantes as ofertas finais dos helicópteros de ataque. Os dois modelos que permanecem na concorrência são o italiano AgustaWestland AW129 e o russo Mi-35M.

    A decisão referente aos helicópteros de transporte ficou em suspenso até ser avaliada pelo governo a oferta da EADS/Eurocopter para a abertura de uma linha de produção local do Super Cougar.

    Equipes da FAB já testaram os dois modelos nas instalações dos fabricantes , tanto na Itália como na Rússia.

    A decisão final deverá sair em fins de Abril ou início de Maio. A velocidade e manutenção das datas pela FAB, tem surpreendido positivamente os fabricantes.

    Para mais detalhes sobre a licitação acesse: Licitação de Helicópteros: Ataque e Transporte”

  168. Apenas para apimentar, foi exatamente assim que ocorreu com a compra de helicópteros, lembram-se quando a mesma foi suspensa em razão da oferta de produção na fábrica da Helibrás?
    Do Defesa@net: “Sexta-feira, 4 de Abril de 2008
    Ofertas Finais para os Helicópteros de Ataque Entregues
    Foram entregues para a FAB na terça-feira (01Abril), pelos fabricantes as ofertas finais dos helicópteros de ataque. Os dois modelos que permanecem na concorrência são o italiano AgustaWestland AW129 e o russo Mi-35M.

    A decisão referente aos helicópteros de transporte ficou em suspenso até ser avaliada pelo governo a oferta da EADS/Eurocopter para a abertura de uma linha de produção local do Super Cougar.

    Equipes da FAB já testaram os dois modelos nas instalações dos fabricantes , tanto na Itália como na Rússia.

    A decisão final deverá sair em fins de Abril ou início de Maio. A velocidade e manutenção das datas pela FAB, tem surpreendido positivamente os fabricantes.

    Para mais detalhes sobre a licitação acesse: Licitação de Helicópteros: Ataque e Transporte”

  169. Existe uma certa dissociação entre o comando militar e a dupla dinãmica Unger /Jobim. Estes dois são especialistas em declarações estapafurdias. O Jobim já disse que o sub nuc é um nuclear de defesa, o Unger pouco antes do prazo final pra entrega de envelopes no FX 2 voltou dos EUA dizendo que “não adianta eles insistirem em vender avioes”, o Jobim agora ressucita o Sukoi, DEPOIS dos outros concorrentes jogarem suas cartas comprometendo a lisura, pois a Sukoui poderá fazer lobby pra ter acesso às propostas prontas dos outros.

    Sobre PAK 50, não estou entendedo; se está pronto porque interessaria a nós, se não há mais nada a desenvolver? Pra comprar pronto, prefiro o F 35. Haaa sim mas o F 35, no dizer de Jobim é sofisticado demais, e o PAK 50?? Não??? Onde está a coerencia.???

  170. Existe uma certa dissociação entre o comando militar e a dupla dinãmica Unger /Jobim. Estes dois são especialistas em declarações estapafurdias. O Jobim já disse que o sub nuc é um nuclear de defesa, o Unger pouco antes do prazo final pra entrega de envelopes no FX 2 voltou dos EUA dizendo que “não adianta eles insistirem em vender avioes”, o Jobim agora ressucita o Sukoi, DEPOIS dos outros concorrentes jogarem suas cartas comprometendo a lisura, pois a Sukoui poderá fazer lobby pra ter acesso às propostas prontas dos outros.

    Sobre PAK 50, não estou entendedo; se está pronto porque interessaria a nós, se não há mais nada a desenvolver? Pra comprar pronto, prefiro o F 35. Haaa sim mas o F 35, no dizer de Jobim é sofisticado demais, e o PAK 50?? Não??? Onde está a coerencia.???

  171. O F 35 está a venda sim, mas eles não entregam os códigos desse avião.
    E o PAK 50? os russos vão entregar porque são bonzinhos.?
    Engraçado o discurso sempre muda quando é russo o equip. Neste caso, todo mundo passa a acreditar em papai noel e que haverá transf de tecnologia.

    alias não me lembro de qualquer programa de qualquer pais, onde os russos transferiram algum tipo de tecnologia.

  172. O F 35 está a venda sim, mas eles não entregam os códigos desse avião.
    E o PAK 50? os russos vão entregar porque são bonzinhos.?
    Engraçado o discurso sempre muda quando é russo o equip. Neste caso, todo mundo passa a acreditar em papai noel e que haverá transf de tecnologia.

    alias não me lembro de qualquer programa de qualquer pais, onde os russos transferiram algum tipo de tecnologia.

  173. Se, houver uma oferta muito boa, a mesma deve ser analizada sim, Não há como deixar de observar as necessidades do País em razão de motivos outros, mesmo porque não há licitação no caso dos caças, mas um processo de compra direta, que, no papel, obedece certos requisitos.
    Não há perda de seriedade por aproveitar-se, se for o caso, uma excelente proposta, caso a mesma venha a ocorrer.
    Nada impede também da ocorrência de um plus de caças… (não divagando sobre as questões de padronização etc.).
    Se não houver nada de novo que venha a afastar o que até então temos no procedimento do FX2, basta bater o martelo na proposta que melhor atender o que a Força Aérea pretende.
    Se por um lado tal ou qual atitude pode deixar tal ou qual impresão, melhor que seja a que for de maior e melhor interesse do país.

  174. Se, houver uma oferta muito boa, a mesma deve ser analizada sim, Não há como deixar de observar as necessidades do País em razão de motivos outros, mesmo porque não há licitação no caso dos caças, mas um processo de compra direta, que, no papel, obedece certos requisitos.
    Não há perda de seriedade por aproveitar-se, se for o caso, uma excelente proposta, caso a mesma venha a ocorrer.
    Nada impede também da ocorrência de um plus de caças… (não divagando sobre as questões de padronização etc.).
    Se não houver nada de novo que venha a afastar o que até então temos no procedimento do FX2, basta bater o martelo na proposta que melhor atender o que a Força Aérea pretende.
    Se por um lado tal ou qual atitude pode deixar tal ou qual impresão, melhor que seja a que for de maior e melhor interesse do país.

  175. Douglas o PAK FA estará pronto somente em 2016 ano que começa sua produção como o SU-35 BM estará pronto somente em 2010 ano que começa sua produção seriada, a turbina do PAK FA NPO Saturn AL-41F estará pronta somente em 2015, temos muito a aprender, pois as tecnologias estão prontas o “avião não” as integrações dessas tecnologias acontecerá ate 2015 onde participaríamos ativamente como a índia, alem do mais poderíamos acrescentar capacidades ou novas tecnologias ao projeto como a índia assim participaríamos ainda mais do projeto que só para complementar possivelmente contaria com eletrônica e softwares nacionais.
    Um abraço a todos.

  176. Douglas o PAK FA estará pronto somente em 2016 ano que começa sua produção como o SU-35 BM estará pronto somente em 2010 ano que começa sua produção seriada, a turbina do PAK FA NPO Saturn AL-41F estará pronta somente em 2015, temos muito a aprender, pois as tecnologias estão prontas o “avião não” as integrações dessas tecnologias acontecerá ate 2015 onde participaríamos ativamente como a índia, alem do mais poderíamos acrescentar capacidades ou novas tecnologias ao projeto como a índia assim participaríamos ainda mais do projeto que só para complementar possivelmente contaria com eletrônica e softwares nacionais.
    Um abraço a todos.

  177. ta virando zona desse pessoal da fb nos ja escolhermos o nossa caça porque nao su-35 e rafale nao tem como a fb acertar o proposta dos dois sao iguais um abraço

  178. ta virando zona desse pessoal da fb nos ja escolhermos o nossa caça porque nao su-35 e rafale nao tem como a fb acertar o proposta dos dois sao iguais um abraço

  179. Douglas no PAK FA participaríamos do programa seriamos donos de 20% do programa assim teríamos também 20% dos lucros desta forma não receberíamos os códigos fontes ajudaríamos a desenvolver os mesmos.

  180. Douglas no PAK FA participaríamos do programa seriamos donos de 20% do programa assim teríamos também 20% dos lucros desta forma não receberíamos os códigos fontes ajudaríamos a desenvolver os mesmos.

  181. Douglas os Russos transferiram diversas tecnologias para os Chineses e indianos alias os Chineses só desenvolvem suas próprias turbinas graças a tecnologia Russa repassada.

  182. Douglas os Russos transferiram diversas tecnologias para os Chineses e indianos alias os Chineses só desenvolvem suas próprias turbinas graças a tecnologia Russa repassada.

  183. Douglas

    o código fonte serve apenas para que o país que o compre possa instalar novos sistemas e armas.

    O f-35 não foi oferecido ao Brasil, no fx-2 foi solicitado o f-35 e eles mandaram a proposta dos f-16 e Israel está tentando comprar os f-35 e os EUA só vendem se Israel pagar 200 milhões de dólares cada um, isso com treinamento e apoio, vi isso no site do fabricante do f-35, então 200 milhões para cada caça f-35 é preço de quem não quer vender, e olha que estou falando de Israel, imagine quanto nos cobrariam.

  184. Douglas

    o código fonte serve apenas para que o país que o compre possa instalar novos sistemas e armas.

    O f-35 não foi oferecido ao Brasil, no fx-2 foi solicitado o f-35 e eles mandaram a proposta dos f-16 e Israel está tentando comprar os f-35 e os EUA só vendem se Israel pagar 200 milhões de dólares cada um, isso com treinamento e apoio, vi isso no site do fabricante do f-35, então 200 milhões para cada caça f-35 é preço de quem não quer vender, e olha que estou falando de Israel, imagine quanto nos cobrariam.

  185. O pessoal da FB esta jogando lobby na cabeça dos americano françes eo sueco o BRASIL vai acambadp ficando com su-35 voces concarda comigo um abraço

  186. O pessoal da FB esta jogando lobby na cabeça dos americano françes eo sueco o BRASIL vai acambadp ficando com su-35 voces concarda comigo um abraço

  187. GENTE PERGUNTO EU AQUI??? QUANTOS EXERCÍCIOS MILITARES COM O BRASIL A RUSSIA DESENVOLVEU?? A RED_FLAG É AONDE??? QUANTAS VEZES UM PORTA AVIÕES AMERICANO NAVEGOU EM AGUAS BRASILEIRAS PARA UM EXERCÍCIO MILITAR? O “F5 E/F” HOJE “F5 M” NOSSO PRINCIPAL VETOR DE COMBATE É DE QUE NACIONALIDADE?? NOSSO PRINCIPAL PARCEIRO ECONÔMICO QUEM É??? QUEM FORAM NÓSSOS ALIADOS NA 2ªGUERRA MUNDIAL?..SEJAM BEM VINDOS “F/A 18 E/F SUPER HORNET”

  188. GENTE PERGUNTO EU AQUI??? QUANTOS EXERCÍCIOS MILITARES COM O BRASIL A RUSSIA DESENVOLVEU?? A RED_FLAG É AONDE??? QUANTAS VEZES UM PORTA AVIÕES AMERICANO NAVEGOU EM AGUAS BRASILEIRAS PARA UM EXERCÍCIO MILITAR? O “F5 E/F” HOJE “F5 M” NOSSO PRINCIPAL VETOR DE COMBATE É DE QUE NACIONALIDADE?? NOSSO PRINCIPAL PARCEIRO ECONÔMICO QUEM É??? QUEM FORAM NÓSSOS ALIADOS NA 2ªGUERRA MUNDIAL?..SEJAM BEM VINDOS “F/A 18 E/F SUPER HORNET”

  189. paulo os Chineses receberam diversas tecnologias do Russos inclusive no setor de turbinas hoje os mesmos já produzem as mesmas, aliás só para ressalva a transferência ocorreu da certa forma, as turbinas eram montadas localmente com a construção de diversos componentes localmente assim os Chineses desenvolveram suas propinas turbinas e que futuramente 2020 a 2025 estarão produzindo turbinas para aeronaves civis e para seus próprios(100%) caças, mais especificamente o J-12.
    Um abraço a todos.

  190. paulo os Chineses receberam diversas tecnologias do Russos inclusive no setor de turbinas hoje os mesmos já produzem as mesmas, aliás só para ressalva a transferência ocorreu da certa forma, as turbinas eram montadas localmente com a construção de diversos componentes localmente assim os Chineses desenvolveram suas propinas turbinas e que futuramente 2020 a 2025 estarão produzindo turbinas para aeronaves civis e para seus próprios(100%) caças, mais especificamente o J-12.
    Um abraço a todos.

  191. Alô Alô BRASIL, amigos não tem ninguem bobo ai neste jogo não, o Min.Jobim podem acreditar sabe “bem oque esta fazendo´´, tem alguma carta na manga, se prestarem bem atenção ao seu estilo, verão que ele esta afim sim, de fazer com que as forças armadas, sejam realmente“BEM ARMADAS´´…DEIXEM O HOMEM TRABALHAR.

  192. Alô Alô BRASIL, amigos não tem ninguem bobo ai neste jogo não, o Min.Jobim podem acreditar sabe “bem oque esta fazendo´´, tem alguma carta na manga, se prestarem bem atenção ao seu estilo, verão que ele esta afim sim, de fazer com que as forças armadas, sejam realmente“BEM ARMADAS´´…DEIXEM O HOMEM TRABALHAR.

  193. Pois é, parece que as propostas da Dassault, da Boeing e da Saab não agradaram… Visto inexistir procedimento licitatório na aquisição dos caças da FAB, nada mais natural que o governo e a FAB analisarem propostas de outras empresas, tudo no melhor interesse da nação.

    Por que se precipitar e dizer que o Brasil não é um país sério? Talvez, neste episódio, as empresas “classificadas” é que não estejam agindo corretamente ou tratando o Brasil como um país sério…

  194. Pois é, parece que as propostas da Dassault, da Boeing e da Saab não agradaram… Visto inexistir procedimento licitatório na aquisição dos caças da FAB, nada mais natural que o governo e a FAB analisarem propostas de outras empresas, tudo no melhor interesse da nação.

    Por que se precipitar e dizer que o Brasil não é um país sério? Talvez, neste episódio, as empresas “classificadas” é que não estejam agindo corretamente ou tratando o Brasil como um país sério…

  195. ESTÁ MAIS DO QUE CLARO que os russos fizeram uma proposta irrecusável (ou quase irrecusável) para voltarem ao FX-2… Arrependeram-se de não darem garantia alguma, anteriormente, e agora devem estar dando todas as garantias, prometendo grande transferência de tecnologia e ainda participação no PAK FA, muito provavelmente… Ou Jobim, Saito e Lula são completamente “loucos”…

  196. ESTÁ MAIS DO QUE CLARO que os russos fizeram uma proposta irrecusável (ou quase irrecusável) para voltarem ao FX-2… Arrependeram-se de não darem garantia alguma, anteriormente, e agora devem estar dando todas as garantias, prometendo grande transferência de tecnologia e ainda participação no PAK FA, muito provavelmente… Ou Jobim, Saito e Lula são completamente “loucos”…

  197. welington

    A CHINA A INDIA COMO O BRASIL SÃO CONSIDERADOS PAÍSES EMERGENTES SÓ QUE OS DOIS PRIMEIROS ALÉM DE PAISES POPULOSOS INVESTEM PESADAMENTE EM ARMAMENTOS MILITAR, E O BRASIL NÃO. A TENDENCIA É PAÍSES EMERGENTES SERÃO SEMPRES EMERGENTES. QUANDO QUE A CHINA, HOJE JÁ E CONSIDERADA POTÊNCIA MILITAR, ASSIM LOGO COMO A INDIA TBM SERÁ. E O BRASIL? O BRASIL SERÁ SEMPRE 3° MUNDO. SE O BRASIL QUISER PARTICIPAR DE CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU.. VAI TER QUE SER UM PAIS EMERGENTE E UMA POTÊNCIA MILITAR. AGORA VC VÊ.. PARA COMPRAR 36 CAÇAS, ÉSSA “LENGA LENGA” TODA AI.

  198. welington

    A CHINA A INDIA COMO O BRASIL SÃO CONSIDERADOS PAÍSES EMERGENTES SÓ QUE OS DOIS PRIMEIROS ALÉM DE PAISES POPULOSOS INVESTEM PESADAMENTE EM ARMAMENTOS MILITAR, E O BRASIL NÃO. A TENDENCIA É PAÍSES EMERGENTES SERÃO SEMPRES EMERGENTES. QUANDO QUE A CHINA, HOJE JÁ E CONSIDERADA POTÊNCIA MILITAR, ASSIM LOGO COMO A INDIA TBM SERÁ. E O BRASIL? O BRASIL SERÁ SEMPRE 3° MUNDO. SE O BRASIL QUISER PARTICIPAR DE CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU.. VAI TER QUE SER UM PAIS EMERGENTE E UMA POTÊNCIA MILITAR. AGORA VC VÊ.. PARA COMPRAR 36 CAÇAS, ÉSSA “LENGA LENGA” TODA AI.

  199. Que sacanagem, realmente o Brasil não é um país sério. Nas condições que nossas Forças Armadas estão não dá pra ficar brincando com uma compra que se extende por mais de uma década.
    Acho que deveríamos fechar com o super hornet. É um avião ultra testado em combate, o crongresso americano já solicitou novas compras por conta da insuficiência de F-35, ou seja, um avião que estará ativo por muito tempo, sem contar, que esta substituindo os tom cat da US Navy.
    Pelo que leio sobre o Su-35, ele é um ótimo avião, pra Russia. A disponibilidade dos aviões venezuelanos é uma piada, não podemos cometer os mesmos erros que eles e os mesmos erros nossos mesmo, com 12 Mirage que adquirimos de segunda mão.

  200. Que sacanagem, realmente o Brasil não é um país sério. Nas condições que nossas Forças Armadas estão não dá pra ficar brincando com uma compra que se extende por mais de uma década.
    Acho que deveríamos fechar com o super hornet. É um avião ultra testado em combate, o crongresso americano já solicitou novas compras por conta da insuficiência de F-35, ou seja, um avião que estará ativo por muito tempo, sem contar, que esta substituindo os tom cat da US Navy.
    Pelo que leio sobre o Su-35, ele é um ótimo avião, pra Russia. A disponibilidade dos aviões venezuelanos é uma piada, não podemos cometer os mesmos erros que eles e os mesmos erros nossos mesmo, com 12 Mirage que adquirimos de segunda mão.

  201. evandro a China será a maior potencia militar e econômica em 2050, a índia será a 3º ou 4º maior economia mundial com um grande poderio bélico e o Brasil será o 3º ou 4º maior potencia econômica e provavelmente será uma potencia bélica pois necessitará com a crescente cobiça sobre nossas riquezas naturais, mas para termos mais respeito no cenário internacional temos que ter forças armadas “poderosas”( equipamentos e poder de dissuasão) o que não correrá em pouco tempo mas não impedira do Brasil ocupar o lugar no conselho de segurança da ONU se o mesmo tiver uma continuidade e ótimas projeções futuras de um desenvolvimento e crescimento do poderio militar nacional.
    O SNB e o PAK FA aliado ao SKAT e a um programa do soldado do futuro com modernização de equipamentos básicos como fuzis e equipamentos de proteção individual como coletes e capacetes balísticos seria um grande começo.
    Um abraço a todos.

  202. evandro a China será a maior potencia militar e econômica em 2050, a índia será a 3º ou 4º maior economia mundial com um grande poderio bélico e o Brasil será o 3º ou 4º maior potencia econômica e provavelmente será uma potencia bélica pois necessitará com a crescente cobiça sobre nossas riquezas naturais, mas para termos mais respeito no cenário internacional temos que ter forças armadas “poderosas”( equipamentos e poder de dissuasão) o que não correrá em pouco tempo mas não impedira do Brasil ocupar o lugar no conselho de segurança da ONU se o mesmo tiver uma continuidade e ótimas projeções futuras de um desenvolvimento e crescimento do poderio militar nacional.
    O SNB e o PAK FA aliado ao SKAT e a um programa do soldado do futuro com modernização de equipamentos básicos como fuzis e equipamentos de proteção individual como coletes e capacetes balísticos seria um grande começo.
    Um abraço a todos.

  203. Paulo ganharemos com os Russos assim como ganharíamos com qualquer nação que quisesse firmar parcerias de longo prazo em outros setores.
    Um abraço a todos.

  204. Paulo ganharemos com os Russos assim como ganharíamos com qualquer nação que quisesse firmar parcerias de longo prazo em outros setores.
    Um abraço a todos.

  205. E TEM MAIS AQUI NO POST.TODO MUNDO ESCREVE COMO SE O CAÇA DE 5ª GERAÇÃO SERÁ O ÁPICE DA AVIAÇÃO DE COMBATE. DEPOIS DA 5ª GERAÇÃO TERÁ A 6ª GERAÇÃO E AI A 7ª GERAÇÃO. O F/A 18 SUPER HORNET SERÁ A ESPINHA DORSAL DA MARINHA AMERICANA PARA OS PRÓXIMOS 20 ANOS. UM CAÇA APROVADO EM COBATES NA GUERRA DO GOLFO, AFEGANISTÃO, BOSNIA E ETC..ENQUANTO ESSE SU_35 ATÉ AGORA É UM CAÇA VIRGEM. ÑÃO DERRUBOU NINGUEM EM COMBATE ATÉ AGORA. VCS NÃO VIRAM O COMENTÁRIO DO AVIADOR AMERICANO NA RED FLAG? SOBRE OS SU_30MKI INDIANOS?

  206. E TEM MAIS AQUI NO POST.TODO MUNDO ESCREVE COMO SE O CAÇA DE 5ª GERAÇÃO SERÁ O ÁPICE DA AVIAÇÃO DE COMBATE. DEPOIS DA 5ª GERAÇÃO TERÁ A 6ª GERAÇÃO E AI A 7ª GERAÇÃO. O F/A 18 SUPER HORNET SERÁ A ESPINHA DORSAL DA MARINHA AMERICANA PARA OS PRÓXIMOS 20 ANOS. UM CAÇA APROVADO EM COBATES NA GUERRA DO GOLFO, AFEGANISTÃO, BOSNIA E ETC..ENQUANTO ESSE SU_35 ATÉ AGORA É UM CAÇA VIRGEM. ÑÃO DERRUBOU NINGUEM EM COMBATE ATÉ AGORA. VCS NÃO VIRAM O COMENTÁRIO DO AVIADOR AMERICANO NA RED FLAG? SOBRE OS SU_30MKI INDIANOS?

  207. Não sei porque o “medo” de comprar equipamentos russos.
    Compramos os helicopteros russos de forma direta e até agora nada parece que vai dar problemas. A venezuela comprou os Su 30 e estão todos sendo entregues (a capacidade de operá-los é que fica aquém, não por conta dos russos, mas porque a força aerea venezuelana não é “àquela brastemp”…)
    Diziam que precisaríamos de US$ 20 bi para participar “full” no PAK-FA. Pois bem, o Lula liberou 150 bi só pro BNDES ajudar os “cumpadis”. Então dinheiro tem.
    Vale lembrar que o Jobim não falou que “o fx 2 acabou”. Ele disse que pode analisar as propostas russas.
    Alguém aqui se lembra como foram adquiridos os Mirage?
    Não há obstáculo legal algum para que não adquiramos os 36 FX2 (gripens ng = mais baratos de comprar e operar) e ainda compremos mais uns trinta ou quarenta SU 35 BM, não com transferência de tecnologia neste avião, mas com transferência de manutenção (afinal alguém tem que garantir os jatos do Chavinho) participação no PAK-FA com direito a aquisição de unidades, (coisa que os EUA jamais farão com com seus F22) e ainda participação no nosso futuro ICBM, digo, VLS….

  208. Não sei porque o “medo” de comprar equipamentos russos.
    Compramos os helicopteros russos de forma direta e até agora nada parece que vai dar problemas. A venezuela comprou os Su 30 e estão todos sendo entregues (a capacidade de operá-los é que fica aquém, não por conta dos russos, mas porque a força aerea venezuelana não é “àquela brastemp”…)
    Diziam que precisaríamos de US$ 20 bi para participar “full” no PAK-FA. Pois bem, o Lula liberou 150 bi só pro BNDES ajudar os “cumpadis”. Então dinheiro tem.
    Vale lembrar que o Jobim não falou que “o fx 2 acabou”. Ele disse que pode analisar as propostas russas.
    Alguém aqui se lembra como foram adquiridos os Mirage?
    Não há obstáculo legal algum para que não adquiramos os 36 FX2 (gripens ng = mais baratos de comprar e operar) e ainda compremos mais uns trinta ou quarenta SU 35 BM, não com transferência de tecnologia neste avião, mas com transferência de manutenção (afinal alguém tem que garantir os jatos do Chavinho) participação no PAK-FA com direito a aquisição de unidades, (coisa que os EUA jamais farão com com seus F22) e ainda participação no nosso futuro ICBM, digo, VLS….

  209. Muito boa noticia a entrada novamente do Sunkoi, temos que observar que o Sunkoi é o melhor caça entre os da disputa, chegando perto somente os SH. Alguém aki acredita que os americanos vão passar tecnologia ao Brasil, so se for brincadeira e ainda acreditarem em Papai Noel. Que venhamos Flankes.
    Se ele spassarem a tecnologia e o Brasil entrar no projeto de um vetor de 5 geração isso é o que interessa.
    Muitos acham que o FX não vai sair, mas vai acredito que saia tb pela nossa necessidade.
    Seremos uma potencia na America do Sul e daremos os troco no chapolin vermerlho do Chavez !!!
    Nosso Ministro da Defesa foi o melhor que já passou por lá e está sabendo conduzir muito bem esse projeto.
    Vai sair vamos acreditar !!!

  210. Muito boa noticia a entrada novamente do Sunkoi, temos que observar que o Sunkoi é o melhor caça entre os da disputa, chegando perto somente os SH. Alguém aki acredita que os americanos vão passar tecnologia ao Brasil, so se for brincadeira e ainda acreditarem em Papai Noel. Que venhamos Flankes.
    Se ele spassarem a tecnologia e o Brasil entrar no projeto de um vetor de 5 geração isso é o que interessa.
    Muitos acham que o FX não vai sair, mas vai acredito que saia tb pela nossa necessidade.
    Seremos uma potencia na America do Sul e daremos os troco no chapolin vermerlho do Chavez !!!
    Nosso Ministro da Defesa foi o melhor que já passou por lá e está sabendo conduzir muito bem esse projeto.
    Vai sair vamos acreditar !!!

  211. Boa Pedro seu comentário foi ótimo, aki todos só malham mas não vê os benficios, o cara não falou em parar o FX2, somente vai estudar as propostas e se os russos apresentarem amlehor proposta que sejam bem vindos. Não vejo problemas algum em relação aos armamentos dos Russos, se tiverem a boa vontade de passar a manutenção e a tecnologia seria ótimo, a China produziu seus J10 com tecnologia Russa, pq não podemos fazer o mesmo.
    Parem de criticar e vamos fazer criticas construtivas além de falar mal do Ministro Jobim que está sendo o melhor que passou pelo MD.

    Que venha os Flankes !!!!

  212. Boa Pedro seu comentário foi ótimo, aki todos só malham mas não vê os benficios, o cara não falou em parar o FX2, somente vai estudar as propostas e se os russos apresentarem amlehor proposta que sejam bem vindos. Não vejo problemas algum em relação aos armamentos dos Russos, se tiverem a boa vontade de passar a manutenção e a tecnologia seria ótimo, a China produziu seus J10 com tecnologia Russa, pq não podemos fazer o mesmo.
    Parem de criticar e vamos fazer criticas construtivas além de falar mal do Ministro Jobim que está sendo o melhor que passou pelo MD.

    Que venha os Flankes !!!!

  213. evandro F-18 SH derrubou algum caça????
    Pedro o programa PAK FA custa 20 BI nos precisaríamos de 20% ou seja, 4BI concordo que dinheiro não é o problema, porem o BNDS salvo engano repassou só(RSRS) 100BI( que isso coisa poça rsrs).

  214. evandro F-18 SH derrubou algum caça????
    Pedro o programa PAK FA custa 20 BI nos precisaríamos de 20% ou seja, 4BI concordo que dinheiro não é o problema, porem o BNDS salvo engano repassou só(RSRS) 100BI( que isso coisa poça rsrs).

  215. evandro

    f-18 testado em combate? contra quem? quais os caças que ele enfrentou num combate ar-ar de igual pra igual? os f-18 particioaram do iraque assim como os mirages 2.000, os tornados, os harriers, vejam se os franceses querem o mirage 2.000 porque ele travou combates, eles preferem rafales, vejam se os ianque preferem f-15 porque travou combates , eles preferem f-22, o rafale é um caça de outro nível em relação aos f-18, assim como os SU-35.

  216. evandro

    f-18 testado em combate? contra quem? quais os caças que ele enfrentou num combate ar-ar de igual pra igual? os f-18 particioaram do iraque assim como os mirages 2.000, os tornados, os harriers, vejam se os franceses querem o mirage 2.000 porque ele travou combates, eles preferem rafales, vejam se os ianque preferem f-15 porque travou combates , eles preferem f-22, o rafale é um caça de outro nível em relação aos f-18, assim como os SU-35.

  217. Bem, o Pedro já comentou boa parte do que eu iria falar…portanto, não tenho muito a acrescentar.

    Ontem, quando ouvi a entrevista do Jobim, não fiquei muito surpreso, não.

    Não é uma licitação, portanto não é uma concorrência com fases eliminatórias. É uma compra direta. Enquanto não for assinado o contrato, ninguém tem o direito de reclamar nada.

    O SU-35 foi descartado porque os russos não queriam transferir tecnologia, se agora resolveram mudar de idéia, não há nada de mais em reavaliar a proposta da Sukhoi. Só que agora a Sukhoi vai ter que tirar o atraso.

    O Typhoon foi descartado basicamente pelo preço e por não se saber direito com quem o Brasil negociaria (off-sets), uma vez que esse caça é fruto de um consórcio. Pelo visto a Alenia italiana (a Itália, portanto) será o negociante, o consórcio decidiu isso, pelo o que foi noticiado no Defesanet. E ainda foi noticiado que já havia essa possibilidade (dos caças, SU-35 e Typhoon, retornarem ao processo do FX-2) desde outubro de 2008.

    No início não entendi direito o motivo da Short-List, já que se tratava de uma compra direta. Agora estou entendo: botar pressão sobre os “eliminados”. (Quem desdenha quer comprar).

    Um outro comentário: o fato da Dassault não soltar rojões de contentamento e não colocar nenhuma nota em seu site sobre o Rafale ter sido escolhido para a fase final do FX2, na minha cabeça, apenas mostra que a Dassault estava (e está) muito bem informada sobre o processo FX2.

    A minha leitura é diferente da leitura de boa parte dos amigos aqui do blog. Não estou preocupado com os lucros das empresas dos concorrentes e nem o que elas vão achar se o Brasil resolver reavaliar os caças antes “excluídos”. Estou preocupado com o futuro da FAB e do Brasil. Temos total soberania pra comprar o caça que quisermos e na hora que quisermos e do jeito que quisermos e sem dar satisfação a empresa estrangeira nenhuma.

    Na entrevista, o Jobim comenta que a escolha técnica se fará até julho ou agosto, depois se fará a escolha política, e que a decisão sairá em 2009 mesmo, para não se fazer em ano eleitoral. A Sukhoi, se quiser mesmo levar essa, tem que correr contra o tempo e apresentar uma proposta imbatível. Caso contrário, estará fora mesmo.

    é essa a leitura que faço da situação até aqui. E não estou nem um pouco preocupado com o futuro do FX2. Mesmo com a crise, mesmo com tudo o que se fala aqui no blog em contrário ao programa e à competência da FAB e do MD, continuo vendo a situação toda de forma coerente.

    Só diria, pra terminar, que o Defesanet fez umas relações forçadas na matéria que o site publicou (forçou um pouco a barra para as “exclusivas” que eles fizeram…não vejo relação entre a declaração do Saito, lá publicada na semana passada, e essa entrevista do Jobim…coisas completamente diferentes…e nem vi também tanta repercussão assim na imprensa sobre essas “exclusivas”, como eles disseram, além dos blogs especializados).

    abraços a todos

  218. Bem, o Pedro já comentou boa parte do que eu iria falar…portanto, não tenho muito a acrescentar.

    Ontem, quando ouvi a entrevista do Jobim, não fiquei muito surpreso, não.

    Não é uma licitação, portanto não é uma concorrência com fases eliminatórias. É uma compra direta. Enquanto não for assinado o contrato, ninguém tem o direito de reclamar nada.

    O SU-35 foi descartado porque os russos não queriam transferir tecnologia, se agora resolveram mudar de idéia, não há nada de mais em reavaliar a proposta da Sukhoi. Só que agora a Sukhoi vai ter que tirar o atraso.

    O Typhoon foi descartado basicamente pelo preço e por não se saber direito com quem o Brasil negociaria (off-sets), uma vez que esse caça é fruto de um consórcio. Pelo visto a Alenia italiana (a Itália, portanto) será o negociante, o consórcio decidiu isso, pelo o que foi noticiado no Defesanet. E ainda foi noticiado que já havia essa possibilidade (dos caças, SU-35 e Typhoon, retornarem ao processo do FX-2) desde outubro de 2008.

    No início não entendi direito o motivo da Short-List, já que se tratava de uma compra direta. Agora estou entendo: botar pressão sobre os “eliminados”. (Quem desdenha quer comprar).

    Um outro comentário: o fato da Dassault não soltar rojões de contentamento e não colocar nenhuma nota em seu site sobre o Rafale ter sido escolhido para a fase final do FX2, na minha cabeça, apenas mostra que a Dassault estava (e está) muito bem informada sobre o processo FX2.

    A minha leitura é diferente da leitura de boa parte dos amigos aqui do blog. Não estou preocupado com os lucros das empresas dos concorrentes e nem o que elas vão achar se o Brasil resolver reavaliar os caças antes “excluídos”. Estou preocupado com o futuro da FAB e do Brasil. Temos total soberania pra comprar o caça que quisermos e na hora que quisermos e do jeito que quisermos e sem dar satisfação a empresa estrangeira nenhuma.

    Na entrevista, o Jobim comenta que a escolha técnica se fará até julho ou agosto, depois se fará a escolha política, e que a decisão sairá em 2009 mesmo, para não se fazer em ano eleitoral. A Sukhoi, se quiser mesmo levar essa, tem que correr contra o tempo e apresentar uma proposta imbatível. Caso contrário, estará fora mesmo.

    é essa a leitura que faço da situação até aqui. E não estou nem um pouco preocupado com o futuro do FX2. Mesmo com a crise, mesmo com tudo o que se fala aqui no blog em contrário ao programa e à competência da FAB e do MD, continuo vendo a situação toda de forma coerente.

    Só diria, pra terminar, que o Defesanet fez umas relações forçadas na matéria que o site publicou (forçou um pouco a barra para as “exclusivas” que eles fizeram…não vejo relação entre a declaração do Saito, lá publicada na semana passada, e essa entrevista do Jobim…coisas completamente diferentes…e nem vi também tanta repercussão assim na imprensa sobre essas “exclusivas”, como eles disseram, além dos blogs especializados).

    abraços a todos

  219. não confio na tecnologia russa, mas é melhor que um f-18, só se compara o su-35 com rafales, eurofighters, f-22 são melhores caças.

  220. não confio na tecnologia russa, mas é melhor que um f-18, só se compara o su-35 com rafales, eurofighters, f-22 são melhores caças.

  221. Conversei com um colega da FAB e ele falou algo que pode explicar as declarações do Nelson Jobim.

    A transferencia de tecnologia é o ponto mais sensivel do projeto FX-2.
    Certamente as declarações devem ter a intenção de pressionar “os que já ganharam” a tornar sua posição mais clara e paupavel com relação a esse item.
    Certamente, as três empresas finalistas devem ter ficado preocupadas com isso, e quem sabe, já estão se apressando em melhor explicar suas intenções.

    A meu ver, isso já era esperado,pois certamente as tres finalistas vão tentar em algum momento dar um “balão” nessa historia de transferencia de tecnologia após a assinatura do contrato.

    Existem alguns casos recentes de promessas contratuais não cumpridas por esse mundo afora, como por exemplo, o caso entre a Lockheed Martin e a Noruega, cuja participação no projeto do F-35 não rendeu o esperado para a industria norueguesa.

  222. Conversei com um colega da FAB e ele falou algo que pode explicar as declarações do Nelson Jobim.

    A transferencia de tecnologia é o ponto mais sensivel do projeto FX-2.
    Certamente as declarações devem ter a intenção de pressionar “os que já ganharam” a tornar sua posição mais clara e paupavel com relação a esse item.
    Certamente, as três empresas finalistas devem ter ficado preocupadas com isso, e quem sabe, já estão se apressando em melhor explicar suas intenções.

    A meu ver, isso já era esperado,pois certamente as tres finalistas vão tentar em algum momento dar um “balão” nessa historia de transferencia de tecnologia após a assinatura do contrato.

    Existem alguns casos recentes de promessas contratuais não cumpridas por esse mundo afora, como por exemplo, o caso entre a Lockheed Martin e a Noruega, cuja participação no projeto do F-35 não rendeu o esperado para a industria norueguesa.

  223. Marlos,
    o F-18E/F é contemporâneo do Rafale e tão bom quanto.
    A única coisa que o Rafale tem que o F-18 não tem é um IRST integrado. O F-18 não tem, não por falta de capacidade técnica, já que os americanos são pioneiros nesses sistemas e já integraram sensores semelhantes a um monte de caças, aviões de ataque e helicópteros (F-111, F-14, F-117, A-6, OV-10 Bronco, AH-64, etc.). Ele não tem porque os americanos acham o sistema dispensável por enquanto.
    As armas americanas são superiores a tudo que os franceses possuem: AIM-9M, AIM-9X, AIM-120 C/5/7, Paveway II, III e ELGB/DMLGB, JDAM, JSOW, Harpoon, Harm, Maverick E/F/G/K, Slam-ER, JASSM, etc.
    Agora, se vão liberar algumas ou todas essas armas para o Brasil caso o F-18 vença o F-X2, ou mesmo se teremos dinheiro para comprar, aí é outra estória.

  224. Marlos,
    o F-18E/F é contemporâneo do Rafale e tão bom quanto.
    A única coisa que o Rafale tem que o F-18 não tem é um IRST integrado. O F-18 não tem, não por falta de capacidade técnica, já que os americanos são pioneiros nesses sistemas e já integraram sensores semelhantes a um monte de caças, aviões de ataque e helicópteros (F-111, F-14, F-117, A-6, OV-10 Bronco, AH-64, etc.). Ele não tem porque os americanos acham o sistema dispensável por enquanto.
    As armas americanas são superiores a tudo que os franceses possuem: AIM-9M, AIM-9X, AIM-120 C/5/7, Paveway II, III e ELGB/DMLGB, JDAM, JSOW, Harpoon, Harm, Maverick E/F/G/K, Slam-ER, JASSM, etc.
    Agora, se vão liberar algumas ou todas essas armas para o Brasil caso o F-18 vença o F-X2, ou mesmo se teremos dinheiro para comprar, aí é outra estória.

  225. Wellington,
    é creditado aos F-18 2 abates de Migs 21 na Guerra do Golfo enquanto ainda carregavam suas bombas na perna de ida de uma missão de bombardeio, em uma típica missão “omni role”.

  226. Wellington,
    é creditado aos F-18 2 abates de Migs 21 na Guerra do Golfo enquanto ainda carregavam suas bombas na perna de ida de uma missão de bombardeio, em uma típica missão “omni role”.

  227. Bruno

    Se você tem nojo deste país então vá morar lá na Bolívia e fazer parte da nova constituição e dos 60% de miséria.

  228. Bruno

    Se você tem nojo deste país então vá morar lá na Bolívia e fazer parte da nova constituição e dos 60% de miséria.

  229. Pedro Rocha,
    os mísseis Harpoon Block I não são obsoletos. Eles somente não possuem sistema de navegação por GPS, que é útil em operações litorâneas e ataques a alvos terrestres, mas de modo algum são obsoletos.
    O Brasil não precisa a princípio de mísseis com capacidade de operarem no litoral já que provavelmente os mesmos serão usados contra navios em alto mar e a capacidade de atacar alvos em terra não é necessário já que contamos com um número muito pequeno de unidades e não temos uma doutrina estabelecida para tal e nem um cenário provável em que essa capacidade possa ser usada.
    Os americanos não possuem a versão block II (exportação) e usam apenas a Block I. Somente em 2008 encomendaram uma versão Block III com GPS e data-link que só estará disponível em 2011.
    Um abraço.

  230. Pedro Rocha,
    os mísseis Harpoon Block I não são obsoletos. Eles somente não possuem sistema de navegação por GPS, que é útil em operações litorâneas e ataques a alvos terrestres, mas de modo algum são obsoletos.
    O Brasil não precisa a princípio de mísseis com capacidade de operarem no litoral já que provavelmente os mesmos serão usados contra navios em alto mar e a capacidade de atacar alvos em terra não é necessário já que contamos com um número muito pequeno de unidades e não temos uma doutrina estabelecida para tal e nem um cenário provável em que essa capacidade possa ser usada.
    Os americanos não possuem a versão block II (exportação) e usam apenas a Block I. Somente em 2008 encomendaram uma versão Block III com GPS e data-link que só estará disponível em 2011.
    Um abraço.

  231. se o avião russo ganhar, a Embraer e que recebera a transferencia de tecnologia, (independente de quem ganhar), ai eu pergunto, sera que os Americanos que são sem sombra de duvida o maior mercado comprador de aviões da Embraer, Vão continuar comprando os produtos nossos, que passarão a ter tambem tecnologia Russa,(apesar de estar torcendo para o caça Russo, eu acho dificil ele ganhar por causa disso).

  232. se o avião russo ganhar, a Embraer e que recebera a transferencia de tecnologia, (independente de quem ganhar), ai eu pergunto, sera que os Americanos que são sem sombra de duvida o maior mercado comprador de aviões da Embraer, Vão continuar comprando os produtos nossos, que passarão a ter tambem tecnologia Russa,(apesar de estar torcendo para o caça Russo, eu acho dificil ele ganhar por causa disso).

  233. IMPOSSíVEL! Isso não existe. Então deve-se cancelar o FX2 e lançar hoje mesmo o FX3. Senão a Boeing, Dassault e SAAB farão papel de palhaços.

  234. IMPOSSíVEL! Isso não existe. Então deve-se cancelar o FX2 e lançar hoje mesmo o FX3. Senão a Boeing, Dassault e SAAB farão papel de palhaços.

  235. Acho qualquer das 3 opções ótimas para o Brasil, principalmente o F-18 e o Rafale. O Gripen fica em segundo, mas qualquer um dos 3 é um ótimo incremento as nossas forças armadas.
    Principalmente se forem em número razoável e junto com eles vierem as armas avançadas (em uma quantidade também razoável) necessárias para o cumprimento de suas missões, já que não adianta termos meia dúzia de caças de quarta geração armados com canhões e bombas burras e alguns poucos Piranhas.
    Não tenho preconceito com equipamentos russos mas não vejo com bons olhos começarmos nossa “parceria” adquirindo caças de última geração. Não dava pra ser uns veículos de combate ou alguns lança granadas não? Temos que começar com “caças”? Se pelo menos já estivéssemos operando os Mi-35 e nossos militares estivessem deslumbrados com o equipamento, mas não é o caso.
    Quanto a essa estória de transferência de tecnologia pra mim é história pra enganar trouxa. O famoso ufanismo tupiniquim que faz com que nossos líderes posem de patriotas e de senhores responsáveis e extremamente preocupados com os destinos da Nação. Lorota pura!

  236. Acho qualquer das 3 opções ótimas para o Brasil, principalmente o F-18 e o Rafale. O Gripen fica em segundo, mas qualquer um dos 3 é um ótimo incremento as nossas forças armadas.
    Principalmente se forem em número razoável e junto com eles vierem as armas avançadas (em uma quantidade também razoável) necessárias para o cumprimento de suas missões, já que não adianta termos meia dúzia de caças de quarta geração armados com canhões e bombas burras e alguns poucos Piranhas.
    Não tenho preconceito com equipamentos russos mas não vejo com bons olhos começarmos nossa “parceria” adquirindo caças de última geração. Não dava pra ser uns veículos de combate ou alguns lança granadas não? Temos que começar com “caças”? Se pelo menos já estivéssemos operando os Mi-35 e nossos militares estivessem deslumbrados com o equipamento, mas não é o caso.
    Quanto a essa estória de transferência de tecnologia pra mim é história pra enganar trouxa. O famoso ufanismo tupiniquim que faz com que nossos líderes posem de patriotas e de senhores responsáveis e extremamente preocupados com os destinos da Nação. Lorota pura!

  237. Amigo Bosco,
    Me desculpe, mas o SH não tem pouca coisa de igual ao Rafale, ou pelo menos terá na versão F-3, a oferecida ao Brasil (exetuando-se o radar superior, hoje, mas igual amanhã, e sem um link ultra moderno e eficaz com a inteligência principal do vetor o Spectra e a autonomia, igual), de resto o Rafale é superior em tudo! ele é menor, tem RCS menor, carrega a mesma carga bélica, tem praticamente mesmo alcance, IRST integrado a fuselagem, Spectra, radar AESA (F-3), é mais manobrável (o SH é o piro caça dentre os atuais, bimotores, neste quesito, foi o que sempre li, ele é inferior ao seu irmão mais velho, que já tomava pau do F-16B30), o Rafale, além disso, é mais rápido, razão de subida maior, utiliza menos pista para decolar e pousar com mesma carga…
    Sinceramente, não vejo igualdade somando-se prós e contras, agora se o SH é mais “disponível” que o Rafale, ainda teremos que ver, pois o Frances ainda é muito novo…. ah, mais isso, o Rafale tem características de projeto 15 anos mais moderno que o Hornte, do qual deriva o SH, que ao meu ver, teve um Up-grade em suas capacidades apenas, maior autonomia, maior carga, maior tamanho, maior RCS, menos manobrabilidade! e o que vc me diz da tentativa da Boeing de colocar o IRST integrado ao tanque ventral??? pode até servir para os americanos, que tem meios para tudo, mas e para os outros países????? que só poderão contar com um vetor de alto desempenho, como o Brasil??? na minha opinião o SH já era na sua terra natal, não tem volta, este papo de atraso dos F-35 para depois de 2016 é balela, acrdeito piamente que o SH não será mais encomendado pela USnavy depois de 2016…. só se for o fim do mundo ou o fim do F-35!

    Abraço
    Francisco

  238. Amigo Bosco,
    Me desculpe, mas o SH não tem pouca coisa de igual ao Rafale, ou pelo menos terá na versão F-3, a oferecida ao Brasil (exetuando-se o radar superior, hoje, mas igual amanhã, e sem um link ultra moderno e eficaz com a inteligência principal do vetor o Spectra e a autonomia, igual), de resto o Rafale é superior em tudo! ele é menor, tem RCS menor, carrega a mesma carga bélica, tem praticamente mesmo alcance, IRST integrado a fuselagem, Spectra, radar AESA (F-3), é mais manobrável (o SH é o piro caça dentre os atuais, bimotores, neste quesito, foi o que sempre li, ele é inferior ao seu irmão mais velho, que já tomava pau do F-16B30), o Rafale, além disso, é mais rápido, razão de subida maior, utiliza menos pista para decolar e pousar com mesma carga…
    Sinceramente, não vejo igualdade somando-se prós e contras, agora se o SH é mais “disponível” que o Rafale, ainda teremos que ver, pois o Frances ainda é muito novo…. ah, mais isso, o Rafale tem características de projeto 15 anos mais moderno que o Hornte, do qual deriva o SH, que ao meu ver, teve um Up-grade em suas capacidades apenas, maior autonomia, maior carga, maior tamanho, maior RCS, menos manobrabilidade! e o que vc me diz da tentativa da Boeing de colocar o IRST integrado ao tanque ventral??? pode até servir para os americanos, que tem meios para tudo, mas e para os outros países????? que só poderão contar com um vetor de alto desempenho, como o Brasil??? na minha opinião o SH já era na sua terra natal, não tem volta, este papo de atraso dos F-35 para depois de 2016 é balela, acrdeito piamente que o SH não será mais encomendado pela USnavy depois de 2016…. só se for o fim do mundo ou o fim do F-35!

    Abraço
    Francisco

  239. Apesar de ser um fã do SU-35, também penso como o Bosco, não dá para comprar uns 150 T-90, umas 50 baterias de S-300, uns 50 Tungunka, uns 200 Ural 4×4 (um dos melhores caminhões do mundo), encheros russos de alegria, mas não com o SU-35, e depois embarcar no PAK-FA….

    Abraços
    Francisco

  240. Apesar de ser um fã do SU-35, também penso como o Bosco, não dá para comprar uns 150 T-90, umas 50 baterias de S-300, uns 50 Tungunka, uns 200 Ural 4×4 (um dos melhores caminhões do mundo), encheros russos de alegria, mas não com o SU-35, e depois embarcar no PAK-FA….

    Abraços
    Francisco

  241. Bem pessoal, agora com mais tempo e com a cabeça mais fria, após ler todos os comentários (ufaaaa) rsrsrs:

    Em primeiro lugar tenho que concordar com Francisco AMX (o dia chegou Francisco, rsrsrs) e com o amigo Hornet: as declarações do Jobim não são de histrião ou bufão, ele é um político preparado demais para isso. Isso é “fake”, jogo de cena, coisa meditada, uma tentativa de jogar pressão pra cima das demais concorrentes Boeing, Dassault e Saab, o que sinaliza que todas devem ter oferecido propostinhas bem “bun.das” para a FAB, dado que de concreto prometemos comprar a gigantesca quantidade de 36 caças…

    Nesse sentido, não acredito que tenha havido mudança brusca da Sukhoy ou do Eurofighter. Jobim “jogou pra torcida” e fico imaginando os caras dos departamentos de vendas das três empresas, ahuahuahuahua, os caras nem devem ter dormido à noite, rsrsrsrs…

    Fiquemos tranquilos, o FX-2 continua, bem daquele jeito PeTralha: quem decide no final vão ser “elles” mesmos, nos moldes do que foi a aquisição do “Aerolulla”: não adiantou toda a pressão da Embraer, o molusco foi lá e comprou da Bombardier… Nesse sentido, o que vier é lucro, ainda acho que pela crise e o efeito Cumpanhêra Estela (nossa próxima presidenta), vai dar Gripen NG, o famoso bom e barato. O molusco não vai deixar passar do final do ano, pq até elle sabe que se elle, com toda a popularidade que tem com o povão do Esmola-Zero, não comprar o caça, o Dilmão é que não vai mesmo e aí já vai ter dado tempo pros asseclas do Chapolim terem aprendido a voar nos seus trambolhos soviét, ops, russos…

    Comento os novos vetores no próximo tópico…

  242. Bem pessoal, agora com mais tempo e com a cabeça mais fria, após ler todos os comentários (ufaaaa) rsrsrs:

    Em primeiro lugar tenho que concordar com Francisco AMX (o dia chegou Francisco, rsrsrs) e com o amigo Hornet: as declarações do Jobim não são de histrião ou bufão, ele é um político preparado demais para isso. Isso é “fake”, jogo de cena, coisa meditada, uma tentativa de jogar pressão pra cima das demais concorrentes Boeing, Dassault e Saab, o que sinaliza que todas devem ter oferecido propostinhas bem “bun.das” para a FAB, dado que de concreto prometemos comprar a gigantesca quantidade de 36 caças…

    Nesse sentido, não acredito que tenha havido mudança brusca da Sukhoy ou do Eurofighter. Jobim “jogou pra torcida” e fico imaginando os caras dos departamentos de vendas das três empresas, ahuahuahuahua, os caras nem devem ter dormido à noite, rsrsrsrs…

    Fiquemos tranquilos, o FX-2 continua, bem daquele jeito PeTralha: quem decide no final vão ser “elles” mesmos, nos moldes do que foi a aquisição do “Aerolulla”: não adiantou toda a pressão da Embraer, o molusco foi lá e comprou da Bombardier… Nesse sentido, o que vier é lucro, ainda acho que pela crise e o efeito Cumpanhêra Estela (nossa próxima presidenta), vai dar Gripen NG, o famoso bom e barato. O molusco não vai deixar passar do final do ano, pq até elle sabe que se elle, com toda a popularidade que tem com o povão do Esmola-Zero, não comprar o caça, o Dilmão é que não vai mesmo e aí já vai ter dado tempo pros asseclas do Chapolim terem aprendido a voar nos seus trambolhos soviét, ops, russos…

    Comento os novos vetores no próximo tópico…

  243. Ulisses,
    fazendo parcerias em programas internacionais no âmbito da iniciativa privada com incentivo do Estado, com incentivo à pesquisa, criação de centros de excelência em tecnologia, etc.
    Quem, em sã consciência vai transferir tecnologia estratégica, sensível, a um comprador de 36 caças com promessa para mais alguns, podendo chegar a no máximo 120 dentro de uns 10 anos? E os compradores de 50, 100, 200? Como é que ficam?

    Francisco,
    o Spectra é só um nome pomposo. Na verdade é um sistema integrado de guerra eletrônico que todo caça tem. A diferença é que o do Rafale tem nome próprio.
    O IRST integrado à fuselagem traz como benefício apenas uma redução do arrasto (pequena por sinal) e um cabide a mais para o transporte de “outras coisas”. O que também não chega a ser uma grande vantagem já que a estação específica para eletroópticos e pods interferidores costumam ser próprios.
    Quanto às performances melhores devem ser vistas com reserva dada a falta de padronização em aferir tais dados e ao segredo que ronda as informações oficiais. Também muitos desses dados não são significativos e não afetam o desempenho geral do caça.
    Também não quer dizer que por um caça ter maior alcance ou ser mais veloz ou decolar de uma pista menor que ele seja superior tecnologicamente de forma global.
    Quanto ao F-18 ser originário de um projeto dos anos 70 e o Rafale dos anos 80 não acho significativo. Na realidade não houve uma revolução no desenho dos caças. A única de monta foi com o F-117 e depois o F-22, o resto é o resto.
    O RCS do Rafale não o torna stealth e é sabido ser na faixa do 0,5 m2 (alguns dizem que é de 0,2 numa configuração limpa). Outros dizem ser de “menos de 1 m2”. Também não considero ser significativo a ponto de colocar o Rafale em um “outro” patamar tecnológico em relação ao F-18E já que o mesmo também é dito ter um RCS de no máximo 1 m2.
    Desde o F-16 na década de 70 não houve avanços significativos em termos de tecnologia de aviação de caçs e todo desenvolvimento foi marginal. A maior exceção é a tecnologia Stealth, o resto é “aviônica embarcada” que pode caber em qualquer caça, daí todos serem de quarta geração e os concorrentes que vieram bem depois começar a mexer na cereja do bolo e acrescentaram sinais de + para venderem seus produtos como sendo de quarta geração + ou ++ ou +++ ou mesmo ++++.
    Um abraço.

  244. Ulisses,
    fazendo parcerias em programas internacionais no âmbito da iniciativa privada com incentivo do Estado, com incentivo à pesquisa, criação de centros de excelência em tecnologia, etc.
    Quem, em sã consciência vai transferir tecnologia estratégica, sensível, a um comprador de 36 caças com promessa para mais alguns, podendo chegar a no máximo 120 dentro de uns 10 anos? E os compradores de 50, 100, 200? Como é que ficam?

    Francisco,
    o Spectra é só um nome pomposo. Na verdade é um sistema integrado de guerra eletrônico que todo caça tem. A diferença é que o do Rafale tem nome próprio.
    O IRST integrado à fuselagem traz como benefício apenas uma redução do arrasto (pequena por sinal) e um cabide a mais para o transporte de “outras coisas”. O que também não chega a ser uma grande vantagem já que a estação específica para eletroópticos e pods interferidores costumam ser próprios.
    Quanto às performances melhores devem ser vistas com reserva dada a falta de padronização em aferir tais dados e ao segredo que ronda as informações oficiais. Também muitos desses dados não são significativos e não afetam o desempenho geral do caça.
    Também não quer dizer que por um caça ter maior alcance ou ser mais veloz ou decolar de uma pista menor que ele seja superior tecnologicamente de forma global.
    Quanto ao F-18 ser originário de um projeto dos anos 70 e o Rafale dos anos 80 não acho significativo. Na realidade não houve uma revolução no desenho dos caças. A única de monta foi com o F-117 e depois o F-22, o resto é o resto.
    O RCS do Rafale não o torna stealth e é sabido ser na faixa do 0,5 m2 (alguns dizem que é de 0,2 numa configuração limpa). Outros dizem ser de “menos de 1 m2”. Também não considero ser significativo a ponto de colocar o Rafale em um “outro” patamar tecnológico em relação ao F-18E já que o mesmo também é dito ter um RCS de no máximo 1 m2.
    Desde o F-16 na década de 70 não houve avanços significativos em termos de tecnologia de aviação de caçs e todo desenvolvimento foi marginal. A maior exceção é a tecnologia Stealth, o resto é “aviônica embarcada” que pode caber em qualquer caça, daí todos serem de quarta geração e os concorrentes que vieram bem depois começar a mexer na cereja do bolo e acrescentaram sinais de + para venderem seus produtos como sendo de quarta geração + ou ++ ou +++ ou mesmo ++++.
    Um abraço.

  245. Bosco, 19:09hs,

    Realmente, qualquer um dos 3 finalistas do FX-2 sairia bem na FAB. Porem, sou mais o Gripen NG, e explico pq:

    1º – O F-18 E/F, mesmo sendo um excelente caça, ja esta no limiar de desenvolvimento; já está no trampo por cerca de 30 anos. O que ele poderia evoluir, já aconteceu. Tem como ponto forte, uma ampla gama de armamento e sensores.

    2º – O Rafale, na versão F3 terá o radar RBE2 (tipo PESA), com alcance de 130 km. Pode lançar até 4 Mica ao mesmo tempo. Especulasse, que dentro de 8 anos, uma nova versão do bixo entre em operação, talvez chamado de Rafale F4, com radar AESA genuíno, com alcance de 200 km. Aliado à suite SPECTRA, fica muito bom. Tb terá um novo grupo motopropulssor, mais potente e econômico. E olha, que na versão básica (atual) ele manobra mais que o F-18 E. Tem como ponto fraco as armas, pois só pode receber armas francesas (não estou falando mal das mesmas, mas em um conflito que interfira nos interesses deles, o fornecimento seria imediatamente cortado, deixando tudo no chão). A única excessão é o míssil Meteor, fabricado em diversos países europeus, em uma junção histórica.

    3º – O Gripen NG une o melhor dos dois; A diversidade de armamento do F-18E, mais as possibilidades de desenvolvimentos futuros do Rafale. E, a esses dois fatores, posso incluir + outro, de primordial importância: O custo da hora de voo, sendo bem menor.

    abraços.

  246. Bosco, 19:09hs,

    Realmente, qualquer um dos 3 finalistas do FX-2 sairia bem na FAB. Porem, sou mais o Gripen NG, e explico pq:

    1º – O F-18 E/F, mesmo sendo um excelente caça, ja esta no limiar de desenvolvimento; já está no trampo por cerca de 30 anos. O que ele poderia evoluir, já aconteceu. Tem como ponto forte, uma ampla gama de armamento e sensores.

    2º – O Rafale, na versão F3 terá o radar RBE2 (tipo PESA), com alcance de 130 km. Pode lançar até 4 Mica ao mesmo tempo. Especulasse, que dentro de 8 anos, uma nova versão do bixo entre em operação, talvez chamado de Rafale F4, com radar AESA genuíno, com alcance de 200 km. Aliado à suite SPECTRA, fica muito bom. Tb terá um novo grupo motopropulssor, mais potente e econômico. E olha, que na versão básica (atual) ele manobra mais que o F-18 E. Tem como ponto fraco as armas, pois só pode receber armas francesas (não estou falando mal das mesmas, mas em um conflito que interfira nos interesses deles, o fornecimento seria imediatamente cortado, deixando tudo no chão). A única excessão é o míssil Meteor, fabricado em diversos países europeus, em uma junção histórica.

    3º – O Gripen NG une o melhor dos dois; A diversidade de armamento do F-18E, mais as possibilidades de desenvolvimentos futuros do Rafale. E, a esses dois fatores, posso incluir + outro, de primordial importância: O custo da hora de voo, sendo bem menor.

    abraços.

  247. Vovódka de nome modificado,

    Bença Vó!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Manera nas manguaça vó; ou a senhora vai visitar o Stálin rapidinho.

    abraços.

  248. Vovódka de nome modificado,

    Bença Vó!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Manera nas manguaça vó; ou a senhora vai visitar o Stálin rapidinho.

    abraços.

  249. Vassili,
    concordo. Na verdade acho o Gripen NG um ótimo vetor também, com a melhor relação custo-benefício, mas acredito na possibilidade de no futuro (e não podemos nos esquecer que no Brasil o F-X2 deve estar voando até além do ano 2050) termos esses caças operando de um porta-aviões, seja por transferência para a Marinha ou operando de forma conjunta. Achei essa perspectiva inusitada muito tentadora e me simpatizei com a possibilidade.
    Daí preferir um vetor que já é homologado a operar em um NAe.
    Quanto a essa estória que o F-18 não tem mais como evoluir por ser oriundo de um projeto dos anos 70 eu não concordo absolutamente.
    Um abraço meu caro.

  250. Vassili,
    concordo. Na verdade acho o Gripen NG um ótimo vetor também, com a melhor relação custo-benefício, mas acredito na possibilidade de no futuro (e não podemos nos esquecer que no Brasil o F-X2 deve estar voando até além do ano 2050) termos esses caças operando de um porta-aviões, seja por transferência para a Marinha ou operando de forma conjunta. Achei essa perspectiva inusitada muito tentadora e me simpatizei com a possibilidade.
    Daí preferir um vetor que já é homologado a operar em um NAe.
    Quanto a essa estória que o F-18 não tem mais como evoluir por ser oriundo de um projeto dos anos 70 eu não concordo absolutamente.
    Um abraço meu caro.

  251. Amigo Bosco,

    só um detalhe para esclarecer o sentido do que seja transferência de tecnologia. Esse é um assunto com o qual eu tenho experiência e com o qual já trabalhei na universidade.

    Isso independe da quantidade de caças. Pode ser 36, 120, 5000, ou um só. A questão se refere a compra de tecnologia (transferência é um termo que engana, embora seja o correto). O país precisa estar disposto a vender a tecnologia para o Brasil, junto com o caça.

    Compraremos o caça e compraremos a tecnologia do caça. A situação fica casada, pois só faz sentido ser casada. Não faz sentido, por exemplo, comprarmos o Super Hornet (o caça) e a tecnologia do Rafale!!!!

    Por isso que a decisão precisa ser política e não meramente comercial ou militar, pois têm países que não querem vender a tecnologia “bruta”, apenas a tecnologia acabada (no caso, o caça já feito). E esse tipo de comércio existe a todo momento. Sempre se vende tecnologia. O que devemos nos questionar é: que tipo de tecnologia a FAB quer? Quanto isso vai custar? Quem estará disposto a vender o que queremos comprar? etc….

    abraços insectosauricos

  252. Amigo Bosco,

    só um detalhe para esclarecer o sentido do que seja transferência de tecnologia. Esse é um assunto com o qual eu tenho experiência e com o qual já trabalhei na universidade.

    Isso independe da quantidade de caças. Pode ser 36, 120, 5000, ou um só. A questão se refere a compra de tecnologia (transferência é um termo que engana, embora seja o correto). O país precisa estar disposto a vender a tecnologia para o Brasil, junto com o caça.

    Compraremos o caça e compraremos a tecnologia do caça. A situação fica casada, pois só faz sentido ser casada. Não faz sentido, por exemplo, comprarmos o Super Hornet (o caça) e a tecnologia do Rafale!!!!

    Por isso que a decisão precisa ser política e não meramente comercial ou militar, pois têm países que não querem vender a tecnologia “bruta”, apenas a tecnologia acabada (no caso, o caça já feito). E esse tipo de comércio existe a todo momento. Sempre se vende tecnologia. O que devemos nos questionar é: que tipo de tecnologia a FAB quer? Quanto isso vai custar? Quem estará disposto a vender o que queremos comprar? etc….

    abraços insectosauricos

  253. Principalmente em um post sobre a possibilidade do retorno do Su-35 que na verdade é uma reinvenção eterna dos Sus que o precederam.
    E também para nós brasileiros que nos alegramos com a possibilidade de modernização de “F-5” e “A-4” falarmos isso sobre os nobres F-18 E/F é no mínimo uma heresia.

  254. Principalmente em um post sobre a possibilidade do retorno do Su-35 que na verdade é uma reinvenção eterna dos Sus que o precederam.
    E também para nós brasileiros que nos alegramos com a possibilidade de modernização de “F-5” e “A-4” falarmos isso sobre os nobres F-18 E/F é no mínimo uma heresia.

  255. Hornet,
    e se ninguém quiser vender essa tecnologia? Ficaremos sem caças?
    Acho que devemos ter primeiro os caças que melhor atenda às nossas necessidades e depois correr atrás de tecnologia.
    Como diz nosso nobre presidente (acho que foi ele mesmo): quem tem fome tem pressa!
    OBS: o ditado não tem nada a ver mas foi o melhor que eu achei aqui no meu banco de memórias “Brain Mk1” modelo 61 “analógico”.
    Abraços insectosauricos meu caro.

  256. Hornet,
    e se ninguém quiser vender essa tecnologia? Ficaremos sem caças?
    Acho que devemos ter primeiro os caças que melhor atenda às nossas necessidades e depois correr atrás de tecnologia.
    Como diz nosso nobre presidente (acho que foi ele mesmo): quem tem fome tem pressa!
    OBS: o ditado não tem nada a ver mas foi o melhor que eu achei aqui no meu banco de memórias “Brain Mk1” modelo 61 “analógico”.
    Abraços insectosauricos meu caro.

  257. Amigo Bosco, então tudo que escrevemos aqui é pura especulação! acredito que boa parte sim, a maior na verdade, mas é o que deixa legal este blog! sobre o desempenho do Hornet vs F-16 procura na net, revistas conceituadas, quando ainda era jovem, me falavam de uma superioridade incosntestável, e inclusive contra os mig-29 a coisa era igual, em manobrabilidade. Não sei como um avião significativamente maior e mais antigo possa ter um RCS menor ou igual a um que além de menor é projeto mais vanguardista! olhe o desenho dos 2! não concordo que 10 anos não fariam diferença aeronáutica, o Rafale foi criado na era Fly-by-ware, foi pensado nisso, seus canards, antes existentes para resolver problemas de controle, agora são para abrir o leque do envelope possível! acho que, respeitosamente, o amigo, ao qual tenho total admiração, poderia ver melhor as características dos 2 vetores, principalmente no tamanho…

    Abração
    Francisco

  258. Amigo Bosco, então tudo que escrevemos aqui é pura especulação! acredito que boa parte sim, a maior na verdade, mas é o que deixa legal este blog! sobre o desempenho do Hornet vs F-16 procura na net, revistas conceituadas, quando ainda era jovem, me falavam de uma superioridade incosntestável, e inclusive contra os mig-29 a coisa era igual, em manobrabilidade. Não sei como um avião significativamente maior e mais antigo possa ter um RCS menor ou igual a um que além de menor é projeto mais vanguardista! olhe o desenho dos 2! não concordo que 10 anos não fariam diferença aeronáutica, o Rafale foi criado na era Fly-by-ware, foi pensado nisso, seus canards, antes existentes para resolver problemas de controle, agora são para abrir o leque do envelope possível! acho que, respeitosamente, o amigo, ao qual tenho total admiração, poderia ver melhor as características dos 2 vetores, principalmente no tamanho…

    Abração
    Francisco

  259. Bosco, 20:25hs,

    Realmente, em 2050 o FX-2 estará em vias de ser substiutido. E eu creio que o Rafale e o Gripen tem mais “espaço” para modificações. Lembre-se que o Super Hornet é uma evolução do já classico FA-18C Hornet.

    Caramba, é Hornet pra cá, Hornet pra lá; o nosso nobre colega de nick semelhante deve ficar até rindo à toa. pensando como é popular.

    abraços.

  260. Bosco, 20:25hs,

    Realmente, em 2050 o FX-2 estará em vias de ser substiutido. E eu creio que o Rafale e o Gripen tem mais “espaço” para modificações. Lembre-se que o Super Hornet é uma evolução do já classico FA-18C Hornet.

    Caramba, é Hornet pra cá, Hornet pra lá; o nosso nobre colega de nick semelhante deve ficar até rindo à toa. pensando como é popular.

    abraços.

  261. É até engraçado ver algumas reações quanto ao fator “decisão política”. Todos os países a utilizam tanto para a compra como para a venda, pois vejamos:

    Americanos: Cancelaram a compra dos aviões-tanques vencido pela EADS após pressão da BOEING e do Congresso.

    Franceses: Após serem excluídos do processo para a venda de 12 helis médios para o Brasil, apresentaram nova proposta e venceram com a idéia de montar ou fabricar 50 no país. Acrescento ainda os subs também para o Brasil.

    Suecos: Estão sempre oferecendo novas propostas para a venda do Gripen para os países Europeus que escolheram o F-35.

    A grande verdade é que neste meio só sobrevivem os lobos e seus lobistas. Se o Brasil está jogando como lobo, cordeiro ou bobo veremos no futuro.

    Abraços a todos

  262. É até engraçado ver algumas reações quanto ao fator “decisão política”. Todos os países a utilizam tanto para a compra como para a venda, pois vejamos:

    Americanos: Cancelaram a compra dos aviões-tanques vencido pela EADS após pressão da BOEING e do Congresso.

    Franceses: Após serem excluídos do processo para a venda de 12 helis médios para o Brasil, apresentaram nova proposta e venceram com a idéia de montar ou fabricar 50 no país. Acrescento ainda os subs também para o Brasil.

    Suecos: Estão sempre oferecendo novas propostas para a venda do Gripen para os países Europeus que escolheram o F-35.

    A grande verdade é que neste meio só sobrevivem os lobos e seus lobistas. Se o Brasil está jogando como lobo, cordeiro ou bobo veremos no futuro.

    Abraços a todos

  263. Agora que eu adoraria ver a FAB ter uns 12 SU-35BM em Brasilia, uns 24 Rafales – os 24 em Canoas claro (he he), 12 F-5M no Rio, 12 em Manaus, 12 em Fortaleza e 12 no Acre, além de uns 18 SU-34 divididos em Canoas, Rio, e Fortaleza para defesa costeira…. sonho meu!

    Abraços
    Francisco

  264. Agora que eu adoraria ver a FAB ter uns 12 SU-35BM em Brasilia, uns 24 Rafales – os 24 em Canoas claro (he he), 12 F-5M no Rio, 12 em Manaus, 12 em Fortaleza e 12 no Acre, além de uns 18 SU-34 divididos em Canoas, Rio, e Fortaleza para defesa costeira…. sonho meu!

    Abraços
    Francisco

  265. Bosco,

    se ninguém quiser vender essa tecnologia, teremos que comprar só os caças. Do mesmo modo que quando compramos um carro, só compramos o carro e não sua tecnologia referente ao know how da empresa que o projetou.

    Mas, no caso dos caças, as empresas vendem sem problemas, os governos é que encrencam às vezes. No caso do FX2, a França e a Suécia, seus respectivos governos, já declaram estar de acordo. E esse tipo de coisa é firmada em contrato. O que está no contrato, deve ser cumprido e é cumprido.

    A Saab acabou de anunciar (em dezembro de 2008) em seu site o término da transferência de tecnologia do Gripen para a Africa do Sul. O processo todo da transferência e da criação das condições para absorção da mesma pelos africanos demorou dez anos e custou cerca de 2 bilhões (não me lembro agora se de dólares ou se de Euros…mas enfim), além, é claro, do preço dos caças propriamente ditos. Essa informação eu postei em algum lugar aqui no blog que já não me lembro mais, mas é fácil de achá-la, está no site da SAAB.

    Estou citando este exemplo, pois ele é o mais direto. Mas poderia citar outros, como no caso do recente contrato do Brasil com a França para construir os subs, a parceria com a Alemanha para construir os nossos Tupis, a parceria com a Itália no caso do AMX entre vários outros exemplos possíveis. A transferência de tecnologia pode se dar de vários modos, e em cada um desses exemplos que citei ela se deu de um modo e com um determinado grau de “transferência”. Mas o que quis destacar é o seguinte: transferêmcia de tecnologia não é nada de muito anormal…aliás, é bem normal…mas custa caro. Não é de graça, não.

    abração

  266. Bosco,

    se ninguém quiser vender essa tecnologia, teremos que comprar só os caças. Do mesmo modo que quando compramos um carro, só compramos o carro e não sua tecnologia referente ao know how da empresa que o projetou.

    Mas, no caso dos caças, as empresas vendem sem problemas, os governos é que encrencam às vezes. No caso do FX2, a França e a Suécia, seus respectivos governos, já declaram estar de acordo. E esse tipo de coisa é firmada em contrato. O que está no contrato, deve ser cumprido e é cumprido.

    A Saab acabou de anunciar (em dezembro de 2008) em seu site o término da transferência de tecnologia do Gripen para a Africa do Sul. O processo todo da transferência e da criação das condições para absorção da mesma pelos africanos demorou dez anos e custou cerca de 2 bilhões (não me lembro agora se de dólares ou se de Euros…mas enfim), além, é claro, do preço dos caças propriamente ditos. Essa informação eu postei em algum lugar aqui no blog que já não me lembro mais, mas é fácil de achá-la, está no site da SAAB.

    Estou citando este exemplo, pois ele é o mais direto. Mas poderia citar outros, como no caso do recente contrato do Brasil com a França para construir os subs, a parceria com a Alemanha para construir os nossos Tupis, a parceria com a Itália no caso do AMX entre vários outros exemplos possíveis. A transferência de tecnologia pode se dar de vários modos, e em cada um desses exemplos que citei ela se deu de um modo e com um determinado grau de “transferência”. Mas o que quis destacar é o seguinte: transferêmcia de tecnologia não é nada de muito anormal…aliás, é bem normal…mas custa caro. Não é de graça, não.

    abração

  267. Francisco,
    a admiração é recíproca.
    Só lembrando, o F-16 foi o primeiro caça a incorporar o sistema fly by wire e o F-18 já veio com o mesmo desde a versão A.
    Quanto aos canards eles viraram moda nos projetos de caça da década de 80 principalmente porque se achou que associados ao vetoramento das tubeiras de escape seria a solução para tudo, desde proporcionar uma supermanobrabilidade até uma capacidade ESTOL para operarem das pistas semidestruidas pelo Pacto de Varsóvia. As duas coisas não se concretizaram e saíram de modo. Restou os canards.
    Como tudo na vida oeles trazem algumas vantagens e um outro tanto de desvantagens.
    Em relação ao F-18 ser um projeto mais antigo eu concordo. A capacidade stealth é dependente em 80% da forma e 20 dos materiais de cobertura e de construção. Seria impossível um projeto antigo, pré-stealth, evoluir a ponto de se tornar um legítimo “furtivo”. O F-18 evoluiu em alguns quesitos relacionados ao design e aos materiais não refletivos (absorvedores e transparentes) mas realmente não é um stealth. Mas o Rafale também não o é. A rigor a tecnologia stealth tem como objetivo deixar o seu usuário ser detectado apenas na “distância visual”, o que em relação ao radar e tendo em vista a tecnologia atual limita o RCS de um caça a menos de 0,01 m2. Tanto o Rafale quanto o F-18 estão longe desse patamar.
    Só lembrando que tamanho não tem nada a ver com o RCS quando a tecnologia stealth entra na questão.
    Um abraço meu caro.

  268. Francisco,
    a admiração é recíproca.
    Só lembrando, o F-16 foi o primeiro caça a incorporar o sistema fly by wire e o F-18 já veio com o mesmo desde a versão A.
    Quanto aos canards eles viraram moda nos projetos de caça da década de 80 principalmente porque se achou que associados ao vetoramento das tubeiras de escape seria a solução para tudo, desde proporcionar uma supermanobrabilidade até uma capacidade ESTOL para operarem das pistas semidestruidas pelo Pacto de Varsóvia. As duas coisas não se concretizaram e saíram de modo. Restou os canards.
    Como tudo na vida oeles trazem algumas vantagens e um outro tanto de desvantagens.
    Em relação ao F-18 ser um projeto mais antigo eu concordo. A capacidade stealth é dependente em 80% da forma e 20 dos materiais de cobertura e de construção. Seria impossível um projeto antigo, pré-stealth, evoluir a ponto de se tornar um legítimo “furtivo”. O F-18 evoluiu em alguns quesitos relacionados ao design e aos materiais não refletivos (absorvedores e transparentes) mas realmente não é um stealth. Mas o Rafale também não o é. A rigor a tecnologia stealth tem como objetivo deixar o seu usuário ser detectado apenas na “distância visual”, o que em relação ao radar e tendo em vista a tecnologia atual limita o RCS de um caça a menos de 0,01 m2. Tanto o Rafale quanto o F-18 estão longe desse patamar.
    Só lembrando que tamanho não tem nada a ver com o RCS quando a tecnologia stealth entra na questão.
    Um abraço meu caro.

  269. ESTOL no caso é “decolagem e pouso extremamente curto” e não tem nada a ver com o “Estol” de “estolar”, que é a perda de sustentação devido a um ângulo de ataque crítico, que por sinal é uma das vantagens do uso de canards.

  270. ESTOL no caso é “decolagem e pouso extremamente curto” e não tem nada a ver com o “Estol” de “estolar”, que é a perda de sustentação devido a um ângulo de ataque crítico, que por sinal é uma das vantagens do uso de canards.

  271. Transferência de tecnologia… o Brasil não tem indústria capacitada para desenvolver ou absorver estas tecnologias. Vide Suécia, que desenvolveu o Gripen, mas com tecnologia estadunidense e européia. Fez a fuzelagem e algumas coisas menores, mas o grosso mesmo, naim naim.

    Olhemos o F-5M: radar italiano com aviônicos israelense.

    Não sabemos constriur nem um MBT e queremos constriur um caça. E o Super Tucano? Não vendemos à Venezuela por pressões dos EUA! Ou seja, não basta querer fazer apenas a fuzelagem, temos que ter indústria para construir aqui dentro os componentes necessários. E isso, duvido que França e EUA (e até mesmo a Rússia) vão fornecer, para amanhã ou depois terem mais um concorrente no mercado.

    Wellington: a China COPIOU ILEGALMENTE os motores russos. Produziu sem autorização. Não houve transferência de tecnologia.

  272. Transferência de tecnologia… o Brasil não tem indústria capacitada para desenvolver ou absorver estas tecnologias. Vide Suécia, que desenvolveu o Gripen, mas com tecnologia estadunidense e européia. Fez a fuzelagem e algumas coisas menores, mas o grosso mesmo, naim naim.

    Olhemos o F-5M: radar italiano com aviônicos israelense.

    Não sabemos constriur nem um MBT e queremos constriur um caça. E o Super Tucano? Não vendemos à Venezuela por pressões dos EUA! Ou seja, não basta querer fazer apenas a fuzelagem, temos que ter indústria para construir aqui dentro os componentes necessários. E isso, duvido que França e EUA (e até mesmo a Rússia) vão fornecer, para amanhã ou depois terem mais um concorrente no mercado.

    Wellington: a China COPIOU ILEGALMENTE os motores russos. Produziu sem autorização. Não houve transferência de tecnologia.

  273. A propósito do título do post: a única coisa soviét… ops, russa, que já veio para o Brasil foi o Lada… deu no que deu…

    Russos? Quem não os conhece que os compre…

  274. A propósito do título do post: a única coisa soviét… ops, russa, que já veio para o Brasil foi o Lada… deu no que deu…

    Russos? Quem não os conhece que os compre…

  275. Acho que os são contra este retorno do SU 35, estão mais preocupados com o que os americanos principalmente e também franceses e suecos vão achar, do que com o nosso próprio país, problema e deles eu sou brasileiro e não estou nem um pouco preocupado com eles, temos que ver o que é melhor para nosso país, preferem ter um vetor americano e seu armamento guardado com eles, podendo ser liberados em caso de conflito somente com autorização do congresso deles, parecem ter medo deles, porém eles não se preocupam de humilhar a nós brasileiros obrigando a passar pela imigração deixar suas digitais e exigem um visto até para turismo, acho que muitos nunca passaram perto de um consulado americano para verem a fila formada do lado de fora, isso em minha humilde opinião é humilhação, já que quando vem um americano famoso e fala “obrigado ” com sotaque , todos sorriem e dizem: ah que bonito tão simpático” pelo amor de Deus….vá aos EUA e fale um inglês ruim para ver o que acontece!!! Mas tem gente aqui com certeza que vai dizer eles estão certos, bom é questão de opinião. Agora em relação às notícias sobre equipamentos russos em sua grande maioria devem ser no mínimo tendenciosas, principalmente se os americanos tem algum interesse, acham mesmo que a Índia iria comprar a quantidade de caças que tem de fabricação russa, aliás a base daquela força é composta por aeronaves russas se estas fossem tão ruins em disponibilidade como algumas fontes dizem ser…, o favorito para vencer a concorrência de cerca de 120 caças que está rolando por lá, e tão injustiçado Mig 29(35), já em relação performance em combates, um “fantástico F 18”, foi abatido por um “velho e ruim” Mig 25 na 1°guerra do Golfo, detalhe, em uma condição totalmente adversa para o caça iraquiano, visto superioridade numérica, de treinamento e de disponibilidade dos vetores e toda estrutura em geral dos ocidentais em relação aos iraquianos, agora se fosse em igualdade de condições, talvez outros fantásticos caças ocidentais caíssem frente aos péssimos caças fabricados pelos Ivans….

  276. Acho que os são contra este retorno do SU 35, estão mais preocupados com o que os americanos principalmente e também franceses e suecos vão achar, do que com o nosso próprio país, problema e deles eu sou brasileiro e não estou nem um pouco preocupado com eles, temos que ver o que é melhor para nosso país, preferem ter um vetor americano e seu armamento guardado com eles, podendo ser liberados em caso de conflito somente com autorização do congresso deles, parecem ter medo deles, porém eles não se preocupam de humilhar a nós brasileiros obrigando a passar pela imigração deixar suas digitais e exigem um visto até para turismo, acho que muitos nunca passaram perto de um consulado americano para verem a fila formada do lado de fora, isso em minha humilde opinião é humilhação, já que quando vem um americano famoso e fala “obrigado ” com sotaque , todos sorriem e dizem: ah que bonito tão simpático” pelo amor de Deus….vá aos EUA e fale um inglês ruim para ver o que acontece!!! Mas tem gente aqui com certeza que vai dizer eles estão certos, bom é questão de opinião. Agora em relação às notícias sobre equipamentos russos em sua grande maioria devem ser no mínimo tendenciosas, principalmente se os americanos tem algum interesse, acham mesmo que a Índia iria comprar a quantidade de caças que tem de fabricação russa, aliás a base daquela força é composta por aeronaves russas se estas fossem tão ruins em disponibilidade como algumas fontes dizem ser…, o favorito para vencer a concorrência de cerca de 120 caças que está rolando por lá, e tão injustiçado Mig 29(35), já em relação performance em combates, um “fantástico F 18”, foi abatido por um “velho e ruim” Mig 25 na 1°guerra do Golfo, detalhe, em uma condição totalmente adversa para o caça iraquiano, visto superioridade numérica, de treinamento e de disponibilidade dos vetores e toda estrutura em geral dos ocidentais em relação aos iraquianos, agora se fosse em igualdade de condições, talvez outros fantásticos caças ocidentais caíssem frente aos péssimos caças fabricados pelos Ivans….

  277. Wladimir houve transferência sim, os motores e certas partes eram construídas e montadas localmente, os Chineses não podiam construir aqueles motores alem do contratado, mas eles descumpriram fabricaram as outras partes e hoje fabricam motores super sônicos, eles continuaram a produção ilegalmente mas receberam a tecnologia legalmente, só é ilegal porque o motor é idêntico se fosse um variação desenvolvida por base no mesmo não teria problema.
    Como tem gente que fala sem conhecer e generaliza, ta ai um ótimo Lada acompanhado por belas Russas.
    images.noticiasautomotivas.com.br/img/moriah1/salao-de-moscou-lada-c-cross-concept-1.jpg

  278. Wladimir houve transferência sim, os motores e certas partes eram construídas e montadas localmente, os Chineses não podiam construir aqueles motores alem do contratado, mas eles descumpriram fabricaram as outras partes e hoje fabricam motores super sônicos, eles continuaram a produção ilegalmente mas receberam a tecnologia legalmente, só é ilegal porque o motor é idêntico se fosse um variação desenvolvida por base no mesmo não teria problema.
    Como tem gente que fala sem conhecer e generaliza, ta ai um ótimo Lada acompanhado por belas Russas.
    images.noticiasautomotivas.com.br/img/moriah1/salao-de-moscou-lada-c-cross-concept-1.jpg

  279. Bosco, sobre o Fly do F-16 estou ciente, disse que o Rafale já nasceu, em seu projeto ,considerando muitas tecnologias inexistente ao projeto do Hornet, entre elas o Fly, mas existem muitas outras, certamente, que no Rafale já foram otimizadas e no SH estão sendo, digamos, adaptadas!
    Quanto ao tamanho, acredito, que ele tem influencia no RCS sim, imaginemos dois caças de tamanhos diferentes, relativamente diferentes, como o SH e o Rafale, tratados com os mesmos materiais absorventes, com formas diferentes, que no caso do Rafale me parece bem menos “vistosa”, sem deriva dupla, profundores (maiores que os canards) asa baixa, (diferente do SH que angula bastante entre ela e a fuselagem) certamente a maior área refletirá mais! e o SH é maior! acho que vc quis dizer que tamanho não determina RCS, deve ter sido isso…ou não entendi direito sua colocação, pois eu não falava de stealth, sei que ambos não o são!
    Te faço a seguinte pergunta: se tamanho não tem nada a ver com RCS, qual seria mais vistoso no radar, um F-22 de 90m2 ou um de 120m2??? se eu estiver equivocado me mostre, mas acredito que tamanho é tudo em termos de furtividade ou não caso os 2 vetores sejam iguias em forma e materiais RAM…

    Abração Mestre!

    Francisco

  280. Bosco, sobre o Fly do F-16 estou ciente, disse que o Rafale já nasceu, em seu projeto ,considerando muitas tecnologias inexistente ao projeto do Hornet, entre elas o Fly, mas existem muitas outras, certamente, que no Rafale já foram otimizadas e no SH estão sendo, digamos, adaptadas!
    Quanto ao tamanho, acredito, que ele tem influencia no RCS sim, imaginemos dois caças de tamanhos diferentes, relativamente diferentes, como o SH e o Rafale, tratados com os mesmos materiais absorventes, com formas diferentes, que no caso do Rafale me parece bem menos “vistosa”, sem deriva dupla, profundores (maiores que os canards) asa baixa, (diferente do SH que angula bastante entre ela e a fuselagem) certamente a maior área refletirá mais! e o SH é maior! acho que vc quis dizer que tamanho não determina RCS, deve ter sido isso…ou não entendi direito sua colocação, pois eu não falava de stealth, sei que ambos não o são!
    Te faço a seguinte pergunta: se tamanho não tem nada a ver com RCS, qual seria mais vistoso no radar, um F-22 de 90m2 ou um de 120m2??? se eu estiver equivocado me mostre, mas acredito que tamanho é tudo em termos de furtividade ou não caso os 2 vetores sejam iguias em forma e materiais RAM…

    Abração Mestre!

    Francisco

  281. Os projetos de caças canards só evoluíram porque se imaginou que o futuro traria motores com empuxo vetorado. Isso não ocorreu como se pensou por vários motivos.
    Um deles foi a perda do interesse em relação à supermanobrabilidade que era a tônica na década de 80. A mudança do foco da sobrevivência de um caça passou a ser a “furtividade” e não a manobrabilidade motivada em muito pelo R-73 e pela constatação que o míssil iria superar o caça tripulado que é limitado pelo fator “carbono” a bordo. Aquela pecinha entre o assento e o painel.
    Também os requisitos em operar a partir de pistas esburacadas por ataque “preemptivos” foi deixado de lado após o término da Guerra Fria e a migração do foco para a “guerra assimétrica” e o combate ao terrorismo, onde até mesmo o F-22 se tornou um dinossauro “supertecnológico” que só não “deu pra trás” devido ao programa que lhe deu origem já ter consumido décadas e bilhões dos cofres públicos.
    Eu não duvido que possa vir no futuro uma versão aperfeiçoada e mais barata do F-22 sem os famigerados TVCs.
    Na década de 80 era aclamada a capacidade do conjunto canard/TVC em apontar o caça para uma direção diferente em relação à trajetória, o que seria bom para o dogfight e para tiro de canhão contra alvos no solo. Hoje tanto um como outro são conceitos superados no que diz respeito a nortear um projeto de caça.

  282. Os projetos de caças canards só evoluíram porque se imaginou que o futuro traria motores com empuxo vetorado. Isso não ocorreu como se pensou por vários motivos.
    Um deles foi a perda do interesse em relação à supermanobrabilidade que era a tônica na década de 80. A mudança do foco da sobrevivência de um caça passou a ser a “furtividade” e não a manobrabilidade motivada em muito pelo R-73 e pela constatação que o míssil iria superar o caça tripulado que é limitado pelo fator “carbono” a bordo. Aquela pecinha entre o assento e o painel.
    Também os requisitos em operar a partir de pistas esburacadas por ataque “preemptivos” foi deixado de lado após o término da Guerra Fria e a migração do foco para a “guerra assimétrica” e o combate ao terrorismo, onde até mesmo o F-22 se tornou um dinossauro “supertecnológico” que só não “deu pra trás” devido ao programa que lhe deu origem já ter consumido décadas e bilhões dos cofres públicos.
    Eu não duvido que possa vir no futuro uma versão aperfeiçoada e mais barata do F-22 sem os famigerados TVCs.
    Na década de 80 era aclamada a capacidade do conjunto canard/TVC em apontar o caça para uma direção diferente em relação à trajetória, o que seria bom para o dogfight e para tiro de canhão contra alvos no solo. Hoje tanto um como outro são conceitos superados no que diz respeito a nortear um projeto de caça.

  283. Leonardo, gostei do seu post, vc falou o que poucos aqui querem acreditar, numa verdade contundente, se a India se encomoda tanto com os Russos pq continua comprando equipamentos deles???? o mundo tá aí! se os USA não querem vender (acho difícil hoje em dia) tem frnaça, Saab, EADS…. sabe qual é minha opinião, os Russas estarão e estão repassando tudo que os Indianos pedem, além do produto não dever nada ao acidental, pelo contrário, só perdem para o confirmado F-22.

    Abraços
    Francisco

  284. Leonardo, gostei do seu post, vc falou o que poucos aqui querem acreditar, numa verdade contundente, se a India se encomoda tanto com os Russos pq continua comprando equipamentos deles???? o mundo tá aí! se os USA não querem vender (acho difícil hoje em dia) tem frnaça, Saab, EADS…. sabe qual é minha opinião, os Russas estarão e estão repassando tudo que os Indianos pedem, além do produto não dever nada ao acidental, pelo contrário, só perdem para o confirmado F-22.

    Abraços
    Francisco

  285. Bosco, tenho a mesma visão que você sobre o contexto do F-22 no cenário de hoje! é como locar um 747 para carregar 5 pessoas, de Porto Alegre para Florianópolis! 🙂

  286. Bosco, tenho a mesma visão que você sobre o contexto do F-22 no cenário de hoje! é como locar um 747 para carregar 5 pessoas, de Porto Alegre para Florianópolis! 🙂

  287. Leonardo…

    Eu já estive lá…alias…conheço o Pais inteiro , meu ingles é horrivel, presta mais para leitura mesmo…e fui extremamente bem tratado, em todas as vezes que estive lá.

    Nao me senti humilhado em renovar meu visto, alias, ninguem obriga nós brasileiros a ir para lá. Infelizmente testemunhei lá e até dentro do aviao comportamento inadequado por parte de brasileiros.

    Voce nao gostar deles, é uma coisa e tenho que respeitar, mas nao faça disso uma generalizaçao porque nao é. Nao queira levantar uma bandeira do preconceito, pois aqui a maioria nao compartilha deste pensamento.

  288. Leonardo…

    Eu já estive lá…alias…conheço o Pais inteiro , meu ingles é horrivel, presta mais para leitura mesmo…e fui extremamente bem tratado, em todas as vezes que estive lá.

    Nao me senti humilhado em renovar meu visto, alias, ninguem obriga nós brasileiros a ir para lá. Infelizmente testemunhei lá e até dentro do aviao comportamento inadequado por parte de brasileiros.

    Voce nao gostar deles, é uma coisa e tenho que respeitar, mas nao faça disso uma generalizaçao porque nao é. Nao queira levantar uma bandeira do preconceito, pois aqui a maioria nao compartilha deste pensamento.

  289. Francisco,
    o que quis dizer é que o tamanho não importa quando a tecnologia stealth está presente.
    No caso de duas aeronaves “convencionais” é claro que a aeronave de maior dimensão tem um RCS maior (salvo alguma variável no projeto que possa beneficiar a maior, em relação aos ângulos das superfícies refletoras, o que é pouco provável de ocorrer de forma não proposital). Um F-4 deve ter um RCS de 10 m2 e um B-52 de 100 m2.
    Mas quando se fala em aeronaves furtivas isso não é um valor absoluto dado às variáveis do projeto. O B-2 é bem maior que o F-22 mas tem um RCS menor, e menor até (salvo engano) que o do bem menor míssil ACM (AGM-129).
    Mas eu devo admitir que de modo global o Rafale é um projeto mais atual e avançado que o F-18E SH (como quer o Wellington), só não acho que isso traz uma vantagem significativa tendo em vista outros fatores dos dois concorrentes.
    Um abraço meu caro amigo.

  290. Francisco,
    o que quis dizer é que o tamanho não importa quando a tecnologia stealth está presente.
    No caso de duas aeronaves “convencionais” é claro que a aeronave de maior dimensão tem um RCS maior (salvo alguma variável no projeto que possa beneficiar a maior, em relação aos ângulos das superfícies refletoras, o que é pouco provável de ocorrer de forma não proposital). Um F-4 deve ter um RCS de 10 m2 e um B-52 de 100 m2.
    Mas quando se fala em aeronaves furtivas isso não é um valor absoluto dado às variáveis do projeto. O B-2 é bem maior que o F-22 mas tem um RCS menor, e menor até (salvo engano) que o do bem menor míssil ACM (AGM-129).
    Mas eu devo admitir que de modo global o Rafale é um projeto mais atual e avançado que o F-18E SH (como quer o Wellington), só não acho que isso traz uma vantagem significativa tendo em vista outros fatores dos dois concorrentes.
    Um abraço meu caro amigo.

  291. Aos que colocam a supermanobrabilidade como altamente preponderante eu quero deixar claro que não acho que um caça não deva ser manobrável. Não sou tolo a esse ponto.
    A manobrabilidade (taxa de curva, raio de curva, potência, etc) é de altíssima importância, só acho que não é mais o fator determinante da sobrevivência de um caça quando falamos de vetores de alta tecnologia e num cenário de alta intensidade.

  292. Aos que colocam a supermanobrabilidade como altamente preponderante eu quero deixar claro que não acho que um caça não deva ser manobrável. Não sou tolo a esse ponto.
    A manobrabilidade (taxa de curva, raio de curva, potência, etc) é de altíssima importância, só acho que não é mais o fator determinante da sobrevivência de um caça quando falamos de vetores de alta tecnologia e num cenário de alta intensidade.

  293. Muito provavelmente o “tamanho” vai voltar a ser um valor absoluto quando os futuros e temíveis “radares de baixa frequência” tão aclamados nesse blog por sua incrível capacidade de detectar até aeronaves stealths forem de uso comum.
    Se eles captam aeronaves que conseguiram reduzir seu RCS (em relação aos radares de microondas) até o tamanho de “pássaros” em vôo, o que dirá das aeronaves “convencionais”. Elas devem brilhar nessas maravilhas da tecnologia como um “Titanic”.

  294. Muito provavelmente o “tamanho” vai voltar a ser um valor absoluto quando os futuros e temíveis “radares de baixa frequência” tão aclamados nesse blog por sua incrível capacidade de detectar até aeronaves stealths forem de uso comum.
    Se eles captam aeronaves que conseguiram reduzir seu RCS (em relação aos radares de microondas) até o tamanho de “pássaros” em vôo, o que dirá das aeronaves “convencionais”. Elas devem brilhar nessas maravilhas da tecnologia como um “Titanic”.

  295. Só de curiosidade aí vai uma tabela das muitas que existem na internet sobre o RCS de algumas aeronaves e mísseis.

    Aeronave ——– RCS (m²)

    B-52 ——– 99,5
    F-14 ——– 40-50
    A-10 ——– 25
    F-111 ——– 17
    Tu-160 ——– 15
    B-1A ——– 10
    F-15 ——– 10
    Tornado ——– 8
    Su-27, Mig-23 ——– 6
    Mig-21 ——– 4
    Mirage 2000 ——– 3,3
    Mig-29 ——– 3
    F-16/F/A-18 ——– 1,2
    Typhon, T-38 ——– 1
    B-1B ——– 0,75-1,02
    F/A-18E, Rafale ——– 0,75
    ALCM ——– 0,25
    Exocet,Harpoon ——– 0,1
    Tomahawk ——– 0,05
    SR-71 ——– 0,014
    Pássaro em vôo ——– 0,010
    F-22A ——– 0,0065
    F-35 JSF ——– 0,005
    F-117A ——– 0,003
    B-2 ——– 0,0014
    ACM ——– 0,001

    Tenho pelo menos mais duas com valores diferentes e fontes duvidosas, mas serve como exemplo. Vale salientar que considero duvidosas todas as fontes, incluindo a dos fabricantes de caças, de radares e dos usuários.
    Pelo menos nessa o F-18E aparece com um RCS igual ao do Rafale.

  296. Só de curiosidade aí vai uma tabela das muitas que existem na internet sobre o RCS de algumas aeronaves e mísseis.

    Aeronave ——– RCS (m²)

    B-52 ——– 99,5
    F-14 ——– 40-50
    A-10 ——– 25
    F-111 ——– 17
    Tu-160 ——– 15
    B-1A ——– 10
    F-15 ——– 10
    Tornado ——– 8
    Su-27, Mig-23 ——– 6
    Mig-21 ——– 4
    Mirage 2000 ——– 3,3
    Mig-29 ——– 3
    F-16/F/A-18 ——– 1,2
    Typhon, T-38 ——– 1
    B-1B ——– 0,75-1,02
    F/A-18E, Rafale ——– 0,75
    ALCM ——– 0,25
    Exocet,Harpoon ——– 0,1
    Tomahawk ——– 0,05
    SR-71 ——– 0,014
    Pássaro em vôo ——– 0,010
    F-22A ——– 0,0065
    F-35 JSF ——– 0,005
    F-117A ——– 0,003
    B-2 ——– 0,0014
    ACM ——– 0,001

    Tenho pelo menos mais duas com valores diferentes e fontes duvidosas, mas serve como exemplo. Vale salientar que considero duvidosas todas as fontes, incluindo a dos fabricantes de caças, de radares e dos usuários.
    Pelo menos nessa o F-18E aparece com um RCS igual ao do Rafale.

  297. No final das contas a decisão vai er dos políticos que não entendem de nada, então o GRIPEN NG ganha mole essa concorrencia, tendo em vista toda economia que o GRIPEN proporciona, els querem que sobrem verba para continuar desfrutando de suas vantagens

    Abs.

  298. No final das contas a decisão vai er dos políticos que não entendem de nada, então o GRIPEN NG ganha mole essa concorrencia, tendo em vista toda economia que o GRIPEN proporciona, els querem que sobrem verba para continuar desfrutando de suas vantagens

    Abs.

  299. Depois de ver 200 postagens, chego a conclusão que o Exmo Sr Min da Defesa Nelson Jobim, deve obrigar a Força Aérea Brasileira a adquirir o SU-35, sem choro nem vela, sem desculpinhas de logistica, cala a boca e pronto, ou então aplica-se esses recursos na aquisição de Legacy’s para a PF, ou um novo anexo para o Congresso, Copa 2014 ou na Olimpíada 2016. Prá que gastar com esses milicos?
    Minhas desculpas pela postagem anterior, agora tenho convicção que o MD fez a coisa certa, pela grande capacidade que tem, aliada ao seu excelente corpo técnico (vide as grandes aquisições para a MB, que contará brevemente com três espetaculares esquadras).
    Tô fora do Blog, boa noite.

  300. Depois de ver 200 postagens, chego a conclusão que o Exmo Sr Min da Defesa Nelson Jobim, deve obrigar a Força Aérea Brasileira a adquirir o SU-35, sem choro nem vela, sem desculpinhas de logistica, cala a boca e pronto, ou então aplica-se esses recursos na aquisição de Legacy’s para a PF, ou um novo anexo para o Congresso, Copa 2014 ou na Olimpíada 2016. Prá que gastar com esses milicos?
    Minhas desculpas pela postagem anterior, agora tenho convicção que o MD fez a coisa certa, pela grande capacidade que tem, aliada ao seu excelente corpo técnico (vide as grandes aquisições para a MB, que contará brevemente com três espetaculares esquadras).
    Tô fora do Blog, boa noite.

  301. Li sobre a declaração . Informaçoes que tenho dao conta , que isso e apenas para , aumentar a barganha com os americanos . O vencedor sera o sh f18 . Irão nos enviar alguns m2 bradley , helicopteros uh/sh 60 , misseis harpoon , sm 2 para uma quase certo contrato com a hyundai naval ( kdx 2 ).O processo se definar agosto , com pagamento de parte da verba . O Brasil nao tem dinheiro , capacidade tecnica , e know how para participar de um desenvolvimento de caça de geraçao 5 .So seriamos aceitos pela parte financeira . Não podemos dispor de +ou – 7 bi para financiar um projeto .

  302. Li sobre a declaração . Informaçoes que tenho dao conta , que isso e apenas para , aumentar a barganha com os americanos . O vencedor sera o sh f18 . Irão nos enviar alguns m2 bradley , helicopteros uh/sh 60 , misseis harpoon , sm 2 para uma quase certo contrato com a hyundai naval ( kdx 2 ).O processo se definar agosto , com pagamento de parte da verba . O Brasil nao tem dinheiro , capacidade tecnica , e know how para participar de um desenvolvimento de caça de geraçao 5 .So seriamos aceitos pela parte financeira . Não podemos dispor de +ou – 7 bi para financiar um projeto .

  303. Eu não estou entendendo mais nada.Briga de cachorro grande é melhor não meter a colher.Certamente podemos acreditar que os americanos da Lockheed Martin com o F-16 Advanced também pleitearão o mesmo, ou seja estaremos voltando ao ponto inicial. E muito pior, com os lobbies a pleno vapor tumultuando o processo e desenterrando a guerra midiática de 2002-2004, que levou ao adiamento e por fim, o cancelamento definitivo do Projeto F-X em 22 Fevereiro de 2005.

    O mundo pega fogo e eles estão absolutamente no gelo (na Antártida,Min. Jobim e sua trupe).
    Nós nos sentimos arrasados com essa atitude nada convencional, mas temos que entender que todos os lados estão jogando em um tabuleiro muito difícil, tenso e mesmo voraz. Os russos e os americanos estão mais pobres agora na crise, enquanto o Brasil parece estar mais arrumado. Todos querem nos vender e nos acompanhar.

    Movimentos como esse tendem a desarrumar as peças, e certos balanços podem melhorar nossa condição de barganha. Somos os compradores, e todo bom vendedor sabe de cor que o cliente sempre tem razão. Vamos ter muita calma nessa hora e jogar para ganhar!
    Enquanto isso,vamos assistindo essa novela!!!

    sds;

  304. Eu não estou entendendo mais nada.Briga de cachorro grande é melhor não meter a colher.Certamente podemos acreditar que os americanos da Lockheed Martin com o F-16 Advanced também pleitearão o mesmo, ou seja estaremos voltando ao ponto inicial. E muito pior, com os lobbies a pleno vapor tumultuando o processo e desenterrando a guerra midiática de 2002-2004, que levou ao adiamento e por fim, o cancelamento definitivo do Projeto F-X em 22 Fevereiro de 2005.

    O mundo pega fogo e eles estão absolutamente no gelo (na Antártida,Min. Jobim e sua trupe).
    Nós nos sentimos arrasados com essa atitude nada convencional, mas temos que entender que todos os lados estão jogando em um tabuleiro muito difícil, tenso e mesmo voraz. Os russos e os americanos estão mais pobres agora na crise, enquanto o Brasil parece estar mais arrumado. Todos querem nos vender e nos acompanhar.

    Movimentos como esse tendem a desarrumar as peças, e certos balanços podem melhorar nossa condição de barganha. Somos os compradores, e todo bom vendedor sabe de cor que o cliente sempre tem razão. Vamos ter muita calma nessa hora e jogar para ganhar!
    Enquanto isso,vamos assistindo essa novela!!!

    sds;

  305. A parceria com os russos é mais vantajosa, mesmo porque o Brasil já tem uma parceria em andamento com eles, o projeto MARE, para quem não conhece é tecnologia furtiva. Inclusive já tem um profissional formado por eles nesta área, dizem que os russos são os únicos que transferem tecnologia neste setor, e estão muito adiantados.

  306. A parceria com os russos é mais vantajosa, mesmo porque o Brasil já tem uma parceria em andamento com eles, o projeto MARE, para quem não conhece é tecnologia furtiva. Inclusive já tem um profissional formado por eles nesta área, dizem que os russos são os únicos que transferem tecnologia neste setor, e estão muito adiantados.

  307. Caro MARSP,

    O Projeto MARE, bem lembrado. Mas acho que já temos mais que um profissional formado pelos russos, pelo o que eu sei já temos uma pequena equipe trabalhando com materiais absorventes de radiação eletromagnéticas (MARE) no CTA/FAB. E pelo o que foi noticiado, os AMX receberão em sua modernização um tratamento externo com os compostos absorventes de radiação desenvolvidos no CTA, diminuindo em muito seu atual RCS. Segundo informações do CTA:

    “Os materiais absorvedores de radiação eletromagnética possuem aplicações nas faixas de freqüência de 30 MHz a 100 GHz. O MARE do CTA é efetiva acima de 2 GHz e não impede detecção por radares de 500 MHz mais antigos. Mesmo assim é eficaz contra 80-90% dos radares atuais que operam geralmente de 8 a 12 GHz (Banda I/J da OTAN). O MARE pode diminuir o RCS em até 10dB por metro quadrado ou o suficiente para dividir pela metade o alcance de detecção”.

    Acho que vc mesmo já postou uma nota aqui no blog sobre isso, se não estou enganado, não foi?

    abraços

  308. Caro MARSP,

    O Projeto MARE, bem lembrado. Mas acho que já temos mais que um profissional formado pelos russos, pelo o que eu sei já temos uma pequena equipe trabalhando com materiais absorventes de radiação eletromagnéticas (MARE) no CTA/FAB. E pelo o que foi noticiado, os AMX receberão em sua modernização um tratamento externo com os compostos absorventes de radiação desenvolvidos no CTA, diminuindo em muito seu atual RCS. Segundo informações do CTA:

    “Os materiais absorvedores de radiação eletromagnética possuem aplicações nas faixas de freqüência de 30 MHz a 100 GHz. O MARE do CTA é efetiva acima de 2 GHz e não impede detecção por radares de 500 MHz mais antigos. Mesmo assim é eficaz contra 80-90% dos radares atuais que operam geralmente de 8 a 12 GHz (Banda I/J da OTAN). O MARE pode diminuir o RCS em até 10dB por metro quadrado ou o suficiente para dividir pela metade o alcance de detecção”.

    Acho que vc mesmo já postou uma nota aqui no blog sobre isso, se não estou enganado, não foi?

    abraços

  309. Para mim agora deve ser o “Sukhói SU-35” (o preferido) ou então o “Rafale F-3” ( em segundo lugar, caso o SU-35 não venha).

    O Brasil precisa de aéronaves de “alta-tecnologia” e vejo isso no “SU-35”.

  310. Para mim agora deve ser o “Sukhói SU-35” (o preferido) ou então o “Rafale F-3” ( em segundo lugar, caso o SU-35 não venha).

    O Brasil precisa de aéronaves de “alta-tecnologia” e vejo isso no “SU-35”.

  311. Bosco

    O eafale carrega mais armas, voa mais rápido, tem alcance maior e possui outros sistemas de alerta que eu chamava de radar passivo e depois me corrigiram e não lembro o nome, além disso é um caça em desenvolvimento, será o principal caça frances durante muito tempo, os f-18 servirão a marinha dos EUA enquanto eles não tiverem dinheiro para substituí-lo, isso pra mim é um graaande diferença

  312. Bosco

    O eafale carrega mais armas, voa mais rápido, tem alcance maior e possui outros sistemas de alerta que eu chamava de radar passivo e depois me corrigiram e não lembro o nome, além disso é um caça em desenvolvimento, será o principal caça frances durante muito tempo, os f-18 servirão a marinha dos EUA enquanto eles não tiverem dinheiro para substituí-lo, isso pra mim é um graaande diferença

  313. MARLOS BARCELOS

    O “F 18 SUPER HORNET” veio substituir o F14, F18 A/B/C/D. A-6 INTRUNDER, S-3 VIKING E O KA-6D TANKER INTRUNDER em operação pela US Navy. Essa aeronave irá operar juntamente com os F-35 nos próximos 20 anos.

  314. MARLOS BARCELOS

    O “F 18 SUPER HORNET” veio substituir o F14, F18 A/B/C/D. A-6 INTRUNDER, S-3 VIKING E O KA-6D TANKER INTRUNDER em operação pela US Navy. Essa aeronave irá operar juntamente com os F-35 nos próximos 20 anos.

  315. VAI AQUI UMA SUGESTÃO DE LEITURA AOS CAROS AMIGOS PARTICIPANTES DESTE BLOG QUE SÃO FÃ DO CAÇA “RAFALE” MATÉRIA PUBLICADA NO BLOG NAVAL.

    http://www.naval.com.br/blog/?p=302
    http://www.naval.com.br/blog/?p=302

    Quando a Marinha da França enfrentava o problema da substituição dos seus velhos interceptadores F-8E Crusader, por causa do atraso da chegada dos jatos Rafale M, considerou-se a compra ou o leasing do McDonnell-Douglas F/A-18 Hornet, para equipar os navios-aeródromos Foch (atual São Paulo) e Clemenceau.

    Em 1989, o vice-almirante francês Goupil, chefe do estado-maior, afirmou que “só o F/A-18 poderia, já em 1993, dar à nossa aviação embarcada fortes capacidades de defesa, que hoje decrescem a cada dia”.

    Uma delegação da Northrop foi à Paris em 1988, oferecer 40 caças F-18(FN) para a Marine Nationale. Experts e engenheiros da Northrop, em visita ao PA Foch, concluíram que somente algumas modificações precisariam ser feitas para operar o F/A-18, notadamente da catapulta e nos defletores de jatos. Os elevadores e os aparelhos de parada foram considerados compatíveis com o Hornet.

    Teste de compatibilidade foram programados com dois F/A-18 Hornets da VI Frota a bordo do Foch (R99), em agosto de 1989, mas o navio teve que ser docado, interrompendo o processo. Quando o Foch retornou à operação, o Governo francês cancelou o programa, preferindo prolongar a vida útil dos F-8E, através da modernização para o padrão F-8P (Prolongé), até a entrada de serviço do Rafale.

    O interessante dessa história para o Marinha do Brasil, é que o F/A-18 Hornet seria uma opção a ser considerada seriamente para equipar o NAe São Paulo, caso a modernização dos AF-1 Skyhawk seja descartada. E as modificações necessárias para operar o avião já foram feitas, quando o navio foi usado para os testes com o Rafale M, ou seja, a modificação dos defletores e das catapultas, que podem lançar aviões dotados de braçadeiras no trem de pouso, que é o caso do F/A-18.

  316. VAI AQUI UMA SUGESTÃO DE LEITURA AOS CAROS AMIGOS PARTICIPANTES DESTE BLOG QUE SÃO FÃ DO CAÇA “RAFALE” MATÉRIA PUBLICADA NO BLOG NAVAL.

    http://www.naval.com.br/blog/?p=302
    http://www.naval.com.br/blog/?p=302

    Quando a Marinha da França enfrentava o problema da substituição dos seus velhos interceptadores F-8E Crusader, por causa do atraso da chegada dos jatos Rafale M, considerou-se a compra ou o leasing do McDonnell-Douglas F/A-18 Hornet, para equipar os navios-aeródromos Foch (atual São Paulo) e Clemenceau.

    Em 1989, o vice-almirante francês Goupil, chefe do estado-maior, afirmou que “só o F/A-18 poderia, já em 1993, dar à nossa aviação embarcada fortes capacidades de defesa, que hoje decrescem a cada dia”.

    Uma delegação da Northrop foi à Paris em 1988, oferecer 40 caças F-18(FN) para a Marine Nationale. Experts e engenheiros da Northrop, em visita ao PA Foch, concluíram que somente algumas modificações precisariam ser feitas para operar o F/A-18, notadamente da catapulta e nos defletores de jatos. Os elevadores e os aparelhos de parada foram considerados compatíveis com o Hornet.

    Teste de compatibilidade foram programados com dois F/A-18 Hornets da VI Frota a bordo do Foch (R99), em agosto de 1989, mas o navio teve que ser docado, interrompendo o processo. Quando o Foch retornou à operação, o Governo francês cancelou o programa, preferindo prolongar a vida útil dos F-8E, através da modernização para o padrão F-8P (Prolongé), até a entrada de serviço do Rafale.

    O interessante dessa história para o Marinha do Brasil, é que o F/A-18 Hornet seria uma opção a ser considerada seriamente para equipar o NAe São Paulo, caso a modernização dos AF-1 Skyhawk seja descartada. E as modificações necessárias para operar o avião já foram feitas, quando o navio foi usado para os testes com o Rafale M, ou seja, a modificação dos defletores e das catapultas, que podem lançar aviões dotados de braçadeiras no trem de pouso, que é o caso do F/A-18.

  317. Hornet,

    Sim já tinha postado algumas matérias sobre o projeto MARE, esse ultimo link não ainda, é uma noticia mais atualizada, final de 2008. Inclusive na atual modernização dos AMX, alem de atualizações de aviônicos, etc… pouca gente sabe também estão incluído características furtivas pelo projeto MARE.

    Obrigado pelas observações, gostaria aqui aproveitando parabenizá-lo por esse e vários comentários que já postou, sem duvida são os mais coerentes neste BLOG, sem querer desmerecer os demais.

    Abraços.

  318. Hornet,

    Sim já tinha postado algumas matérias sobre o projeto MARE, esse ultimo link não ainda, é uma noticia mais atualizada, final de 2008. Inclusive na atual modernização dos AMX, alem de atualizações de aviônicos, etc… pouca gente sabe também estão incluído características furtivas pelo projeto MARE.

    Obrigado pelas observações, gostaria aqui aproveitando parabenizá-lo por esse e vários comentários que já postou, sem duvida são os mais coerentes neste BLOG, sem querer desmerecer os demais.

    Abraços.

  319. Os “Dassault Rafale F-3” e o “Sukhói SU-35” seriam as ideais aéronaves que o Brasil precisava, pois são projetos mais novos e mais modernos e futuramente até podendo aumentar seu poder de fogo.

    Os “Boing F-18 Super Hornet” são bons aviões, mas eles já estão ficando um pouco mais antigo e também serão substituidos pelos “F-35”, e sendo assim não sei se seria interessante para o Brasil. Além de que os EUA poderiam controlar o fornecimento de armamentos para o Brasil. Pois os Americanos gostam de controlar tudo e só pensam neles.

    O Brasil precisa de projetos mais novos e que não tenham problemas no futuro.

  320. Os “Dassault Rafale F-3” e o “Sukhói SU-35” seriam as ideais aéronaves que o Brasil precisava, pois são projetos mais novos e mais modernos e futuramente até podendo aumentar seu poder de fogo.

    Os “Boing F-18 Super Hornet” são bons aviões, mas eles já estão ficando um pouco mais antigo e também serão substituidos pelos “F-35”, e sendo assim não sei se seria interessante para o Brasil. Além de que os EUA poderiam controlar o fornecimento de armamentos para o Brasil. Pois os Americanos gostam de controlar tudo e só pensam neles.

    O Brasil precisa de projetos mais novos e que não tenham problemas no futuro.

  321. Tem gente que gosta mesmo de Americanos.
    Será que eles não sabem que os Americanos gostam de controlar e mandar em tudo, e se puder gostam de prejudicar os paises emergentes.
    Nunca vi os americanos tratarem os paises pobres com dignidade, e que eu vejo é só a tentativa de invadir o Iraque e tomar o Petrólio deles. E tentar tirar o que é dos outros.
    Não tenho nada contra os Americanos, mas infelismente eles são assim.

  322. Tem gente que gosta mesmo de Americanos.
    Será que eles não sabem que os Americanos gostam de controlar e mandar em tudo, e se puder gostam de prejudicar os paises emergentes.
    Nunca vi os americanos tratarem os paises pobres com dignidade, e que eu vejo é só a tentativa de invadir o Iraque e tomar o Petrólio deles. E tentar tirar o que é dos outros.
    Não tenho nada contra os Americanos, mas infelismente eles são assim.

  323. Os “Dassault Rafale F-3″ e o “Sukhói SU-35″ seriam as ideais aéronaves que o Brasil precisava, pois são projetos mais novos e mais modernos e futuramente até podendo aumentar seu poder de fogo.

  324. Os “Dassault Rafale F-3″ e o “Sukhói SU-35″ seriam as ideais aéronaves que o Brasil precisava, pois são projetos mais novos e mais modernos e futuramente até podendo aumentar seu poder de fogo.

  325. É interessante ver as reações de algumas pessoas quanto ao fator “decisão poítica”. Os que criticaram (alguns até ofenderam) as opções para a fase final do projeto F-X2 (principalmente pela retirada do SU-35) agora são só elogios. Já para os apoiavam a “decisão técnica”, agoram estão até com vergonha do país.

    Em qualquer país, inclusives os ditos sérios, o fator político quase sempre predominam, pois vejamos:

    USA: Após a USAF considerar que a melhor opção para compra dos aviões reabastecedores era a proposta da EADS, o Congresso e Governo interviram e cancelaram o projeto a pedido da BOEING. Estão errados??

    Espanha: Após participar junto com a França, no projeto dos subs Scorpene, roperam o contrato e apresentam ao mercado o mesmo sub, com nome diferente mas equipamentos eletrônicos americanos e espanhol. De quem foi a culpa??

    França: Após seus helis estarem fora das opções da FAB para a compra de 12 helis médios, apresentou nova proposta diretamente ao Governo e ganhou a venda de 50 helis a serem fabricados ou montados no Brasil. Foi vantajoso para as Forças armadas e para o país???

    Suecos: Estão sempre forçando a venda de seus Gripens para os países Europeus que optaram pelo F35. É ético??

    Brasil: Após definir pela proposta dos alemães para a modernização e construção de subs, cancelou tudo e optou pela francesa em virtude da transferência de tecnologia para o sub nuclear. Foi mais vantajoso a Marinha e para o país?

    Como vimos, fora os casos de suborno, que não são poucos, este tipo de decisão é normal e considerado até justo.

    Ainda não podemos condenar ou absolver nimguém, pois acredito que só estamos no início do segundo tempo do jogo. Aguardemos quem ficará com o papel de cordeiro, lobo ou bobo.

    Abraços a todos.

  326. É interessante ver as reações de algumas pessoas quanto ao fator “decisão poítica”. Os que criticaram (alguns até ofenderam) as opções para a fase final do projeto F-X2 (principalmente pela retirada do SU-35) agora são só elogios. Já para os apoiavam a “decisão técnica”, agoram estão até com vergonha do país.

    Em qualquer país, inclusives os ditos sérios, o fator político quase sempre predominam, pois vejamos:

    USA: Após a USAF considerar que a melhor opção para compra dos aviões reabastecedores era a proposta da EADS, o Congresso e Governo interviram e cancelaram o projeto a pedido da BOEING. Estão errados??

    Espanha: Após participar junto com a França, no projeto dos subs Scorpene, roperam o contrato e apresentam ao mercado o mesmo sub, com nome diferente mas equipamentos eletrônicos americanos e espanhol. De quem foi a culpa??

    França: Após seus helis estarem fora das opções da FAB para a compra de 12 helis médios, apresentou nova proposta diretamente ao Governo e ganhou a venda de 50 helis a serem fabricados ou montados no Brasil. Foi vantajoso para as Forças armadas e para o país???

    Suecos: Estão sempre forçando a venda de seus Gripens para os países Europeus que optaram pelo F35. É ético??

    Brasil: Após definir pela proposta dos alemães para a modernização e construção de subs, cancelou tudo e optou pela francesa em virtude da transferência de tecnologia para o sub nuclear. Foi mais vantajoso a Marinha e para o país?

    Como vimos, fora os casos de suborno, que não são poucos, este tipo de decisão é normal e considerado até justo.

    Ainda não podemos condenar ou absolver nimguém, pois acredito que só estamos no início do segundo tempo do jogo. Aguardemos quem ficará com o papel de cordeiro, lobo ou bobo.

    Abraços a todos.

  327. Com todo repeito.
    Tem gente que gosta mesmo de Americanos.
    Será que eles não sabem que os Americanos gostam de controlar e mandar em tudo, e se puder gostam de prejudicar os paises emergentes.
    Nunca vi os americanos tratarem os paises pobres com dignidade, e que eu vejo é só a tentativa de invadir o Iraque e tomar o Petrólio deles. E tentar tirar o que é dos outros.
    Não tenho nada contra os Americanos, mas infelismente eles são assim.

    Pensem bem.

  328. Com todo repeito.
    Tem gente que gosta mesmo de Americanos.
    Será que eles não sabem que os Americanos gostam de controlar e mandar em tudo, e se puder gostam de prejudicar os paises emergentes.
    Nunca vi os americanos tratarem os paises pobres com dignidade, e que eu vejo é só a tentativa de invadir o Iraque e tomar o Petrólio deles. E tentar tirar o que é dos outros.
    Não tenho nada contra os Americanos, mas infelismente eles são assim.

    Pensem bem.

  329. Muito interessante a lista de RCS do colega Bosco.
    Pena que hoje com sistemas do tipo S400 russos (testados e aprovados, já operantes nos arredores de Moscou) você pode ter um RCS de 0,002 que vai ser abatido voando a 3000 km/h e 37 mil metros de altitude, a mais de 300 km antes de chegar no seu alvo….
    Assim, face a especialização dos sistemas anti-aéreos (penso que deveríamos adquirir no mínimo algumas dezenas de baterias de S300 russos se queremos pensar em defesa aerea à médio prazo, para ação conjunta com o vetor, ou vetores, do FX2) continuo apontando o SU 35 BM como melhor opção de compra direta ao Brasil, já que ele voltou ao páreo.
    Maior capacidade de carga, maior alcance (tudo isso já na versão atual do SU 35, não na BM), preço mais vantajoso, partici´pação do PAK-FA (US$ 4 bi pro Brasil que dá R$ 150 bi pro BNDEs “reforçar o caixa dos cumpadis” é troco de pinga), acesso a outros meios reconhecidamente eficientes, como os sistemas anti aereos citados e apoio no ICMB, digo, VLS, fora opções de compra tentadoras como o SU 32 FN para a defesa da amazônia azul…
    Porém nada impede que o Brasil também adquira um dos vetores “finalistas” deste teatro de bonecos chamado FX2.
    Como já disse anteriormente, o Brasil é continental, não pode confiar sua defesa unicamente a um vetor (peso médio ligeiro) como os Rafales F3 (que ainda não existem e só usam armas francesas) ou os F18 F (que nem de longe é um projeto “no estado da arte” americano – esses são o F35 e o F22), ou a um vetor “peso pena” como o Grippen Ng (que ainda é demonstrador de tecnologia, que tem supercruise quando desarmado e que não provou de fato os 40% a mais de alcance…).
    Precisamos de vetores “com mais punch” se queremos a superioridade aerea incontestável sobre nossas cabeças.
    Só o vetor SU35 BM nos números iniciais de 36-40 já nos daria uma garantia maior que quaisquer dos “finalistas FX2” em um mesmo número, agora se viessem acompanhados de uns 30-40 grippens (para um total futuro de 120 do FX2 (GRIPPENS) mais umas quatro ou cinco dezenas de SU35BM a serem somadas as 30-40 unidades russas já adquiridas…) formando um sistema Hi-lo (de dar inveja a australianos, espanhois, italianos e até franceses) ninguém iria reclamar…..

  330. Muito interessante a lista de RCS do colega Bosco.
    Pena que hoje com sistemas do tipo S400 russos (testados e aprovados, já operantes nos arredores de Moscou) você pode ter um RCS de 0,002 que vai ser abatido voando a 3000 km/h e 37 mil metros de altitude, a mais de 300 km antes de chegar no seu alvo….
    Assim, face a especialização dos sistemas anti-aéreos (penso que deveríamos adquirir no mínimo algumas dezenas de baterias de S300 russos se queremos pensar em defesa aerea à médio prazo, para ação conjunta com o vetor, ou vetores, do FX2) continuo apontando o SU 35 BM como melhor opção de compra direta ao Brasil, já que ele voltou ao páreo.
    Maior capacidade de carga, maior alcance (tudo isso já na versão atual do SU 35, não na BM), preço mais vantajoso, partici´pação do PAK-FA (US$ 4 bi pro Brasil que dá R$ 150 bi pro BNDEs “reforçar o caixa dos cumpadis” é troco de pinga), acesso a outros meios reconhecidamente eficientes, como os sistemas anti aereos citados e apoio no ICMB, digo, VLS, fora opções de compra tentadoras como o SU 32 FN para a defesa da amazônia azul…
    Porém nada impede que o Brasil também adquira um dos vetores “finalistas” deste teatro de bonecos chamado FX2.
    Como já disse anteriormente, o Brasil é continental, não pode confiar sua defesa unicamente a um vetor (peso médio ligeiro) como os Rafales F3 (que ainda não existem e só usam armas francesas) ou os F18 F (que nem de longe é um projeto “no estado da arte” americano – esses são o F35 e o F22), ou a um vetor “peso pena” como o Grippen Ng (que ainda é demonstrador de tecnologia, que tem supercruise quando desarmado e que não provou de fato os 40% a mais de alcance…).
    Precisamos de vetores “com mais punch” se queremos a superioridade aerea incontestável sobre nossas cabeças.
    Só o vetor SU35 BM nos números iniciais de 36-40 já nos daria uma garantia maior que quaisquer dos “finalistas FX2” em um mesmo número, agora se viessem acompanhados de uns 30-40 grippens (para um total futuro de 120 do FX2 (GRIPPENS) mais umas quatro ou cinco dezenas de SU35BM a serem somadas as 30-40 unidades russas já adquiridas…) formando um sistema Hi-lo (de dar inveja a australianos, espanhois, italianos e até franceses) ninguém iria reclamar…..

  331. Edmar

    OS “SU_35” É PROJETO NOVO??? PARA MIM NÃO PASSA DE UM “SU_27” SEM CANARDS E COM AVIONICA ATUALIZADA. PROJETO NOVO MESMO SÓ O RAFALE.

  332. Edmar

    OS “SU_35” É PROJETO NOVO??? PARA MIM NÃO PASSA DE UM “SU_27” SEM CANARDS E COM AVIONICA ATUALIZADA. PROJETO NOVO MESMO SÓ O RAFALE.

  333. Quem é que está falando que o SU-35 não é um projeto novo?
    Que eu saiba o SU-35 é um projeto mais novo que o F-18 S H.
    Que eu saiba o SU-35 tem um excelente radar e seu raio de ação é superior a do F-18 S H. Aliás em testes simulados o SU-35 abateu o chamado poderoso F-35 e só apenas perdeu para o F-22 Raptor.
    Como já disseram para o Brasil tem que ser SU-35, ou o Rafale F-3, ou algum outro caça Europeu.
    Evandro, pesquise, pesquise e pare de dizer o que não sabe.
    Não que eu estou sendo chato, mas pesquise.

  334. Quem é que está falando que o SU-35 não é um projeto novo?
    Que eu saiba o SU-35 é um projeto mais novo que o F-18 S H.
    Que eu saiba o SU-35 tem um excelente radar e seu raio de ação é superior a do F-18 S H. Aliás em testes simulados o SU-35 abateu o chamado poderoso F-35 e só apenas perdeu para o F-22 Raptor.
    Como já disseram para o Brasil tem que ser SU-35, ou o Rafale F-3, ou algum outro caça Europeu.
    Evandro, pesquise, pesquise e pare de dizer o que não sabe.
    Não que eu estou sendo chato, mas pesquise.

  335. Evandro, o SU-35 se parece com o SU-27, mas na verdade eles são diferentes em tamanho e aerodinamica também é diferente “shape”, ao meu ver o SU-35 tem mais diferenças, neste sentido, com o SU-27 do que o Hornet para o SH.

    Abraço
    Francisco

  336. Evandro, o SU-35 se parece com o SU-27, mas na verdade eles são diferentes em tamanho e aerodinamica também é diferente “shape”, ao meu ver o SU-35 tem mais diferenças, neste sentido, com o SU-27 do que o Hornet para o SH.

    Abraço
    Francisco

  337. Amigo Evandro, preste atenção.
    Quem é que está falando que o SU-35 não é um projeto novo?
    Que eu saiba o SU-35 é um projeto mais novo que o F-18 S H.
    Que eu saiba o SU-35 tem um excelente radar e seu raio de ação é superior a do F-18 S H. Aliás em testes simulados o SU-35 abateu o chamado poderoso F-35 e só apenas perdeu para o F-22 Raptor.
    Como já disseram para o Brasil tem que ser SU-35, ou o Rafale F-3, ou algum outro caça Europeu.
    Evandro, pesquise, pesquise e pare de dizer o que não sabe.
    Não que eu estou sendo chato, mas pesquise.
    Abraço
    Joca.

  338. Amigo Evandro, preste atenção.
    Quem é que está falando que o SU-35 não é um projeto novo?
    Que eu saiba o SU-35 é um projeto mais novo que o F-18 S H.
    Que eu saiba o SU-35 tem um excelente radar e seu raio de ação é superior a do F-18 S H. Aliás em testes simulados o SU-35 abateu o chamado poderoso F-35 e só apenas perdeu para o F-22 Raptor.
    Como já disseram para o Brasil tem que ser SU-35, ou o Rafale F-3, ou algum outro caça Europeu.
    Evandro, pesquise, pesquise e pare de dizer o que não sabe.
    Não que eu estou sendo chato, mas pesquise.
    Abraço
    Joca.

  339. Pedro,
    os americanos pensam diferente sobre o sistema S-400.
    Na cabeça deles um F-22 pode se aproximar o suficiente de um e lançar duas JDAM (alcance de 30 km) de 10.000 metros que os operadores do míssil não iriam ter nem idéia do que os atingiu.
    Por via das dúvidas tem as SDBs que possuem um alcance de 120 km quando disparadas de grande altitude em velocidade supersônica e que um F-22 leva 8 internamente sem comprometer sua furtividade.
    S-400 detectando, rastreando, engajando e acertando um F-22 ou um F-35 a 300 km pra mim também é novidade.

  340. Pedro,
    os americanos pensam diferente sobre o sistema S-400.
    Na cabeça deles um F-22 pode se aproximar o suficiente de um e lançar duas JDAM (alcance de 30 km) de 10.000 metros que os operadores do míssil não iriam ter nem idéia do que os atingiu.
    Por via das dúvidas tem as SDBs que possuem um alcance de 120 km quando disparadas de grande altitude em velocidade supersônica e que um F-22 leva 8 internamente sem comprometer sua furtividade.
    S-400 detectando, rastreando, engajando e acertando um F-22 ou um F-35 a 300 km pra mim também é novidade.

  341. evandro

    O f-18 vai continuar a servir nos porta-avioes por muitos anos, em torno de 20, mas deixarão de serem fabricados, serão fabricados os f-35, logo,logo, ficarão obsoletos, só vão ficar esses 20 anos porque o projeto do f-35 atrasou e a capacidade de produção do f-35 não será o suficiente para substituir os f-16, f-18 e a-10 rapidamente, tanto assim que serão revitalizados os a-10 e os f-18 terão sua vida alongada, então os EUA só ficarão com os f-18 porque é o jeito e não por opção, é este tipo de caça que será a nossa principal linha de defesa aérea? espero que não.

  342. evandro

    O f-18 vai continuar a servir nos porta-avioes por muitos anos, em torno de 20, mas deixarão de serem fabricados, serão fabricados os f-35, logo,logo, ficarão obsoletos, só vão ficar esses 20 anos porque o projeto do f-35 atrasou e a capacidade de produção do f-35 não será o suficiente para substituir os f-16, f-18 e a-10 rapidamente, tanto assim que serão revitalizados os a-10 e os f-18 terão sua vida alongada, então os EUA só ficarão com os f-18 porque é o jeito e não por opção, é este tipo de caça que será a nossa principal linha de defesa aérea? espero que não.

  343. Amigo Evandro, preste atenção.
    Quem é que está falando que o SU-35 não é um projeto novo?
    Que eu saiba o SU-35 é um projeto mais novo que o F-18 S H.
    Que eu saiba o SU-35 tem um excelente radar e seu raio de ação é superior a do F-18 S H. Aliás em testes simulados o SU-35 abateu o chamado poderoso F-35 e só apenas perdeu para o F-22 Raptor.
    Como já disseram para o Brasil tem que ser SU-35, ou o Rafale F-3, ou algum outro caça Europeu.

  344. Amigo Evandro, preste atenção.
    Quem é que está falando que o SU-35 não é um projeto novo?
    Que eu saiba o SU-35 é um projeto mais novo que o F-18 S H.
    Que eu saiba o SU-35 tem um excelente radar e seu raio de ação é superior a do F-18 S H. Aliás em testes simulados o SU-35 abateu o chamado poderoso F-35 e só apenas perdeu para o F-22 Raptor.
    Como já disseram para o Brasil tem que ser SU-35, ou o Rafale F-3, ou algum outro caça Europeu.

  345. Joca

    concoredo plenamente com você, acho até interessante termos um caça russo, manutenção diferente(mais cara), outra maneira de se construir um caça, tecnologia diferente, temos muito a aprender

  346. Joca

    concoredo plenamente com você, acho até interessante termos um caça russo, manutenção diferente(mais cara), outra maneira de se construir um caça, tecnologia diferente, temos muito a aprender

  347. Caros Amigos.:

    Sei que eu não tenho tanto conhecimento, mas eu pesquisei pela Internet, li revistas, e pesquisei mais…

    Que deu para mim entender é que o “Sukhói SU-35” é um excelente avião, respondendo todos os requisitos da FAB.
    Agora estão falando que o “Rafale F-3” está ficando quase pronto e a “Dassault” garante que este avião foi introduzido alta-tecnologia, principalmente no seu novo radar.

    Agora o interesse parece que é apenas na transferencia de tecnologia, mas será, será, que algum país vai dar de mão beijada…

  348. Caros Amigos.:

    Sei que eu não tenho tanto conhecimento, mas eu pesquisei pela Internet, li revistas, e pesquisei mais…

    Que deu para mim entender é que o “Sukhói SU-35” é um excelente avião, respondendo todos os requisitos da FAB.
    Agora estão falando que o “Rafale F-3” está ficando quase pronto e a “Dassault” garante que este avião foi introduzido alta-tecnologia, principalmente no seu novo radar.

    Agora o interesse parece que é apenas na transferencia de tecnologia, mas será, será, que algum país vai dar de mão beijada…

  349. Prá quem não sabe,o IAE(Instituto de Aeronáutica e Espaço)criado em 1941,tem como incumb~encias as atividades de pesquisa e desenvolvimento no campo aeroespacial,com especial ênfase nas áres de sistemas aeronáuticos e bélicos,foguetes e sondagem,ciências atmosféricas,ensaios em voo e de componentes aeroespaciais,,contando para isto com ampla gama de laboratórios.Paralelamente ao desenvolvimento de lançadores e foguetes,o IAE desenvolve tecnologias associadas que tem por finalidade apoiar a execução de projetos de veículos espaciais,consideradas estratégicas como:MATERIAS ABSORVEDORES DE RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA(MARE)materias absorvedores de radiação eletromagnética base de nanoferritas para aplicações em aeronaves;PLATAFORMA DE MICROGRAVIDADE;COMPUTADOR DE BORDO NACIONAL;SISTEMA DE NAVEGAÇÃO INERCIAL;PROPULSÃO LÍQUIDA;MOTORES BOBINADOS,MATERIAS COMPÓSITOS;SATÉLITE ARTIFICIAL DE REENTRADA ATMOSFÉRICA-SARA;SENSORES DE RADIAÇÃO INFRA-RED(SINFRA);MATERIAIS RESISTENTES AO IMPACTO BALÍSTICO(MARIMBA);TECNOLOGIA DE FABRICAÇÃO E ANÁLISE DE FALHAS EM MATERIAIS COMPÓSITOS TERMOESTRUTURAIS;VEÍCULO AÉREO NÃO TRIPULADO(VANT); SISTEMA DE GUIAMENTO POR GPS;MOTOR AERONÁUTICO À ALCOOL E MOTOR AERONÁUTICO FLEX;MÍSSIL ANTI-RADIAÇÃO (MAR-1).
    Alguns dos projetos citados já estão prontos ou em fase de desenvolvimento,como o MARE,o míssil MAR-1 e outros.Se fosse explicar cada um deles iria se formar uma lista intensa,mas é mais pra se ter uma idéia dos projetos que estão em desenvolvimento no Brasil.

    Fonte:T&D Ano 23 nº 107

    sds.

  350. Prá quem não sabe,o IAE(Instituto de Aeronáutica e Espaço)criado em 1941,tem como incumb~encias as atividades de pesquisa e desenvolvimento no campo aeroespacial,com especial ênfase nas áres de sistemas aeronáuticos e bélicos,foguetes e sondagem,ciências atmosféricas,ensaios em voo e de componentes aeroespaciais,,contando para isto com ampla gama de laboratórios.Paralelamente ao desenvolvimento de lançadores e foguetes,o IAE desenvolve tecnologias associadas que tem por finalidade apoiar a execução de projetos de veículos espaciais,consideradas estratégicas como:MATERIAS ABSORVEDORES DE RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA(MARE)materias absorvedores de radiação eletromagnética base de nanoferritas para aplicações em aeronaves;PLATAFORMA DE MICROGRAVIDADE;COMPUTADOR DE BORDO NACIONAL;SISTEMA DE NAVEGAÇÃO INERCIAL;PROPULSÃO LÍQUIDA;MOTORES BOBINADOS,MATERIAS COMPÓSITOS;SATÉLITE ARTIFICIAL DE REENTRADA ATMOSFÉRICA-SARA;SENSORES DE RADIAÇÃO INFRA-RED(SINFRA);MATERIAIS RESISTENTES AO IMPACTO BALÍSTICO(MARIMBA);TECNOLOGIA DE FABRICAÇÃO E ANÁLISE DE FALHAS EM MATERIAIS COMPÓSITOS TERMOESTRUTURAIS;VEÍCULO AÉREO NÃO TRIPULADO(VANT); SISTEMA DE GUIAMENTO POR GPS;MOTOR AERONÁUTICO À ALCOOL E MOTOR AERONÁUTICO FLEX;MÍSSIL ANTI-RADIAÇÃO (MAR-1).
    Alguns dos projetos citados já estão prontos ou em fase de desenvolvimento,como o MARE,o míssil MAR-1 e outros.Se fosse explicar cada um deles iria se formar uma lista intensa,mas é mais pra se ter uma idéia dos projetos que estão em desenvolvimento no Brasil.

    Fonte:T&D Ano 23 nº 107

    sds.

  351. Bem na hipótese extrema de termos o SU-35BM como “vencedor” da disputa creio que este link parece ser bastante interessante em informações que cita até capacidades supercruise:

    ” Powerplant :

    Engines that were planned for T-10BM are Saturn AL-41F1, with supercruise capability, rated at 15 metric tons of thrust each. This family of engines will power PAK-FA too, and are going to power Su-34 Fullback long range strike aircraft. The AL-41 series was built to feed power-hungry aircraft such as MiG’s MFI (1.42/1.44), and S-37/Su-47 Berkut. It was stated that first versions of these engines powered the MFI, but, recent statements from NPO Saturn pointed out, that engines won’t be ready for the first preproduction versions of PAK-FA. Thus, it’s viable to concur that Su-35BM won’t have it’s first flight with AL-41F1. To note : the MFI has flown on AL-31’s, while the Berkut was fitted with D-30F-6 engines, powerplant from MiG-31.”

    http://www.aviapedia.com/fighters/su-35bmt-10bm-the-last-flanker

    (Meio que desisti de discutir sobre o FX2 ..agora fica na torcida de assinarem logo esse contrato antes do ano eleitoral de 2010…)

  352. Bem na hipótese extrema de termos o SU-35BM como “vencedor” da disputa creio que este link parece ser bastante interessante em informações que cita até capacidades supercruise:

    ” Powerplant :

    Engines that were planned for T-10BM are Saturn AL-41F1, with supercruise capability, rated at 15 metric tons of thrust each. This family of engines will power PAK-FA too, and are going to power Su-34 Fullback long range strike aircraft. The AL-41 series was built to feed power-hungry aircraft such as MiG’s MFI (1.42/1.44), and S-37/Su-47 Berkut. It was stated that first versions of these engines powered the MFI, but, recent statements from NPO Saturn pointed out, that engines won’t be ready for the first preproduction versions of PAK-FA. Thus, it’s viable to concur that Su-35BM won’t have it’s first flight with AL-41F1. To note : the MFI has flown on AL-31’s, while the Berkut was fitted with D-30F-6 engines, powerplant from MiG-31.”

    http://www.aviapedia.com/fighters/su-35bmt-10bm-the-last-flanker

    (Meio que desisti de discutir sobre o FX2 ..agora fica na torcida de assinarem logo esse contrato antes do ano eleitoral de 2010…)

  353. Na época do FX1 piloto brasileiro foi até a Russia para avaliar o su-35. Veja abaixo parte da entrevista concedida a Radio Russa sobre o que ele achou do avião.

    Rádio Voz da Rússia: Conseguiram cumprir todas as tarefas estabelecidas? E o que é necessário ser feito para um estudo mais detalhado, digamos, do Sukhoi?

    Piloto de testes Coronel Airton Manoel Rodrigues ”

    – Absolutamente! Olha, uma máquina, um complexo como o Sukhoi-35, não é um complexo simples. Então não se pretende, e a própria equipe me disse isso, em uma viagem de cinco dias, cinco ou seis vôos, não se pretende avaliar a máquina em todos os parâmetros, em todos os aspectos, precisaria muito mais tempo do que isso, muito mais vôos. O que foi feito duma maneira muito inteligente pela nossa equipe com plena cooperação, dos altamente competentes técnicos e pilotos da Sukhoi, foram de examinar alguns pontos característicos, cujos dados nós conhecíamos pelos catálogos e documentação, que nos foram fornecidos, fazer uma constatação e voar na máquina, voar, ver, sentir realmente o que se passa. É bem diferente você olhar um catálogo e voar no avião. Eu diria que a missão foi completada com sucesso, eu parabenizo a equipe que veio, agradeço e fico muito adimirado com a recepção e com as facilidades extendidas, a boa vontade e realmente parabenizo a Rússia pela produção tecnológica de tal avião.”

  354. Na época do FX1 piloto brasileiro foi até a Russia para avaliar o su-35. Veja abaixo parte da entrevista concedida a Radio Russa sobre o que ele achou do avião.

    Rádio Voz da Rússia: Conseguiram cumprir todas as tarefas estabelecidas? E o que é necessário ser feito para um estudo mais detalhado, digamos, do Sukhoi?

    Piloto de testes Coronel Airton Manoel Rodrigues ”

    – Absolutamente! Olha, uma máquina, um complexo como o Sukhoi-35, não é um complexo simples. Então não se pretende, e a própria equipe me disse isso, em uma viagem de cinco dias, cinco ou seis vôos, não se pretende avaliar a máquina em todos os parâmetros, em todos os aspectos, precisaria muito mais tempo do que isso, muito mais vôos. O que foi feito duma maneira muito inteligente pela nossa equipe com plena cooperação, dos altamente competentes técnicos e pilotos da Sukhoi, foram de examinar alguns pontos característicos, cujos dados nós conhecíamos pelos catálogos e documentação, que nos foram fornecidos, fazer uma constatação e voar na máquina, voar, ver, sentir realmente o que se passa. É bem diferente você olhar um catálogo e voar no avião. Eu diria que a missão foi completada com sucesso, eu parabenizo a equipe que veio, agradeço e fico muito adimirado com a recepção e com as facilidades extendidas, a boa vontade e realmente parabenizo a Rússia pela produção tecnológica de tal avião.”

  355. Alguém (não me lembro) disse, que o MD Jobim, “soltou” essa informação para ter melhor “barganha” com os americanos… não duvido…

    Um outro alguém comentou : – “este jogo é só pra cachorro grande… estamos negociando como Lobos ou Bobos ? (interessante)

    Pode ter acontecido um “acordo” entre os concorrentes (short-list), de não transf de tecno no RFP entregue à FAB, se aconteceu, a re-inclusão do SU-35BM tá explicada… aí sou obrigado a reconhecer o Jobim está jogando como LOBO…

    Caro Joca, vc postou tantas vezes a mesma afirmação que me senti impelido a te responder : –

    O SU-35 é um projeto de 1.991 (voo do 1º protótipo), os Russos “alardeavam” misérias sobre seu novo caça… não vingou… foi o maior mico, não tendo vendido a nenhum país…. projeto desativado em 1996 e retomado em 2002… agora como SU-35BM…PESQUISE !

    SH é um projeto mais recente começou operar em 1.998… porém o que está sendo oferecido ao Brasil é o Block II… mais avançado que seu predecessor, já com radar AESA… iniciou operação em 2006…

    O mencionado radar fantástico do SU-35BM mencionado por vc é ESA, altamente dependente de grande emissão de energia, fato que faz do SU praticamente um “Arvore de Natal” nos radares inimigos… portanto o SH é um projeto mais novo, melhor que os Sus.

    Forte Abraço
    Kaleu

  356. Alguém (não me lembro) disse, que o MD Jobim, “soltou” essa informação para ter melhor “barganha” com os americanos… não duvido…

    Um outro alguém comentou : – “este jogo é só pra cachorro grande… estamos negociando como Lobos ou Bobos ? (interessante)

    Pode ter acontecido um “acordo” entre os concorrentes (short-list), de não transf de tecno no RFP entregue à FAB, se aconteceu, a re-inclusão do SU-35BM tá explicada… aí sou obrigado a reconhecer o Jobim está jogando como LOBO…

    Caro Joca, vc postou tantas vezes a mesma afirmação que me senti impelido a te responder : –

    O SU-35 é um projeto de 1.991 (voo do 1º protótipo), os Russos “alardeavam” misérias sobre seu novo caça… não vingou… foi o maior mico, não tendo vendido a nenhum país…. projeto desativado em 1996 e retomado em 2002… agora como SU-35BM…PESQUISE !

    SH é um projeto mais recente começou operar em 1.998… porém o que está sendo oferecido ao Brasil é o Block II… mais avançado que seu predecessor, já com radar AESA… iniciou operação em 2006…

    O mencionado radar fantástico do SU-35BM mencionado por vc é ESA, altamente dependente de grande emissão de energia, fato que faz do SU praticamente um “Arvore de Natal” nos radares inimigos… portanto o SH é um projeto mais novo, melhor que os Sus.

    Forte Abraço
    Kaleu

  357. Reminiscências…

    1 – Todo avião “antigo” quando fabricados em novas versões geralmente aumentam (F18, Mig29) ou diminuem (Mirage2000, Su35BM) de tamanho, só para citar alguns exemplos.

    2 – Todo avião “antigo” quando “relançado/modernizado em novas versões” são construidos com materias mais modernos e portanto adquirem RCS menores que seus antecessores. TODOS.

    3 – TRANFERÊNCIA DE TECNOLOGIA. Me desculpem a franqueza: Só mesmo um INOCENTE não acreditaria em transferência de tecnologia. Se fosse assim, até hoje estaríamos fabricando BANDEIRANTES ao invés dos ERJ’s… ou vocês acham que eles nasceram/foram projetados por “pura imaginação”? Francamente… Este assunto já se esgotou e ainda hà aqueles que insistem nisso. Esperem e verão. Aí, quero ver quais as justificativas no final…

    4 – Quando ganhamos o JPATS e o AGS (perdemos políticamente e isso é fato comprovado pois nenhum ganhador é superior ao A29 e ao ERJ145), por pressão de fabricantes e políticos não levamos. Não sei o que tem de mais o Su35BM e o Typhoon entrar na concorrência. Já passou pela cabeça dos senhores que ao abrir a proposta dos 03 finalistas – F18, Rafale e Gripen – os mesmos não ofereceram tudo o que o RFP pediu ou não foi suficiente para a FAB e o MD?

    5 – Se “eles” podem REVER uma concorrência, por que nós não podemos? Afinal, Dinamarca, Holanda, Bélgica e Noruega estão REAVALIANDO a aquisição de compromissos já assumidos com o F-35, visto que este avião só tem estourados os custos/prazos e entrará em serviço tarde demais para as Forças Aéreas desses referidos países. Estão até mesmo pensando numa solução PAN-NÓRDICA: O GRIPEN.

    FINAL: Não estamos sendo desonestos. Precisamos entender que devemos obter o máximo de vantagem para a FAB, o MD, EMBRAER e para o País.

    Caso não façamos isso, vamos continuar sendo uma nação de 3a categoria como muitos dos nossos vizinhos. Alguns REALMENTE possuem caças superiores aos nossos más não possuem a mínima condições de RECEBER/ASSIMILAR as suas tecnologias e sabem por que? Não possuem massa crítica e científica para isso. O Brasil é o único país Latino Americano capaz de absorver tecnologias críticas e de ponta. Para comprovar isso, simplesmente pesquisem as indústrias aeroespaciais de países latino-americanos e verão o que eu digo.

    Podem consultar.

    Abraços.

  358. Reminiscências…

    1 – Todo avião “antigo” quando fabricados em novas versões geralmente aumentam (F18, Mig29) ou diminuem (Mirage2000, Su35BM) de tamanho, só para citar alguns exemplos.

    2 – Todo avião “antigo” quando “relançado/modernizado em novas versões” são construidos com materias mais modernos e portanto adquirem RCS menores que seus antecessores. TODOS.

    3 – TRANFERÊNCIA DE TECNOLOGIA. Me desculpem a franqueza: Só mesmo um INOCENTE não acreditaria em transferência de tecnologia. Se fosse assim, até hoje estaríamos fabricando BANDEIRANTES ao invés dos ERJ’s… ou vocês acham que eles nasceram/foram projetados por “pura imaginação”? Francamente… Este assunto já se esgotou e ainda hà aqueles que insistem nisso. Esperem e verão. Aí, quero ver quais as justificativas no final…

    4 – Quando ganhamos o JPATS e o AGS (perdemos políticamente e isso é fato comprovado pois nenhum ganhador é superior ao A29 e ao ERJ145), por pressão de fabricantes e políticos não levamos. Não sei o que tem de mais o Su35BM e o Typhoon entrar na concorrência. Já passou pela cabeça dos senhores que ao abrir a proposta dos 03 finalistas – F18, Rafale e Gripen – os mesmos não ofereceram tudo o que o RFP pediu ou não foi suficiente para a FAB e o MD?

    5 – Se “eles” podem REVER uma concorrência, por que nós não podemos? Afinal, Dinamarca, Holanda, Bélgica e Noruega estão REAVALIANDO a aquisição de compromissos já assumidos com o F-35, visto que este avião só tem estourados os custos/prazos e entrará em serviço tarde demais para as Forças Aéreas desses referidos países. Estão até mesmo pensando numa solução PAN-NÓRDICA: O GRIPEN.

    FINAL: Não estamos sendo desonestos. Precisamos entender que devemos obter o máximo de vantagem para a FAB, o MD, EMBRAER e para o País.

    Caso não façamos isso, vamos continuar sendo uma nação de 3a categoria como muitos dos nossos vizinhos. Alguns REALMENTE possuem caças superiores aos nossos más não possuem a mínima condições de RECEBER/ASSIMILAR as suas tecnologias e sabem por que? Não possuem massa crítica e científica para isso. O Brasil é o único país Latino Americano capaz de absorver tecnologias críticas e de ponta. Para comprovar isso, simplesmente pesquisem as indústrias aeroespaciais de países latino-americanos e verão o que eu digo.

    Podem consultar.

    Abraços.

  359. KKKKKK, kaleu não vou nem comentar o que você postou sobre o radar do SU-35 BM e sua opinião final sobre o mesmo, o radar é multi modo que trabalha modificando sua freqüência constantemente alias ele trabalha da mesma forma que o radar AESA por escaneio eletrônico passivo a diferença é que em um AESA existem vários transceptores ao invés de somente um em um PESA caso do Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E), o F-18 SH não é superior em relação ao SU-35 BM.
    Um abraço a todos.

  360. KKKKKK, kaleu não vou nem comentar o que você postou sobre o radar do SU-35 BM e sua opinião final sobre o mesmo, o radar é multi modo que trabalha modificando sua freqüência constantemente alias ele trabalha da mesma forma que o radar AESA por escaneio eletrônico passivo a diferença é que em um AESA existem vários transceptores ao invés de somente um em um PESA caso do Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E), o F-18 SH não é superior em relação ao SU-35 BM.
    Um abraço a todos.

  361. Todos vocês não entendem nada:

    Vocês todos querem ser escravos dos Americanos, e não veem a diferença de um super avião como o SU-35 e vocês querem os michuruca do F-18 e virar dependentes dos Americanos.
    Tem tantos caças bons como os Europeus e Russos, e vocês querem Americanos.
    Vocês não entendem.

  362. Todos vocês não entendem nada:

    Vocês todos querem ser escravos dos Americanos, e não veem a diferença de um super avião como o SU-35 e vocês querem os michuruca do F-18 e virar dependentes dos Americanos.
    Tem tantos caças bons como os Europeus e Russos, e vocês querem Americanos.
    Vocês não entendem.

  363. Você deve ser tipo aquele Americano almofadinha que gostam de ver outras pessoas passando fome. E você diz que eu sou Hugo Chaves. Você é Hugo Chaves e George Bush juntos.

  364. Você deve ser tipo aquele Americano almofadinha que gostam de ver outras pessoas passando fome. E você diz que eu sou Hugo Chaves. Você é Hugo Chaves e George Bush juntos.

  365. Aqui é só discussão amigavél e não ofensas.
    Creio que o Amigo Joca não é esportivo.
    Cada um expressa a sua opnião e assim se faz uma democracia. Você está parecendo a “Hugo Chaves” e a “Fidel Castro”.

    Se liga.

  366. Aqui é só discussão amigavél e não ofensas.
    Creio que o Amigo Joca não é esportivo.
    Cada um expressa a sua opnião e assim se faz uma democracia. Você está parecendo a “Hugo Chaves” e a “Fidel Castro”.

    Se liga.

  367. SE O BRASIL HOJE EM DIA TA NA _____PARA VC AI É PROBLEMA SEU. PARA MIM NÃO ESTA NA _____NÃO. TANTO NÃO ESTÁ QUE VC TA FAZENDO PROPAGANDA DE UM CAÇA “SU_35” QUE CUSTA “20 MIL DÓLARES” A HORA DE VOO. VC JÁ IMAGINOU UM PILOTO RECEM SAIDO DA INSTRUÇÃO DE UM SUPER TUCANO (alx) INDO PARA O COCKPIT DE UM “SU_35”??? TERÍAMOS QUE MUDAR TODA UMA ESTRUTURA JÁ MONTADA. ACHO IRREAL E UM PÉSSIMO NEGÓCIO OS SU_35 PARA O BRASIL…E PRONTO…

  368. SE O BRASIL HOJE EM DIA TA NA _____PARA VC AI É PROBLEMA SEU. PARA MIM NÃO ESTA NA _____NÃO. TANTO NÃO ESTÁ QUE VC TA FAZENDO PROPAGANDA DE UM CAÇA “SU_35” QUE CUSTA “20 MIL DÓLARES” A HORA DE VOO. VC JÁ IMAGINOU UM PILOTO RECEM SAIDO DA INSTRUÇÃO DE UM SUPER TUCANO (alx) INDO PARA O COCKPIT DE UM “SU_35”??? TERÍAMOS QUE MUDAR TODA UMA ESTRUTURA JÁ MONTADA. ACHO IRREAL E UM PÉSSIMO NEGÓCIO OS SU_35 PARA O BRASIL…E PRONTO…

  369. Caro Joca…

    Vc pegou pesado aí em cima. Releia o que escreveu…

    ” TODOS VOCES NAO ENTENDEM NADA ”

    Mas…só vc entende ? Qual a sua formaçao ?

    E este discurso sobre ” almofadinha americano que gosta de ver os outros passando fome ” Coisa ultrapassada no minimo!
    Neste exato momento milhoes passam fome aqui no Brasil e o seu presidente molusco está preocupado com a sucessao.

    Take it easy…

    abraços

  370. Caro Joca…

    Vc pegou pesado aí em cima. Releia o que escreveu…

    ” TODOS VOCES NAO ENTENDEM NADA ”

    Mas…só vc entende ? Qual a sua formaçao ?

    E este discurso sobre ” almofadinha americano que gosta de ver os outros passando fome ” Coisa ultrapassada no minimo!
    Neste exato momento milhoes passam fome aqui no Brasil e o seu presidente molusco está preocupado com a sucessao.

    Take it easy…

    abraços

  371. Como nunca pilotei um SU 35 não posso dizer que sua aquisição trará problemas aos pilotos, aliás o próprio Evandro trouxe informação de que os testes feitos por pilotos nacionais demonstraram o contrário (10 fev. 13:08)
    Quanto ao S400 esses são os dados técnicos: raio de alcance 400KM, 37000 de altitude máxima.(são os russos que afirmam que os S400 detectam alvos de RCS 0.002)
    Se é propaganda enganosa só saberemos em caso de conflito…e como nunca pilotei ou conheci alguém que pilotasse um F22 e como já li e vi reclamações em publicações especializadas e em blogs acerca da baixa capacidade de carga do mesmo (ante a necessidade de encasulamento dos mísseis e bombas) também não posso deixar de levantar algumas dúvidas acerca das reais caracteristicas de combate (não de “invisibilidade”) dessas aeronaves.
    Nesse sentido me lembro dos primeiros F4 sem canhões, que viravam “ducks” perante os migs quando acabavam seus misseis…(tecnologia e “inteligentsia” ianque…)
    Ademais não acredito que os F22 carreguem ou venham a carregar nos próximos 10 anos misseis com capacidade suficiênte para uma resposta antes de detecção pelo sistema anti aereo S400. (se essa for mesmo a detecção do sistema russo)
    Assim, enquanto ficamos no dito pelo não dito, temos que acreditar um pouco na paridade de partes e argumentos, se queremos “dar crédito” aos americanos em suas estórias, por justiça também devemos “dar crédito” as fontes russas em suas estórias…
    Ou todo mundo aqui vai acreditar nas baboseiras do History Channel e pensar que nenhum avião americano foi abatido na Coréia ou no Vietnã, que apenas um F22 abateria toda uma esquadrilha de Sus e EFs sem um arranhão e que não morrem americanos no Iraque graças aos super coletes blindados….

  372. Como nunca pilotei um SU 35 não posso dizer que sua aquisição trará problemas aos pilotos, aliás o próprio Evandro trouxe informação de que os testes feitos por pilotos nacionais demonstraram o contrário (10 fev. 13:08)
    Quanto ao S400 esses são os dados técnicos: raio de alcance 400KM, 37000 de altitude máxima.(são os russos que afirmam que os S400 detectam alvos de RCS 0.002)
    Se é propaganda enganosa só saberemos em caso de conflito…e como nunca pilotei ou conheci alguém que pilotasse um F22 e como já li e vi reclamações em publicações especializadas e em blogs acerca da baixa capacidade de carga do mesmo (ante a necessidade de encasulamento dos mísseis e bombas) também não posso deixar de levantar algumas dúvidas acerca das reais caracteristicas de combate (não de “invisibilidade”) dessas aeronaves.
    Nesse sentido me lembro dos primeiros F4 sem canhões, que viravam “ducks” perante os migs quando acabavam seus misseis…(tecnologia e “inteligentsia” ianque…)
    Ademais não acredito que os F22 carreguem ou venham a carregar nos próximos 10 anos misseis com capacidade suficiênte para uma resposta antes de detecção pelo sistema anti aereo S400. (se essa for mesmo a detecção do sistema russo)
    Assim, enquanto ficamos no dito pelo não dito, temos que acreditar um pouco na paridade de partes e argumentos, se queremos “dar crédito” aos americanos em suas estórias, por justiça também devemos “dar crédito” as fontes russas em suas estórias…
    Ou todo mundo aqui vai acreditar nas baboseiras do History Channel e pensar que nenhum avião americano foi abatido na Coréia ou no Vietnã, que apenas um F22 abateria toda uma esquadrilha de Sus e EFs sem um arranhão e que não morrem americanos no Iraque graças aos super coletes blindados….

  373. EU QUIZ DIZER QUE DOS CONCORRENTES ELE É QUE MAIS GASTA POR HORA DE VOO CERCA DE $20.MIL A HORA. PARA FORMAR UM PILOTO COM REAL CONDIÇOES DE OPERAR-LOS SAÍRIA MAIS CARO QUE NOS DEMAIS AVIÕES E HOJE TUDO O QUE A FORÇA AÉREA QUER É ECONOMIZAR, RACIONALIZAR E COM O SU_35, COM TODA SUAS QUALIDADES DE VOO SERIA INVIÁVEL PARA NÓSSA FORÇA AÉREA. PARA VC TER UMA IDÉIA O GRIPEN TEM UM CUSTO DE $4000,00 A HORA DE VOO. O RAFALE E O F 18 CERCA DE $14.000,00 A HORA DE VOO.

  374. EU QUIZ DIZER QUE DOS CONCORRENTES ELE É QUE MAIS GASTA POR HORA DE VOO CERCA DE $20.MIL A HORA. PARA FORMAR UM PILOTO COM REAL CONDIÇOES DE OPERAR-LOS SAÍRIA MAIS CARO QUE NOS DEMAIS AVIÕES E HOJE TUDO O QUE A FORÇA AÉREA QUER É ECONOMIZAR, RACIONALIZAR E COM O SU_35, COM TODA SUAS QUALIDADES DE VOO SERIA INVIÁVEL PARA NÓSSA FORÇA AÉREA. PARA VC TER UMA IDÉIA O GRIPEN TEM UM CUSTO DE $4000,00 A HORA DE VOO. O RAFALE E O F 18 CERCA DE $14.000,00 A HORA DE VOO.

  375. Pedro…

    Vc está certo. Aqui o maior merito de todos é a especulaçao, pura e simples.

    Quanto ao Phanton…sendo um entusiasta deste aviao, só permita-me acrescentar, que o fato de nao ter um canhao no inicio, deveu-se mais a uma questao de doutrina do que falta de inteligencia ou falta de tecnologia.

    Nao se pode usar o canhao em velocidade supersonica, e pensou-se erradamente durante um tempo que os misseis resolveriam todas as questoes e nao treinou-se os pilotos para o combate aproximado até porque muitas vezes pensou-se em enviar os F4 escoltados.

    Foi um grande aviao e nao sei se haverá outro tao versatil como ele.

    abraços

  376. Pedro…

    Vc está certo. Aqui o maior merito de todos é a especulaçao, pura e simples.

    Quanto ao Phanton…sendo um entusiasta deste aviao, só permita-me acrescentar, que o fato de nao ter um canhao no inicio, deveu-se mais a uma questao de doutrina do que falta de inteligencia ou falta de tecnologia.

    Nao se pode usar o canhao em velocidade supersonica, e pensou-se erradamente durante um tempo que os misseis resolveriam todas as questoes e nao treinou-se os pilotos para o combate aproximado até porque muitas vezes pensou-se em enviar os F4 escoltados.

    Foi um grande aviao e nao sei se haverá outro tao versatil como ele.

    abraços

  377. Pedro todos os pilotos que pilotaram um Flankler ficaram deslumbrados com a performance do avião um piloto inglês o chamou de cruzador estrelar todos que pilotam esta maquina saem com um sorriso parecido quando uma criança realiza seu maior sonho e com os pilotos da FAB não foi diferente.
    O S-500 terá um alcance de 3.500km!
    Evandro economia para quem quer ter uma defesa forte não ocorre, futuramente nossos gastos com defesa irão aumentar com a cresente cobiça externa sobre nossas riquezas que devem ser bem guardadas, só para relembrar o custo da hora de vôo do SU-35 BM é o maior em missões de curto alcance porem para missões de médio longo alcance o mesmo tem o mais barato custo de operação, pois não necessita de apoio de aeronaves de REVO que são muito vulneráveis e aumentam exorbitante mente os custos, em se tratando de manutenção a mais cara ocorre pelo Rafale, mas dinheiro é o mínimo quando se investe mais de 100BI no PAC.
    Um abraço a todos.

  378. Pedro todos os pilotos que pilotaram um Flankler ficaram deslumbrados com a performance do avião um piloto inglês o chamou de cruzador estrelar todos que pilotam esta maquina saem com um sorriso parecido quando uma criança realiza seu maior sonho e com os pilotos da FAB não foi diferente.
    O S-500 terá um alcance de 3.500km!
    Evandro economia para quem quer ter uma defesa forte não ocorre, futuramente nossos gastos com defesa irão aumentar com a cresente cobiça externa sobre nossas riquezas que devem ser bem guardadas, só para relembrar o custo da hora de vôo do SU-35 BM é o maior em missões de curto alcance porem para missões de médio longo alcance o mesmo tem o mais barato custo de operação, pois não necessita de apoio de aeronaves de REVO que são muito vulneráveis e aumentam exorbitante mente os custos, em se tratando de manutenção a mais cara ocorre pelo Rafale, mas dinheiro é o mínimo quando se investe mais de 100BI no PAC.
    Um abraço a todos.

  379. Vamos acalmar os nervos, sabemos da qualidade dos SU35, açiás estamos aqui em uma conversa democratica onde se expressa as opiniões, na verdade quem vai decidir msm são eles os politicos, concordo de que não precisamos ficar extremamente ligados aos americanos e que eles não vão pasar tecnologia nenhuma.
    Como não nenhum experiente na area de avião apenas gosto muito do assunto acho que muitos comntárioas aqui são válidos, mas não precisamos de tanta agressão.

    Como temos a necessidade de melhorar nossas armas teremos que gastart é evidente, mas estão conduzindo bem o FX2, logo saberemos quem vai levar de verdade e se os flankes ganahrem será ótimo, mas lá no fundo eu acho que Gripen ganha força por ser um vetor economico.
    Poderia té msm ser escolhido para pousar no opalão futuramente.
    Vamos aguardar os acontecimentos, se o russos vierem com uma proposta boa pq não analisar, pq não ter vetores russos.
    Além disso nosso presidente está admistrando muito bem nosso país, melhor não estaríamos na mão da oposição, já que governaram por muito tempo e nada fizeram de concreto para o nosso País, veja como ele está conduzindo a crise mundial não sentimos tanto como na Europa e Asia, como tb não podemos gatsar todo o dinehiro público em armas.

    Vamos com calma !!!!

  380. Vamos acalmar os nervos, sabemos da qualidade dos SU35, açiás estamos aqui em uma conversa democratica onde se expressa as opiniões, na verdade quem vai decidir msm são eles os politicos, concordo de que não precisamos ficar extremamente ligados aos americanos e que eles não vão pasar tecnologia nenhuma.
    Como não nenhum experiente na area de avião apenas gosto muito do assunto acho que muitos comntárioas aqui são válidos, mas não precisamos de tanta agressão.

    Como temos a necessidade de melhorar nossas armas teremos que gastart é evidente, mas estão conduzindo bem o FX2, logo saberemos quem vai levar de verdade e se os flankes ganahrem será ótimo, mas lá no fundo eu acho que Gripen ganha força por ser um vetor economico.
    Poderia té msm ser escolhido para pousar no opalão futuramente.
    Vamos aguardar os acontecimentos, se o russos vierem com uma proposta boa pq não analisar, pq não ter vetores russos.
    Além disso nosso presidente está admistrando muito bem nosso país, melhor não estaríamos na mão da oposição, já que governaram por muito tempo e nada fizeram de concreto para o nosso País, veja como ele está conduzindo a crise mundial não sentimos tanto como na Europa e Asia, como tb não podemos gatsar todo o dinehiro público em armas.

    Vamos com calma !!!!

  381. BOM COMO DIS O TEMA DO BLOG LÁ NO COMEÇO É:

    A ressurreição do Su-35 no F-X2.

    PARA MIM É INVIÁVEL A ESCOLHA DESTE CAÇA, COMO PARA A FORÇA AÉREA TBM, TANTO QUE FICOU DE FORA DOS FINALISTAS E AGORA COMO NUMA CARTADA DE POQUER O “MD” TENTA BLEFAR PARA VER SE CONSEGUE A TAL TRÂNSFERENCIA DE TECNOLOGIA. QUEM É LOUCO DE TRANSFERIR OS SEGREDOS DO QUE ELES LEVARAM TEMPO E DINHEIRO PARA CONSEGUIR?? SÓ O BRASIL QUE FICA VENDENDO SUPER TUCANO, MISSEIS MAR-1, Embraer EMB-145 AEW&C, SÓ NÃO VENDEU PARA A VENEZUELA (AMX E Embraer EMB-145 AEW&C)PORQUE OS AMERICANOS INTERFERIRAM. E QUE NO FUTURO PODERIAM SER USADO CONTRA NÓS MESMOS. QUER TECNOLOGIA QUE CRIEM AS PRÓPRIAS COMO FOI PARA O SISTEMA DE GUIAMENTO DOS MISSEIS MAR-1. QUE AGORA VENDEU AO PAQUISTÃO. VAMOS INVESTIR… QUER DE MÃO BEIJADA???? AAAAFFFFFF!!!!!!!!!

  382. BOM COMO DIS O TEMA DO BLOG LÁ NO COMEÇO É:

    A ressurreição do Su-35 no F-X2.

    PARA MIM É INVIÁVEL A ESCOLHA DESTE CAÇA, COMO PARA A FORÇA AÉREA TBM, TANTO QUE FICOU DE FORA DOS FINALISTAS E AGORA COMO NUMA CARTADA DE POQUER O “MD” TENTA BLEFAR PARA VER SE CONSEGUE A TAL TRÂNSFERENCIA DE TECNOLOGIA. QUEM É LOUCO DE TRANSFERIR OS SEGREDOS DO QUE ELES LEVARAM TEMPO E DINHEIRO PARA CONSEGUIR?? SÓ O BRASIL QUE FICA VENDENDO SUPER TUCANO, MISSEIS MAR-1, Embraer EMB-145 AEW&C, SÓ NÃO VENDEU PARA A VENEZUELA (AMX E Embraer EMB-145 AEW&C)PORQUE OS AMERICANOS INTERFERIRAM. E QUE NO FUTURO PODERIAM SER USADO CONTRA NÓS MESMOS. QUER TECNOLOGIA QUE CRIEM AS PRÓPRIAS COMO FOI PARA O SISTEMA DE GUIAMENTO DOS MISSEIS MAR-1. QUE AGORA VENDEU AO PAQUISTÃO. VAMOS INVESTIR… QUER DE MÃO BEIJADA???? AAAAFFFFFF!!!!!!!!!

  383. Paulo Renato…

    vc começou muito bem o seu post em tom de apaziguamento, mas infelizmente nao conseguiu manter-se neutro e terminou com o velho discurso petista.

    Atribuir tudo de “bom” ao Lula, nao é verdade. Economia é algo que leva-se anos aperfeiçoando, errando, tentando, até mesmo o Presidente Collorido teve seus meritos, poucos, mas teve.

    Presidente Lula manteve a mesma politica economica que já vinha sendo praticada no governo anterior…de quem nao sou um defensor, ao menos quando trata-se do segundo mandato do FHC.

    Brasileiro parece ter a memoria curta…pois OS ESCANDALOS DESTE GOVERNO JÁ FORAM ESQUECIDOS. Nunca antes vivemos esta experiencia de ver um partido politico tentando tomar de assalto o poder…nao nesta escala.

    Só agradeço o Presidente Lula nao ter feito as ” coisas” que dizia ser necessario quando era oposiçao, afinal, ser oposiçao é fácil.

    abraços

  384. Paulo Renato…

    vc começou muito bem o seu post em tom de apaziguamento, mas infelizmente nao conseguiu manter-se neutro e terminou com o velho discurso petista.

    Atribuir tudo de “bom” ao Lula, nao é verdade. Economia é algo que leva-se anos aperfeiçoando, errando, tentando, até mesmo o Presidente Collorido teve seus meritos, poucos, mas teve.

    Presidente Lula manteve a mesma politica economica que já vinha sendo praticada no governo anterior…de quem nao sou um defensor, ao menos quando trata-se do segundo mandato do FHC.

    Brasileiro parece ter a memoria curta…pois OS ESCANDALOS DESTE GOVERNO JÁ FORAM ESQUECIDOS. Nunca antes vivemos esta experiencia de ver um partido politico tentando tomar de assalto o poder…nao nesta escala.

    Só agradeço o Presidente Lula nao ter feito as ” coisas” que dizia ser necessario quando era oposiçao, afinal, ser oposiçao é fácil.

    abraços

  385. Se a notícia for confirmada, se realizará o maior objetivo da criaçaõ do Ministério da Defesa, que é esvaziar o poder militar.
    A shot list da FAB vira listinha sem importância, feita por gente sem poder decisivo (i.e. os comandantes e técnicos da Aeronautica), podem mexer nela a vontade, e os prazos? que prazos? isso aqui não existe.
    Basta um lobista entrar em um gabinete em brasilia, pra mudar todo o cronograma.

    ademais, o tema “defesa nacional” é um ótimo escudo político pra esconder esquemas de corrpção, pois quem criticar vai ser logo taxado de “traidor” da pátria. Os bancos suíços agradecem.

  386. Se a notícia for confirmada, se realizará o maior objetivo da criaçaõ do Ministério da Defesa, que é esvaziar o poder militar.
    A shot list da FAB vira listinha sem importância, feita por gente sem poder decisivo (i.e. os comandantes e técnicos da Aeronautica), podem mexer nela a vontade, e os prazos? que prazos? isso aqui não existe.
    Basta um lobista entrar em um gabinete em brasilia, pra mudar todo o cronograma.

    ademais, o tema “defesa nacional” é um ótimo escudo político pra esconder esquemas de corrpção, pois quem criticar vai ser logo taxado de “traidor” da pátria. Os bancos suíços agradecem.

  387. MARSP,

    grato por suas palavras, mas acho que existem várias pessoas boas aqui no blog.

    Sobre o que vc falou, vc tem razão…as pesquisas de ponta que são feitas no Brasil quase não são divulgadas na grande imprensa, por isso que fica essa impressão que o mundo sabe tudo e faz tudo certo, e nós não. Mas isso não é bem assim. Aqui no Brasil temos muitas coisas sendo feitas e muita capacidade também. Enfim, acho que vc já sabe disso.

    gande abraço

  388. MARSP,

    grato por suas palavras, mas acho que existem várias pessoas boas aqui no blog.

    Sobre o que vc falou, vc tem razão…as pesquisas de ponta que são feitas no Brasil quase não são divulgadas na grande imprensa, por isso que fica essa impressão que o mundo sabe tudo e faz tudo certo, e nós não. Mas isso não é bem assim. Aqui no Brasil temos muitas coisas sendo feitas e muita capacidade também. Enfim, acho que vc já sabe disso.

    gande abraço

  389. Tem gente aqui que pensa que transferência de tecnologia é um investimento altíssimo, precisa de muuuito dinheiro, e as coisas não funcionam assim.

    Qual transferência de tecnologia vcs se referem? se for somente os códigos do avião isso é muito pouco para quem está vendendo e muito para quem está comprando, os amx, tucanos, os aviões comerciais da embraer todos eles possuem códigos fontes.

    os códigos fontes servem apenas para quem comprar o avião puder modificá-lo, isso não é vital para quem vende, se a microsoft permite que saibam dos seus códigos fontes do windows para que possam fabricar programas pra eles,porque vocês acham isso tão vital?
    os códigos fontes serão fornecidos a FAB para que eles possam modificá-los e não copiá-los, os códigos-fontes do Rafale jamais serveriam pra outro caça, acho que a compra de 36 caças e a perspectiva de vender mais 84, é um bom motivo para transferir este tipo de tecnologia.

    códigod fontes é só o programa de computador que os caças usam para acessar suas armas e componentes, cada caça tem que ter o seu, não adianta pegar um código-fonte do rafale e colocar no f-18, não irá funcionar.

  390. Tem gente aqui que pensa que transferência de tecnologia é um investimento altíssimo, precisa de muuuito dinheiro, e as coisas não funcionam assim.

    Qual transferência de tecnologia vcs se referem? se for somente os códigos do avião isso é muito pouco para quem está vendendo e muito para quem está comprando, os amx, tucanos, os aviões comerciais da embraer todos eles possuem códigos fontes.

    os códigos fontes servem apenas para quem comprar o avião puder modificá-lo, isso não é vital para quem vende, se a microsoft permite que saibam dos seus códigos fontes do windows para que possam fabricar programas pra eles,porque vocês acham isso tão vital?
    os códigos fontes serão fornecidos a FAB para que eles possam modificá-los e não copiá-los, os códigos-fontes do Rafale jamais serveriam pra outro caça, acho que a compra de 36 caças e a perspectiva de vender mais 84, é um bom motivo para transferir este tipo de tecnologia.

    códigod fontes é só o programa de computador que os caças usam para acessar suas armas e componentes, cada caça tem que ter o seu, não adianta pegar um código-fonte do rafale e colocar no f-18, não irá funcionar.

  391. Fernandes em 10 fev, 2009 às 9:52
    Amigo, seu post foi o mais sensato que lí aqui. Não importa quem comanda o Min Def. , civil ou militar. É só olhar outros países democráticos. Basta que a pessoa seja honesta, bom administrador e que esteja cercada de bons técnicos (no caso, excelentes comandantes militares, de alta patente. Acho que aqui ninguém duvida da excelência de nossas escolas militares. Todas, sem exceção). No final, que decide é o comandante do país e sua equipe. Se o Jobim blefou, só o resultado final da novela nos dirá.
    Boa tarde a todos e contenham a ansiedade. Eu também farei o mesmo.

  392. Fernandes em 10 fev, 2009 às 9:52
    Amigo, seu post foi o mais sensato que lí aqui. Não importa quem comanda o Min Def. , civil ou militar. É só olhar outros países democráticos. Basta que a pessoa seja honesta, bom administrador e que esteja cercada de bons técnicos (no caso, excelentes comandantes militares, de alta patente. Acho que aqui ninguém duvida da excelência de nossas escolas militares. Todas, sem exceção). No final, que decide é o comandante do país e sua equipe. Se o Jobim blefou, só o resultado final da novela nos dirá.
    Boa tarde a todos e contenham a ansiedade. Eu também farei o mesmo.

  393. Sobre o FX-2…Acho que tem que ser o SU-35BM nosso caça! ou não!… 🙂
    Antes, como muitos já sabem, era um crítico contundente da FAB do MD do Brasil que não leva nada adiante, baseando-me em fatos “concretizados” e pistas do que estava por vir… agora já não sei mais de nada! já desconfio que a Inércia do Jobim possa ser um blefe uma cartada de mestre, mas também que a mala corre solta, que o Saito “amarelou” ou que não manda nada mesmo, tá tudo confuso! eu não sei mais o que pensar, trabalho sempre com suposições próprias, baseadas em acontecimentos e no que a imprensa especializada propaga….e agora ficou tudo embaçado!
    Com isso meu espírito crítico fica sem rumo, perdi meu sistema de “contra-medidas” e estou voltando para base!

    Abraços
    Francisco

  394. Sobre o FX-2…Acho que tem que ser o SU-35BM nosso caça! ou não!… 🙂
    Antes, como muitos já sabem, era um crítico contundente da FAB do MD do Brasil que não leva nada adiante, baseando-me em fatos “concretizados” e pistas do que estava por vir… agora já não sei mais de nada! já desconfio que a Inércia do Jobim possa ser um blefe uma cartada de mestre, mas também que a mala corre solta, que o Saito “amarelou” ou que não manda nada mesmo, tá tudo confuso! eu não sei mais o que pensar, trabalho sempre com suposições próprias, baseadas em acontecimentos e no que a imprensa especializada propaga….e agora ficou tudo embaçado!
    Com isso meu espírito crítico fica sem rumo, perdi meu sistema de “contra-medidas” e estou voltando para base!

    Abraços
    Francisco

  395. Transcricao de um post muito interessante e esclarecedor do forista Caçador do BM em outro fórum:

    ———— ——— ——— ——— ——— —-

    Caçador escreveu:
    Caros foristas,

    Com relação a esse assunto:

    1. O cronograma de todo o Programa FX-2 foi previamente apresentado pela Aeronáutica ao MD e aprovado;
    2. Os RFI (Pedido de Informação) foram enviados para as empresas que, estudos prévios do EMAER (3SC), indicavam que possuíam produtos que atendiam aos requisitos técnicos, logísticos e industriais (RTLI) da FAB;
    Obs: Nunca existiu o requisito de a aeronave estar atualmente operacional. Isto limitaria o universo de escolha ao F-16 e F-18, deixando de fora o Eurofighter, o JSF, o Su-35, o Rafale F-3 e o Gripen NG.3. Da análise das respostas ao RFI foi feita a “short list”. Foram selecionados os três produtos que melhor atendiam aos RTLI;
    4. A “short list” foi apresentada ao MD, e aprovada antes da sua divulgação ao público;
    5. A “short list” foi divulgada na data prevista no cronograma aprovado;
    Obs: A visita do presidente da Rússia não estava prevista no cronograma.
    6. Os RFP (Pedido de Oferta) foram enviados para as empresas na data prevista no cronograma.
    7. O RFP contém os RTLI inicialmente aprovados pelo EMAER e que sobreviveram ao crivo da realidade obtidas das análises das respostas ao RFI recebidas;
    8. A entrega da resposta ao RFP (Oferta) foi postergada de 02 de janeiro para 02 de fevereiro de 2009;
    9. Todas as Ofertas foram entregues na data prevista.
    10. Nesse momento, prosseguem normalmente em SJK as análises das ofertas apresentadas, sem nenhuma ordem em contrário;
    11. O fato (real) de que o Ministro Jobim tenha aceitado que a Rússia apresente uma “oferta não solicitada”, não foi sucedido por nenhuma ação administrativa concreta;
    12. Caso isso aconteça, o Programa F-X2 será tecnicamente encerrado, pelo seguinte:
    • Como a Rússia não recebeu o RFP, obviamente desconhece os RTLI;
    • Como desconhece o RFP, sua Oferta não poderá ser comparada com a dos concorrentes;
    • Caso a Rússia receba o RFP, necessitará de, no mínimo, mais 03 meses para elaborar a sua Oferta;
    • Com esse atraso, todo o planejamento aprovado para o Programa F-X2 será perdido;
    • A credibilidade da Aeronáutica e do processo de seleção será totalmente perdido;
    • A intenção de obter uma aprovação presidencial para a contratação de 36 aeronaves de caça ainda em 2009 não será mais possível;
    • E finalmente, por que não dar a mesma oportunidade para o F-16, o Eurofighter e outros que eventualmente façam uma visita ao MD?
    Caçador

  396. Transcricao de um post muito interessante e esclarecedor do forista Caçador do BM em outro fórum:

    ———— ——— ——— ——— ——— —-

    Caçador escreveu:
    Caros foristas,

    Com relação a esse assunto:

    1. O cronograma de todo o Programa FX-2 foi previamente apresentado pela Aeronáutica ao MD e aprovado;
    2. Os RFI (Pedido de Informação) foram enviados para as empresas que, estudos prévios do EMAER (3SC), indicavam que possuíam produtos que atendiam aos requisitos técnicos, logísticos e industriais (RTLI) da FAB;
    Obs: Nunca existiu o requisito de a aeronave estar atualmente operacional. Isto limitaria o universo de escolha ao F-16 e F-18, deixando de fora o Eurofighter, o JSF, o Su-35, o Rafale F-3 e o Gripen NG.3. Da análise das respostas ao RFI foi feita a “short list”. Foram selecionados os três produtos que melhor atendiam aos RTLI;
    4. A “short list” foi apresentada ao MD, e aprovada antes da sua divulgação ao público;
    5. A “short list” foi divulgada na data prevista no cronograma aprovado;
    Obs: A visita do presidente da Rússia não estava prevista no cronograma.
    6. Os RFP (Pedido de Oferta) foram enviados para as empresas na data prevista no cronograma.
    7. O RFP contém os RTLI inicialmente aprovados pelo EMAER e que sobreviveram ao crivo da realidade obtidas das análises das respostas ao RFI recebidas;
    8. A entrega da resposta ao RFP (Oferta) foi postergada de 02 de janeiro para 02 de fevereiro de 2009;
    9. Todas as Ofertas foram entregues na data prevista.
    10. Nesse momento, prosseguem normalmente em SJK as análises das ofertas apresentadas, sem nenhuma ordem em contrário;
    11. O fato (real) de que o Ministro Jobim tenha aceitado que a Rússia apresente uma “oferta não solicitada”, não foi sucedido por nenhuma ação administrativa concreta;
    12. Caso isso aconteça, o Programa F-X2 será tecnicamente encerrado, pelo seguinte:
    • Como a Rússia não recebeu o RFP, obviamente desconhece os RTLI;
    • Como desconhece o RFP, sua Oferta não poderá ser comparada com a dos concorrentes;
    • Caso a Rússia receba o RFP, necessitará de, no mínimo, mais 03 meses para elaborar a sua Oferta;
    • Com esse atraso, todo o planejamento aprovado para o Programa F-X2 será perdido;
    • A credibilidade da Aeronáutica e do processo de seleção será totalmente perdido;
    • A intenção de obter uma aprovação presidencial para a contratação de 36 aeronaves de caça ainda em 2009 não será mais possível;
    • E finalmente, por que não dar a mesma oportunidade para o F-16, o Eurofighter e outros que eventualmente façam uma visita ao MD?
    Caçador

  397. Claudio, perfeita as colocações do Caçador… sobretudo quando diz : “O fato (real) de que o Ministro Jobim tenha aceitado que a Rússia apresente uma “oferta não solicitada”, não foi sucedido por nenhuma ação administrativa concreta… Não faria sentido se fosse diferente… a Rosoboronexport vem ao Brasil e diz Ministro, apesar de ter sido eliminado da concorrência, gostaríamos de apresentar nossa proposta….. o que os amigos gostariam que o Ministro respondesse… “não, obrigado, não quero ouvir?”, a resposta mais sensata, inteligente, diplomática é aceitar… até mesmo por uma questão comercial… temos (Brasil) muitos interesses no comércio bilateral com a Russia… então a atitude foi correta…. daí dizer que ouve uma ressurreição …acho meio exagerado… porém, na minha opinião o SU-35BM tá morto e enterrado no FX-2, é minha opinião

    abraços
    Kaleu

  398. Claudio, perfeita as colocações do Caçador… sobretudo quando diz : “O fato (real) de que o Ministro Jobim tenha aceitado que a Rússia apresente uma “oferta não solicitada”, não foi sucedido por nenhuma ação administrativa concreta… Não faria sentido se fosse diferente… a Rosoboronexport vem ao Brasil e diz Ministro, apesar de ter sido eliminado da concorrência, gostaríamos de apresentar nossa proposta….. o que os amigos gostariam que o Ministro respondesse… “não, obrigado, não quero ouvir?”, a resposta mais sensata, inteligente, diplomática é aceitar… até mesmo por uma questão comercial… temos (Brasil) muitos interesses no comércio bilateral com a Russia… então a atitude foi correta…. daí dizer que ouve uma ressurreição …acho meio exagerado… porém, na minha opinião o SU-35BM tá morto e enterrado no FX-2, é minha opinião

    abraços
    Kaleu

  399. Bem, acho que o Mauro, o Claudio (Caçador) e o Kaleu encerraram essa discussão. Pensando friamente, concordo com vcs.

    abraços aos amigos

  400. Bem, acho que o Mauro, o Claudio (Caçador) e o Kaleu encerraram essa discussão. Pensando friamente, concordo com vcs.

    abraços aos amigos

  401. Boa noite, caros colegas.

    Muito boa toda essa discussão em torno de ser ou não ser bom o retorno do Flankker, da qual sou um fã incondicional dessa família de aeronaves, assim como qualquer equipamento militar russo, mas tem os pés no chão, seria magnífico ver os Jambock’s utilizando essas máquinas fantásticas, porém há uma serie de fatores que devemos levar em conta, como:
    * O que um dos colegas citou tem todo fundamento, em relação a barganhar mais abertura de tecnologia dos finalistas da licitação;
    *Os milicos americanos estão meio na bronca com o Obama, pois quer sair do Iraque e do Afeganistão, há também os lobistas fabricantes de armas, que todos nos sabemos ter muita influência nos meios políticos de lá, é fato com isso, independentemente da crise por qual estão passando, haverá cortes bastante significativos nos orçamentos militares deles nos próximos anos e isso não é bom para os fabricantes de armamento principalmente, para estes a paz nunca irá interessar.
    *O Obama deve vir ao Brasil ainda este ano, e essa seria uma boa oportunidade de ficar bem na foto com os fabricantes de armas embora sejam “apenas” 36 aeronaves a princípio, todos nós sabemos do que eles são capazes, vide caso do tanque Osório para Arábia Saudita, a qual ganhamos, mas não levamos, e recentemente o SIVAM, da qual muitos também não queriam equipamento de fabricação americana na região amazônica, região está que são loucos para tomarem de nós, e na época era dada como certa a vitória dos franceses com a Thales devido a estes fatos, então houve uma virada de mesa de última hora e a Raytheon não se sabe como, “surpreendeu” a muitos e venceu, então….
    *Nada como um pequeno pacote além dos caças, por exemplo: o repasse de alguns Blackhawk’s seminovos, alguns jipes hammer’s, um navio fundo chato de desembarque de tropas e viaturas blindadas para marinha e algumas destas viaturas incluídas neste pacote, quem sabe também mais alguns C-130 ou KC 135 em melhores condições que os nossos KC 137, sendo que estes KC’s já com motorização nova dentro dos padrões atuais de ruído.
    Tudo isso é apenas a minha opinião pessoal é claro, tomará que eu queime minha língua por tudo que estou dizendo, já que não agüento mais ver as forças armadas deste país viverem de restos dos americanos, o que para muitos de nossos governantes e militares, e mesmo alguns colegas que participam deste fórum está bom, mas de forma alguma diria que todos os militares e governantes pensam dessa maneira, pois sei que há muita gente séria lá dentro, mais infelizmente os que tem mais influência agem dessa forma.

    Um abraço a todos.

  402. Boa noite, caros colegas.

    Muito boa toda essa discussão em torno de ser ou não ser bom o retorno do Flankker, da qual sou um fã incondicional dessa família de aeronaves, assim como qualquer equipamento militar russo, mas tem os pés no chão, seria magnífico ver os Jambock’s utilizando essas máquinas fantásticas, porém há uma serie de fatores que devemos levar em conta, como:
    * O que um dos colegas citou tem todo fundamento, em relação a barganhar mais abertura de tecnologia dos finalistas da licitação;
    *Os milicos americanos estão meio na bronca com o Obama, pois quer sair do Iraque e do Afeganistão, há também os lobistas fabricantes de armas, que todos nos sabemos ter muita influência nos meios políticos de lá, é fato com isso, independentemente da crise por qual estão passando, haverá cortes bastante significativos nos orçamentos militares deles nos próximos anos e isso não é bom para os fabricantes de armamento principalmente, para estes a paz nunca irá interessar.
    *O Obama deve vir ao Brasil ainda este ano, e essa seria uma boa oportunidade de ficar bem na foto com os fabricantes de armas embora sejam “apenas” 36 aeronaves a princípio, todos nós sabemos do que eles são capazes, vide caso do tanque Osório para Arábia Saudita, a qual ganhamos, mas não levamos, e recentemente o SIVAM, da qual muitos também não queriam equipamento de fabricação americana na região amazônica, região está que são loucos para tomarem de nós, e na época era dada como certa a vitória dos franceses com a Thales devido a estes fatos, então houve uma virada de mesa de última hora e a Raytheon não se sabe como, “surpreendeu” a muitos e venceu, então….
    *Nada como um pequeno pacote além dos caças, por exemplo: o repasse de alguns Blackhawk’s seminovos, alguns jipes hammer’s, um navio fundo chato de desembarque de tropas e viaturas blindadas para marinha e algumas destas viaturas incluídas neste pacote, quem sabe também mais alguns C-130 ou KC 135 em melhores condições que os nossos KC 137, sendo que estes KC’s já com motorização nova dentro dos padrões atuais de ruído.
    Tudo isso é apenas a minha opinião pessoal é claro, tomará que eu queime minha língua por tudo que estou dizendo, já que não agüento mais ver as forças armadas deste país viverem de restos dos americanos, o que para muitos de nossos governantes e militares, e mesmo alguns colegas que participam deste fórum está bom, mas de forma alguma diria que todos os militares e governantes pensam dessa maneira, pois sei que há muita gente séria lá dentro, mais infelizmente os que tem mais influência agem dessa forma.

    Um abraço a todos.

  403. Agora os americanos vão ter que ceder mais e os franceses também, tanto na transferência de tecnologia, quanto no preço.

  404. Agora os americanos vão ter que ceder mais e os franceses também, tanto na transferência de tecnologia, quanto no preço.

  405. Já ocorreu aos foristas que os interesses de se manter a hegemonia Européia (Rússia incluida) e Estadunidense podem conduzir a um acordo informal entre a turma do hemisfério norte em detrimento dos interesses do Brasil nessa questão de transferência de tecnologia?

    Acho que o meu sonho da FAB ter o Gripen (lo) e SU-35 (hi) + SU-32/34 voltou para o espaço.

  406. Já ocorreu aos foristas que os interesses de se manter a hegemonia Européia (Rússia incluida) e Estadunidense podem conduzir a um acordo informal entre a turma do hemisfério norte em detrimento dos interesses do Brasil nessa questão de transferência de tecnologia?

    Acho que o meu sonho da FAB ter o Gripen (lo) e SU-35 (hi) + SU-32/34 voltou para o espaço.

  407. O SU_35 É UMA AÉRONAVE MODERNA E FUNCIONAL NESTE MOMENTO. MAS NÃO TEM VIDA LONGA. É UM RISCO MUITO GRANDE PARA A FORÇA AÉREA ASSUMIR!! A FORÇA AÉREA QUER UM AVIÃO QUE FIQUE FUNCIONAL ATÉ DAQUI UNS 30 ANOS. POR ISSO QUE ACHO QUE O ESCOLHIDO DEVE SER O F/A 18 SUPER HORNET. AVIÕES TEM PROBLEMAS COM MANUTENÇÃO TODOS OS DIAS, REPOSIÇÃO DE PEÇAS DE MOTORES, RADARES E AVIONICOS DIVERSOS. E NISSO SABEMOS MUITO BEM QUE OS RUSSOS SÃO PÉSSIMOS.

  408. O SU_35 É UMA AÉRONAVE MODERNA E FUNCIONAL NESTE MOMENTO. MAS NÃO TEM VIDA LONGA. É UM RISCO MUITO GRANDE PARA A FORÇA AÉREA ASSUMIR!! A FORÇA AÉREA QUER UM AVIÃO QUE FIQUE FUNCIONAL ATÉ DAQUI UNS 30 ANOS. POR ISSO QUE ACHO QUE O ESCOLHIDO DEVE SER O F/A 18 SUPER HORNET. AVIÕES TEM PROBLEMAS COM MANUTENÇÃO TODOS OS DIAS, REPOSIÇÃO DE PEÇAS DE MOTORES, RADARES E AVIONICOS DIVERSOS. E NISSO SABEMOS MUITO BEM QUE OS RUSSOS SÃO PÉSSIMOS.

  409. Evandro, de onde te garantem que os russos são péssimos??? só uma pergunta, que eu sei que tu não terá como garantir nada, para mim são propagandas exageradas, eles não tem o know-how ocidental? certamente, mas dizer que são péssimos acho exagero, pela simples razão: eles não dão as peças! a garantia neste tipo de produto não é como uma televisão, as peças não tendem a ter defeito de fabricação, pois aviação é diferente, mesmo os russo tem omologações, queira voce ou não.

    Porém, no quesito fornecimento de peças sobresalentes, concordo contigo que o SH em conjunto com as empresas fabricantes das peças , americanas e européias, são a melhor pedida, considero os USA, salvo politicagem, o melhor e mais completo fornecedor e principalmente pelo SH, que deve ultrapassar as 500 unidades produzidas, além do mais boa parte das peças são provenientes do Hornet, que existe em maior número ainda…
    Mas não acho o SH o vetor adequado, ele é inferior hoje e será mais daqui a 10 anos, e como vc mesmo lembrou, serão mais 20 com um caça estagnado, pelo seu substituto natural o F-35… ae alguns dizem, mas não terão eles como entregar os substitutos do F-16 para USAF e os Hornets para USNAVY além de prover os participantes internacionais do projeto do F-35… Alguém aí duvida que a Boeing e a Lockhead se unam para aumentar a produçaõ do F-35??? será bom para as 2 empresas!

    Acho que agora devemos apostar no Rafale em sua versão F-3… caso os russos sejam realmente incluídos, apresentarem um proposta de produção nacional, mesmo que com boa parte dos componentes vindo de lá, e uma boa dose de tranferência de tecnologias aeronáuticas, pois não acredito em tecnologia sensível, acredito que, até, não tenho certeza, poderia ser bom… fabricarmos apenas 24 e veríamos se realmente eles vão cumprir, e para isso fazer um contrato bem amarrado, se eles não cumprirem serão penalizados na OMC.

    Mas como acredito que as coisas estão as avessas, que talvez o FX-2 já morreu…. isto vira brincadeira de faz de conta!

    ABraço
    Francisco

  410. Evandro, de onde te garantem que os russos são péssimos??? só uma pergunta, que eu sei que tu não terá como garantir nada, para mim são propagandas exageradas, eles não tem o know-how ocidental? certamente, mas dizer que são péssimos acho exagero, pela simples razão: eles não dão as peças! a garantia neste tipo de produto não é como uma televisão, as peças não tendem a ter defeito de fabricação, pois aviação é diferente, mesmo os russo tem omologações, queira voce ou não.

    Porém, no quesito fornecimento de peças sobresalentes, concordo contigo que o SH em conjunto com as empresas fabricantes das peças , americanas e européias, são a melhor pedida, considero os USA, salvo politicagem, o melhor e mais completo fornecedor e principalmente pelo SH, que deve ultrapassar as 500 unidades produzidas, além do mais boa parte das peças são provenientes do Hornet, que existe em maior número ainda…
    Mas não acho o SH o vetor adequado, ele é inferior hoje e será mais daqui a 10 anos, e como vc mesmo lembrou, serão mais 20 com um caça estagnado, pelo seu substituto natural o F-35… ae alguns dizem, mas não terão eles como entregar os substitutos do F-16 para USAF e os Hornets para USNAVY além de prover os participantes internacionais do projeto do F-35… Alguém aí duvida que a Boeing e a Lockhead se unam para aumentar a produçaõ do F-35??? será bom para as 2 empresas!

    Acho que agora devemos apostar no Rafale em sua versão F-3… caso os russos sejam realmente incluídos, apresentarem um proposta de produção nacional, mesmo que com boa parte dos componentes vindo de lá, e uma boa dose de tranferência de tecnologias aeronáuticas, pois não acredito em tecnologia sensível, acredito que, até, não tenho certeza, poderia ser bom… fabricarmos apenas 24 e veríamos se realmente eles vão cumprir, e para isso fazer um contrato bem amarrado, se eles não cumprirem serão penalizados na OMC.

    Mas como acredito que as coisas estão as avessas, que talvez o FX-2 já morreu…. isto vira brincadeira de faz de conta!

    ABraço
    Francisco

  411. FRANCISCO AMX

    ENTENDI O QUE VC ESCREVEU SIM. E VENHO LENDO VÁRIOS COMENTÁRIOS INTERESSANTES SEUS AQUI NO POST.

    OLHA EU TBM SOU FÃ DOS “SU_35” GOSTARIA MUITO MESMO DE VER ESSES CAÇAS NAS CORES DE NOSSA FORÇA AÉREA LÁ EM ANÁPOLIS. E AINDA, A FAVOR DOS “SU_35” CONTA OS PILOTOS DE CAÇA BRASILEIRO QUE VOARAM O SUKHOI-30MK E DISSERAM QUE É O “o melhor avião de sua categoria”. COM RELAÇÃO AO DIA A DIA DAS AÉRONAVES DOIS GRANDES USUÁRIOS DOS SUKHOI NAS VERSÕES ANTERIORES AO “SU_35” SÃO CHINA E INDIA NA QUAL TBM FABRICAM (OU MONTAM) EM SEUS PAÍSES ÉSSAS AERONAVES, INCLUSIVE AS INDIANAS COM ALGUMA TECNOLOGIA OCIDENTAL (FRANÇA E ISRAEL) EM SEUS AVIÔNICOS. E LÁ ELES TIVERAM PROBLEMAS QUE NÃO ME CABEM ESCREVER AQUI. O BRASIL QUER CERTO SÃO 36 AÉRONAVES COM OPÇÃO DE COMPRA ATÉ O TOTAL DE 120(COISA QUE EU ACHO DÍFICIL DE REALIZAR) E ACHO POUCO(36) ABRIR UMA LINHA DE MONTAGEM AQUI NO BRASIL MESMO COM A PARCERIA COM A AVIBRÁS..NO FX-1 SE NÃO FOSSE CANCELADO PELO PRESIDENTE LULA POR CAUSA DO “FOME ZERO” PROVALVELMENTE SERIA ESCOLHIDO O “SU_30”. INCLUSIVE A PRESSÃO DOS FRANCESES NA ÉPOCA DO FX1 FOI MUITO GRANDE COM AQUELA PORCARIA DO “MIRAGE 2000 BR”. COM A COMPRA DE AÇÕES DA EMBRAER. AGORA ELES ENTRAM NO FX2 COMO “CORDEIRINHOS” QUERENDO AJUDAR PASSAR TECNOLOGIA AO BRASIL COM O QUE ELES TEM DE MELHOR OS “RAFALE” QUE AO CONTRARIO DO PASSADO SEUS “MIRAGE III” EQUIPARAM BOA PARTE DAS FORÇAS AÉREAS DO MUNDO E AGORA ESTÃO COM OS “RAFALES” ENCALHADOS LÁ SÓ PARA ELES. VC JÁ IMAGINOU SE OS “MIRAGE 2000” TIVESSE GANHO? NA MINHA OPINIÃO PARA O BRASIL OPERAR O “SU_35” COM REAL CAPACIDADE DE COMBATE NÃO PODEMOS A TODA HORA QUE TIVER UMA CRISE ECONOMICA AQUI OU ALI O GOVERNO VIR E CORTAR VERBAS DAS FORÇAS ARMADAS. QUEM OPERA AÉRONAVES COMO O “su_35” NÃO PODE ESTAR PENSANDO EM ECONOMIZAR. VC NÃO CONCORDA?
    O BRASIL ATÉ POUCO TEMPO ATRÁZ ESTAVA COM SUA FORÇA AÉREA EM “SUCATA” DEPOIS DOS EXERCÍCIOS MILITARES NA “CRUZEX” ONDE SENTIRAM O ESTRAGO QUE OS MIRAGES(HOJE ALGUNS DELES EM ANÁPOLIS) FIZERAM NOS “F/5 E/F TIGER II”. E AGORA COM A MODERNIZAÇÃO DOS F5 EVOLUIMOS BASTANTE E HOJE EM DIA COM OS “F/5M” RECUPERAMOS UM POUCO DO ATRAZO TECNOLÓGICO DE ANOS DE ECONOMIA ONDE OS CORTES DE GASTOS DO GOVERNO SEMPRE COMEÇOU PELAS FORÇAS ARMADAS. O MEU RECEIO É QUE O BRASIL NUNCA OPEROU CAÇAS DE ORIGEM RUSSA E AGORA EQUIPAR A ESPINHA DORSAL DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA, É UM RISCO QUE NÃO GOSTARIA DE ASSUMIR. A NÃO SER QUE FOSSE ESCOLHIDO TBM MAIS UM OUTRO CAÇA COMO O “GRIPEN NG” AÍ SIM!.

  412. FRANCISCO AMX

    ENTENDI O QUE VC ESCREVEU SIM. E VENHO LENDO VÁRIOS COMENTÁRIOS INTERESSANTES SEUS AQUI NO POST.

    OLHA EU TBM SOU FÃ DOS “SU_35” GOSTARIA MUITO MESMO DE VER ESSES CAÇAS NAS CORES DE NOSSA FORÇA AÉREA LÁ EM ANÁPOLIS. E AINDA, A FAVOR DOS “SU_35” CONTA OS PILOTOS DE CAÇA BRASILEIRO QUE VOARAM O SUKHOI-30MK E DISSERAM QUE É O “o melhor avião de sua categoria”. COM RELAÇÃO AO DIA A DIA DAS AÉRONAVES DOIS GRANDES USUÁRIOS DOS SUKHOI NAS VERSÕES ANTERIORES AO “SU_35” SÃO CHINA E INDIA NA QUAL TBM FABRICAM (OU MONTAM) EM SEUS PAÍSES ÉSSAS AERONAVES, INCLUSIVE AS INDIANAS COM ALGUMA TECNOLOGIA OCIDENTAL (FRANÇA E ISRAEL) EM SEUS AVIÔNICOS. E LÁ ELES TIVERAM PROBLEMAS QUE NÃO ME CABEM ESCREVER AQUI. O BRASIL QUER CERTO SÃO 36 AÉRONAVES COM OPÇÃO DE COMPRA ATÉ O TOTAL DE 120(COISA QUE EU ACHO DÍFICIL DE REALIZAR) E ACHO POUCO(36) ABRIR UMA LINHA DE MONTAGEM AQUI NO BRASIL MESMO COM A PARCERIA COM A AVIBRÁS..NO FX-1 SE NÃO FOSSE CANCELADO PELO PRESIDENTE LULA POR CAUSA DO “FOME ZERO” PROVALVELMENTE SERIA ESCOLHIDO O “SU_30”. INCLUSIVE A PRESSÃO DOS FRANCESES NA ÉPOCA DO FX1 FOI MUITO GRANDE COM AQUELA PORCARIA DO “MIRAGE 2000 BR”. COM A COMPRA DE AÇÕES DA EMBRAER. AGORA ELES ENTRAM NO FX2 COMO “CORDEIRINHOS” QUERENDO AJUDAR PASSAR TECNOLOGIA AO BRASIL COM O QUE ELES TEM DE MELHOR OS “RAFALE” QUE AO CONTRARIO DO PASSADO SEUS “MIRAGE III” EQUIPARAM BOA PARTE DAS FORÇAS AÉREAS DO MUNDO E AGORA ESTÃO COM OS “RAFALES” ENCALHADOS LÁ SÓ PARA ELES. VC JÁ IMAGINOU SE OS “MIRAGE 2000” TIVESSE GANHO? NA MINHA OPINIÃO PARA O BRASIL OPERAR O “SU_35” COM REAL CAPACIDADE DE COMBATE NÃO PODEMOS A TODA HORA QUE TIVER UMA CRISE ECONOMICA AQUI OU ALI O GOVERNO VIR E CORTAR VERBAS DAS FORÇAS ARMADAS. QUEM OPERA AÉRONAVES COMO O “su_35” NÃO PODE ESTAR PENSANDO EM ECONOMIZAR. VC NÃO CONCORDA?
    O BRASIL ATÉ POUCO TEMPO ATRÁZ ESTAVA COM SUA FORÇA AÉREA EM “SUCATA” DEPOIS DOS EXERCÍCIOS MILITARES NA “CRUZEX” ONDE SENTIRAM O ESTRAGO QUE OS MIRAGES(HOJE ALGUNS DELES EM ANÁPOLIS) FIZERAM NOS “F/5 E/F TIGER II”. E AGORA COM A MODERNIZAÇÃO DOS F5 EVOLUIMOS BASTANTE E HOJE EM DIA COM OS “F/5M” RECUPERAMOS UM POUCO DO ATRAZO TECNOLÓGICO DE ANOS DE ECONOMIA ONDE OS CORTES DE GASTOS DO GOVERNO SEMPRE COMEÇOU PELAS FORÇAS ARMADAS. O MEU RECEIO É QUE O BRASIL NUNCA OPEROU CAÇAS DE ORIGEM RUSSA E AGORA EQUIPAR A ESPINHA DORSAL DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA, É UM RISCO QUE NÃO GOSTARIA DE ASSUMIR. A NÃO SER QUE FOSSE ESCOLHIDO TBM MAIS UM OUTRO CAÇA COMO O “GRIPEN NG” AÍ SIM!.

  413. Mauro poderia enumerar vários pontos e demonstrar as reais condições, mas como queres que o Francisco lhe responda acho que o mesmo tem uma grande capacidade, por exemplo, de ler as fichas técnicas, dados e características tendo por base comprobatória as aeronaves já testadas inclusive pela FAB que testou todas as capacidades do SU-35 “convencional” vide FX1, mas tudo bem o preconceito e as preferências fazem duvidar dos dados disponibilizados por uma empresa seriíssima uma das gigantes do setor, mas o F-22 que tenho certeza de suas capacidades assim como do SU-35 BM o cidadão não contesta e cada vez fica mais claro o preconceito e as preferências, só para ressaltar não discuti os temas citados como pediu, acredito que o Francisco fará uma boa mediação sobre o assunto.
    Um abraço a todos.

  414. Mauro poderia enumerar vários pontos e demonstrar as reais condições, mas como queres que o Francisco lhe responda acho que o mesmo tem uma grande capacidade, por exemplo, de ler as fichas técnicas, dados e características tendo por base comprobatória as aeronaves já testadas inclusive pela FAB que testou todas as capacidades do SU-35 “convencional” vide FX1, mas tudo bem o preconceito e as preferências fazem duvidar dos dados disponibilizados por uma empresa seriíssima uma das gigantes do setor, mas o F-22 que tenho certeza de suas capacidades assim como do SU-35 BM o cidadão não contesta e cada vez fica mais claro o preconceito e as preferências, só para ressaltar não discuti os temas citados como pediu, acredito que o Francisco fará uma boa mediação sobre o assunto.
    Um abraço a todos.

  415. SE O SU_35 É TÃO ESPETACULAR COMO FALAM. PORQUE ELE NÃO ESTÁ PARTICIPANDO DA ESCOLHA DO ‘FX INDIANO’?????NÃO SERIA UMA VANTAGEM PARA OS SU_35, JÁ QUE OS INDIANOS SÃO OPERADORES DO SU_30??? OU SERÁ QUE A INDIA ESTÁ DESCONTENTE COM ALGUMA COISA QUE NÃO SABEMOS??

  416. SE O SU_35 É TÃO ESPETACULAR COMO FALAM. PORQUE ELE NÃO ESTÁ PARTICIPANDO DA ESCOLHA DO ‘FX INDIANO’?????NÃO SERIA UMA VANTAGEM PARA OS SU_35, JÁ QUE OS INDIANOS SÃO OPERADORES DO SU_30??? OU SERÁ QUE A INDIA ESTÁ DESCONTENTE COM ALGUMA COISA QUE NÃO SABEMOS??

  417. Olá amigos (super dotados) metidos a engenheiros aéronauticos. Como vão.
    Bem eu estou me despedindo, já que não sou bem vindo aqui.
    Queria que você soubesse Evandro, que você não entende nada. Como você pode dizer que o SU-35 não é bom. O que é bom pra você, um F-5M.
    Sem dúvida os melhores aviões desta concorrencia para o Brasil seria o :
    Typhoon, Rafale F-3 ou o SU-35.
    Pesquise bem amigo.
    Percebi que você quer ser metido a sabe tudo, mas não sabe nada.
    E todos os comentários aqui são loucos.
    Saiba que para o Brasil é: Typhoon, Rafale F-3, ou SU-35.
    O resto dos concorrentes é resto.
    Salve Hugo Chaves, Revolucionário Bolivariano, e apenas o Brasil para deter a Venezuela. Salve Fidel Castro, salve Marx, salve Stalin.
    Tchau, tchau.

  418. Olá amigos (super dotados) metidos a engenheiros aéronauticos. Como vão.
    Bem eu estou me despedindo, já que não sou bem vindo aqui.
    Queria que você soubesse Evandro, que você não entende nada. Como você pode dizer que o SU-35 não é bom. O que é bom pra você, um F-5M.
    Sem dúvida os melhores aviões desta concorrencia para o Brasil seria o :
    Typhoon, Rafale F-3 ou o SU-35.
    Pesquise bem amigo.
    Percebi que você quer ser metido a sabe tudo, mas não sabe nada.
    E todos os comentários aqui são loucos.
    Saiba que para o Brasil é: Typhoon, Rafale F-3, ou SU-35.
    O resto dos concorrentes é resto.
    Salve Hugo Chaves, Revolucionário Bolivariano, e apenas o Brasil para deter a Venezuela. Salve Fidel Castro, salve Marx, salve Stalin.
    Tchau, tchau.

  419. evandro em 12 fev, 2009 às 6:18
    SE O SU_35 É TÃO ESPETACULAR COMO FALAM. PORQUE ELE NÃO ESTÁ PARTICIPANDO DA ESCOLHA DO ‘FX INDIANO’?????NÃO SERIA UMA VANTAGEM PARA OS SU_35, JÁ QUE OS INDIANOS SÃO OPERADORES DO SU_30??? OU SERÁ QUE A INDIA ESTÁ DESCONTENTE COM ALGUMA COISA QUE NÃO SABEMOS??
    Welington= Evandro a concorrência na índia é para um caça médio (MIG-35, F-16, Rafale, etc.), o SU-35 BM é um caça pesado assim como o F-15 e o F-22, dentre outro ponto a Rússia preferiu disputar a concorrência com somente um vetor como no FX2, alem do mais os SU-30 MKI ainda não foram totalmente entregues portanto…
    Joca, não tome esta decisão, pois todos somos ouvidos a todos e falo em nome do BLOG e de meus companheiros que cada pessoa aqui neste ótimo BLOG que participo desde sua fundação tem um sentimento recíproco ao meu, portanto você o Evandro e todos os presentes só tem a acrescentar, portanto peso que reconsidere sua decisão, mas se continuar com sua decisão não o podemos intervir. Um abraço amigão.
    Um abraço a todos.

  420. evandro em 12 fev, 2009 às 6:18
    SE O SU_35 É TÃO ESPETACULAR COMO FALAM. PORQUE ELE NÃO ESTÁ PARTICIPANDO DA ESCOLHA DO ‘FX INDIANO’?????NÃO SERIA UMA VANTAGEM PARA OS SU_35, JÁ QUE OS INDIANOS SÃO OPERADORES DO SU_30??? OU SERÁ QUE A INDIA ESTÁ DESCONTENTE COM ALGUMA COISA QUE NÃO SABEMOS??
    Welington= Evandro a concorrência na índia é para um caça médio (MIG-35, F-16, Rafale, etc.), o SU-35 BM é um caça pesado assim como o F-15 e o F-22, dentre outro ponto a Rússia preferiu disputar a concorrência com somente um vetor como no FX2, alem do mais os SU-30 MKI ainda não foram totalmente entregues portanto…
    Joca, não tome esta decisão, pois todos somos ouvidos a todos e falo em nome do BLOG e de meus companheiros que cada pessoa aqui neste ótimo BLOG que participo desde sua fundação tem um sentimento recíproco ao meu, portanto você o Evandro e todos os presentes só tem a acrescentar, portanto peso que reconsidere sua decisão, mas se continuar com sua decisão não o podemos intervir. Um abraço amigão.
    Um abraço a todos.

  421. JOCA
    (ABAIXO PARTE DE TEXTO ESCRIPO POR VC)

    O resto dos concorrentes é resto.
    Salve Hugo Chaves, Revolucionário Bolivariano, e apenas o Brasil para deter a Venezuela. Salve Fidel Castro, salve Marx, salve Stalin.
    Tchau, tchau

    POR ISSO QUE EU FALO QUE O SU_35 NÃO É A AÉRONAVE IDEAL AO BRASIL.

    sds.

  422. JOCA
    (ABAIXO PARTE DE TEXTO ESCRIPO POR VC)

    O resto dos concorrentes é resto.
    Salve Hugo Chaves, Revolucionário Bolivariano, e apenas o Brasil para deter a Venezuela. Salve Fidel Castro, salve Marx, salve Stalin.
    Tchau, tchau

    POR ISSO QUE EU FALO QUE O SU_35 NÃO É A AÉRONAVE IDEAL AO BRASIL.

    sds.

  423. Bom, estou torcendo para o SU 35 ganhar mesmo que seja apenas um sonho meu, é claro que com uma condição : deve haver tranferência de tecnologia e acredito que seja está uma das mudanças que a fabricante dos tomadores de vodka fizeram, tenho como base que eles ja compartilham tecnologia aeroespacial e trabalham em conjunto com nossos engenheiros depois da misteriosa explosão do foguete Brasileiro. Pensem comigo, o SU 35 é um caça russo, feito para atender as nessecidades russas ( o maior país do mundo em extenção ) isso cairia como uma luva para o Brasil, esse é apenas um dos inúmeros motivos que cito e atendem as exigências da FAB juntamente com o FX_2, além de ser um caça “moderno” de 4 ++ geração. Para o futuro poderíamos desenvolver um caça de 5 geração como o PAK-FA T-50 quem sabe. Isso está bom de mais para ser verdade, vamos aguardar, e prestem atenção, há muito que nossa força aérea está abandonada então não adianta reclamarmos feito loucos, vai ser uma reforma de algo muito velho e como consequência vai sair caro e demorar, é claro que eu gostaria de ver o Brasil produzindo em larga escala seus super Tucanos stealth..rsrs…. Mas infelizmente não é assim que as coisas acontecem.

    Só uma observação, sempre achei que os pilotos da FAB estão entre os melhores do mundo, imaginem com caças descentes, pelo menos aqui na América do sul não vai ter pra ninguém e é bom o Chavez não cantar de galo por aqui….

  424. Bom, estou torcendo para o SU 35 ganhar mesmo que seja apenas um sonho meu, é claro que com uma condição : deve haver tranferência de tecnologia e acredito que seja está uma das mudanças que a fabricante dos tomadores de vodka fizeram, tenho como base que eles ja compartilham tecnologia aeroespacial e trabalham em conjunto com nossos engenheiros depois da misteriosa explosão do foguete Brasileiro. Pensem comigo, o SU 35 é um caça russo, feito para atender as nessecidades russas ( o maior país do mundo em extenção ) isso cairia como uma luva para o Brasil, esse é apenas um dos inúmeros motivos que cito e atendem as exigências da FAB juntamente com o FX_2, além de ser um caça “moderno” de 4 ++ geração. Para o futuro poderíamos desenvolver um caça de 5 geração como o PAK-FA T-50 quem sabe. Isso está bom de mais para ser verdade, vamos aguardar, e prestem atenção, há muito que nossa força aérea está abandonada então não adianta reclamarmos feito loucos, vai ser uma reforma de algo muito velho e como consequência vai sair caro e demorar, é claro que eu gostaria de ver o Brasil produzindo em larga escala seus super Tucanos stealth..rsrs…. Mas infelizmente não é assim que as coisas acontecem.

    Só uma observação, sempre achei que os pilotos da FAB estão entre os melhores do mundo, imaginem com caças descentes, pelo menos aqui na América do sul não vai ter pra ninguém e é bom o Chavez não cantar de galo por aqui….

  425. Eu li vários comentários falando que o Brasil não é um país sério, bom isso eu concordo, não é mesmo rsrsrs, porém o SU 35 pode nunca ter sido realmente descartado talvez foi apenas uma jogada da FAB para afrouxar a guarda dos outros países e conseguir mais algumas vantagens, por outro isso vai fazer mal ao FX 2.5, quanto mais demorar para sair essa decisão, mais tarde os aviões vão pousar aqui. Os primeiros vão ser entregues só em 2015 seria lote de 36 aviões, então só deus sabe quando vamos receber todos. Acredito que se tudo se concretizar como está ocorrendo só produziremos os nossos SU la por 2050 aí teremos os “neo-F5” . Dessa vez eu torço para estár enganado.

  426. Eu li vários comentários falando que o Brasil não é um país sério, bom isso eu concordo, não é mesmo rsrsrs, porém o SU 35 pode nunca ter sido realmente descartado talvez foi apenas uma jogada da FAB para afrouxar a guarda dos outros países e conseguir mais algumas vantagens, por outro isso vai fazer mal ao FX 2.5, quanto mais demorar para sair essa decisão, mais tarde os aviões vão pousar aqui. Os primeiros vão ser entregues só em 2015 seria lote de 36 aviões, então só deus sabe quando vamos receber todos. Acredito que se tudo se concretizar como está ocorrendo só produziremos os nossos SU la por 2050 aí teremos os “neo-F5” . Dessa vez eu torço para estár enganado.

  427. […] por causa de uma declaração do Ministro da Defesa Nelson Jobim, dizendo que os russos ofereceram uma nova proposta para o seu caça Su-35 ser avaliado pelo Brasil. O Blog do Poder Aéreo teve acesso exclusivo a uma fonte com mais […]

  428. […] por causa de uma declaração do Ministro da Defesa Nelson Jobim, dizendo que os russos ofereceram uma nova proposta para o seu caça Su-35 ser avaliado pelo Brasil. O Blog do Poder Aéreo teve acesso exclusivo a uma fonte com mais […]

  429. o melhor da lista eo dassault rafale m ou o gripem.Fazer negocios com os russos e muito arriscado eles nao sa muito confiaveis na decada de 70 o brazil comprou 18 mig 15 e nunca recebeu.o brasil tem o projeto xxx vai ser o primeiro avioao supersonico da embraer utilizando ethanol tem um voando por ai mas talvez se este projeto de certo a força aerea brasileira sera a 5 maior força aerea do mundo com 55 f-5e,com 12 mirrage 2000,55 super tucanos,47 embraer
    amx ecom algum dos tres da lista que sao o gripen,rafale e o f-18.
    desta lista o que tem mais chances para ir para fb e o gripen por ser o mais novo mais nao fiquem tristes os amantes do su 35 porque o a embraer vendeu 18 super tucanos em troca 18 su s 35.obrigado.

  430. o melhor da lista eo dassault rafale m ou o gripem.Fazer negocios com os russos e muito arriscado eles nao sa muito confiaveis na decada de 70 o brazil comprou 18 mig 15 e nunca recebeu.o brasil tem o projeto xxx vai ser o primeiro avioao supersonico da embraer utilizando ethanol tem um voando por ai mas talvez se este projeto de certo a força aerea brasileira sera a 5 maior força aerea do mundo com 55 f-5e,com 12 mirrage 2000,55 super tucanos,47 embraer
    amx ecom algum dos tres da lista que sao o gripen,rafale e o f-18.
    desta lista o que tem mais chances para ir para fb e o gripen por ser o mais novo mais nao fiquem tristes os amantes do su 35 porque o a embraer vendeu 18 super tucanos em troca 18 su s 35.obrigado.

  431. Olha eu digo que se o Brasil fosse um país sério, estaria se preocupando mais em manter sua soberania, e com isso atualizava sua forças militares com armas mais modernas. Vejam por exemplo o nosso glorioso Exército; os seu fuzis FAL que ja devem ter mais de 60 anos ou mais, nosso navios da Marinha ( verdadeiras sucatas flutuantes ) e a Força Aérea; putz, nem se fala.

    Países como Venezuela, Chile, que são paises que não tem a mesma credibilidade com paises poderosos como o Brasil tem, estão se militarizando. E o Brasil está ficando para traz, logo o Brasil que deveria ser o país mais poderoso da América Latina em temos de armamentos militares. Nossos políticos deveriam parar de fazer obras faraônicas e super-faturadas que metade do dinheiro vai pro bolso de alguém e ver mais o lado dos nosso militares que tem fazer treinamento com armas e aparelhos obsoletos e que em relação ao mundo, são uma vergonha, para um país do pórte do Brasil.

    Vamos acordar POVO BRASILEIRO.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here